Audiência pública discutirá Lei Orçamentária Anual em Ribamar

0comentário
Prefeitura de São José de Ribamar já começou a atender as demandas da educação, conforme prevê a LOA

A Prefeitura de São José de Ribamar realizará no dia 10 de agosto, a partir das 8h, no IFMA, audiência pública para a construção da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2023.

Faça a sua parte, ribamarense, e contribua com a evolução do seu município. Seja um participante nessa decisiva tarefa para o crescimento de São José de Ribamar.

O orçamento participativo é um mecanismo direto de participação do cidadão e é discutido, em políticas públicas, para o levantamento das necessidades e as prioridades para o orçamento do município.

A LOA é uma lei de iniciativa do poder executivo que tem o objetivo de estabelecer as receitas e despesas previstas para o ano seguinte. Nela, consta o planejamento de serviços, gastos de obras e os serviços prioritários, de acordo com a previsão de recebimento de recurso.

A prefeitura já realizou o primeiro passo e, junto com as secretarias municipais, fez o levantamento das demandas de cada uma delas.

Após as audiências públicas, a prefeitura fará o fechamento e a apresentação para a Câmara de Vereadores, que seguirá para votação.

sem comentário »

Urgência: homem com suspeita de varíola dos macacos será transferido do Socorrão I para o Hospital Carlos Macieira

0comentário
Hospital Dr. Carlos Macieira, vinculado ao Governo do Estado, receberá o paciente com suspeita de ter contraído Monkeypox, doença popularmente conhecida como varíola dos macacos

O paciente que deu entrada nessa sexta-feira (5), no Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorro I, com suspeita de Monkeypox, doença popularmente conhecida como varíola dos macacos, foi transferido para o Hospital de Alta Complexidade Dr. Carlos Macieira (HCM), pertencente à rede estadual de saúde, onde permanece internado. A informação é da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), que divulgou nota sobre o caso no início da manhã deste sábado (6).

De acordo com a nota, o homem, de 42 anos, deu entrada no Socorrão I apresentando fraqueza muscular, dir, febre e lesões postulosas (vesículas que contêm pus).

Ainda segundo o informe da secretaria, o estado de saúde do paciente é estável.

Segue a nota da Semus:

Categoria Sem categoria

sem comentário »

A pior situação

0comentário

Ontem tive uma discussão feia, que quase descambou para um atrito sério, com duas das pessoas que mais amo. Meu irmão e minha esposa.

Em 2018 cada um de nós pensava em votar em um candidato diferente para presidente da república. Eu iria votar em Alckmin, Jacira votaria em Amoedo e Nagib votaria em Bolsonaro.

À proporção que se aproximava o dia da eleição, fui vendo que o voto útil, aquele que se dá a um candidato que não tem a menor chance de disputar um eventual segundo turno, seria uma temeridade, uma vez que o que eu não desejava mais era ter um presidente de esquerda, alguém que pertencesse a um grupo que jogou nosso país em um abismo de aparelhamento ideológico, corrupção e a beira de uma efetiva guerra de classes.

Tanto eu quanto Jacira acabamos votando em um candidato detergente, desinfetante. Nós não votamos nele acreditando que ele seria um grande estadista. Ninguém em sã consciência fez isso! Quem votou nele com o mínimo de discernimento entre realidade e mito, votou para se ver livre do PT e da gangue que dominou o Brasil durante 16 anos.

Ocorre que ninguém imaginou que o detergente, o desinfetante que escolhemos, tivesse tantos efeitos colaterais, que viesse tão contaminado por outras toxidades que tornasse impraticável o bom e salutar convívio com ele, com suas ideias equivocadas do que é o melhor para o país e seu povo. Não que todas as ideias dele estejam erradas, mas pelo menos a maioria das formas dele as colocar em prática, de se comunicar com a nação e o mundo, estão.

Discordar disso é ser cego e surdo. Quem não consegue ver que o atual governo tem ações extremamente positivas, mas tenta implementá-las de maneira tão desastrosa que as torna completamente ineficazes e completamente atacáveis, destruindo tudo que elas poderiam ter de bom, está completamente fora da realidade.

Quatro anos depois, mesmo desiludido com as ações do presidente, meu irmão ainda prefere votar nele que cogitar a ter novamente no comando de nosso país a gangue de hipócritas, sectários e maniqueístas, corruptos e canalhas ligados a esquerda e ao PT.

Minha esposa não cogita votar novamente em Bolsonaro. Isso está completamente fora de questão para ela. Ocorre que ela não cogita votar também em Lula, por todos os motivos que são do conhecimento geral.

Quanto a mim, que fui político durante mais da metade de minha vida, me encontro sem opção, uma vez que não há em nosso país uma terceira via capaz de acolher pessoas que pensem e se posicionem como eu. Mais que isso! Eu não admito o voto útil. Ele é um dos motivos de termos desastres políticos de proporções megalíticas.

Você sabe por que a democracia americana é tão sólida? Porque lá não há espaço para uma terceira via. A diferença real entre democratas e republicanos é mínima e ocorre em aspectos que dizem respeito apenas a forma de convivência entre as pessoas. Além disso a alternância cíclica e sistemática do poder, faz com que as políticas de um lado e de outro não criem raízes suficientes para aparelhar o estado de maneira definitiva e criminosa, como acontece farta e largamente em países como o Brasil.

Na discussão de ontem, meu irmão não quis entender que se Lula e o PT voltarem ao poder, o maior culpado será unicamente Bolsonaro. Por outro lado, minha esposa disse que prefere ser comandada por um ladrão que por um sujeito completamente insensível às fundamentais necessidades das pessoas.

Quanto a mim!… Fico no meio dessas duas teses absurdas, discordando delas mais que concordando com elas, mas sem uma opção plausível. Talvez a minha seja a pior situação!…

sem comentário »

Pilotos mirins estão na expectativa para o Campeonato Maranhense de Kart

0comentário
Matias e Murilo Dominguez

São Luís – O líder do Campeonato Maranhense de Kart e vice-campeão da Copa Nordeste, Matias Dominguez, 8 anos, e seu irmão Murilo Dominguez, 6 anos, já estão na expectativa para a quarta etapa do Campeonato Maranhense de Kart, que acontece no próximo sábado, 6, no Kartódromo João Salém, no Complexo Castelão, em São Luís. Eles acabam de retornar da 23ª Copa Brasil de Kart, que aconteceu em Aracaju (SE), e prometem avançar nos grids brasileiros.

Murilo Dominguez era o mais jovem entre os mais de 225 inscritos, que disputaram 22 títulos neste que foi o segundo maior evento do kartismo nacional, organizado pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). Assim como o irmão, Murilo correu na Copa Nordeste de Kart, em abril, terminando em quarto lugar na disputa mirim, que também aconteceu em Aracaju.

Os irmãos estrearam na maior edição da Copa Brasil de Kart já promovida na região Nordeste, que contou com grandes nomes do kartismo nacional como os cariocas André Nicastro, nove vezes campeão do evento, e Olin Galli, com quatro títulos. Pedro Piquet – filho do tricampeão de Fórmula 1, Nelson Piquet – e Rodrigo Piquet – sobrinho de Nelson, também estiveram na disputa no Kartódromo Emerson Fittipaldi, localizado na praia de Atalaia, na capital sergipana.

Após a disputa nacional, Matias Dominguez voltou a se concentrar nos treinos para o Campeonato Maranhense. “Estou treinando desde que voltei de Aracaju”, comentou o jovem piloto maranhense.

O pequeno Murilo está seguindo os passos do irmão e se dedica como gente grande. “Eu treino duas vezes por semana e sempre assisto a vídeos de kart”, declarou o piloto mirim, que junto com Matias, iniciou na modalidade esportiva este ano.

sem comentário »

Votar nulo ou em branco para outros cargos não anula votação para presidente

0comentário

Uma nova versão sobre um boato antigo circulou no aplicativo WhatsApp e confundiu o eleitorado sobre o funcionamento dos votos brancos e nulos. A publicação afirmava que se a eleitora ou o eleitor votasse apenas para presidente e em branco para os demais cargos o voto seria considerado “parcial” e, por isso, acabaria sendo anulado.

A informação é falsa. Ao contrário do que afirma o boato, é possível votar somente para presidente ou para qualquer outra função se essa for a vontade do eleitor. Isso acontece porque a urna eletrônica contabiliza cada voto individualmente e a escolha por votar em branco ou nulo em um dos cargos não interfere na forma como a votação será computada pelo aparelho.

Ou seja, essa história de “voto parcial”, que começou a rodar a internet durante as Eleições 2018, simplesmente não existe. Além disso, as mesárias e os mesários ainda estão sendo nomeados e, portanto, não passaram pelo treinamento para auxiliar a Justiça Eleitoral nos trabalhos de outubro deste ano.

sem comentário »
Twitter Facebook RSS