Sabatina Verde

0comentário
Deputado estadual Adriano Sarney (PV)

Deputado estadual Adriano Sarney (PV)

Por Adriano Sarney

O Partido Verde não se aprisiona na estreita polarização esquerda versus direita. Situa-se à frente. Está aberto ao diálogo com todas as demais forças políticas com o objetivo de levar à prática as propostas e programas do partido. Nesse sentido, foi realizada a Sabatina Verde, um momento ímpar na história do partido na cidade, reunindo os principais pré-candidatos a prefeito de São Luís para debater propostas de conservação ambiental, qualidade de vida e desenvolvimento sustentável.

Durante a sabatina, ocorrida no dia 8 de julho deste ano, no auditório do Complexo de Comunicação da Assembleia Legislativa, fizemos para os pré-candidatos perguntas relativas ao plano diretor, lei de zoneamento e código de postura do município, arborização, gestão de resíduos sólidos e tratamento de esgoto, animais abandonados e metropolização.Compareceram à Sabatina Verde a maioria dos atuais pré-candidatos a prefeito: Eliziane Gama (PPS), João Bentivi (PHS), Fábio Câmara (PMDB), Rose Sales (PMB), Eduardo Braide (PMN), Wellington do Curso (PP). Cada um apresentou suas propostas para o meio ambiente. Foi um eventodemocrático, pluripartidário, caracterizado pelo respeito mútuo e a valorização do diálogo. Seguramente foi o primeiro grande evento do período pré-eleitoral de 2016, com boa repercussão na imprensa maranhense, jornais, televisão e blogs.

No final do evento, o PV de São Luís entregou aos pré-candidatos a Carta Verde, um documento com 43 propostas para a cidade. O documento contempla, campanhas e ações permanentes de conscientização ambiental, apoio a cooperativas de reciclagem, fomento a hortas comunitárias, incentivo a projetos voltados à inclusão social de forma sustentável, promovendo a geração de emprego e renda, entre outras propostas.

Segundo a Carta, os cuidados com o meio ambiente não devem se restringir aos limites do município, por isso a política ambiental da cidade deve levar em conta a parceria em forma de consórcio com os municípios vizinhos. Isso é vantajoso para todos, pois minimiza custos e otimiza o aparelho público tanto na gestão de resíduos sólidos, quanto na gestão dos recursos hídricos, para que se estabeleça uma política conjunta de destinação e reaproveitamento do lixo, assim como a preservação dos mananciais e cursos d’água contra qualquer tipo de poluição e contaminação por resíduos industriais e humanos. É preciso salvar os rios da Grande Ilha.

O documento também prevê medidas objetivas como a que amplia a arborização das ruas e estabelece meta de plantio de 1 milhão de mudas. O intuito é o de ampliar espaços verdes e amenizar o calor para pedestres e ciclistas.

O evento Sabatina Verde foi inovador e deu a oportunidade de conhecermos as ideias e a capacidade de cada pretenso candidato à prefeitura de São Luis. Os participantes também se comprometeram em estudar e avaliar a incorporação das propostas da Carta Verde em seus planos de governo. No caso dos ausentes, fica o alerta, a cada eleição a população se interessa mais pelas propostas dos candidatos. Não participar de um evento como esse é um tiro no pé. Já os pré-candidatos presentes, a quem o PV agradece a participação, demonstraram espírito público, coragem e preocupação com o debate democrático.

*Adriano Sarney é economusta, administrador e deputado estadual (PV-MA)

sem comentário »

Adriano critica postura de Bira do Pindaré

5comentários
Deputado estadual Adriano Sarney (PV)

Deputado estadual Adriano Sarney (PV)

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) fez duras críticas ao discurso do deputado Bira do Pindaré (PSB), na tribuna da Assembleia, nesta segunda-feira (11). O parlamentar verde rechaçou o socialista em seu intuito de justificar a sua ausência à Sabatina Verde, tentando desqualificar o caráter democrático e de pluralidade partidária que distinguiu o evento, ocorrido sexta-feira (8) reunindo a maioria dos pré-candidatos a prefeito de São Luís.

“Foi um debate propositivo e civilizado. Então, se um pré-candidato não foi à Sabatina é por que não tinha proposta concreta para apresentar à população de São Luís”, ressaltou Adriano.

O deputado do PV informou que a Sabatina Verde foi um evento inédito e inovador em São Luís e que possivelmente será replicado em outras capitais do país, pois reuniu diversas matizes políticas para debater temas comuns e de extrema relevância para a cidade, ou seja, as propostas de cada pré-candidato para a área do meio ambiente.

Segundo Adriano Sarney, a Sabatina Verde foi um evento de caráter suprapartidário, voltado ao debate democrático e que por isso não há motivo para discursos discriminatórios e preconceituosos, baseados em ranços políticos ultrapassados.

Compareceram à Sabatina Verde seis dos dez atuais pré-candidatos a prefeito: Eliziane Gama (PPS), João Bentivi (PHS), Fábio Câmara (PMDB), Rose Sales (PMB), Eduardo Braide (PMN), Wellington do Curso (PP). Não compareceram: Edivaldo Holanda Júnior (PDT), Bira do Pindaré (PSB), Zeluís Lago (PPL) e Valdeny Barros (PSOL). A sabatina ocorreu no auditório do Complexo de Comunicação da Assembleia Legislativa.

5 comentários »