NOVIDADES EM CIÊNCIAS DO ESPORTE – as do dia do CEV…

0comentário
Educação Física no Mato Grosso: Cev no Blog do Cruz

Posted:

  

Fisiologia do Exercício: Solicitação de Artigo Científico

Posted:

  

Fisiologia do Exercício: Solicitação de Artigo Científico

Posted:

  

Pátria Educadora: a Qualificação do Ensino Básico Como Obra de Construção Nacional

Posted:

  

Validação do Questionário Baecke Modificado Para Idosos e Proposta de Valores Normativos

Posted:

  

Rap: o Duelo de Rimas no Cotidiano do Jovem

Posted:

  

Efeitos do Treino Concorrente e Suplementação com Taurina Sobre Composição Corporal e Perfil Lipídico em Mulheres Pós Menopausa

Posted:

  

Máximo Déficit Acumulado de Oxigênio em Corridas Livre e Resistida em Pista

Posted:

  

Capoeira Contemporânea: Compreensões Decorrentes de Mestres Autodeclarados

Posted:

  

Velocidade de Movimento no Desempenho Muscular em Mulheres Jovens e Idosas Treinadas

Posted:

  

Ciclismo: O Perigo da Bicicleta Para Mulheres. a Doença Cara de Bicicleta.

Posted:

  

Comportamento da Composição Corporal, Contagem Elucocitária e Adipocinas de Adolescentes Obesos Treinados e Não Treinados

Posted:

  

Efeitos do Exercício Físico Multimodal nas Concentrações Plasmáticas de Biomarcadores, Funções Cognitivas e Funcionalidade em Pacientes com Doença de Alzheimer

Posted:

  

Sentindo – Se Saudável com a Capoeira: Uma Visão Fenomenológica a Partir de Pessoas com Deficiência

Posted:

sem comentário »

NOVIDADES EM CIÊNCIAS DO ESPORTE – CEV informa:

0comentário
Fatores Motivacionais de Idosos Associados à Prática Regular de Exercícios Físicos

Posted:

  

Exercício Físico, Ingestão de Frutose e Marcadores da Síndrome Metabólica em Modelo Experimental

Posted:

  

Caminhada e Estilo de Vida: Implicações no Lazer e na Qualidade de Vida

Posted:

  

Treinamento Físico e Antioxidantes Enzimáticos no Tecido Cerebral de Ratos Diabéticos Experimentais

Posted:

  

Legislação Desportiva – CEVLeis: Iusport Recomendação

Posted:

  

Respostas Fisiológicas, Bioquímicas e Autonômicas de Nadadores Submetidos a Dois Modelos de Treinamentos em Nado Atado com Carga Equiparada

Posted:

  

CBCE – Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte: Boletim de Noticias

Posted:

  

Efeitos de Um Bloco Semanal de Treinamento Intervalado de Alta Intensidade nos índices Fisiológicos e Performance de Ciclistas Competitivos

Posted:

  

Efeito de Dois Modelos de Treinamento Intervalado de Alta Intensidade Sobre a Performance de Jogo , índices Fisiológicos e N e Uromusculares em Atlet as de Elite de Futsal Feminino

Posted:

  

Políticas Públicas: Remuneração;valorização Profissional de Educação Física. Efetivação da Educação Física na Escola.

Posted:

  

Economia da Felicidade: Implicações Para Políticas Públicas

Posted:

  

A Bolsa-atleta Eleva o Desempenho de Seus Beneficiários? Análise do Período 2005-2008

Posted:

  

Educação Física e Esporte: Cev no Blog do Cruz

Posted:

  

Legislação Desportiva – CEVLeis: Homengem Ao Cev e Prof.dr.laércio Elias Pereira

Posted:

sem comentário »

CEV: a eficiente informação do esporte e da educação física pela Internet – do Blog do José Cruz

0comentário

CEV: a eficiente informação do esporte e da educação física pela Internet

José Cruz

Porque hoje é sábado… troco o tradicional artigo de análises e debates por uma homenagem a um Mestre da Comunicação Esportiva, Laércio Elias Pereira. Seu trabalho, praticamente anônimo e voluntário, contribui para a discussão e difusão sobre a ciência do esporte em geral, comandando uma rede de 40 mil debatedores

laercioLaércio, um dos poucos pensadores sobre o esporte no Brasil, soube casar a chegada da Internet com a coleção e difusão de informações sobre os esportes em geral.

Foi assim que, em 1996, surgiu o CEV  – Centro Esportivo Virtual –,  portal que hoje congrega 40 mil pessoas, mundo afora,  debatendo e trocando dados sobre todos os segmentos da atividade física humana.

As 45 mil obras cadastradas no CEV, 23 mil artigos e periódicos e seis  mil trabalhos de congressos, entre outros documentos nacionais e estrangeiros, mostram a dimensão desse valioso reduto de debate para estudiosos, jornalista e professores e profissionais da atividade física em geral.

“O objetivo do CEV é ser a porta de entrada para a informação e documentação esportiva, nacional e internacional”, resumiu Laércio.

Vantagens

Quando o assunto é “esporte”, o ponto de partida para buscar o dado correto e atualizado ou o especialista em determinado tema é o CEV.  Com a vantagem de, pesquisando, se relacionar com profissionais de todas as áreas  – dopagem, economia do esporte, estudos olímpicos, ginástica, políticas públicas, futebol, atletismo, aprendizagem motora, legislação esportiva, biomecânica, ciclismo, paralímpicos, fisiologia do exercício, natação… São 155 Comunidades de debates sobre temas específicos.

“Cada comunidade tem de um a quatro coordenadores, que chamamos de `Tocador´. Vários coordenadores pilotam mais de uma comunidade”, explica Laerte. Em Belém, por exemplo, o advogado Alberto Puga pilota a CEVLeis, sobre legislação esportiva, uma das mais concorridas e dinâmica.

 Começo

O Centro Esportivo Virtual começou como um projeto de doutoramento em Ciência da Informação, na Escola de Comunicação e artes da USP, sob o título “O fluxo de informação em Educação Física e Esporte no Brasil”.  Continuou como um doutorado na Faculdade de Educação Física da Unicamp, em 1998, com título “Centro Esportivo Virtual: Um Recurso de Informação em Educação Fisica e Esportes na Internet”.  Foi a primeira tese da Unicamp transmitida pela Internet.

“Trouxe da USP a fronteira do conhecimento da ciência da informação e do Núcleo das Novas Tecnologias de Comunicação Aplicadas à Educação “Escola do Futuro”. Na Unicamp, o CEV teve a sua primeira sede física, no Núcleo de Informática Biomédica – NIB -, e foi um dos primeiros projetos do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo – LABJOR.

Na prática, segundo Laércio, “o centro do CEV são as pessoas – vetores de tecnologia, como se diz em Ciência da Informação. Fazemos a ligação das páginas pessoais – quem é quem – com as publicações da biblioteca, as notas de participação nas comunidades e com outros autores que tenham participado na autoria de livros, artigos e bancas de mestrado e doutorado.”

O vínculo de Laércio com o esporte vem de longe. Formado em Educação Física, foi técnico e preparador físico de handebol. E trabalhou como voluntário nos Jogos Olímpicos de Munique, 1972. Teve passagem pelo Ministério da Educação, quando o desporto escolar tinha diretriz específica e eficiente, sob o comando de Bruno da Silveira, ainda hoje uma das referências no esporte escolar nacional.

Depoimento

O CEV foi criado como uma das ações do “Esporte na Rede” do então Ministério Extraordinário dos Esportes. Teve participação decisiva dos servidores Maristela Gonçalves e Ricardo Penna Machado.  Em 2002 recebeu apoio da Rede CENESP-UDESC, graças ao apoio dos  servidores públicos do esporte, Celso Giacomini, Gianna Perin e Ivair de Lucca.

Depois de um 12 anos, o CEV voltou a receber um apoio do Ministério do Esporte (bolsas de doutorado) integrando o Projeto Inteligência Esportiva do Ministério do Esporte e UFPR . Nesse aspecto, agradeço a Ricardo Leyser e Fernando Mezzadri. Mas, com a nova administração do Ministério do Esporte, não tenho notícia sobre a continuidade da parceria.”

Saiba mais: www.cev.org.br

sem comentário »

Gigliola Gori Junior Scholar Award 2015” is approaching: April 30, 2015

0comentário

Dear friends and colleagues,

The deadline for the “Gigliola Gori Junior Scholar Award 2015” is approaching:  April 30, 2015.
The award is presented at the ISHPES (International Society for the History of Physical Education and Sport) Conference to be held in Split, Croatia, August 18-22, 2015.
More information about the ISHPES conference and the awards can be found on the ISHPES homepage: http://ishpes.org/web/
To keep updated you can also join us on twitter https://twitter.com/ishpes  and facebook https://www.facebook.com/ishpes
Best regards,
Sandra Heck
***************************************
Dr. Sandra Heck
ISHPES Secretary General
Ruhr-University Bochum, Germany
Contact: sandra.heck@rub.de
***************************************
sem comentário »

8th Meeting of Transnational Scholars for the Study of Gender and Sport – Basel, Switzerland, 26-28 November 2015

0comentário

Dear friends and colleagues,

I am happy to announce the “8th Meeting of Transnational Scholars for the Study of Gender and Sport”.

The Transnational Working Group for the Study of Gender and Sport invites scholars from the field of gender research in sport to Basel, Switzerland, 26-28 November 2015.
The meeting will take place at the School for Teacher Education of Northwestern Switzerland and at the University of Basel.

For further information and submission of abstracts (max. 500 words) before 15th of July 2015 please contact sportandgender.ph@fhnw.ch and visit the homepage: http://www.fhnw.ch/ph/medien-und-oeffentlichkeit/events/8th%20Meeting%20of%20Transnational%20Scholars%20for%20the%20Study%20of%20Gender%20and%20Sport

Kind regards,
Sandra Heck

***************************************
Dr. Sandra Heck
ISHPES Secretary General
Ruhr-University Bochum, Germany
Contact: sandra.heck@rub.de
***************************************

sem comentário »

Brasil chega a sete finais e duas disputas por bronze em Edmonton

0comentário

Brasil chega a sete finais e duas disputas por bronze em Edmonton

Pesado masculino terá final brasileira entre David Moura e Rafael Silva. Mayra Aguiar, Mariana Silva, Tiago Camilo, Victor Penalber, Rochele Nunes e Luciano Corrêa também brigam pelo ouro.

O Brasil chegou a sete finais das oitos categorias em disputa nesta sexta-feira, 24, primeiro dia de competição do Campeonato Pan-americano de Judô, que acontece em Edmonton, no Canadá. Victor Penalber (81kg), Tiago Camilo (90kg), Luciano Corrêa (100kg), Rafael Silva (+100kg), David Moura (+100kg), Mariana Silva (63kg), Mayra Aguiar (78kg) e Rochele Nunes (+78kg) vão disputar o ouro no bloco final de competição. Maria Portela e Barbara Timo estão na disputa pelo bronze do peso médio (70kg) feminino. Cinco das nove disputas por medalhas do Brasil serão contra adversários de Cuba. 

Um ouro e uma prata o país já garantiu com a final entre Rafael Silva e David Moura no peso pesado. As outras finais do masculino terão Victor Penalber (81kg) contra o argentino Emmanuel Lucenti, Tiago Camilo medindo forças com o campeão mundial Asley Gonzalez (CUB) e Luciano Corrêa encarando o atual vice-campeão mundial Jose Armenteros (CUB).

No feminino, Mariana Silva (63kg) decide o primeiro lugar contra Maylin Carvajal (CUB), Rochele Nunes encacara a campeã olímpica e mundial, Idalys Ortiz (CUB) e Mayra Aguiar (78kg) terá pela frente a americana Kayla Harrison, atual campeã olímpica. 

Nas disputas pelo bronze, Maria Portela (70kg) enfrenta Vanessa Chala (ECU), enquanto Barbara Timo, na mesma categoria, encara Onix Aldama (CUB)

sem comentário »

NOVIDADES EM CIÊNCIAS DO ESPORTE – CEV

0comentário
O Clubismo na Imprensa Desportiva Portuguesa: os Clássicos das épocas 2008/2009, 2009/2010 e 2010/2011

Posted:

  

Educação Física e Esporte: Academia Online. Aulas Pela Internet com Bons Resultados.

Posted:

  

Gestão do Conhecimento: Uma Abordagem Estratégica dos Processos, da Informação e do Conhecimento nas Organizações Públicas

Posted:

 

sem comentário »

Exercício físico deve começar na infância

0comentário

 

sem comentário »

Publicação da Unesco traz diretrizes para o ensino de Educação física de qualidade

0comentário

Preocupada com os crescentes níveis de inatividade física, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) lançou o estudo Educação física de qualidade: Guia para os legisladores. A publicação é voltada para os gestores governamentais e destaca os benefícios de se investir em Educação Física desde os primeiros anos escolares.


shutterstock_30529018

Preocupada com os crescentes níveis de inatividade física, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) lançou o estudo Educação física de qualidade: Guia para os legisladores (disponível apenas em inglês – clique aqui para acessar). A publicação é voltada para os gestores governamentais e destaca os benefícios de se investir em Educação Física desde os primeiros anos escolares.

A inatividade física é considerada uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que contribui para a morte de 3,2 milhões de pessoas todos os anos – mais do dobro das mortes por AIDS. “Nossa visão é clara – esporte e Educação física são essenciais para a nossa juventude, para termos vidas mais saudáveis, sociedades resilientes e combatermos a violência. Mas isso não acontece por conta própria – é preciso ações dos governos e apoio da comunidade internacional”, diz Irina Bokova, diretora-geral da Unesco, na introdução do guia.

“Um ponto relevante, tanto do Guia como da Carta Internacional da UNESCO, é o fato de alertarem subliminarmente que não basta apenas instigar ou mesmo ofertar legalmente a Educação Física e o Esporte, mas que a atividade deve ser ministrada por Professores Qualificados”, escreveu em depoimento Jorge Steinhilber*, presidente do Conselho Federal de Educação Física (Confef) e conselheiro do Educar para Crescer.

A publicação trata de diversas áreas que precisam de atenção na definição de políticas públicas sobre a disciplina, como o currículo, a formação dos professores, a implementação nas escolas e a infraestrutura. A organização chama bastante atenção também para a importância de uma prática inclusiva, que deve capacitar meninas, encorajar o diálogo e compreensão intercultural, apoiar o fortalecimento das pessoas com deficiência, romper barreiras e desafiar estigmas e aumentar as chances de vida.

Veja outros dados sobre a importância de uma política de Educação física de qualidade:

– 97% dos países alegam que a Educação física é uma prática compulsória, mas só 79% deles tem um currículo prescrito;

– Em 54% deles, a Educação física tem uma apreciação de status mais baixa que outras disciplinas;

– Só 53% das escolas primárias têm professores de Educação física que foram adequadamente capacitados e treinados.

Matéria publicada pelo site Educar para Crescer

sem comentário »

Natação para bebês garante melhora do desenvolvimento motor e previne lesões na vida adulta

0comentário

 

sem comentário »