Segundo tempo

2comentários

tadeulima

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realizou, nesta quarta-feira (30), reunião técnica com equipe da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), para discutir parceria entre os órgãos em prol do “Programa Segundo Tempo” nas escolas da rede estadual.

Participaram do encontro o secretário adjunto das Regionais de Educação, Tadeu Lima; o secretário adjunto de Desenvolvimento e Articulação Institucional da SSP, coronel Antônio Roberto dos Santos Silva; os técnicos da Seduc, Rose Carvalho e José Ribamar Soares Ribeiro; capitão Raimundo Mulundu Serra e a assistente social Samara Serra.

Segundo Tadeu Lima, a Seduc propôs a parceria a SSP em virtude do trabalho social já realizado pela Secretaria em áreas de grande vulnerabilidade. “Buscamos somar forças e a apropriação da expertise da Segurança Pública no trabalho com jovens em áreas de risco”, disse Tadeu Lima.

O coronel Antonio Roberto dos Santos Silva destacou a relevância da construção de uma parceria entre as duas instituições. “Segurança pública passa pela oferta de melhor qualidade de vida e educação. A Secretaria tem todo o interesse em participar de um programa que trará benefícios aos nossos jovens”.

Foi definida a redação do termo de cooperação entre as instituições e a proposta de abrangência espacial do programa, que em primeira fase deverá atender estudantes da Unidade Regional de Educação (URE), de São Luís.

Foto: Orcenil Jr.

2 comentários »

Seduc visita escolas da rede estadual

0comentário

escola
O secretário-adjunto de Coordenação das Unidades Regionais da Secretaria de Educação (Seduc), Tadeu Lima, visitou, nesta quinta-feira (28), as unidades escolares Professor Francisco de Assis Sousa (Tibiri) e Aluísio Azevedo (São Cristóvão), com a finalidade de realizar fiscalizações em dois colégios da rede estadual de ensino.

Na UI Aluízio Azevedo, a supervisora Escolar, Tânia Cristina Fernandes, informou que todos os alunos receberam kits de fardamento e de material escolar, entregues pela Seduc. Disse que a direção da escola ainda não havia distribuído aos alunos da oitava série, mas que a diretoria estaria enviando cartas aos pais para comparecerem à escola e receber o uniforme.

A coordenação da escola, também, informou que, em reunião no último dia 22 com quase 400 pais e responsáveis, explicou a importância do fardamento. A Unidade Integrada oferta ensino fundamental para 530 alunos.

Ao constatar que grande parte dos alunos ainda estava sem a farda, o secretário-adjunto Tadeu Lima, indicou que a escola estabelecesse o prazo limite de até 11 de março para que todos os estudantes frequentem as aulas devidamente fardados.

Na escola Professor Francisco de Assis Sousa, que atende 242 alunos da 5ª a 8ª séries, o adjunto da Seduc conversou com a equipe de supervisão escolar e constatou problemas com a segurança, tendo em vista que a escola está localizada em área de risco. “A Seduc abriu processo licitatório para contratação de empresa especializada em segurança para garantir a tranquilidade no ambiente escolar. Nesse processo, os próprios gestores serão os responsáveis pela fiscalização do serviço prestado”, ressaltou Lima.

Sobre a infraestrutura, foram verificadas as condições dos banheiros e das paredes que necessitam de pequenos reparos. Na questão do fardamento, a supervisora Elma Pereira da Silva e a técnica escolar Sílvia Cristina Pereira ressaltaram que a escola distribuiu os kits para todos os alunos e estabeleceu o dia 4 de março como prazo máximo para que os estudantes frequentem as aulas uniformizados.

Por intermédio da Ouvidoria Educação, a Seduc possui um canal de comunicação direto com a população. Pelo telefone 0800 280 4343, o cidadão pode fazer reclamações, solicitações, denúncias, sugestões e elogios relacionados à educação pública estadual.

Foto: Lauro Vasconcelos

sem comentário »