Covardia e despreparo de Flávio Dino

2comentários

Por Andrea Murad

Amadorismo e incompetência, além de covarde, a explicação de Flávio Dino para o desastre acontecido na ativação da nova adutora da Caema, projetada e construída na gestão do ex-deputado Ricardo Murad, no governo de Roseana.

Culpar as empresas privadas, que ganharam a licitação e construíram a obra com o acompanhamento da equipe técnica da Caema, apenas para se justificar perante a opinião pública, demonstra a falta de caráter e espírito de liderança do governador. Fosse o ex-deputado Ricardo Murad e o engenheiro João Moreira Lima, ex-presidente da Caema, a conduta seria outra. Uma tristeza para o Maranhão ter de aguentar tanta incompetência e cinismo.

Alteraram o projeto, fizeram aditivo de 25%, mudaram o local e a forma de conexão da nova adutora, e deu no que deu. Deveriam ter deixado a mesma equipe técnica, mas a vaidade de Flávio Dino não deixou. Isso é decorrência da gestão criminosa de Davi Teles. Pra este sim deveria chamar a polícia. Mas pra resolver a lambança que provocou, Flávio Dino deveria chamar quem entende, ou seja, a diretoria anterior, a equipe técnica e competente que concebeu o projeto desde o início dessa grande obra que hoje se transformou num verdadeiro pesadelo para milhares de moradores que estão há dias sem água.

A nova adutora, construída para melhorar o abastecimento de água de São Luís, que sofre há anos com a falta de água, agora não tem nem prazo para acontecer. Vamos continuar com a velha adutora. Tristeza.

*Andrea Murad é deputada estadual

2 comentários »

Vazamento mantém bairros sem água em SL

1comentário

Vários bairros de São Luís permanecem sem abastecimento de água pela Caema.

O fornecimento de água em 159 bairros de São Luís abastecidos pelo Sistema Italuís foi interrompido durante três dias para a conclusão da obra de duplicação adutora prevista para este sábado (9).

Segundo a Caema, o abastecimento seria normalizado na manhã de sábado, mas com um vazamento registrado em Periz de Baixo, a maioria dos bairros da capital permanece sem água.

“O problema só foi detectado pela Caema após o reinício do bombeamento de água usando a nova tubulação, ontem. Desde então eles estão tentando resolver o problema. A peça que deu problema na conexão foi fabricada por uma empresa privada cuja direção e equipe técnica já estão no local da ocorrência”, disse o governador Flávio Dino.

Ontem, ao dar a obra como concluída, antes do vazamento, Flávio Dino aproveitava para colher os frutos da obra iniciada pela ex-governadora Roseana Sarney.

“Estamos concluindo um sonho de décadas da nossa capital, adiado em governo passado pela explosiva soma de corrupção, descaso e incompetência. Vamos aumentar a quantidade de água nos lares da cidade”, destacou.

A Caema ainda não informou quando o abastecimento deve ser normalizado.

1 comentário »