Glalbert é recebido na Região Tocantina

0comentário

O candidato a reeleição deputado estadual Glalbert Cutrim (PDT), esteve nesta quinta-feira, 30, em Vila Nova dos Martírios, região tocantina do estado, onde foi recebido com festa pela população do município. O encontro político denominado Amigos da Geovannya foi promovido pelo ex-vereador Hércules Viana e sua esposa Geovannya e reuniu uma multidão de pessoas na residência do casal.

A aliança entre o deputado e o grupo político do ex-vereador começou em 2014 e desde então, Glalbert mantém fortes ligações na região tocantina, em especial no município.

Hércules relembrou a importância do deputado para o município e o compromisso com o grupo. “Em 2014 estava decidido em ter um deputado que tivesse elo com nosso município, e essa história começou a ser escrita naquele ano com a vinda de Glalbert aqui pela primeira vez. Em 2016 o deputado esteve aqui e mostrou o compromisso com nosso grupo. Agora, voltamos a apoiá-lo com a certeza que este é o melhor caminho para nossa cidade e que em 2020, o sorriso voltará a brilhar no rosto do nosso povo.” Destacou o ex-vereador.

Para Geovannya Viana, este é o momento de reunir os amigos e mostrar a vontade de cada militante em conquistar o maior número de votos para o deputado. “Temos que reconhecer quem realmente está disposto a lutar por dias melhores por Vila Nova dos Martírios, e Glalbert já demonstrou isso. Agora, é hora de convocar os nossos amigos, que são verdadeiros soldados, e ir pras ruas pedir votos e com certeza, dar a maior votação para nosso deputado.” concluiu

Também participaram do encontro o vereador Meio Kilo (SD), o vereador de Cidelândia Tetéi (DEM), e dezenas de lideranças do município e da região.

Região tocantina

Pela manhã, Glalbert esteve reunido com o ex-vereador do município de Edison Lobão, Hamilton Miranda e com o presidente da Câmara de Davinópolis, vereador Coquim que ratificaram apoio ao projeto de reeleição do deputado, em seguida, fez uma visita ao prefeito Ivanildo Paiva.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Confraternização

1comentário

GlalbertCutrim

Como parte da sua agenda permanente de trabalho no interior do Maranhão, o deputado Glalbert Cutrim participou, neste feriado, de uma grande festa de confraternização no município de Vila Nova dos Martírios promovida pelo ex-prefeito João Pinto e pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Hércules Viana.

A I Confraternização dos Amigos da Fazenda Santa Rosa reuniu mais de três mil pessoas, além de várias outras lideranças políticas e comunitárias; dentre elas os vereadores Mizin, Fredson, Meio Quilo e Dona Maura.

O ex-prefeito e o vereador agradeceram a presença do deputado ressaltando o seu compromisso em continuar trabalhando para trazer novos benefícios para Vila Nova dos Martírios. “Hoje, o município vive uma situação precária nos mais diversos setores. Situação, esta, ocasionada pela falta de iniciativa da atual administração municipal. O deputado Glalbert é um grande aliado do povo e da classe política de Vila Nova. Temos certeza que, na Assembleia, ele ajudará muito a cidade, principalmente intervindo e pedindo o apoio do Governo do Estado”, afirmaram Viana e Pinto.

Glalbert agradeceu o apoio e as manifestações de carinho e confiança dadas a ele durante o evento e ratificou o compromisso de solicitar ao Governo ações urgentes e enérgicas que contribuam com o desenvolvimento da cidade. “É necessário medidas novas no setor da saúde e da infraestrutura, por exemplo”, disse.

Glalbert ressaltou, ainda, o sentimento de união que, hoje, reina na classe política da cidade, principalmente devido ao trabalho conjunto e parceiro que vem sendo realizado por João Pinto e Hércules Viana.

1 comentário »

Novos hospitais

1comentário

HospitalVilaNova

O município de Vila Nova dos Martírios, no sul do Maranhão, ganhou um novo hospital, entregue pela governadora Roseana Sarney, nesta quinta-feira (4). A unidade de saúde, construída na Vila João Pinto, tem 20 leitos e, desde o início desta semana, está funcionando 24 horas. Recebida com festa pelos moradores, a governadora descerrou a placa ao lado do subsecretário de Estado de Saúde, José Márcio Leite; e da prefeita Karla Batista, além de secretários estaduais e municipais, vereadores, prefeitos e ex-prefeitos.

“Como prometido ao povo desta cidade, estamos entregando o Hospital de Vila Nova dos Martírios, totalmente novo e equipado, para a população daqui e de cidades vizinhas. Peço a todos que cuidem desse bem público e, aos profissionais da saúde, que atendam pacientes da melhor maneira possível”, afirmou a governadora, lembrando de quando ela assinou a emancipação do povoado, antes pertencente ao município de Imperatriz.

O hospital foi construído com recursos da ordem de R$ 4.749.000,00. Foram gastos de R$ 3.508.000,00 em obras civis e R$ 1.241.000,00 na compra de equipamentos. O prédio dispõe de farmácia, setor de raio-x, sala de parto, laboratório, cozinha, lavanderia, entre outros.

Davinopolis

Davinópolis

A inauguração do Hospital de Davinópolis, na tarde desta quinta-feira (4), encerrou a agenda de trabalho da governadora Roseana Sarney nas regiões Sul e Tocantina. A unidade entregue possui 20 leitos de internação e faz parte do Programa Saúde é Vida. A visita, também, contemplou a vistoria de obras de pavimentação urbana realizada na cidade, em convênio com o município.

Como resultado do Programa Saúde é Vida, o Governo do Estado já entregou 37 hospitais de 20 leitos, sete unidades de 50 leitos e mais 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPA). A governadora falou sobre o sentimento de entregar mais uma obra para população. “Eu fico muito feliz a cada vez que eu entrego um hospital para povo, porque sei que os moradores do município ficam muito satisfeitos, pois eles sabem que vão ter uma assistência digna de saúde”.

Fotos: Geraldo Furtado

1 comentário »

Improbidade administrativa

0comentário

Karla-Batista-CabralA falta de repasse dos valores descontados mensalmente do funcionalismo público como pagamento de empréstimos consignados ao Banco Internacional do Funchal (Banif) levou o Ministério Público do Maranhão a ingressar com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra Karla Batista Cabral, prefeita de Vila Nova dos Martírios, e Edson Rodrigues Chaves, secretário municipal de Finanças.

A ação foi proposta pelos promotores de justiça Nahyma Ribeiro Abas e Joaquim Ribeiro de Souza Júnior, titulares da 1ª e 8ª Promotorias de Justiça Especializadas de Imperatriz. Vila Nova dos Martírios é Termo Judiciário da Comarca de Imperatriz.

Desde maio de 2010, o Banif tinha um convênio firmado com a Prefeitura de Vila Nova dos Martírios para a concessão de empréstimos consignados aos servidores da administração municipal. A partir de julho de 2012, no entanto, os repasses mensais deixaram de ser feitos ao banco. Em contato com vários servidores, o banco foi informado que os descontos são efetuados na folha de pagamento regularmente.

De acordo com o Banif, o total não repassado, referente aos meses de janeiro e de agosto a dezembro de 2013, é de aproximadamente R$ 50 mil. O convênio firmado previa que os repasses deveriam ser feitos até o dia 15 do mês subsequente ao do desconto em folha.

“O não repasse desses valores do Banif, a partir de determinado período, significa claramente que houve apropriação e/ou desvio, eis que não se trata de despesa pública que possa justificar o seu não repasse mensal ao banco, mas apenas parte dos vencimentos dos servidores que já haviam sido descontados”, explicam os promotores na ação.

Além da apropriação indevida dos recursos, os promotores chamam a atenção para o risco de graves prejuízos ao erário municipal em caso de uma ação de cobrança a ser proposta pelo Banco Internacional do Funchal contra o Município de Vila Nova dos Martírios, que responde como devedor principal.

Como medida liminar, o Ministério Público requer que a Justiça determine a indisponibilidade dos bens da prefeita e do secretário de Finanças de Vila Nova dos Martírios. Ao final do processo, se condenados por improbidade administrativa, Karla Batista Cabral e Edson Rodrigues Chaves estarão sujeitos à perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e proibição de contratar ou receber qualquer tipo de benefício do Estado pelo prazo de 10 anos, além do ressarcimento do prejuízo de R$ 49.796,92 causado aos cofres públicos e pagamento de multa de até duas vezes o valor do dano.

sem comentário »