UNDB é campeã no vôlei feminino do JUMs

0comentário

Uma disputa animada garantiu a vitória da Universidade Dom Bosco, em casa, sob a Universidade Federal do Maranhão na final dos Jogos Universitários Maranhenses Coletivas 2019, na modalidade vôlei feminino, na última sexta-feira (17).

No primeiro set, a UNDB venceu a UFMA de 25 a 17, quando foi no segundo, a Federal do Maranhão reagiu e ganhou o segundo set, fechando o placar 25 a 21. O Dom Bosco, com sede de vitória, foi em busca da virada, fechando o terceiro set 25 a 18.

A UFMA empatou o jogo ao vencer o quarto set com 25 a 23. A UNDB fechou o quinta e último set com o placar de 15 a 12, o que garantiu subir ao pódio e receber o troféu de campeã, sob o comando dos técnicos Antonino e Magela.

Além das medalhas de primeiro lugar para a UNDB e de segundo para a UFMA, a Federação Acadêmica Maranhense de Esporte (FAME) também entregou medalha às atletas que foram destaque na competição.

Como melhor levantadora, a medalha foi para Yasmin da UFMA; melhores ponteiras para Catherine e Mireia da UNDB; melhor oposto, Eloísa da UFMA; centrais, Alice da UFMA e Thalya da UNDB; e como melhor líbero, Nathália da UFMA.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Brisac foi o único candidato a comparecer a debate

0comentário

O candidato da Chapa 2 “OAB de Verdade”, Carlos Brissac, foi o único candidato à presidência da seccional maranhense a comparecer ao debate promovido pela UNDB, com transmissão pela TV Guará.

O apresentador, o jornalista Geraldo Iensen, começou o programa explicando que os demais candidatos, Thiago Diaz, Mozart Baldez e Sâmara Braúna, desistiram do debate e que, em respeito a Carlos Brissac, ao público e telespectadores, os organizadores transformaram o debate em entrevista. ” Eu jamais poderia deixar de comparecer por uma questão de transparência e respeito”, explicou Brissac.

O coordenador do curso de direito da instituição, professor Arnaldo Vieira, lembrou que ‘o curso da UNDB está fazendo 15 anos e que não poderia deixar de proporcionar uma discussão tão importante para os alunos e futuros advogados, quanto para a sociedade como um todo’.

No primeiro bloco, Brissac falou sobre o projeto de interiorização da OAB. “30% de nossa chapa é de advogados de subseção e vamos implantar o conselheiro itinerante para que o advogado de Maracaçumé, por exemplo, perceba a presença da Ordem”, disparou o candidato da chapa 2.

Brissac falou ainda sobre o projeto
Diálogo institucional, onde professores irão ter acesso, em parceria com a TV Assembleia, a cursos via internet para capacitação desse jovem advogado.

No segundo bloco, Brissac falou sobre a anuidade zero, que já é adotada nos estados do Piauí e de Pernambuco, onde através de empresas conveniadas o advogado adquire pontos que vão ser usados para abater na anuidade da Ordem. “Não estamos inventando a roda. Esse projeto é perfeitamente viável e funciona”, garantiu.

Sobre a proposta de oferecer cursos e capacitações via internet para os advogados, o professor Arnaldo Vieira afirmou que essa modalidade de ensino está cada vez mais presente tanto na graduação quanto na pós- graduação. “Essa é uma realidade e ajuda muito principalmente para democratizar o acesso à informação quando as distâncias geográficas não permitem”, pontuou o coordenador.

Brissac também respondeu sobre a decisão do plenário do Tribunal de Contas da União (TCU), que decidiu, no início do mês, incluir a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no rol de entidades que devem prestar contas de suas finanças à corte de fiscalização. “A OAB é forte justamente por ser independente e autônoma e assim deve seguir”, frisou.

Brissac falou ainda sobre exame da Ordem e mercado de trabalho, principalmente para o advogado recém-formado.

No terceiro bloco, Carlos Brissac respondeu perguntas da plateia. Victor Swami, que recebeu sua carteira da OAB há um mês, perguntou sobre o projeto de participação do jovem advogado em uma eventual vitória da Chapa 2. “Pretendemos trazer o jovem advogado para dentro da OAB, para que ele participe ativamente das comissões e interaja com os colegas”, respondeu Carlos Brissac.

Em suas considerações finais, Carlos Brissac afirmou estar muito feliz pelo carinho e pelas adesões conquistadas e lamentou a postura de seus adversários. “Lamento os ataques que fizeram contra pessoas próximas a mim, mas fico feliz que não acharam nada que abonasse meu caráter. Confio no trabalho sério que fizemos. Construímos uma relação forte e democratizamos a campanha, por isso acreditamos na vitória”, finalizou o candidato.

A eleição para a seccional da OAB acontece nesta sexta-feira (23), das 8h às 17h.

Foto: Divulgação

sem comentário »