‘A vida pública é um desafio’, diz Gastão Vieira

0comentário

O suplente de deputado federal Gastão Vieira (Pros) assumirá nos próximos dias a vaga do deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB), na Câmara dos Deputados.

Reeleito para o segundo mandato, Rubens Pereira Júnior ocupará o cargo de secretário de Cidades e Desenvolvimento, no governo Flávio Dino.

O primeiro suplente, Simplício Araújo (Solidariedade) foi confirmado na Secretaria de Indústria, Comércio e Energia deixando a vaga para Gastão Vieira.

Gastão Vieira foi deputado por cinco mandatos. Foi ministro do Turismo no governo de Dilma Rousseff (PT) e secretário de Educação no Maranhão, no governo de Roseana Sarney.

Nas redes sociais, Gastão Vieira reconheceu o gesto do governador Flávio Dino e comentou o desafio de retornar à vida pública.

“Vamos assumir. A vida pública é um desafio. Tem sido para mim, superado pelo compromisso em trabalhar pelo Maranhao e pelo Brasil. Neste momento em que retorno à Câmara Federal, registro profundo agradecimento ao apoio e acolhimento pessoal que o governador Flávio Dino me ofertou com indiscutível sinceridade. Conte comigo, Governador! Honrarei a sua confiança. Muito obrigado e grande abraço a todos”, reconheceu Gastão.

Foto: Reprodução/Facebook

sem comentário »

Simplício assume na Câmara e abre para Gastão

0comentário

O governador Flávio Dino anunciou nesta sexta-feira (15), a recondução de Simplicio Araújo para a Secretaria de Industria, Comércio e Energia. Candidato a deputado federal, Simplício foi o primeiro suplente de sua coligação e ocupou o cargo de secretário no primeiro mandato de Dino.

Mesmo com 74.058 votos obtidos, mais votos que Gil Cutrim (72 mil), João Marcelo(65 mil) e Pastor Gildenemir(47 mil), o presidente do Solidariedade no Maranhão ficou sem a vaga em decorrência das atuais regras de coligações.

Agora vai assumir o mandato e a pedido do governador Flávio Dino (PCdoB), abrirá a vaga na Câmara dos Deputados para o ex-ministro do Turismo Gastão Vieira (Pros) que é o segundo suplente da coligação com 57 mil votos.

Simplício Araújo aguarda o chamado da Câmara dos Deputados, após o pedido de desligamento do Deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB).

A Câmara dos Deputados tem até 48 horas para fazer a convocação.

Foto: Agência Câmara

sem comentário »

As negociações

0comentário

O governador Flávio Dino (PCdoB) já armou que vai anunciar a composição do seu novo governo apenas a partir de fevereiro. No entanto, isto não significa que as articulações não estão sendo feitas nos bastidores.

A que parece ser a mais fácil e tranquila é a abertura de vaga na Assembleia Legislativa para o deputado Edivaldo Holanda (PTC), que ficou como primeiro suplente. No caso dele, Dino manterá Marcelo Tavares, eleito deputado pelo PSB, na Casa Civil, onde esteve durante quase todo o primeiro mandato do comunista e retornou assim que findaram as eleições. Tavares não faz resistência.

Talvez a mais difícil seja abrir vaga na Câmara dos Deputados para Gastão Vieira (Pros), que é segundo suplente. Para isso, Flávio Dino precisa tirar um dos seus aliados eleitos deputado federal (Rubens Júnior, Márcio Jerry ou Bira do Pindaré) e ainda negociar com o primeiro suplente da coligação, Simplício Araújo (SD) para que que onde está no momento, ou seja, na Secretaria de Indústria e Comércio.

Rubens Júnior é cotado para assumir a Secretaria de Cidades, mas o comunista tenta incorporar a Agência de Mobilidade Urbana e a Agência Metropolitana para aceitar a missão que o “seu líder” quer lhe passar. No entanto, a estrutura grandiosa almejada por Rubens Júnior, ao que parece, não será dada. Resta saber se o deputado federal reeleito abre mão do mandato e volta ao Maranhão.

O plano B do governador é tirar o deputado Bira do Pindaré (PSB), que resiste ficar na Câmara Federal. Para Pindaré foi oferecida a Secretaria de Meio Ambiente. Ele não quer ser o secretário, mas já jogou que quer o espaço indicando o nome do titular da pasta.

O que Dino não pensa é tirar Márcio Jerry da oportunidade de assumir o sonhado mandato de deputado federal.

Fora estes nomes, o deputado Neto Evangelista (PRB) se insinua constantemente para voltar para a Secretaria de Desenvolvimento Social. Mas ainda não sabe se isso ocorrerá. O ainda líder do governo, Rogério Cafeteira (DEM), não tem destino certo. Ele somente sabe que terá espaço no governo.

E o PDT acompanha tudo de perto, buscando os espaços – os melhores, é claro -, já fazendo negociações com vistas a 2020.

Estado Maior

sem comentário »

Possíveis nomes no novo governo Flávio Dino

1comentário

Os deputados eleitos Neto Evangelista (DEM), Marcelo Tavares (PSB) e Simplício Araújo (Solidariedade) deverão voltar a integrar a equipe de secretários do governador Flávio Dino (PCdoB).

É bem verdade que Flávio Dino ainda não confirmou o retorno ou não dos candidatos que ocupavam secretarias e tiveram que se afastar para a disputa do pleito, mas nos bastidores o retorno dos dois secretários é dado como certo.

Marcelo Tavares ocupava a Casa Civil, Neto Evangelista comandou a Secretaria de Desenvolvimento Social e Simplício Araújo, a Secretaria de Indústria e Comércio, no primeiro mandato de Flávio Dino.

Caso essa possibilidade se confirme, os beneficiados serão os suplentes Edivaldo Holanda (PTC) e Ariston (Avante) que assumiriam vaga na Assembleia Legislativa.

Outro nome cotado para a Casa Civil é do deputado Rogério Cafeteira, atual líder do governo na Assembleia Legislativa, mas que não conseguiu a sua reeleição, assim como Simplício Araújo, ex-secretário de Indústria e Comércio que não conseguiu se eleger deputado federal.

Existe também, a expectativa sobre os retornos aos cargos de Márcio Honaiser, na Agricultura; Adelmo Soares, na Agricultura Familiar e Márcio Jerry para a Secretaria de Articulação Política e Comunicação. Os três foram eleitos deputados.

Fotos: Divulgação

1 comentário »

PMN e Solidariedade abrem diálogo

0comentário

Deputados Eduardo Braide (PMN) e Simplício Araújo (Solidariedade) discutem possível aliança

Deputados Eduardo Braide (PMN) e Simplício Araújo (Solidariedade) discutem possível aliança

O deputado estadual e pré-candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide (PMN) esteve reunido com o Solidariedade e iniciou diálogo para uma possível aliança na eleição deste ano.

Segundo Braide foi uma oportunidade para conhecer as ideias do Solidariedade para São Luís e apresentar o Plano de Governo do PMN.

“Conversa produtiva sobre São Luís com o Solidariedade. Agradeço a direção do partido, em nome do seu presidente estadual, Simplício Araújo, pela oportunidade de apresentar nosso Plano de Governo e de conhecer as ideias do Solidariedade para o desenvolvimento de nossa capital. Para mim será uma honra tê-los como aliados rumo à uma São Luís que nossa gente merece e precisa”, comentou Braide.

O deputado Simplício Araújo também comentou o assunto nas redes sociais.

“O solidariedade tem se reunido com os pré candidatos a prefeito de São Luís para debater sobre a cidade. Ouvimos hoje o deputado estadual Eduardo Braide”, destacou.

Antes do encontro com o PMN, o Solidariedade já havia discutido ideias para São Luís com o PPS.

Foto: Facebook

sem comentário »

Louro x Simplício

0comentário

ViniciusLouro

O deputado estadual Vinicius Louro (PR) questionou o governador Flávio Dino em sessão plenária nesta quarta-feira (1º de julho): “Governador, o secretário de Estado da indústria e Comércio, é digno deste governo”?. Em seu discurso, Vinícius Louro rebateu as calúnias, segundo ele covardes e difamatórias, que o secretário Simplício Araújo publicou na imprensa, comparando-o a um “batedor de carteira”.

“Sinto-me no dever moral de vir a esta tribuna para falar das acusações descabidas, injúrias, destinadas a mim e aos meus familiares. Refiro-me ao pseudo bacabalense, eterno suplente de deputado federal e hoje secretário de Indústria e Comércio. Ele é reconhecido por seu vocabulário lastimável, retórica agressiva e ausência de trabalho prestado ao povo, especialmente na minha querida terra, Pedreiras”, disse Vinícius.

Disse, ainda, o deputado Vinícius: “Primeiramente quero deixar destacados aqui os inúmeros trabalhos e ações desenvolvidos pelo ex-deputado Raimundo Louro em todo o estado, especialmente na região do Médio Mearim, exatamente por sua luta contínua e diária, apesar de toda a perseguição que sofremos, mesmo assim vem se consagrando como a maior liderança política de toda aquela região. Meus caros colegas deputados, fomos acusados de batedores de carteira, fomos acusados também publicamente, inclusive em redes sociais, em canais de comunicação, de negociar emendas. Uma verdadeira falta de respeito a esta Casa e a todos os membros. Peço aos que, estão em primeiro mandato assim como eu, que levantem o braço em sinal positivo ao recebimento de emendas”, perguntou Vinicius Louro.

Na ausência de sinal positivo por parte de algum deputado em plenário acusando que tenha recebido emendas este ano, o deputado Vinícius Louro sugeriu que a Assembleia Legislativa convoque o secretário para se retratar publicamente. Os deputados Júnior Verde (PRB), Adriano Sarney (PV) e Sousa Neto (PTN), em aparte, manifestaram apoio ao colega parlamentar.

sem comentário »

Repúdio na Assembleia

8comentários

SousaNetoO deputado Sousa Neto (PTN) apresentou nesta terça-feira (14) na Assembléia Legislativa nota de repúdio ao secretário estadual de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, pela forma desrespeitosa com que referiu-se ao jornal O Estado do Maranhão nas redes sociais. Para o parlamentar, a postura do membro do governo Flávio Dino foi uma afronta à liberdade de imprensa.

“Isso para mim é uma afronta. E quero aqui me solidarizar com o jornal O Estado do Maranhão e todos os amigos da imprensa em geral, que estão em todos os meios para levar a notícia à população, independente da questão partidária. Esse desrespeito a O Estado eu considero uma afronta à liberdade de imprensa”, discursou Sousa Neto.

Ele ressaltou que o desrespeito à imprensa tem sido recorrente por parte do secretariado do governo atual, e citou como exemplo o secretário de Segurança, Jefferson Portela, que chamou o jornal O Estado de pasquim da oligarquia. “Isso mostra quem são os profissionais que estão trabalhando nesse governo. Os secretários com um linguajar desse e o governador Flávio Dino deveria ter mais respeito para com a imprensa, principalmente a imprensa que faz a oposição a ele”, finalizou.

Para Sousa Neto, todos devem zelar pela liberdade de imprensa, principalmente os gestores públicos. “Defendo e sempre defenderei o respeito pelo profissional da imprensa, seja ele dos blogs, da imprensa escrita, das televisões e das rádios. E o governador deve estar preocupado com as irregularidades que estão ocorrendo em seu governo, e não ficar mandando seus auxiliares achincalhar a imprensa”, declarou.

Ele finalizou cobrando do secretário Simplício Araújo respeito à imprensa. “Ele praticamente não aparece em nenhum jornal porque não tem feito trabalho algum na Secretaria de Indústria e Comércio, e já demonstrou que não tem capacidade para gerir uma pasta tão importante”.

8 comentários »

Sinal verde

0comentário

lobaoO Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deferiu por unanimidade a candidatura do senador Lobão Filho ao governo estadual pela coligação Pra frente, Maranhão!. Os pedidos de impugnação foram apresentados pelos deputados Simplício Araújo (SDD), Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e o blogueiro Edgar Ribeiro, contra a candidatura do peemedebista.

O relator desembargador Daniel Blume apresentou parecer favorável ao arquivamento do processo e todos os outros membros acompanharam a decisão, aprovando por unanimidade o deferimento da candidatura do candidato da coligação “Pra frente, Maranhão”

O Ministério Público Eleitoral já havia rejeitado os pedidos de impugnações da candidatura do senador Lobão Filho. O procurador eleitoral Régis Silva se manifestou pela improcedência das impugnações e da notícia de inelegibilidade.

O deputado do PCdoB pediu a impugnação com base num procedimento investigativo no Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo o MPE, a existência de processo junto ao STF não cabe digressões.

“A existência de processo perante ao STF não comporta maiores digressões, por não se tratar de ação criminal, mas de mero procedimento investigatório, que não atrai a incidência de hipótese de inelegibilidade”, anotou o procurador Régis Silva.

Sobre a ação de Simplício Moreira que questionava a participação do senador Lobão Filho como sócio da Difusora Incorporação, o MPE diz que o candidato peemedebista não administra a empresa.

“No extrato do contrato consta que a empresa contratada encontra-se representada por Rafael Lobão, como se infere de extrato de contrato publicado no Diário Oficial, com data de celebração de fevereiro de 2014, circunstância que afasta a inelegibilidade”, anotou o procurador.

Sobre o pedido do blogueiro Edgar Ribeiro, o MPE anotou não haver incidência de inelegibilidade.

sem comentário »

Silêncio da Oposição

0comentário

robertocostaCansado de ver a oposição subir à tribuna da Assembleia Legislativa para criticar o Governo do Estado, o deputado estadual Roberto Costa (PMDB), lamentou, em seu pronunciamento desta quarta-feira (2), o silêncio dos colegas oposicionistas quanto ao envio de recursos na ordem de R$ 250 mil de emenda parlamentar do deputado federal do Maranhão Simplício Araújo (SDD) para uma instituição pública de São Paulo. Também destacou a falta de atitude dos parlamentares quanto à greve dos agentes de limpeza pública, na região metropolitana da Capital.

Roberto Costa destacou que Simplício Araújo preferiu destinar suas emendas para uma instituição de ensino de São Paulo (UNIFESP), ao invés de colaborar com as universidades locais.

“Me surpreende um dos líderes da oposição destinar recursos para o Estado mais rico do país. Aqui já se discutiu a questão da Universidade Estadual do Maranhão diversas vezes, a situação que a UEMA passa, mas, até agora, não vi nenhum deputado federal, inclusive da oposição, fazer uma destinação de recursos para atender a UEMA, mas fez agora para uma faculdade de São Paulo. Essa é a grande preocupação que a oposição tem hoje para o Maranhão. Na hora de criticar, sabe criticar, mas na hora que tem as condições de fazer, não fazem e priorizam o estado de São Paulo”, criticou.

Greve dos Garis – Costa também ressaltou a greve dos agentes de limpeza pública de São Luís que decidiram pela paralisação por tempo indeterminado tendo em vista não ter atendida a pauta de reivindicações da categoria pela Prefeitura. E, cobrou uma atitude dos colegas de oposição no sentido de interceder no movimento, como tanto fazendo com o Governo do Estado.

“Vim pedir aqui o apoio também da oposição para resolver o problema da greve dos garis que decretaram hoje na nossa cidade. Inclusive eles estão solicitando 24% de aumento, aumento do ticket alimentação, e o presidente do Sindicato dos Garis disse hoje que estão discutindo a jornada de trabalho. Então, eu hoje quero pedir o apoio da oposição ou de algum deputado da oposição, que mais se liga em relação a resolver os problemas de greve, para nos ajudar a resolver também o problema dos garis da prefeitura de São Luís. Esse é o apelo que eu faço”, pontuou.

Além do reajuste salarial, a categoria pretende discutir com a empresa e o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC) sobre a jornada de trabalho dos profissionais da limpeza pública que é de 12 horas.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »