CONVENIO SEDEL/UEMA NA ÁREA DA EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES – algumas considerações… Lei no. 3.489, de 10 de abril de 1974

0comentário

Com satisfação, li nos jornais de hoje sobre reunião, ontem, entre o Secretário de Estado de Esportes e Lazer, Márcio, e nosso Reitor da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA –  Gustavo.

Das propostas e intenções, diz-se, o inferno anda cheio… – lembro que desde 1979 – e antes disso também, abaixo a tentativa de 1974 que e transformou em Leo –  se tenta uma convenio entre nossa Secretaria de Esporte e a UEMA, para implementar ações que visem ao desenvolvimento dos esportes e da educação física; todos em vão e infrutíferos…

Oremos para que desta vez… pelo menos o Reitor e o Coordenador de Educação Física foram recebidos pelo Secretário… e divulgada a reunião… e dito dos propósitos…, agora, é público!!! Cobraremos!!!!!

Mas o que me estarreceu é a ignorancia – ignorancia mesmo!!! – da memoria/história, de ambas as Instituições… e não por falta de alertas e de material disponível!!! a UEMA TEM, SIM UM CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA AUTORIZADO!!!, Senhor Reitor, Senhor Secretário:

Como até hoje não foi revogada a lei que o criou, e a UEMA é a sucessora da FESM, cabe aos nossos parlamentares ajustarem a Lei: com vistas ao Roberto, ao Bira, e a quem mais interesar;

Em 1974, pela Lei no. 3.489, de 10 de abril [1], o Governo do Estado cria a Escola Superior de Educação Física do Estado do Maranhão, com o objetivo (art. 1º) de formar professores e técnicos de Educação Física e Desportos bem como desenvolver estudos e pesquisas relacionados com a sua área específica de atuação.

O curso foi criando com toda a estrutura, com coordenação, área, dotação orçamentária… Mas não foi implantado. Na mesma época, a Universidade Federal estava implantando o dela e, parece, houve um acordo em que o Estado abriria mão então de iniciar o seu curso para dar oportunidade para que a Universidade Federal abrisse o dela[2].

Sobre o curso, o Professor Doutor Laércio Elias Pereira esclarece:

“… conversei bastante com o Cláudio Vaz sobre a possibilidade de criar um curso de Educação Física no Maranhão. Resolvemos Cláudio e eu, chamar o Prof. Domingos Salgado para montar o processo de criação do curso de Educação Física na Federação das Escolas Superiores [FESM, hoje UEMA], o que aconteceu com o empenho do secretário Magno Bacelar e o Assessor João Carlos, ainda em 1974. (PEREIRA, Laércio Elias, entrevista).

O projeto foi elaborado pelo Professor Domingos Salgado, contratado pelo então Departamento de Educação Física da SEDUC, chefiado por Cláudio Vaz dos Santos:

Nós íamos fazer uma escola de Ed. Física particular, já tinha toda a documentação, o professor Salgado deu para mim […] Como eu sentia a necessidade de ter professores formados e o que eu trazia eram poucos em relação à necessidade que nós tínhamos, nós achamos um início para formar a escola de Educação Física particular. […] mas antes não houve uma tentativa da fundação de uma Escola de Educação Física na FESM, chegou inclusive a ser baixado um decreto (…). Em 1974, já com Magno Bacelar como Secretario de Educação] Mas foi essa a iniciativa nossa […] Nós começarmos a trabalhar e deve ter sido isso que chegou lá, nós tínhamos um interesse de fazer uma Escola de Educação Física aqui, eu não posso dizer assim com certeza [Domingos Fraga Salgado?] Domingos Fraga Salgado, foi que eu trouxe para criar e Escola de Educação Física, com o Magno Bacelar. Ele que obteve toda documentação, foi quando a UFMA criou, aí parou […] Logo em seguida, é feito o do ITA, com a Terezinha Rego […] Salgado e Laércio participavam ativamente nesse projeto […] Eu sei que nós chegamos, avançamos, não foi concretizado, eu sei nós avançamos nesse ponto, o Salgado veio para cá fazer isso, eu trouxe ele para cá. No tempo eu tinha muita liberdade de pagar, Magno quando queria o serviço pagava do próprio bolso, não tinha o Wellington e ele me dava um cheque, hoje ele é um homem de porte limitado, na época ele era o mandão, então ele me apoiou demais. Quando o Magno assumiu eu fiquei muito forte na Secretaria”. (VAZ DOS SANTOS, Cláudio. Entrevistas)

Sidney Zimbres, que participou da criação do curso da UFMA, não lembra como ocorreu a criação do curso da FESM:

“… eu me lembro de ter ouvido dizer – já tem o curso na UEMA – FESM -, eu cheguei a dar aula na FESM seis meses; dei aula de Prática Esportiva; eu me lembro que a Secretaria de Administração ficava lá no Santo Antônio, eu fui lá para assinar o contrato, dei aula seis meses de Prática Esportiva lá, depois, quando eu entrei na UFMA, não fui mais“. (ZIMBRES, Sidney. Entrevista)17.

 [1] Lei no. 3.489, de 10 de abril de 1974. Cria a Escola Superior de Educação Física do Estado do Maranhão e dá outras providências. DIÁRIO OFICIAL, São Luís, Sexta-feira, 10 de maio de 1974, ano LXVII, no. 88, p. 1

[2] VAZ, Leopoldo Gil Dulcio. MEMÓRIA ORAL DOS ESPORTES, DA EDUCAÇÃO FÍSICA E DO LAZER MARANHENSE – 1940/1990. 2009 (no prelo). Volume III da Coleção Memória(s) do Esporte, Lazer, e Educação Física – Apontamentos para sua História no Maranhão.

VAZ, Leopoldo Gil Dulcio; ARAUJO, Denise Martins de Araujo. QUERIDO PROFESSOR DIMAS – (Antonio Maria Zacharias de Araujo) e a educação física maranhense: uma biografia (autorizada). São Luis: EPP, 2014.

Passei os ultimos tres anos elaborando Projetos para a Coorenação de Educação, e propostas que foram levadas pelo Reitor Augusto e pelo Coordendor ZéNilson ao Joaquim…

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO FÍSICA & CIÊNCIAS DO ESPORTE DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO – NEFCE-UEMA

Poposto por  LEOPOLDO GIL DULCIO VAZ Professor de Educação Física/Mestre em Ciência da Informação  JOSÉ NILSON ALVES ANDRADE Professor de Educação Física/ Chefe do DEF-UEMA

SÃO LUIS DO MARANHÃO / SETEMBRO DE 2012

 

[…] O Núcleo de Educação Física e Ciências do Esporte (NEFCE) é órgão suplementar da Universidade Estadual do Maranhão – UEMA – responsável por estimular e desenvolver projetos relacionados às práticas esportivas e de lazer. Esta instância poderá atuar em parceria com o Ministério do Esporte, a Secretaria Estadual de Esportes e Lazer, a Secretaria Estadual de Educação, as diversas federações esportivas, e associações de moradores do entorno da UEMA.

São beneficiados pelas ações do NEFCE alunos, professores, técnicos-administrativos da Universidade, além de integrantes da sociedade civil. Devido às variadas atividades promovidas pelo núcleo, esse público é contemplado com ações promotoras de saúde e bem-estar.

Em suas atribuições, o NEFCE não faz qualquer distinção de classe social, pois o seu objetivo principal é promover a integração das pessoas através do esporte e de atividades de lazer.

A estrutura do NEFCE é composta por salas de aula, de ginástica, musculação, além de quadras poliesportivas, campos de futebol e demais instalações esportivas e de lazer existentes na UEMA. É nesses espaços onde ocorrem as Olimpíadas da UEMA, e serão realizados os Jogos dos Servidores, os Jogos das Comunidades do entorno da UEMA.

OBJETIVO  “Estimular e fomentar a produção e a difusão do conhecimento científico-tecnológico voltadas à gestão do esporte recreativo e do lazer, tendo como horizonte a (re)qualificação e a formação continuada dos gestores de políticas públicas” (ME, 2006).

MissãO

Estimular e desenvolver projetos relacionados às práticas esportivas; Realizar ações promotoras de saúde e bem-estar; Promover a integração das pessoas através do esporte e de atividades de lazer; Atuar em parceria com o Ministério do Esporte, a Secretaria Estadual de Esportes e Lazer, a Secretaria Estadual de Educação, as diversas federações esportivas, e associações de moradores do entorno da UEMA

CURSO TÉCNICO DE LAZER

 

O Curso Técnico em Lazer tem como objetivo formar profissionais técnicos de nível médio para organizar e executar atividades de lazer, recreação e animação sociocultural para as diversas faixas etárias, segmentos e programas sociais, tendo em vista a inclusão social através de formação de grupos de lazer, organizados a partir do interesse das comunidades, podendo atuar em diferentes tipologias de hotéis, parques de visitação, locais turísticos e outros espaços e formas de lazer.

Nesse contexto, o Curso conjuga fundamentos teórico-metodológicos que permitem aos estudantes das mais diversas realidades socioeconômicas a obtenção de formação técnica que contribua com o desenvolvimento nacional, regional e local. Essas metodologias fundamentam-se num projeto pedagógico que valoriza o saber-saber, o saber-ser, o saber-fazer e o saber-conviver na formação de cidadãos críticos, criativos, éticos e competentes.

Neste sentido, o Curso Técnico em Lazer concebe uma proposta curricular pautada nos princípios da interdisciplinaridade e contextualização, possibilitando a integração dos diversos componentes que integram o currículo em suas dimensões científicas, tecnológicas e técnico-operativas, configurando uma oferta formativa relevante para o contexto maranhense.

O Plano ora apresentado responde ao compromisso da UEMA em formar profissionais com sólida fundamentação científico-tecnológica, associada a conhecimentos que propiciem uma formação cultural, social, política e ética como cidadãos capazes de participar e influenciar na construção e na transformação da sociedade, bem como fomentar as atividades de pesquisa e extensão.

Importa registrar, finalmente, que, considerando o caráter dinâmico do currículo, este documento não é definitivo e poderá ser revisado sempre que as mudanças se fizerem necessárias

 

OBJETIVOS

Geral – Formar técnicos com competência profissional, ética, política, responsabilidade socioambiental, e habilidade que possam intervir profissionalmente na gestão das diversas atividades físicas de lazer e manifestações/modalidades esportivas na perspectiva de encontrar na promoção do lazer uma plataforma para geração de projetos, ações e negócios que ofereçam às organizações a conversão de seus investimentos em ativos tangíveis e intangíveis, a construção de valores agregados e vantagem competitiva como resultados principais de sua atuação, atuando em entidades de administração do lazer e dos esportes, clubes sociais e recreativos, empresas de marketing, organizações do terceiro setor, academias, hotéis, condomínios, parques urbanos e ecológicos, entre outros.

 

Específicos – Especificamente o profissional técnico em Lazer deverá:

  • Instrumentalizar técnicos para que auxiliem no planejamento, execução e avaliação de programas, projetos e atividades de lazer em diversos espaços/ambientes, visando atender distintos segmentos da sociedade;
  • Qualificar técnicos para atuar em operações veiculadas a ações públicas e privadas de lazer, baseadas nos princípios de proteção, conservação e preservação do patrimônio histórico-cultural e dos recursos naturais, compatibilizando sustentabilidade ambiental e experiências de lazer;
  • Instrumentalizar técnicos capazes de contribuir para a democratização de vivências conscientes do lazer, identificadas com a edificação da cidadania, da saúde, da qualidade de vida, da humanização das relações interpessoais e da ética profissional;
  • Proporcionar uma formação de base interdisciplinar, estimulando a valorização e a contribuição das diversas áreas do conhecimento na atuação do Técnico de Lazer no mercado de trabalho.

Projetos

Os projetos a serem desenvolvidos pelo Núcleo de Educação Física e Ciências do Esporte (NEFCE) visam beneficiar as comunidades acadêmicas e integrantes da sociedade civil com atividades diversas nas áreas de esporte e lazer.

Realizadas com recursos próprios da Universidade ou por meio de convênios a serem firmados com o Ministério do Esporte, a Secretaria Estadual de Esportes e Lazer, a Secretaria Estadual de Educação, as diversas federações esportivas, e associações de moradores do entorno da UEMA, as ações não têm distinção de classe social ou limite de idade:

 

Viva Esporte –  Esse projeto visa proporcionar a crianças e jovens com idade entre 07 e 13 anos de idade o gosto pela prática permanente do esporte. Ele oferecerá a esse público uma diversidade de práticas esportivas.

As atividades esportivas promovidas pelo Viva Esporte serão realizadas de maneira lúdica, uma vez que o projeto visa a integração entre as crianças e não o estímulo a uma competitividade nociva. Seu objetivo maior é capacitar os jovens para o entendimento de aspectos sociais da prática esportiva.

O Viva Esporte terá a participação de professores do Núcleo de Educação Física e Ciências do Esporte (NEFCE) (Departamento de Educação Física da UEMA) e alunos do Curso Técnico de Lazer; quando e se for implantado os Cursos de Licenciatura e Bacharelato em Educação Física, os professores e alunos desses cursos tomarão parte das atividades, como campo de estágio e prática. Poderão participar até 300 crianças por mês. Os pais e acompanhantes dos jovens atendidos pelo projeto também serão contemplados com ações pedagógicas diversas.

Por fim, o projeto apresenta às crianças a possibilidade de participar de festivais esportivos, nos quais elas são estimuladas a interagir com outros jovens.

 

Participesporte     – É voltado à população de baixa renda que vive no entorno da UEMA e garante a essa parcela da população a oportunidade de participar de atividades físicas e esportivas variadas. As atividades ainda se estendem aos alunos e servidores da UEMA, bem como a seus dependentes.

 

Lazer e Esporte na Comunidade      A exemplo do Participesporte, este projeto visa proporcionar a prática esportiva e recreativa à população das comunidades de baixa renda circunvizinhas à UEMA. É realizado mediante convênio com associações de moradores.

O projeto beneficia todas as idades e oferece um acompanhamento sistemático com a participação de alunos do Curso Técnico em Lazer da UEMA.

As atividades do Lazer e Esporte na Comunidade são divididas em grupos e ofertada preferencialmente para idosos, para adolescentes entre 14 e 17 anos e para adultos

 

Ginástica Laboral – O projeto é direcionado aos Servidores da UEMA, podendo ser estendido às empresas do entorno que tenham interesse em proporcionar aos seus funcionários atividades físicas semanais no horário de trabalho em um período que varia entre dez e quinze minutos diários.

A Ginástica Laboral leva até os seus beneficiários atividades de alongamento e relaxamento, além de jogos lúdico-recreativos, danças e palestras sobre saúde, atividades físicas e cuidados com a alimentação.

Entre os benefícios decorrentes deste projeto, estão a melhoria da qualidade de vida, a redução do estresse cotidiano, a reeducação corporal e a prevenção de problemas ocasionados por doenças ocupacionais como os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho.

 

ATIVIDADES DE AVENTURA NA Natureza – A Natureza e as Atividades de Aventuras: possibilidades de Práticas Corporais é um projeto que proporciona práticas esportivas ligadas ao meio ambiente e que contribuam para a melhoria da vida em nosso planeta.

As atividades deste projeto ocorrerão no campus da UEMA, nas dependências do NEFCE e nos espaços públicos destinados às atividades de aventura, promovendo uma integração entre o ser humano e diferentes espaços ecológicos.

Integra o Núcleo de Educação Física e Ciências do Esporte (NEFCE) o Laboratório de Pesquisa e Ensino do Movimento Humano; seus profissionais serão distribuídos pelos diversos Grupos de Estudo.

LAPEM – Laboratório de Pesquisa e Ensino do Movimento Humano

 Coordenador:

O Laboratório de Pesquisa e Ensino do Movimento Humano – LAPEM – é um órgão suplementar do Núcleo de Educação Física e Ciências do Esporte (LAPEM/NEFCE-UEMA) dividido em CINCO setores de estudos e orientação:

 Biomecânica & Cineantropometria - (1) busca a compreensão do movimento humano do ponto de vista mecânico; (2) avaliação e o desenvolvimento da performance humana, tendo em vista os aspectos morfológicos e funcionais; (3) além de atuar em programas de avaliação morfuncional para a comunidade em geral e para grupos especiais.

Conta com instalações e equipamentos para suporte às ações desenvolvidas notadamente nas áreas de Biomecânica do Esporte, Locomoção Humana e Metodologia Biomecânica.

Coordenador:

 

Fisiologia do Exercício e Performance Humana - tem sua ação fundamental na avaliação e o desenvolvimento da performance humana. Atua dando suporte pedagógico para disciplinas afins e suporte técnico e científico para o desenvolvimento de projetos de pesquisa relacionados a linha de pesquisa. No campo da extensão atua em projetos com grupos específicos desenvolvendo programas de avaliação e orientação da atividade física.

Coordenador:

Aprendizagem e Desenvolvimento Motor – (1) desenvolve análise dos fatores que influenciam na aprendizagem motora e também na aquisição e controle de habilidades motoras; (2) busca descrever e explicar as modificações observáveis no comportamento motor humano ao longo da vida.

Dada sua abrangência, recorre necessariamente às contribuições de diferentes áreas do conhecimento. Em especial, busca compreender as implicações dos atributos pessoais no desenvolvimento de habilidades motoras e a interação com os demais fatores que influenciam neste processo.

Coordenador:

 

Pedagogia do movimento – desenvolve projetos em torno da temática do lúdico, do lazer, da comunicação com o foco no campo da Educação física.

Coordenador:

Análise dos Cenários Esportivos na Mídia – visa estabelecer um corpo de conhecimento à análise e a discussão dos cenários esportivos desenvolvidos e apresentados midiaticamente. Neste sentido, a compreensão da cultura e da história esportiva encontra-se atrelada ao principal objeto de análise investigado.

Coordenador: Leopoldo Gil Dulcio Vaz

GRUPOS

GAFTI – Grupos de Atividades Físicas para a Terceira Idade   

Coordenador:

Objetivo – O GAFTI tem como objetivo melhorar a autonomia dos movimentos físicos e intelectuais dos idosos, mantendo a dependência cada vez mais distante e assim manter por mais tempo a maior de todas as liberdades do homem: a saúde.

O trabalho do GAFTI junto aos idosos baseia-se no conceito moderno da cidadania, articulando ações para melhoria da qualidade de vida dos velhos de nossa sociedade, bem como, a melhoria de qualidade de nosso fazer, enquanto Universidade.

Através do Departamento de Educação Física foi criando junto às comunidades do entorno da UEMA grupos de Atividades Físicas para idosos visando em primeiro lugar uma melhoria na sua qualidade de vida, de uma autonomia de movimentos melhorada através da Atividade Física. O atendimento com relação a estes grupos é de, atualmente, mais de (QUANTOS) idosos.

Programa de Reabilitação Cardiovascular para Pacientes Idosos Portadores de Hipertensão Arterial – o programa será direcionado para homens e mulheres com idade a partir de 60 anos e visa à melhora do condicionamento físico e à orientação nutricional.

Após passar por uma avaliação física, os idosos serão submetidos ao programa de condicionamento, composto por treinamentos aeróbicos e atividades para fortalecimento dos ossos e flexibilidade. Concomitantemente, recebem aulas educativas e orientação nutricional, em que aprendem a entender melhor o que é a hipertensão, quais seus fatores de risco e como tratá-la. Descobrem, ainda, o valor dos nutrientes dos alimentos e qual o tipo de alimentação mais saudável e adequada à sua enfermidade.

Além da hipertensão, o projeto aborda problemas como o sedentarismo, o estresse e o diabetes, que, geralmente estão associados à doença. O objetivo é levar esclarecimento a esses pacientes, para que eles possam melhorar sua qualidade de vida.

Está aberto a todos os idosos que não possuam histórico de infarto e que controlem a hipertensão através de medicamentos. Aqueles que se interessarem irão participar das atividades durante seis meses.

 PROJETOS DE EXTENSÃO

  1. Ginástica, postura, respiração e equilíbrio para a terceira idade, relacionados à saúde e a qualidade de vida; 2. Ginástica e recreação para idosos; 3. Caminhando e cantando; 4. Musculação para a terceira idade; 5. Informatizando o GAFTI – projeto de gestão de dados e divulgação.

GEATLE – GRUPO de Estudos e Apoio às Atividades Atléticas

 Coordenador: LEOPOLDO GIL DULCIO VAZ

 Objetivo – estudo, divulgação, e assessoria no que se refere às atividades ligadas ao esporte Atletismo, em todas as suas formas de manifestação (iniciação atlética, esporte escolar, esporte comunitário e esporte federado).

 PROJETOS DE EXTENSÃO

– Centro Comunitário de Atletismo – trabalha basicamente com organização, orientação de treinamento para equipes colegiais, universitárias, federadas, e militares.

– Programa MiniAtletismo

 

GESEFIS - GRUPO de Estudos em Exercício Físico e Saúde                

Coordenador:

Ojetivos: desenvolver projetos de extensão que atendam às necessidades da comunidade no que diz respeito à orientação para a prática de exercícios físicos; demonstrar à comunidade local a importância da prática regular de exercícios físicos e da aquisição de um estilo de vida saudável para a melhora da qualidade de vida; estabelecer um elo de comunicação entre a UEMA e a comunidade da região, facilitando o acesso a informações recentes sobre Exercícios Físicos e Saúde; facilitar o engajamento de pessoas com diferentes condições orgânicas da comunidade em um programa de exercícios físicos; oferecer ao futuro profissional da área da Lazer mais opções no mercado de trabalho; proporcionar ao futuro profissional da área da Lazer a chance de aprofundamento nos estudos sobre Exercícios Físicos e Saúde e a oportunidade de vivenciar situações práticas de orientação da comunidade para uma vida ativa e saudável

Projetos de EXTENSÃO:

“Ginástica de Academia Acessível a Todos” que oferece ginástica de academia para a comunidade universitária e da região da UEMA,

 

GEFUTEBOL – GRUPO de ESTUDOS DE Futebol

Coordenador: SANDOW FEQUES

O Projeto de Futebol: Equipes Laboratório, contempla as diretrizes/metas estabelecidas a partir do Programa de incentivo à prática esportiva nas IFES/Ministério do Esporte 2006. Com o desenvolvimento e a sustentação a práticas esportivas em diferentes níveis através das equipes laboratório, compondo o apoio necessário a ampliação de análises e estudos sobre os processos técnico-táticos e os diversos elementos que integram o universo esportivo, especialmente aqueles relacionados à sua constituição como fenômeno e como elemento social institucionalizado.

Objetivo: Estabelecer um conjunto de ações e eventos como forma de reconstituir o conhecimento específico sobre determinada modalidade esportiva, priorizando o caráter inclusivo e a sustentação de atividades esportivas na UEMA, nas diversas regiões da cidade e de abrangência da Instituição.

Projetos de extensão:

– Equipes Universitárias de Futebol de Campo e Futsal;

– Grupo de Estudos;

– Organização de Eventos;

 

GEMAEFS – GRUPO de Estudos em Medidas e Avaliação da Educação Física

Coordenador:

Programa de extensão com a finalidade de interagir com a comunidade que nos cerca levando o conhecimento acadêmico aos locais mais distantes dos bancos universitários.

Este grupo de estudos a educação física escolar e sua avaliação, tanto qualitativa como quantitativamente. É linhas de estudos a avaliação da saúde, o aspecto pedagógico do ato de avaliar. Consideram-se as seguintes temáticas:  aptidão física e motora (qualidades físicas indicativas da saúde e atléticas), a interação social e afetiva, a proficiência motora, a inteligência corporal cinestésica, avaliação postural, exercícios físicos e doenças crônicas degenerativas, avaliação da dor, de lesões em estudantes e a ação pedagógica que envolve a “nota” nas aulas desta disciplina em diferentes níveis de ensino.

Objetivo: O programa tem por objetivo proporcionar, através de exercícios físicos a promoção da saúde, melhora da qualidade de vida de gestantes e portadores de doenças crônicas degenerativas não transmissíveis. (1) viabilizar a promoção da saúde, qualidade de vida e exercícios físicos para estudantes da cidade de São Luis – MA; (2) Exercícios Físicos para gestantes e portadores de doenças crônicas degenerativas não transmissíveis.

Projetos de extensão

 

GOMEFE – Núcleo de Estudos e Pesquisas em Comunicação e Mídia na Educação Física, ESPORTE E LAZER.

Coordenador: LEOPOLDO GIL DULCIO VAZ

Objetivo – analisar a presença e a importância da comunicação e da mídia na educação física, no esporte, e no lazer: (1) Analisar a presença e a importância da comunicação e da mídia na educação física, no esporte e no lazer; (2) analisar o desenvolvimento de uma sociedade esportiva a partir da mídia; (3) discutir as relações entre mídia e esporte; (4) discutir as relações entre a mídia e a educação física escolar.

Projetos de extensão

 Construção do Atlas do Esporte no Maranhão

sem comentário »

Decisão do TST: Professora de Natação Infantil Receberá Adicional de Insalubridade em Grau Médio‏

0comentário

Professora de natação infantil receberá adicional de insalubridade em grau médio 

A Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho não conheceu de recurso da Academia Be Happy Ltda., de Curitiba (PR), condenada ao pagamento de adicional de insalubridade em grau médio a uma professora de natação infantil por exposição excessiva à umidade, por permanecer por longo período dentro na piscina acompanhando as crianças.

O relator do caso no TST, ministro Vieira de Mello Filho, observou que a condenação se baseou em laudo pericial que concluiu pela insalubridade por exposição à umidade em local alagado ou encharcado, de acordo com o descrito no Anexo 10 da Norma Regulamentadora 15, do Ministério do Trabalho e Emprego. Segundo o perito, a professora permanecia exposta a condições caracterizadas como insalubres pelo contato com a água da piscina de forma habitual e em tempo suficiente para causar danos a sua saúde, em especial irritações dermatológicas.

Ação trabalhista

Na reclamação trabalhista, a professora alegou que, devido ao contato constante e por longos períodos com a água da piscina, a pele ficava ressecada e o corpo sofria com constantes choques térmicos. Também afirmou que contraiu alergias dermatológicas, como dermatite e candidíase.

A academia se defendeu afirmando que o trabalho da professora não trazia riscos a saúde, já que a jornada era reduzida, em ambiente fechado e climatizado e em condições sanitárias adequadas. O estabelecimento também ressaltou que a natação é atividade física saudável muito presente nas recomendações médicas, o que inviabilizaria o enquadramento da função de professora como trabalho insalubre.

O juízo da 10ª Vara do Trabalho de Curitiba decidiu com base no resultado da pericia, e condenou o estabelecimento a pagar o adicional de insalubridade em grau médio (20% sobre o salário vigente), conforme o artigo 192 da CLT. A Academia Be Happy recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (PR), que manteve a condenação.

TST

Em nova tentativa, a empresa interpôs recurso de revista ao TST, alegando que o enquadramento da atividade insalubre em local alagado ou encharcado depende necessariamente da exposição permanente do profissional à umidade e da demonstração de que tal agente seria capaz de causar danos à saúde.

O ministro Vieira de Mello assinalou que, de acordo com a NR 15 do MTE, a insalubridade em locais alagados ou com umidade excessiva deve ser verificada por laudo de inspeção realizada no local de trabalho. “Portanto, o direito ao adicional não deriva do simples trabalho em ambiente impregnado de vapor de água ou molhado”, observou, lembrando que o pressuposto da constatação pela perícia foi observado no caso.   As decisões trazidas pela academia para demonstrar divergência jurisprudencial foram rejeitadas pela Turma, por tratarem de situações diferentes da dos autos: uma tratava de exposição eventual à umidade, e outra de professor de educação física que ministrava também aulas de vôlei e basquete, sem referência a perícia para avaliar eventuais danos causados pelo contato com a umidade. Por unanimidade, a Turma n&atil de;o con heceu do recurso.   (Alessandro Jacó/CF)

Processo: RR-25-83.2012.5.09.0012

FONTE com links: http://bit.ly/cev40015


Visite: Desportos Aquáticos – Centro Esportivo Virtual
http://cev.org.br/comunidade/desportos-aquaticos/

sem comentário »

Lecturas: Educación Física y Deportes – Boletín – 03.2015 – I (Marzo)

0comentário
Lecturas: Educación Física y Deportes 
Revista Digital - ISSN 1514-3465
http://www.efdeportes.com

_/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/

EFDeportes.com / Boletín - 03.2015 - I (Marzo)

_/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/ _/

Sumario
- Lo último de lo último
- Datos de interés, consultas, contactos e intercambios
- Cursos, Congresos y Eventos 
- De última

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
++++ Leído al pasar...
Trabalhos realizados a partir de ações simples do cotidiano dos portadores
de necessidades educativas especiais devem integrar o planejamento. Os atos
de beber água, de andar pelas ruas e de dar um laço no sapato pode
desencadear atividades envolventes com os alunos. Coordenação motora e
questões ligadas à estética de um laço podem ser alguns exemplos de
discussões. Também é essencial oferecer atenção individualizada ao aluno;
dar ao aluno ordens claras e seqüenciais, com explicações objetivas e
linguagem de fácil entendimento; propor tarefas breves e de curta duração;
adotar uma seqüência gradativa dos conteúdos; introduzir atividades
alternativas às previstas, bem como outras complementares ao planejamento
inicial. ‘O papel da Educação Física na inclusão de pessoas com
deficiência’. Valéria Cristina Santos Silva y Júlia Reyes (Brasil)
http://www.efdeportes.com/efd202/o-papel-da-educacao-fisica-na-inclusao.htm
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

++++ Ultimo video en EFDeportes.com, llegamos a los 467 en nuestra
videoteca de libre acceso
‘Acerca de la discapacidad: locura, saberes y justicia’, presentación de
Emiliano Naranjo, Lic. en Educación Física y creador del Proyecto Docentes
Discapacitados de Educación Física, con cámara y edición de Tulio Guterman.
Durante el Encuentro realizado hace poco días en Morón, Provincia de Buenos
Aires, Emiliano concluye que: 'Básicamente, con estos dos ejemplos quiero
dar cuenta que si existe un acuerdo institucional, una voluntad de
ejercicio de derecho y a su vez un compromiso por cumplir en ambas partes
ese acuerdo, toda situación puede ser bien resuelta. Y más específicamente
la que tiene que ver con derechos, la que tiene que ver con un derecho tan
fundamental como es el derecho humano del acceso a la educación y de
ejercer la profesión que cada uno de nosotros ha elegido para desarrollarse
en la vida. Esto último me lleva a una pequeña reflexión que alguna vez
escribió Nietzsche y que dice: Que no te otorguen un derecho que de por sí
te pertenece...'

Se pueden consultar todos los videos anteriores en:
http://www.efdeportes.com/video.htm

++++ IV Congreso COPRODE edición 2015 - Monterrey, Nuevo León, México
Ya se encuentra la convocatoria al IV Congreso del Colegio de
Profesionistas del Deporte que se realizará del 3 al 6 de diciembre de 2015
en Monterrey, Nuevo León, al NE de México. Mayor información e inscripción:
http://www.congresodeldeporte.com/ 

++++ Más de un 20% de los accesos provienen de un teléfono celular (hace 3
años era menos del 3%)
Lo último publicado en EFDeportes.com - Móvil

// El entrenamiento de la concentración en el fútbol.
Ricardo de la Vega Marcos (España) 
La concentración es parte de la preparación mental que debe entrenar y
tener en cuenta un jugador de fútbol para mejorar su rendimiento.

Se accede en http://www.efdeportes.com con tu teléfono celular conectado a
Internet.
Desde la pantalla del Smartphone puedes postear fácilmente cualquiera de
estas producciones, en tu cuenta de Facebook, Twiter y Google+.
Para publicar en este espacio, que ha crecido notablemente en audiencia,
las orientaciones están en http://www.efdeportes.com/carta.zip
Escribinos y envía el url del autor/artículo te gustaría leer en la
pantalla de tu Teléfono Celular. 

++ Proyecto Docentes Discapacitados de Educación Física: Repercusiones del
Fallo y Adhesiones
Escribió Víctor Hugo Garrido Marquez (Bilbao, España) Tres Veces Campeón
Mundial de ciclismo de carretera categoría C2: 'Mis más sinceras 
felicitaciones a tí colega y a todos quienes como tu equipo hacen lucha
para se te reconozca lo que es justo. Creo en lo que desde tus adentros 
te has planteado como forma de vida siendo el estudio una razón de vivir
por esa razón si la norma establece que es lo que significa la educación
y superación de quienes te niegan el derecho a recibir con honores lo
alcanzado y bien logrado , son seres que verdaderamente han establecidos
barreras de superación de esta naturaleza y existiendo hombre como tu
hacen el cambio de lo que hemos podido ver desde la época de la
cristiandad en el pasado , y como pretenden actuar así, injusto . Por ello
pienso que ellos están discriminando, desvalorando e irrespetando el
trabajo de todos quienes aportan formación y educación a un ser humano que
antes que todo que se está formando, concluyendo su carrera, por ello
lucha, no te rindas. Estas maneras se deben derribar con acciones y hechos
reales en la búsqueda de una mejor calidad de vida. Como persona esto no
puede estar pasando. Más aun es capacidad a sus logros están medidos por
ese baremo calificador de estudio, por ello jamás dejes apagar tus sueños
deseos tus herramientas como trabajo ya las posee es cuestión de tiempo,
desde mi trinchera y como el tres veces campeón mundial de ciclismo
paralímpico de ruta cuentas con mi solidaridad a tu gesta. Jamás rendirte,
somos seres humanos, no objetos y esas mentalidades cambiarán. Es un
universo para todos desde la responsabilidad y capacidad de lo elemental el
estudio como vía calificadora de cada ser para asumir sus roles de
responsabilidad laboral y de vida. Sin más unidos todo logrará. Tus méritos
fortalecen tu mente cuerpo y espíritu son tu fuente de inspiración.
Rendirte jamás.'. Ya sumamos 629 adhesiones llegadas de 19 países:
Colombia, España, Canadá, Chile, México, Brasil, Perú, Ecuador, Panamá,
Bélgica, Francia, Italia, Cuba, Venezuela, EE.UU., Puerto Rico, Argentina,
Uruguay, Santo Tomé y Príncipe. Distintos medios se siguen haciendo eco de
nuestro trabajo. Suma tu adhesión o tu reflexión sobre el fallo, estés
donde estés; tu apoyo es cada vez más trascendente para que esta realidad
injusta empiece a cambiar. Si por alguna razón no puedes acceder a la
página de adhesiones, puedes enviar un mail a: proyectoddef@yahoo.com.ar,
detallando: Nombre y Apellido, Nº de pasaporte, Profesión, País, y si lo
deseas, un comentario sobre el tema.
http://www.efdeportes.com/docentes-discapacitados-de-educacion-fisica.htm

++++ Comunicación con la dirección de EFDeportes.com: efdeportes@gmail.com
Facebook (me gusta):
https://www.facebook.com/plugins/like.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fpages%2FEFDeportescom%2F236947939799769
Twitter: @efdeportes
WhatsApp: +5491165605047
Skype: tulio.guterman

+++++ Nuevo Curso: Discapacidad y Educación Física: un abordaje desde los
Derechos Humanos
Ya está abierta la inscripción para el curso on line Discapacidad y
Educación Física: un abordaje desde los Derechos Humanos. El Docente a
cargo es Emiliano Naranjo, su objetivo general es analizar la problemática
de discapacidad vinculada a la educación física desde la perspectiva de los
derechos humanos y está dirigido a Profesionales vinculados a la temática
discapacidad, docentes y estudiantes. Mayor informacion:
http://www.efdeportes.com/cursos/discapacidad.htm

++++ Nuevamente están operativas las capacitaciones on line sobre
Psicología del Deporte
Curso: Psicología Aplicada al Fútbol
http://www.efdeportes.com/psicologia/curso.htm

Seminario: "Evaluación Psico-Deportológica". Hacia un Psico-Diagnóstico con
Deportistas. El Psicólogo Evaluador en el Deporte
http://www.efdeportes.com/psicologia/eval.htm

Curso: Liderazgo y Trabajo en Equipo. Claves para la conducción de equipos
de trabajo de excelencia en el deporte y en la empresa
http://www.efdeportes.com/psicologia/liderazgo.htm

+++++ EFDeportes.com en CAPES
Clasificada para el período 2012-2015 como B3, B4, B5 y C (consultar Área
de Avaliação) por CAPES (Centro de Perfeccionamento de Investigación en
Enseñanza Superior) Brasil. Ver el detalle en
http://www.efdeportes.com/webqualis.pdf

------------------------------------------------------------
Deportes MD / Materiales Deportivos
http://deportesmd.com.ar/?camp=efdeportes
------------------------------------------------------------

- Lo último de lo último

Ultimos artículos publicados (21.200 en total)

Número 202 - Marzo de 2015 - Primera entrega

// Acerca de la discapacidad: locura, saberes y justicia.
Emiliano Naranjo y Tulio Guterman (Argentina)

// Los estereotipos de género predominantes en contra de la mujer en la
práctica deportiva.
Celia Romero Díaz (Cuba)

// Consideraciones sobre la construcción de la masculinidad y la feminidad,
en estudiantes de carreras pedagógicas en Holguín.
Anabel Naranjo Paz, Mirelis Rosales Labrada, Susana García Tandrón y Esther
María Lam Ochoa (Cuba)

// Prácticas corporales comunitarias.
Mauro Zungri (Argentina)

// Conteúdos culturais do lazer. Uma ferramenta pedagógica nas aulas de
Educação Física no ensino médio.
Ariene Benatti Silva, Jarbas Natalino Bovolenta, Willian Pires da Rocha y
Daniel Zancha (Brasil)

// Emancipação política e emancipação humana: resenha do livro ‘Sobre a
questão judaica’ de Karl Marx.
Ana Claudia Rodrigues Russi y Jessica Martins Marques Luiz (Brasil)

// Trabalho: entre o prazer e o sofrimento.
Yesica Núñez Pumariega y Shírlei da Silva Paganini (Brasil)

// O papel da Educação Física na inclusão de pessoas com deficiência.
Valéria Cristina Santos Silva y Júlia Reyes (Brasil)

// Educação e inclusão de pessoas com deficiência visual: do sistema
Braille às tecnologias assistivas.
Jamilly Ledo Teixeira, Magna Souza Carvalho y Claudio Bispo de Almeida
(Brasil)

// Prática de Ensino e Estágio Supervisionado em Educação Física: tensões e
posicionamentos.
Marcos Antonio Carneiro da Silva (Brasil)

// Conductismo versus aprendizaje basado en problemas en la Educación
Física.
Lubek Rozo Parra (Colombia)

// Projeto político pedagógico da escola municipal: reflexão sobre cultura
corporal. Relato de experiência.
Ariane Roberto Ramos da Silva, Flávio Aquino de Oliveira, Nikita Santos
Mendes, Marília Martins Ribeiro da Cunha y Jovino Oliveira Ferreira
(Brasil)

// A educação nas constituições brasileiras: texto e contexto da Educação
Física.
Jessica Martins Marques Luiz, Francielli Ferreira Rocha, Ana Claudia
Rodrigues Russi y Marco Antonio dos Santos (Brasil)

// Material didáctico alternativo ou material didáctico de produção local?
Uma aproximação à terminologia correcta do que realmente é.
Domingos Carlos Mirione (Brasil)

// Atividades de aventura na Educação Infantil.
Lucyara Maria Monteiro, Luciano Andrade Bernardes y Dimitri Wuo Pereira
(Brasil)

// Os jogos circenses nas aulas de Educação Física no ensino fundamental.
Angélica de Souza Silva, Patrícia Oliveira Ferreira y Fabio Pinto Gonçalves
dos Reis (Brasil)

// La mejor edad para el aprendizaje del ajedrez: el primer grado de la
enseñanza primaria.
Jorge Luis Díaz González (Cuba)

// El juego terapéutico y el desarrollo de habilidades motrices básicas.
Jenny Lorena Córdoba Castro, Benito Contreras Eugenio (Colombia) y Fabián
Andrés Contreras Jáuregui (Cuba)

// Masones en su Isla. El papel de la logia ‘La Evangelista’ en las
relaciones entre la población pinera y los colonos norteamericanos durante
la República.
Jorge Fernández Guerrero, Javier Negrín Ruiz y Roberto Jomarrón Herrera
(Cuba)

// Oficinas culinárias: uma forma estratégica de incentivar o consumo de
alimentos saudáveis.
Cristiane Barros Lima, Alessandra Mira de Souza, Sara de Lima Salgueiro
Soares y Márcia Maria Hernandes de Abreu de Oliveira Salgueiro (Brasil)

// Programa de actividades físico-recreativas para la ocupación sana del
tiempo libre de los adolescentes de 12 a 14 años de la comunidad La
Lagunita, parroquia Juan de Villegas del municipio Iribarren, Estado Lara.
Rosa Julia Silva Peroza (Venezuela)

// Estrategia de comunicación educativa para fortalecer la actuación de la
familia en la educación de los adolescentes en el contexto cubano.
Arcenio Velázquez Pratts, José Francisco González Martínez Pinillo,
Mercedes Siam Maña y Layra de la Caridad Rodríguez González (Cuba)

// Trabajo Comunitario de la CUJAE con el adulto mayor en las patologías
artrosis y artritis.
Carlos José Rodríguez y Thalena Abin Gómez (Cuba)

// Indicadores para determinar el desarrollo del pensamiento táctico en
deporte de combate.
Lida de la Caridad Sánchez Ramirez (Cuba)

// Creatina como suplemento ergogênico e a atividade física.
Cristiene Fernandes Loiola, Karen Cristina Cardoso Lucena, Larissa
Christina de Sousa Monteiro y Tábitta Nunes Valadão (Brasil)

// El trabajo metodológico dirigido a la preparación psicológica desde la
función del entrenador en el voleibol escolar.
Mercedes de Armas Paredes, Magda Mesa Anoceto y Marta Cañizares Hernández
(Cuba)

// Necessidades de formação dos treinadores para o voleibol atual.
Weberson Martins de Oliveira, Alexandre Silva de Oliveira, Maria Elisa
Guimarães Rocha de Oliveira, Flávio Márcio Marinho y Carlos Alberto Serrão
dos Santos Januário (Brasil)

// A influência do resultado na coesão grupal de jovens praticantes de
futebol.
Ryan Renato Pires y Gerard Maurício Martins Fonseca (Brasil)

// Preparación física planificada: entrenamiento deportivo al portero de
fútbol.
Michelle Carrasco Flores, Roberto Córdova Reyes, Pablo Riquelme Mora,
Carlos Troncoso Matamala y Alejandro Rebolledo Sepúlveda (Chile)

// Herramienta dirigida a facilitar el uso y la actualización de la
información de la asignatura baloncesto básico en la carrera de cultura
física.
José Antonio Pino Roque, Braily Peña Martínez, Yasmany Vicente Felipe y
Mayra Arteaga Barrueta (Cuba)

// Consideraciones acerca del desempeño de los lanzadores del equipo
Camagüey de béisbol en la 52ª serie nacional según funciones
especializadas.
Ramón Abreu Quiñones, Rubén Alexis Martínez Puig y Osmani Pérez Acosta
(Cuba)

// Concepción teórica metodológica para el entrenamiento de la fuerza
resistencia en el ciclismo de ruta femenino.
Francisco Núñez Aliaga, Iván Román Suárez e Isabel Fleitas Díaz (Cuba)

// Normas de evaluación por índice técnico en las pruebas de 110 metros con
vallas, 400 metros y 1500 metros planos en el decatlón.
Thiago Brito Severiano, Ernesto Alvarado Suárez y Lázaro de la Paz
Arencibia (Cuba)

// Características cinemáticas do arremessador de peso sentado masculino:
uma revisão sistemática.
Nelson Kautzner Marques Junior (Brasil)

// Laserterapia no tratamento da tendinopatia do manguito rotador. Estudo
de caso.
Alisson Guimbala dos Santos Araujo y Silnéia de Souza Ortiz (Brasil)

// Perfil dos pacientes com diagnóstico de síndrome do ombro doloroso
atendidos em serviços de fisioterapia de Pendências, RN e Mossoró, RN.
Ana Clara Alves Cabral, Ledycnarf Januário de Holanda, Mário Ítalo Barros
de Carvalho, Tâmisa Vieira Ferrari y Francisco Fleury Uchoa Santos-Júnior
(Brasil)

// O estilo de vida de jovens e o risco de doenças relacionadas ao
comportamento pouco ativo.
Alan Rodrigo Antunes (Brasil)

// Avaliação da capacidade funcional de idosos.
Josiene Alves da Silva, Polyane da Silva Carreiro, Luciene Teixeira dos
Santos, Renê Ferreira da Silva Júnior, Mariza Alves Barbosa Teles y
Henrique Andrade Barbosa (Brasil)

// Estudo do comportamento do peso e IMC em idosas praticantes de
hidroginástica em 30 aulas.
Antônio Carlos Mansoldo, Bárbara Helen de Oliveira Morais y Daiane Pinheiro
Cardoso (Brasil)

// Perfil do estilo de vida dos idosos. Clube da melhor idade de Cocal do
Sul, SC.
Paula Piucco y Bárbara Regina Alvarez (Brasil)

// Alterações músculo esquelética em idoso: uma revisão literária.
Ceicyanne Aragão Albuquerque y Francisca Maria Aleudinelia Monte Cunha
(Brasil)

// Como têm sido avaliadas as atividades da vida diária em pacientes com
DPOC. Uma revisão sistemática.
Elias Porto, Jonatas Silva Souza, Claudia Kümpel, Ana Paula Martins Viana,
Meghann Cristina de Lima, Mirian Moura y Antonio Adolfo Mattos de Castro
(Brasil)

// Perfil dos pacientes atendidos no setor de psicologia em uma
clínica-escola.
Caroline da Silva Santos, Miriam Lena Silva Freitas y Vinícius Dias
Rodrigues (Brasil)

// Prevalência de traumatismo cranioencefálico em pacientes em unidade de
terapia intensiva num hospital da Bahia, Brasil.
Anderson Reis de Sousa, Fabianni Rocha Rodrigues, Leydiane Farias de
Araújo, Manuella Araújo de Freitas, Michelle Teixeira Oliveira y Pablo
Carneiro de Oliveira Costa (Brasil)

// Análise da composição corporal de indivíduos iniciantes em uma academia
de Niterói.
Léo de Paiva Montenegro (Brasil)

// Avaliação da composição corporal em um grupo de escolares do 5º ano do
ensino fundamental.
Rhenan Ferraz de Jesus y Jaqueline Copetti (Brasil)

// Efeitos fisiológicos na criança e adolescente durante e após o exercício
físico.
Tiago Guilherme Chicoski Tolentino Braga y Maria Gisele dos Santos (Brasil)

// Atuação da fisioterapia respiratória em recém-nascidos com a síndrome do
desconforto respiratório. Revisão da literatura.
Patrícia Cunha de Alcântara, João Oliveira e Silva Filho y Tamyres Carla
Porteglio de Lima (Brasil)

// Aptidão física de escolares com deficiência visual.
Alex Cesário da Silva, Flávia Cavalcante Monteiro Melo, Kátia Kamila Félix
de Lima, Joelma Gomes da Silva, Dimas Anaximandro da Rocha Morgan, Raphaela
Knackfuss de Medeiros, Ana Paula Knackfuss Silveira, Humberto Jefferson de
Medeiros, Maria Irany Knackfuss y Edson Fonseca Pinto (Brasil)

// A importância da prática do treinamento resistido para gestantes.
Thais Priscila Lopes Souza y Rodolfo de Azevedo Raiol (Brasil)

// Elaboração do mapa de risco de um laboratório de análises clínicas de um
hospital universitário: relato de experiência.
Débora Cristina da Silva Andrade, Écila Campos Mota, Bárbara Cerqueira
Santos Lopes, Bruna Rodrigues de Jesus y Vanessa da Silva Andrade (Brasil)

----- Se accede en http://www.efdeportes.com -----
sem comentário »

3ª CONVOCATÓRIA – 190 ANOS DE MARIA FIRMINA DOS REIS

0comentário

“CENTO E NOVENTA POEMAS PARA MARIA FIRMINA DOS REIS”

APRESENTAÇÃO

A exemplo dos “Mil poemas para Gonçalves Dias”, esta proposta expressa o objetivo de divulgar a vida e a obra de grandes nomes nacionais, em especial maranhenses,

para além das fronteiras continentais, ratificando a importância de, pela literatura e por trabalhos científicos engajados politicamente,

contribuir para a disseminação e adoção de estratégias que resultem na mudança social, na direção de modelos de sociedades mais equânimes.

FINALIDADE

Prestar uma homenagem, em 2015, à Maria Firmina dos Reis (1825-1917), Patrona da Academia Ludovicense de Letras,

ano em que completará cento e noventa anos de nascimento.

Por outro lado tal proposta reafirma que esta Academia deve primar pela consecução da sua finalidade, constante no seu Estatuto,

qual seja: […] o desenvolvimento e a difusão da cultura e da literatura ludovicense, a defesa das tradições literárias do Maranhão e, particularmente,

de São Luís, a perpétua renovação e revitalização do legado da Atenas Brasileira, o culto às origens da cidade e à sua formação pelas letras,

a valorização do vernáculo e o intercâmbio com os centros de atividades culturais do Maranhão, do Brasil e do exterior.

A proposta expressa o objetivo de:

- Divulgar a vida e a obra de grandes nomes nacionais, em especial maranhenses, para além das fronteiras continentais,

ratificando a importância de, pela literatura e por trabalhos científicos engajados politicamente, contribuir para a disseminação

e adoção de estratégias que resultem na mudança social, na direção de modelos de sociedades mais equânimes.

- Conhecer a vida e a obra de Maria Firmina dos Reis e reconhecer a importância das motivações que caracterizam a sua obra

tais como o romantismo, o nacionalismo e dentro destes a valorização dos povos que iniciaram a história do nosso país.

- Apreender a importância do conhecimento e divulgação da vida e obra dos grandes nomes nacionais, entre eles,

o de Maria Firmina, que por algum tempo não teve o reconhecimento merecido da sua obra.

- Compreender a urgência de otimização do potencial criador da criança e do adolescente e o papel de mediação das Academias de Letras,

num trabalho conjunto com a escola nessa perspectiva.

NORMAS DOS TRABALHOS

a) ANTOLOGIA “CENTO E NOVENTA POEMAS PARA MARIA FIRMINA DOS REIS”

 – Cada Poeta poderá apresentar até cinco (cinco) poemas em homenagem à Maria Firmina dos Reis.

Formato A4, Times New Roman, tamanho 12, espaço 1, e enviar, adjunto, currículo literário resumido (no máximo seis linhas),

em que conste data de nascimento, cidade e país de origem; e-mail, com foto atualizada,

- A aceitação dar-se-á na ordem de recebimento da (s) obra(s), até completar os 190 (cento e noventa) poemas.

b) ESTUDOS E PESQUISAS: “SOBRE MARIA FIRMINA DOS REIS”

- Cada autor ou coautor poderá enviar até dois (02) textos, com, no máximo, 10 (dez) páginas, formato A4, Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,

incluindo bibliografia e fotos.

- Ao enviar sua obra, esta deverá vir acompanhada de pequena bio-bliografia, com foto atualizada e e-mail, cidade e país de origem.

- A aceitação se dará na ordem de recebimento da (s) obra(s) até completar 300 páginas.

 Envio de Poesias para: dilercy@hotmail.com

Envio de Trabalhos para: vazleopoldo@hotmail.com

 

CUSTOS:

 As antologias adotarão o sistema consorciado, na qual os custos serão rateados entre autores que receberão em livros os valores pagos.

ENTIDADES E ÓRGÃOS ENVOLVIDOS:

Academmia ludovicense de Letras-ALL, Academia Vimarense de Letras-AVM, Academia Caxiense de Letras ,

Federação das Academias de Letras do Maranhão-FALMA,

 Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão-IHGM,  Instituto Histórico e Geográfico de Guimarães-IHGG,

Sociedade de Cultura Latina do Brasil-SCLB, Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix suisse / France – Delegação do Maranhão

e Liceo Poético de Benidorm-Espanha – Delegação do Maranhão.

CONTAMOS COM A SUA PARTICIPAÇÃO! DIVULGUE PARA OS SEUS CONTATOS

 

sem comentário »

CEV Novidades – Politicas Publicas; Sociologia; Mídia; Atividades de Aventura; Artes Marciais; Fisiologia; Psicologia, e muito mais…

0comentário

 

Políticas Públicas de Esporte e Lazer no Brasil: Uma Argumentação Inicial Sobre a Importância da Utilização da Teoria dos Campos de Pierre Bourdieu

Posted:

  

Processo Civilizador: Apontamentos Metodológicos na Historiografia da Educação Física

Posted:

  

Nas Tensões de Um Novo País: o Esporte em Cabo Verde (1974-1977)

Posted:

  

A Mídia e o ídolo Ronaldo: Analisando as Matérias da Folha Online (2002-2009)

Posted:

  

Alterações da Silhueta Feminina: a Influência da Moda

Posted:

  

Saberes e Práticas Corporais na Formação de Professores de Educação Física na Modalidade a Distância

Posted:

  

Esportes na Natureza e Atividades de Aventura: Uma Terminologia Aporética

Posted:

  

Análise da Percepção dos Professores de Educação Física Acerca da Interface Entre a Saúde e a Educação Física Escolar: Conceitos e Metodologias

Posted:

  

Artes Marciais e Lutas: Uma Análise da Produção de Saberes no Campo Discursivo da Educação Física Brasileira

Posted:

  

Educação Física e Saúde: Aproximações com a Clínica Ampliada

Posted:

  

Bulímicas: Elas Vão à Academia de Ginástica?

Posted:

  

Características de Lutadores de Mixed Martial Arts de Pelotas/rs: Antropometria, Aptidão Aeróbia e Neuromuscular

Posted:

  

Prevalência de Transtornos Alimentares Entre Homens e Mulheres com Sintomas de Dependência de Exercícios: Um Estudo na População de Não Atletas

Posted:

  

Análise Morfológica do Músculo Gastrocnêmio Medial de Ratos Submetidos a Um Protocolo de Treinamento Concorrente

Posted:

  

Carga Para a Aplicação de Testes de 1-rm em Exercícios de Membros Superiores em Mulheres Jovens Treinadas e Não Treinadas

Posted:

  

Treino Moderado de Corrida Causa Alterações nas Propriedades Biomecânicas do Tendão do Calcâneo?

Posted:

  

Correlação e Reprodutibilidade de Testes Abdominais em Mulheres Jovens

Posted:

  

Respostas Psicofisiológicas de Mulheres Obesas Durante Caminhada em Intensidade Autossselecionada Realizada em Esteira e na Pista

Posted:

  

Caracterização dos Meios e Métodos de Influência Prática no Treinamento em Futebolistas Profissionais

Posted:

  

Caracterização Métrica em Futebolistas Sub-15

Posted:

  

A Percepção dos Praticantes de Atividade Física Sobre a Qualidade Ambiental Sonora dos Parques Públicos de Curitiba-pr

Posted:

  

Efeitos do Direcionamento da Atenção Para Parâmetros do Movimento no Comportamento Motor de Pessoas com Deficiência Física

Posted:

  

Efeitos do Direcionamento da Atenção Para Parâmetros do Movimento no Comportamento Motor de Pessoas com Deficiência Física

Posted:

  

Fatores Limitantes da Marcha em Idosas em Terrenos Planos e Inclinados

Posted:

  

Qualidade de Vida em Uma Amostra de Idosas de Curitiba-pr: Associação com Variáveis Sociodemográficas e a Prática Habitual de Atividade Física

Posted:

sem comentário »

CEV Novidades – •índice Mineiro de Desenvolvimento Esportivo; •ANPPEF; Prescrição de Exercício Físico ; Educação Física do Ensino Médio

0comentário

 

índice Mineiro de Desenvolvimento Esportivo. 3ª Edição

Posted:

  

ANPPEF – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação Física: Defesas de Mestrado em Educação Física na Universidade Federal de Santa Maria

Posted:

  

Métodos de Treinamento com Pesos em Circuito e Tradicional Têm Similar Efeito no Gasto Energético Total

Posted:

  

Medida da Atividade Física em Pré-escolares Por Meio e Monitoramento com Acelerômetros: Análise e Aspectos Metodológicos

Posted:

  

Efeito da Exaustão Muscular Durante o Exercício de Força nas Respostas da Pressão Arterial Pósexercício até 24 Horas em Hipertensas

Posted:

  

Modulação Autonômica Cardíaca em Hipertensos Resistentes a Hipotensão Pós-exercício Aeróbio

Posted:

  

Influência da Farmacocinética dos Betabloqueadores na Prescrição de Exercício Físico Aeróbio

Posted:

  

Crianças e Adolescentes Asmáticos e a Restrição da Atividade Física.

Posted:

  

Motivação de Professores e Estudantes Para as Aulas de Educação Física do Ensino Médio

Posted:

sem comentário »

Manuel Sergio em Cabo Verde: O Desporto é o Fenómeno Cultural de Maior Magia

2comentários

O mestre Manuel Sérgio http://cev.org.br/qq/manuelsergio/  está em Cabo Verde.

“O desporto é o fenómeno cultural de maior magia”

Manuel Sérgio encontra-se em Cabo Verde para ministrar um seminário sobre “Motricidade Humana e Desporto”, que decorre na Cidade da Praia, de 24 a 27 deste mês.

Por SAPO Despoprto c/Inforpress sapodesporto@sapo.pt

O professor catedrático português Manuel Sérgio afirmou hoje, na Cidade da Praia, que o desporto é, na atualidade, o fenómeno cultural de maior magia, considerando tratar-se também uma área de conhecimento como outra qual quer.

Durante a sua intervenção no seminário sobre “Do físico á motricidade humana: Uma revolução científica”, que aconteceu no final desta tarde na Praia, o professor defendeu que o desporto precisa “dar salto” como outro sector, tendo em conta que nos dias de hoje é o fenómeno cultural de maior magia.

No seu entender, o desporto é muito mais do que uma atividade física, mais sim uma atividade humana, já que tudo o que é humano está no futebol.

“A expressão educação física nasce no século XVIII”, disse o catedrático, realçando que antes havia a ginástica e a música e que destinavam a fazer corpos belos, consoante o conceito de beleza que se tinha tido no mundo das ideias de Platão.

Com mais de 40 livros publicados sobre a Filosofia do Desporto, Manuel Sérgio, que se encontra em Cabo Verde a convite do Chefe do Estado, para apresentar um seminário sobre “Motricidade Humana e Desporto”, avançou que a motricidade humana é uma serie de atividades físicas, ou seja, o movimento intencional da pessoa ou da superação.

Para este responsável, a expressão educação física e atividade física não são linguagem científica, sendo que a medida que se faz uma investigação científica o vocabulário se modifica, mas sublinhou que o objeto de estudo da educação física é a pessoa.

Contudo, defendeu que os jogadores têm de ter três qualidades essenciais, nomeadamente a liderança, boa leitura de jogos, e saber comunicar para poder motivar, mas afirmou que muitas vezes a cultura faz falta, já que é a aliança do saber e da vida.

Manuel Sérgio encontra-se em Cabo Verde para ministrar um seminário sobre “Motricidade Humana e Desporto”, que decorre na Cidade da Praia, de 24 a 27 deste mês.

FONTE: http://desporto.sapo.pt/futebol/cabo_verde/artigo/2015/02/24/manuel-sergio-o-desporto-e-o-fenomeno-cultural-de-maior-magia

2 comentários »

CEV Novidades – Politicas Públicas; Mídia; Tecnologia; EAD; Legislação; Fisiologia; Lazer; EF Escolar; Segundo tempo; e juito mais…

0comentário

Caríssimos,

Venho postado, todos os dias aqui, o que há de novidade disponível no Brasil sobre as Ciências do Esporte.

Tenho me valido das garimpagens do nosso GuruGeek Dr. Pereira – GGP – mais conhecido entre nós – pelo menos nós os dinossauros da Educação Física e dos Esportes maranhense – como Laércio. Nos bons tempos da Revista Esporte & Educação – anos 1970!!!! – como Larécio… o autor da Parábola da Aula Final…

Idealizor do CENTRO ESPORTIVO VIRTUAL – CEV –  www.cev.org.br – que hoje conta com cerca de 185 comunidades discutindo a Educação Física, os Esportes, e o Lazer & Daça… aproximadamente 21 MIL pesquisadores, professores, academicos de educação física de todo o mundo – cinco continentes…

Voce já se inscreveu????? Não???? como diz Laércio, pode morrer com a boca cheia de formiga, então…

Visite a Biblioteca do CEV; selecione uma Comunidade  – ou mais de uma – de teu interesse, e inscreva-se

 

Políticas Públicas: inscreva-se. Vergonha de Competir Pelo Brasil.

Posted:

  

Mídia e Esportes: Open Education Week (semana da Educação Aberta) 2015 – de 09 a 13 de Março

Posted:

  

Tecnologia no Esporte: Open Education Week (semana da Educação Aberta) 2015 – de 09 a 13 de Março

Posted:

  

EAD – Educação a Distância: Open Education Week (semana da Educação Aberta) 2015 – de 09 a 13 de Março

Posted:

  

Legislação Desportiva – CEVLeis: Homenagem a Marcílio Krieger. Laércio

Posted:

  

Educação Física e Esporte: O Desporto é o Fenómeno Cultural de Maior Magia. Manuel Sergio em Cabo Verde

Posted:

  

Legislação Desportiva – CEVLeis: Semana Marcilio Krieger Conclusao

Posted:

  

Desempenho Motor de Crianças com Provável Dcd, em Risco de Dcd e com Desenvolvimento Típico: Um Estudo Interventivo e Associativo.

Posted:

  

Efeitos de Um Programa de Exercicios Fisicos em Pacientes com Câncer de Pulmão: Uma Revisão Sistemática.

Posted:

  

Efeitos de Diferentes Volumes de Treino de Força nas Adaptações Neuromusculares de Homens Jovens Destreinados.

Posted:

  

Metodo Pilates e Função dos Músculos do Assoalho Pelvico: Comparação Entre Mulheres Praticantes do Metodo Pilates e Sedentárias.

Posted:

  

Recreio nas Férias. PST 10 Anos. Celebrar com Sustentabilidade.

Posted:

  

Pesquisa Mundial Sobre Educação Física Escolar. Relatório Final 2013

Posted:

  

Memórias Programa Segundo Temo: Partilhando Experiências e Conhecimentos

Posted:

sem comentário »

CEV Novidades – Esclarecimento Devolução de Professores See/semed

0comentário

CEV Novidades

Link to Centro Esportivo Virtual

Resolução SEE Nº 2.741, de 20 de Janeiro de 2015

Posted:

  

Resolução Nº 40, de 5 de Dezembro de 2014

Posted:

  

Analise dos Efeitos de Um Programa de Educação Fisica Relacionado à Promoção da Saúde Sobre a Aptidão Fisica de Escolares

Posted:

  

A Competição de Tênis Como Modelo de Educação e Formação de Crianças: o Caso das Categorias Até 10 Anos.

Posted:

  

Dialogos Sobre o Ensino do Esporte Educacional: Uma Pesquisa-ação na Formação Continuada.

Posted:

  

Coleção Pesquisa em Educação Física

Posted:

  

Coleção Pesquisa em Educação Física

Posted:

  

A Influência do Contexto Socioeconômico nos Primórdios da Educação Física, Um Regaste Histórico no Brasil e no Mundo

Posted:

  

Editorial

Posted:

  

Editorial

Posted:

  

A (des) Motivação nas Aulas de Educação Física no Ensino Médio

Posted:

  

Legislação Desportiva – CEVLeis: Homenagem a Marcílio Krieger. Marcos Terence

Posted:

  

Panathlon: Destaque Esportivo – Resultado

Posted:

  

Educação Física em Alagoas: Esclarecimento Devolução de Professores See/semed

Posted:

  

Panathlon: Tumblr Panathlon São Paulo

Posted:

  

Praticas Curriculares de Professores de Educação Fisica: Rascunhos de Um Projeto de Disciplina na Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Sul.

Posted:

  

A Origem Desportiva do Estado

Posted:

sem comentário »

INSCRIÇÕES ABERTAS: TORNEIO MILTON SANTOS DE FUTSAL

0comentário
"ATENÇÃO BOLEIRADA!!!!<br /><br />
Vem aí o I Torneio Milton Santos de Futsal.<br /><br />
Inscrições Abertas!!!<br /><br />
Valor: 100 reais por equipe (máximo de 12 jogadores).<br /><br />
Data: 07/03/2015<br /><br />
Local: Ginásio do Colégio Paulo VI<br /><br />
Premiação: 400 reais<br /><br />
Vagas Limitadas!!!"

ATENÇÃO BOLEIRADA!!!!
Vem aí o I Torneio Milton Santos de Futsal.
Inscrições Abertas!!!
Valor: 100 reais por equipe (máximo de 12 jogadores).
Data: 07/03/2015
Local: Ginásio do Colégio Paulo VI 
Premiação: 400 reais
Vagas Limitadas!!!

sem comentário »