Vacina HPV

0comentário
Segundo a secretária, a procura pela vacina tem aumentado nas 66 salas disponibilizadas pela Semus

Segundo Helena Duailibe, a procura pela vacina tem aumentado nas 66 salas disponibilizadas

Todas as 66 salas de imunização disponibilizadas nas Unidades Básicas de Saúde de São Luís estão com estoque suficiente de vacinas contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), para atender ao primeiro grupo de meninos com idade de 12 e 13 anos, conforme recomendação do Ministério de Saúde. Para ressaltar a importância da imunização contra o HPV, a Prefeitura de São Luís intensificou o trabalho de conscientização nas escolas municipais de Ensino Fundamental, visando orientar os adolescentes inseridos nesta faixa etária, público-alvo da campanha.

Segundo a secretária municipal de saúde, Helena Duailibe, apesar de o Ministério de Saúde não ter estabelecido meta de cobertura vacinal contra o HPV em meninos, a Semus está desenvolvendo um amplo trabalho de divulgação para atingir um número significativo de garotos que devem receber a primeira dose da vacina.

“A imunização contra o HPV integra o calendário vacinal permanente do Ministério da Saúde, em nível nacional. E a Prefeitura de São Luís está fazendo sua parte com esse grande chamamento em favor da prevenção de nossos adolescentes contra os diversos tipos de cânceres decorrentes da contaminação por esse vírus”, explicou a titular da Semus, acrescentando ainda que as vacinas estarão disponíveis o ano todo, sem limite de doses.

O trabalho visando abranger o público-alvo da campanha está sendo executado de forma coordenada com outras ações desenvolvidas pelos agentes de saúde do setor de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids) da Semus. Distribuição de panfletos, cartazes e outros materiais informativos fazem parte das ações.

Segundo a secretária, a procura pela vacina tem aumentado nas 66 salas disponibilizadas pela Semus.

(mais…)

sem comentário »

Cães e gatos são vacinados em São Luís

5comentários
Caovacina

Ca~es e gatos serão vacinados nesta sexta-feira (18), no Bequimão e bairros próximos

Os bairros Bequimão e adjacentes serão alvos da campanha de vacinação antirrábica promovida pela Prefeitura de São Luís. As equipes da Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ-São Luís) vão de casa em casa para imunizar os animais e garantir que a Raiva continue controlada na capital. A vacinação na área ocorre nos dias 18, 19 e 25 de novembro, a partir das 7h e a expectativa é imunizar 18 mil cães e gatos nos bairros que compõem o distrito de Bequimão.

A campanha iniciou este mês e tem como meta alcançar 160 mil animais e manter a capital sem registro da doença – desde 2013 não há qualquer caso de Raiva em São Luís. Com as campanhas realizadas anualmente, a capital tem conseguido a meta.

E a população pode ajudar, recebendo os vacinadores para que imunizem os animais. “Nas duas primeiras etapas sentimos grande adesão da população à campanha e esperamos que essa resposta positiva continue. Na atual gestão municipal não tivemos um só caso de raiva e isso se deve ao rigoroso controle epidemiológico que temos mantido com as coberturas vacinais”, pontuou a secretária municipal de Saúde (Semus), Helena Duailibe.

São vacinados animais a partir dos três meses de idade e que estejam no penúltimo mês de gestação. A secretária de Saúde explica que a vacina não é prejudicial ao animal prenhe, mas, o contato no momento de imobilizá-lo para vacinar pode ser traumático e ocasionar aborto, por isso, não são vacinados animais no último mês de gestação.

O trabalho da campanha será reforçado com ações educativas de saúde promovidas por técnicos da UVZ, que visitam a comunidade e orientam sobre as condutas para o bem-estar animal. A campanha vai cobrir toda a capital cumprindo meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

A campanha de vacinação antirrábica é realizada sempre às sextas-feiras, das 13h às 17h; e aos sábados, das 7h às 13h. As próximas etapas serão no Distrito Cohab, dias 26 e 27 deste mês; em dezembro, a cobertura finaliza na área do Tirirical, dias 3,9,10,16 e 17; e para janeiro do próximo ano, irá aos distritos Vila Esperança e Itaqui-Bacanga. O trabalho conta com equipes de 230 agentes de saúde devidamente fardados.

Caso a casa esteja fechada na ocasião da vacinação, o responsável deve procurar a sede da UVZ, na Estrada de Ribamar, onde os cães e gatos poderão ser vacinados, pois não haverá retorno das equipes de vacinação. A campanha vai cobrir 22 bairros da região central de São Luís.

Além das campanhas anuais, a UVZ realiza vacinação de rotina em postos fixos na sua sede; no Centro de Saúde Salomão Fiquene, localizado no Cohatrac; e no Centro de Saúde Yves Parga, na Vila Maranhão.

5 comentários »

São Luís participa de campanha contra gripe

1comentário

Vacinacao1

A vacinação foi o ponto alto do programa Todos por São Luís, realizado no bairro João de Deus, neste sábado (30). A edição do evento marcou a 18ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza – gripe – neste que foi o ‘Dia D’ da imunização. A vacina protege contra os vírus H1N1, H3N2 e influenza B.

“Estamos participando dessa campanha nacional para prevenir o surto da gripe. O município está preparado, com todos os postos e também escolas disponíveis para a vacinação e vamos alcançar a meta”, destacou o prefeito Edivaldo. O Dia D da vacinação envolveu mais de 1.600 profissionais da saúde distribuídos nos 180 postos de saúde, além de pontos volantes disponibilizados para atendimento.

Os grupos prioritários são crianças de seis meses a menores de cinco anos, doentes crônicos, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), apenados, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativas e trabalhadores do sistema prisional.

“A vacina é segura e não apresenta reações. Apenas aqueles que tem alergia a ovo ou com quadro febril não devem tomar a vacina. Caso contrário, todos do grupo prioritário devem se vacinar. Só a vacina evita a doença”, ressaltou a secretária municipal de Saúde (Semus), Helena Duailibe. A meta é vacinar 200 mil pessoas dentro do grupo prioritário. A vacinação prossegue até dia 20 de maio, nos postos e unidades de saúde do município.

O secretário Estadual de Saúde, Carlos Lula, também esteve presenta na ação. “Temos a preocupação com as estatísticas nacionais que apontam o aumento dos casos. O vírus não chegou ao Maranhão e assim queremos permanecer. A campanha faz parte das nossas ações preventivas”, disse.

Foto: Honório Moreira

1 comentário »