Vereadores de Vargem Grande apoiam Gil Cutrim

0comentário

Os vereadores Braga (PSDB), Célio Mendes (PCdoB), Chaguinha do Bala (PTC), Chico do Zé Pedro (PSDC) e Trabulsinho (PSDB), do município de Vargem Grande, declararam, esta semana, apoio a pré-candidatura ao cargo de deputado federal do ex-prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PDT).

Os parlamentares destacaram o perfil jovem de Cutrim como representante da nova safra de políticos maranhenses.

Ressaltaram, ainda, o trabalho desenvolvido por ele na cidade de São José de Ribamar, terceira maior do Maranhão em número de habitantes, ao longo de seis anos e a sua gestão proveitosa no comando da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) durante dois biênios.

“É uma honra apoiar Gil Cutrim no próximo pleito à Câmara Federal. Nos deslocamos de Vargem Grande para  São Luís para dizer ao ex-prefeito Gil Cutrim que estamos juntos com ele e não mediremos esforços em nosso município e nos arredores pra elegê-lo deputado federal”, afirmou o vereador Chaguinha do Bala.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Edilázio Júnior cumpre agenda no interior

0comentário

O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) cumpriu extensa agenda no interior do estado no último fim de semana, período em que não há atividades regulares no Legislativo Estadual.

Ele visitou os municípios de Vargem Grande, Buriti de Inácia Vaz e Axixá, participou de reuniões com lideranças políticas e de eventos religiosos.

Em Vargem Grande, Edilázio foi recebido pela liderança política Mathias Pancadão. Mathias ofereceu almoço ao parlamentar em sua residência.

Participaram do almoço, o ex-vereador Adailson, Alex Brás, Alcione de São Gonçalo, Valentino e outras lideranças da região.

Já no município de Buriti de Inácia Vaz, o deputado do PV participou da missa da padroeira Nossa Senhora das Graças – em que também estavam presentes o deputado estadual César Pires (PEN) e o ex-prefeito Neném Mourão.

Depois da missa Edilázio participou de um jantar na residência do ex-prefeito e conversou com lideranças políticas.

Em Axixá, o parlamentar prestigiou o encerramento do festejo da Nossa Senhora da Saúde, padroeira do município. Houve procissão pelas principais vias da cidade e participação da comunidade religiosa.

Foto: Divulgação

sem comentário »

MP aciona prefeito de Vargem Grande

0comentário

A prática de nepotismo na gestão do prefeito de Vargem Grande, José Carlos de Oliveira Barros, motivou o Ministério Público do Maranhão (MPMA) a pedir, em 10 de outubro, em Ação Pública por ato de improbidade administrativa, a indisponibilidade dos bens do gestor.

O objetivo do pedido, formulado pelo promotor de justiça da comarca, Benedito Coroba, é garantir o ressarcimento dos valores acrescidos ilicitamente, de janeiro a setembro de 2017, ao patrimônio de Ana Kássia Garreto de Sousa, Antonio Garreto de Sousa, Carla Danielle Mesquita de Mesquita e Maria Gorete Leite Costa.

Os servidores estão enquadrados na Súmula Vinculante nº 13, do Supremo Tribunal Federal (STF), que veta o nepotismo na Administração Pública.

Além da indisponibilidade de bens do prefeito, o representante do MPMA requer a suspensão imediata das remunerações. Também solicita o afastamento, a exoneração e a anulação dos atos de nomeação.

Casos

Ana Kássia Garreto de Sousa, que ocupa cargo comissionado na Secretaria Municipal de Assistência Social, e o diretor do Almoxarifado da prefeitura, Antonio Garreto de Sousa, são cunhados do secretário de Obras, José Sousa Barros Filho.

Também detentora de cargo comissionado na Secretaria Municipal de Assistência, Carla Danielle Mesquita de Mesquita é irmã da secretária de Saúde, Carla Nicoly Mesquita de Mesquita.

O último caso é o da diretora geral do Centro de Educação Infantil do município, Maria Gorete Leite Costa, que é tia da controladora geral do Município, Thais Kellen Leite de Mesquita. O cargo de controladora geral equivale ao de secretário municipal.

(mais…)

sem comentário »

Trabalhadores são libertados no Maranhão

0comentário

Vinte trabalhadores do Ceará foram encontrados e liberados de condição análoga à de escravos em um povoado do município de Vargem Grande, no norte do Maranhão.

Eles trabalhavam em condições desumanas, segundo o MTE, na extração de carnaúba para a produção de cera da árvore. O produto seria exportado para os Estados Unidos e China, segundo as investigações.

Segundo as investigações, os trabalhadores recebiam uma quantia muito pequena, o que não dava para pagar as dívidas contraídas com gastos durante o trabalho, como alimentação. Os fiscais encontraram ainda peixes secos armazenados em local usado para alimentação de cavalos, e os locais onde eles dormiam, mais parece um estábulo para animais.

Todos foram resgatados, receberam dinheiro pelo serviço prestado e demais direitos e estão sendo encaminhados de volta para o estado de origem. Eles trabalhavam contratos por um atravessador que foi localizado.

O Maranhão é um dos estados com maior número de resgate de trabalhadores. Nos últimos anos foram 17 resgates.

Atuaram nessa operação a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério do Trabalho (MTE).

Fotos: PRF

sem comentário »

Andrea Murad denuncia caos na MA-020

0comentário

A deputada Andrea Murad (PMDB) publicou em seu perfil no Facebook fotos que mostram a situação caótica da MA-020 que liga Coroatá a Vargem Grande.

A rodovia, segundo a parlamentar é considerada estratégica para a região, mas sem manutenção por parte do governo virou um pesadelo para os motoristas.

“Vejam a situação da MA-020 que liga Coroatá a Vargem Grande, hoje uma das estradas mais importantes da malha viária maranhense, fruto da luta do ex-deputado Ricardo Murad que conseguiu junto à governadora Rosena a pavimentação dos seus 70 km, onde o único trabalho de Flávio Dino foi inaugurar a obra há menos de dois anos. Uma verdadeira irresponsabilidade do governo que não faz qualquer manutenção nas estradas. A MA-020 é uma estrada estratégica pra toda a região e deveria ser tratada pelo governo com mais atenção justamente por causa do volume de tráfego e do peso das carretas que trafegam com cargas muito acima do permitido, que podem​ também comprometer a ponte sobre o Rio Itapecuru”, destacou.

Andrea Murad disse que pedirá imediata recuperação da rodovia para que o tráfego venha a ser normalizado.

“Pedirei explicação urgente ao secretário de infraestrutura, Clayton Noleto, sobre a situação atual desta estrada, assim como irei solicitar a recuperação imediata dos trechos deteriorados, a manutenção permanente, além da fiscalização em relação ao peso das carretas e bitrens que transitam por ela. Os coroataenses não podem ser prejudicados pelo descaso de um governo que pensa que propaganda resolve tudo. O que resolve é trabalho, muito trabalho”, destacou.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Novo tremor

0comentário

VargemGrande

O observatório de Sismologia da Universidade de Brasília (UNB) registrou trinta e um tremores entre os dias 3 e 5 de janeiro, em Vargem Grande, a 194 Km de São Luís.

O último epicentro foi registrado nesta quinta-feira (5), de magnitude 3 na escala Richter.

O evento mais grave ocorreu na terça-feira (3) quando foi registrado o epicentro de 4,8 de magnitude.

Algumas casas apresentaram rachadura em Vargem Grande e Belágua. Os efeitos foram sentidos em São Luís e Teresina.

Equipes do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil se encontram no interior do Maranhão.

Foto: Imagem/UNB

Leia mais

sem comentário »

Caravana de Lobão Filho arrasta multidão

4comentários

lobao

O candidato do PMDB ao governo do Estado, Lobão Filho, arrastou milhares de pessoas pelas ruas de Presidente Vargas, durante caminhada realizada na manhã deste sábado (26). Ao seu lado estiveram o candidato ao Senado Gastão Vieira (PMDB) e a prefeita do município, Aninha (PV).

Após a caminhada, Lobão Filho parou para conversar e apresentar suas propostas de governo à população. “Recebi pessoalmente nossa prefeita Aninha em meu gabinete e encaminhei pedidos importantes como 70km de estradas vicinais. Como governador vamos trabalhar a reestruturação do sistema de tratamento de água para o abastecimento regular de todas as casas dessa cidade”, garantiu, ao ouvir atentamente o pedido pelo abastecimento de água feito por Odete Frazão Aguiar, líder política do município.

A prefeita Aninha e o ex-vereador José Augusto fizeram questão de elencar as recentes conquistas feitas em parceria com o governo do Estado. “Não podemos deixar de falar dos 6km de asfalto da sede, do hospital de 20 leitos construído e  hoje mantido em 50% pelo Estado, além da estrada de Itapecuru a Vargem Grande”, enumerou a prefeita.

carreataO candidato Lobão Filho que tem o apoio da presidente Dilma Rousseff (PT) e do ex-presidente Lula, disse ainda que buscará parcerias com o governo federal para ampliar os programas sociais que beneficiam a população mais carente. “Minha luta e meu governo serão em defesa dos quase sete milhões de maranhenses, sobretudo aqueles que precisam de oportunidades, renda e vida digna”, destacou.

Em Vargem Grande, a animação foi ainda maior. Lobão Filho e seus companheiros da coligação “Pra Frente, Maranhão” participaram de caminhada e carreata, dado o número de pessoas que aguardavam no portal da cidade.

Em pouco tempo, centenas de veículos formaram um longo trecho de carreata, momento caracterizado pelo senador como “único e impagável”. “Quem está aqui é porque acredita e quer seguir junto. Não fazemos como a oposição que paga carros para fazer carreata e tem como resposta, o fracasso”, disse, agradecendo a militância e a adesão da população à campanha.

Emocionado, Gastão Vieira agradeceu ao povo de Vargem Grande pela recepção. “Foi aqui que comecei minha vida pública, aqui é o meu berço eleitoral e será aqui que vou retornar como senador eleito por vocês”, afirmou, reconhecendo o carinho e as expressivas votações que o município lhe confiou em seus cinco mandatos de deputado federal.

Para o prefeito de Vargem Grande, Edvaldo Nascimento (PMDB), não se faz política sem amor e dedicação. “A resposta de nossa população à sua campanha de amor, senador Lobão, é essa que o senhor vê aqui: uma população na rua e no sol para lhe receber”, demonstrou. “O que queremos é o que você já disse que vai fazer: governar com os prefeitos atendendo as necessidades da nossa gente”, finalizou o gestor municipal.

Também participaram do ato os ex-prefeitos das cidades de Nina Rodrigues e Vargem Grande, além de candidatos a vaga na Assembleia Legislativa, Câmara Federal e vereadores da região.

Fotos: Gilson Teixeira

4 comentários »

Serviço ruim

1comentário

TIMA má qualidade dos serviços prestados pela Tim Celular nos municípios de Vargem Grande (a 176 km de São Luís) e Nina Rodrigues (186 km) levou o Ministério Público do Maranhão (MPMA) a ajuizar Ação Civil Pública com pedido de liminar contra a empresa, requerendo o restabelecimento imediato dos serviços e a imposição de multa de R$ 500 mil.

Na Ação, ajuizada no dia 16 de outubro, o titular da Promotoria de Justiça da Comarca de Vargem Grande (da qual os dois municípios são termos judiciários), Benedito de Jesus Nascimento Neto, também solicita a imposição à operadora de celular de multa diária de R$ 30 mil até o restabelecimento integral dos serviços nas duas cidades.

Interrupções frequentes

De acordo com o representante do MPMA, vários consumidores têm recorrido à Promotoria de Justiça e ao Juizado Especial Cível da Comarca de Vargem Grande, pleiteando indenização por danos causados pela má qualidade dos serviços da Tim Celular. “Os serviços da empresa têm piorado, sobrepondo-se à tolerância dos usuários e da comunidade”, relata.

Ele acrescenta que a precariedade dos serviços prestados pela Tim Celular é verificada nas constantes interrupções de sinal das linhas, impossibilitando a utilização dos serviços da operadora nos sistemas local, DDD e DDI. Por esses motivos, uma ação individual já resultou na condenação da empresa.
Entre os dias 31 de outubro e 6 de novembro do ano passado os serviços foram interrompidos nos dois municípios. Em 10 de outubro deste ano, houve nova indisponibilidade dos serviços, que só foi resolvida dias depois.

Outro pedido contido na manifestação do MPMA é que, ao fim do processo, a Tim Celular seja condenada ao pagamento de R$ 5 mil a cada usuário prejudicado, a título de indenização por danos morais e materiais. O valor deve ser acrescido de juros e correção monetária.

Solicitamos o posicionamento da Tim Celular por meio da sua assessoria.

1 comentário »

Vai pagar?

1comentário

prefeitaaparecidaA Promotoria de Justiça da Comarca de Vargem Grande ingressou, nesta quinta-feira, 31 de outubro, com uma Ação Civil Pública de execução contra Maria Aparecida da Silva Ribeiro, ex-prefeita do município. A ação baseia-se em decisões do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) relativas às contas do Município de Vargem Grande no exercício financeiro de 2009.

A análise das contas do município quando Maria Aparecida Ribeiro estava à frente da administração levou o TCE a determinar a devolução de R$ 33.149.899,40 aos cofres de Vargem Grande. Além disso, foram determinadas 71 multas à ex-gestora, que resultam em R$ 6.936.7665,88 devidos ao Estado do Maranhão.

O total cobrado da ex-prefeita é de R$ 40.086.665,20. De acordo com o promotor Benedito de Jesus Nascimento Neto, autor da ação, as vias administrativas tentadas para o pagamento das dívidas não surtiram qualquer efeito, levando à necessidade de o Ministério Público propor a ação judicial para reaver os valores aos cofres públicos.

1 comentário »

Crime de responsabilidade

0comentário

prefeitaaparecida

A falta de prestação de contas em um convênio firmado, em 2005, entre o Município de Vargem Grande e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento das Cidades, levou o Ministério Público a denunciar a por crime de responsabilidade, no último dia 28.

O convênio, no valor de R$ 367,5 mil, previa a construção de 49 casas populares, dotadas de infraestrutura básica, no município. A prestação de contas dos recursos, no entanto, nunca foi feita pela então gestora municipal. Devido a essa pendência, o Município de Vargem Grande está impossibilitado de realizar novos convênios com o Estado do Maranhão.

Caso condenada pelo crime de responsabilidade, Maria Aparecida da Silva Ribeiro estará sujeita à detenção por três meses a três anos, perda e inabilitação para o exercício de cargos públicos pelo prazo de cinco anos, além da reparação do dano causado aos cofres públicos.

sem comentário »