“Todos precisam seguir os protocolos sanitários”, diz proprietária do Nosso Canto Buteco

0comentário
Funcionária com roupa, máscara e medidor de temperatura para receber o público que prestigia o Nosso Canto

São Luís – Uma das atividades econômicas mais afetadas pela pandemia do novo coronavírus é a de bares e restaurantes. Em março de 2020, todos viram suas portas sendo fechadas, alguns fecharam de vez e outros funcionaram com delivery, mas precisaram de uma adaptação para continuar atendendo.

Com a liberação do setor para funcionamento e mesmo com restrições, eles estão se reerguendo e seguindo um protocolo sanitário rigoroso. Mas, hoje, com o aumento dos casos no Maranhão, a preocupação aumenta e seguir rigorosamente todos os protocolos e cuidados deixa de ser necessário e torna-se fundamental, porque um possível “lockdown” enfraqueceria a cadeia, que tem milhares de colaboradores.

“Nós temos a pessoa da limpeza, o responsável do som, o garçom, o cozinheiro e outros profissionais importantes que fazem o nosso trabalho rodar, ou melhor, o nosso bar funcionar. No início da pandemia, consegui segurar a minha equipe da melhor maneira possível para ajudar a todos, sem demitir ninguém. Tenho estabelecimento fechado e outros funcionando. Logo, recoloquei minha equipe, mas com um novo fechamento, eu não terei como segurar outra vez. Por isso, pedimos a atenção da sociedade, porque não adianta apenas nós, empresários, nos adequar aos protocolos”, disse a empresária Viviane Rocha, proprietária do Nosso Canto Buteco.

A empresária Viviane Rocha, proprietária do Nosso Canto Buteco

E acrescentou: “Precisamos também da atenção dos nossos clientes pois muitas das vezes é difícil explicar para pessoa que chega aqui e quer apenas se divertir, e não podemos tirar esse direito deles, porque, depois de um dia de trabalho, querem ouvir uma boa música, pedir uma cerveja, conversar com os amigos e dançar. Então, como vou falar que a pessoa não pode se levantar e dançar? Perde a essência do bar. Porém, sabemos da importância de todos os cuidados e isso é importante para a gente conseguir retornar com mais tranquilidade o quanto antes”.

O governo vem se esforçando para diminuir os casos e seguindo com restrições. Na semana do Carnaval, foi proibido música ao vivo e o setor sentiu a diferença na movimentação, mas a empresária conta que entende a importância dessas ações, porém pede uma atenção.

“Quero pedir ao governo que acompanhe mais de perto, com fiscalização, porque eu vejo que precisa diferenciar o que é bar, o que é restaurante e o que é casa de shows e eventos. Há casas de eventos que funcionam como bar, então é preciso ficar atento para os locais que têm aglomeração ou aqueles outros lugares que fazem festas clandestinas, que são várias espalhadas pela cidade. O setor formal como o nosso ,que sempre dependeu do bar, não pode ser penalizado como um todo, porque vem cumprindo o protocolo sanitário”, sinaliza Viviane.

O Nosso Canto Buteco, um dos mais tradicionais bares de São Luís, tem uma grande preocupação com os clientes e sua equipe. Mas pede também que todos os outros bares sigam também com todos os protocolos e cuidados para evitar outro fechamento, pois o trabalho precisa ser em conjunto.

“Nós temos uniformes alterados, aventais de pano e aventais descartáveis que são substituídos a cada uma hora em local próprio. Nossos colaboradores usam sempre protetor facial, máscara e luvas. Em todas as mesas colocamos álcool em gel e temos informativos em placas espalhadas por todo bar. Além disso, colocamos segurança para organizar o distanciamento em eventual fila de espera e nossas mesas estão todas localizadas com o devido distanciamento, permitindo, no máximo, seis pessoas, conforme a portaria atual e realizamos periodicamente a limpeza de utensílios e mesas com álcool 70%”, finaliza a empresária.

sem comentário »

ALUMAR e Instituto Alcoa destinam R$ 690 mil para projetos da comunidade

0comentário

São Luís – “A iniciativa de empresas e pessoas pode mudar a realidade de uma comunidade. Mais que um legado de sustentabilidade, nesses tempos de pandemia, entendo a doação da Alumar e do Instituto Alcoa como uma atitude solidária e de generosidade”, destacou Vera Jordão, presidente da organização não governamental Movimento de Mulheres da Vila Dom Luís (Movila).

A instituição receberá o valor de R$ 83.343,10 para o projeto “Minha Oportunidade no Mercado de Trabalho”, como incentivo à geração de emprego e renda para 250 jovens de diversos bairros de São Luís.

No dia 23 de fevereiro, a Alumar e o Instituto Alcoa fizeram a oficialização do repasse de R$ 690.127,94 em contribuição a quatro projetos comunitários, que foram selecionados por meio do Programa de Apoio a Projetos Locais 2020, desenvolvido pelo Instituto Alcoa. A entrega dos recursos foi realizada de forma virtual pela Alumar, com a presença de representantes das instituições beneficiadas, lideranças do Consórcio e do Instituto Alcoa.

Para o diretor da Alumar, Helder Teixeira, a parceria com a população local é histórica e recorrente. “São projetos comunitários importantes que podem tornar realidade aquilo que estava apenas no papel e contribuem para transformar o dia a dia de nossas comunidades”, disse.

O Programa de Apoio a Projetos Locais tem como objetivo contribuir com a missão do Instituto Alcoa, de promover coletivamente a educação e o desenvolvimento nos municípios de sua atuação, apoiando financeiramente projetos de organizações da sociedade civil e do setor público, a partir das áreas consideradas prioritárias: educação com foco em ensino fundamental e geração de trabalho e renda, causas estruturantes para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa.

Além do Movila, foram beneficiadas as instituições maranhenses: Centro Educacional do Coroadinho (CEPC) com o recurso de R$ 195.071 ; APAE-MA com R$ 200 mil; e o Instituto Pobres Servos da Divina Providência – Cidade Operária, com R$ 214.713,84. A exceção da APAE, selecionada com projeto da área de educação, as demais instituições focaram na promoção da geração de trabalho e renda.

Programa de Apoio a Projetos Locais 2021

As inscrições para a edição 2021 do programa estarão abertas a partir do dia 1º de março. Com objetivo de auxiliar as instituições na preparação das propostas, será realizado um workshop, online, no dia 5 de março, às 10h. Para receber o convite com o link e participar do workshop, envie um e-mail para: SLURelacoe[email protected]

sem comentário »

Eduardo Braide assina adesão ao programa “Cidade Empreendedora”

0comentário
Eduardo Braide assinou termo de adesão da capital ao programa Cidade Empreendedora

São Luís – Tornar as empresas da capital maranhense mais competitivas e gerar empregos nesse momento de crise é um dos objetivos da parceria que está unindo a Prefeitura de São Luís ao Sebrae.

Na tarde da última segunda-feira, 22, o prefeito Eduardo Braide recebeu o superintendente do Sebrae no Maranhão, Albertino Leal, e técnicos das duas instituições, e assinou o termo de adesão da capital ao programa Cidade Empreendedora.

“O Cidade Empreendedora é o momento em que nós do Sebrae, juntamente com a prefeitura, analisamos tudo que o empreendedorismo pode trazer de bom para a cidade, desde trabalho com as crianças e jovens, por meio da educação empreendedora, ao trabalho com os pequenos empreendedores e os informais pra que se formalizem. Trabalhamos o ambiente de negócios, a simplificação, a desburocratização de processos , incentivamos a empreender, fazendo com que os recursos circulem dentro da cidade, motivando o empreendedor para que ele se sinta motivado a produzir com qualidade, prazo, frequência e assim gere mais receita, emprego e renda ao município, resultando principalmente na qualidade de vida das pessoas”, pontuou o superintende Albertino Leal.

Município mais populoso do Maranhão e quarto da região Nordeste, São Luís concentra 33% das empresas ativas no estado: aproximadamente 91 mil empreendimentos atuam na capital.

“Expectativa muito boa nessa parceria com o Sebrae, para que de fato São Luís possa ser uma cidade empreendedora, pois a gente sabe a potencialidade, aquilo que São Luís tem e representa em relação a tudo isso. Tenho a certeza de que desse trabalho, de mãos dadas com o Sebrae, quem vai sair ganhando são os micro e pequenos empreendedores e a população de São Luís. E acredito que esses resultados aparecerão para o bem da nossa cidade, o mais rápido possível”, acredita o prefeito Eduardo Braide.

Durante a reunião na Prefeitura de São Luís, as equipes técnicas do Sebrae e do governo municipal também alinharam detalhes das ações a serem executadas por meio do programa.

“Estamos iniciando o segundo ciclo do Cidade Empreendedora no estado certos da grande contribuição que nossas ações dão aos municípios por meio do programa. A partir da experiência do primeiro ciclo, observamos que o Cidade Empreendedora contribui não somente para melhoria dos indicadores de desburocratização, como, também, para indicadores econômicos e sociais”, enfatizou Leal.

Além de São Luís, o Cidade Empreendedora já recebeu a adesão de cerca de 70 municípios no estado, que serão atendidos pelo Sebrae por meio de uma série de soluções empreendedoras que fazem parte do seu portfólio de soluções que estimulam e favorecem os pequenos negócios locais.

sem comentário »

Vini Jansen é uma voz jovem promissora

0comentário
Vini Jansen recebendo o carinho de uma dona de casa

São Luís – Atuante líder estudantil maranhense, o jovem Vini Jansen parece que deslanchou de vez.

Com boas ideias e muito bem relacionado no meio político local, ele tem chamado a atenção em virtude de seu engajamento nos projetos sociais voltados para comunidades carentes e por sua representatividade entre a ala jovem.

Por essa razão, cada passo do militante prodígio é observado, por exemplo, por figuras importantes ligadas ao Poder Executivo estadual.

Aos poucos, ele vai confirmando seu poder de articulação e revelando ser uma voz ressoante em favor dos mais necessitados.

Na sexta-feira (19), Jansen esteve com o secretário de Estado de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, a quem levou sugestões que podem contribuir para o desenvolvimento do Maranhão.

No início deste ano, foi convidado pelo secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, para integrar sua equipe de assessores.

O jovem com o secretário de Estado de Indústria e Comércio, Simplício Araújo
sem comentário »

Mutirão de limpeza no Lago da Barragem do Bacanga acontece neste sábado

0comentário

São Luís – Neste sábado, 20, um movimento capitaneada pela Universidade Federal do Maranhão, em parceria com instituições públicas e entidades da sociedade civil organizada, fará um mutirão de limpeza, a partir das 9h, na área do Lago da Barragem do Bacanga, para marcar o lançamento do projeto Lagoa Nova.

A atividade será desenvolvida com a recomendação expressa aos voluntários do uso obrigatório de máscara e o respeito às medidas de higiene e segurança sanitária.

O mutirão terá o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, do Comitê Gestor da Limpeza Urbana, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, do Batalhão da Polícia Ambiental, Instituto Ecomuseu do Sítio do Físico e da Câmara Municipal, representada pelo vereador Álvaro Pires.

Objetivo

Segundo o arqueólogo Arkley Bandeira, assessor-chefe da Assessoria de Representação Institucional da UFMA, o projeto tem por objetivo planejar, elaborar e implantar ações de sustentabilidade socioambiental e cultural ao longo do Rio Bacanga.

“A universidade dará o suporte técnico com a missão de implementar projetos de melhoria contínua e boas práticas ambientais e sociais para desenvolver a cultura, lazer, o esporte, o turismo, a pesquisa científica e a economia criativa local”, explica.

Para alcançar estas metas, serão mobilizados entidades públicas e privadas e a comunidade universitária, envolvendo estudantes e pesquisadores nas áreas de oceanografia, engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia de pesca e turismo da instituição.

O projeto Lagoa Nova terá como foco a proteção ambiental, a infraestrutura e o urbanismo na região. Entre as ações planejadas estão identificar os pontos de poluição e desmatamentos ao redor do rio, incentivar o lazer, esporte, turismo e ações comunitárias na região, intensificar as fiscalizações junto ao poder público e a comunidade, e monitorar a qualidade da água do rio.

sem comentário »

Faene completa 18 anos mantendo o foco no ensino de qualidade

0comentário
Michelle e Ricardo Carreira estão à frente da Faculdade de Negócios Faene

São Luís – A Faculdade de Negócios Faene está completando 18 anos de dedicação à formação profissional no Maranhão. A instituição comandada pelos executivos Ricardo André Carreira e Michelle Carreira nasceu em 2003, como Excellence Educação Executiva. Mais tarde, passaria a se chamar Escola de Negócios Excellence (ENE), especializada em cursos de pós-graduação. Com o passar dos anos, ampliou o projeto pedagógico, ofertando cursos de graduação. Acompanhando as transformações da educação brasileira, segue na esteira do desenvolvimento, com ousadas perspectivas de expansão.

Presente também no Estado do Pará, a instituição já entregou ao mercado mais de dois mil alunos e, nos próximos anos, credenciará novos cursos junto ao Ministério da Educação. Segundo Ricardo André Carreira, logo no início eram oferecidos apenas treinamentos e palestras, a partir de parcerias com grandes empresas instaladas no Maranhão, entre elas, Alumar, Schincariol, Triunfo Papeis, Correios, Potiguar e Terra Zoo.

“Depois, com a nossa consolidação no mercado corporativo, sentimos a necessidade de avançar e passamos a oferecer o curso de pós-graduação em Logística, cujas aulas eram ministradas nas instalações da Faculdade Fama, no Turu”, conta Carreira, lembrando que a primeira turma reuniu 45 alunos e, devido ao sucesso, outras se formaram.

Da sede no PH Center, na Cohab, a instituição ganhou um prédio próprio, no Angelim, com mais de 3 mil metros quadrados de área, abrindo as portas em 2013. “Foi quando pleiteamos, junto ao Ministério da Educação, a mudança de status para faculdade e os trâmites do credenciamento foram finalizados três anos depois, em 2016. Hoje, oferecemos 15 cursos de pós-graduação e dois de graduação, sendo que ampliaremos a grade para cinco de graduação. Hoje, ofertamos Administração e Logística e, em breve, teremos Engenharia de Produção, Ciências Contábeis e Direito”, informa Ricardo André Carreira.

Recentemente, a Faculdade Faene formou a primeira turma dos cursos de Administração e de Logística. Segundo Carreira, a instituição continuará seu processo de expansão no Maranhão e no Pará. “Nosso foco é sempre voltado para a qualidade do ensino, que perpassa, fundamentalmente, pela escolha do corpo docente, formado por profissionais do Maranhão e de outros estados do Brasil. Já estamos em Imperatriz, Parauapebas e Marabá (PA). Dentro em breve, estaremos em Barcarena (PA) e em Santa Inês, Bacabal e Coroatá (MA)”, adianta.

Tendência em MBA

Este ano, a instituição dinamizou sua grade curricular e diminuiu o tempo de duração dos cursos, seguindo a tendência dos mais modernos centros de ensino do país, os quais oferecem cursos rápidos e interativos. Agora, os alunos passam por quatro módulos, sendo o primeiro unificado para todos os cursos.

O primeiro módulo é o de formação gerencial, ou seja, o Módulo Gestor, quando os professores trabalham as disciplinas High Performance Management, Pessoas, Estratégia e Processos. Depois, conforme o curso escolhido, o aluno avança para o Módulo Especialista, com quatro disciplinas.

Na seqüência, vem a segunda etapa do MBA, com mais dois módulos menores, sendo o primeiro a Trilha do Conhecimento Avançado (TCA), quando o aluno escolhe a trilha que seguirá, dentre três disponíveis. Em seguida, é apresentado o Módulo Conclusão, com uma única disciplina: a de Metodologia Científica. Por fim, os alunos recebem as coordenadas do seu orientador para a produção do TCC.

sem comentário »

Trabalhador feliz gera mais resultado

0comentário
A fisioterapeuta Patrícia Bogéa de Matos, em pé no centro, orientou em palestra aos participantes que viver nas altas frequências emocionais, como na coragem, neutralidade, amor, paz e, estar sereno, em equilíbrio do corpo e mente é curativo

São Luís – Empresas de São Luís estão investindo no bem-estar de seus colaboradores com o objetivo de contribuir para a promoção da saúde mental. Isso evita baixo desempenho profissional e atendimento ao cliente ineficaz, de acordo com pesquisas e especialistas.

Um trabalhador feliz é 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% mais, de acordo com estudo, veiculado no Correio Braziliense, desenvolvido pela empresa de consultoria e auditoria PwC, em parceria estudo da Universidade da Califórnia, a partir de dados de mais de 1.425 trabalhadores, coletados entre 2018 e 2019.

Ter a consciência de que a equipe é constituída de pessoas com um corpo físico, matéria e energia e ir além do estímulo ao cognitivo e prático é outro aspecto importante para investir no potencial de cada um, de acordo com a fisioterapeuta Patrícia Bogéa de Matos, palestrante de saúde e bem-estar.

“Se o gestor ou líder focar apenas na atividade em si, irá esquecer, reprimir e até negligenciar o ser criativo que faz nascer as ideias mais extraordinárias, a partir do qual toda imaginação, sonho, arte e encantamento acontece”, frisa a especialista, também estudiosa acerca de energia vital e do campo sutil.

Cuidar da beleza interior é sinônimo de zelo pela saúde mental para a proprietária do Dot Beauty, Danielle Braide, que levou a palestra sobre o assunto à equipe do salão.

“Aqui gostamos muito da imagem, mas sabemos o quanto é importante cuidar da beleza interior, da saúde mental. Tudo bem o dia que a gente não estiver 100% e ficar mais introspectivo, se respeitar e respeitar o próximo”, ressaltou.

Após participar da vivência, a manicure Maria Edileuza Ribeiro sentiu-se leve e satisfeita. Outro participante, o cabelereiro Cleiton Fernando da Silva, ficou entusiasmado.  “Essa palestra foi muito realizadora, pois me senti muito bem, com muita força interior, para sempre crescer, evoluir e ajudar o nosso próximo”, revelou.

A palestra foi ministrada por Patrícia Bogéa de Matos

Cuidado com a emoção

Uma das ferramentas utilizadas pela fisioterapeuta foi a escala da consciência que apresenta, por meio de estudo científico, a frequência das emoções.

“Viver nas altas frequências emocionais, como na coragem, neutralidade, amor, paz e estarmos serenos, em equilíbrio do nosso corpo com nossa mente é curativo. Durante as práticas, o propósito foi despertar o fato de que somos energia em um corpo físico e conhecer este campo sutil é fundamental para a harmonização do corpo com a mente. Promovemos também experiências de ativação do corpo elevando a energia vital do grupo, motivando a conexão e potencializando o melhor desempenho de cada um naquele instante”, pontuou Patrícia Bogéa de Matos.

Importância do silêncio interior

Autoperdão e respeitar os limites próprios podem ser exercícios a serem praticados com o silêncio interior, segundo a terapeuta, por meio de um estado meditativo, “com o objetivo de deixar a mente quieta, diminuir os ruídos internos e relaxar o corpo”.

Autossabotadores

Uma orientação importante repassada na palestra foi quanto à dificuldade em se perceber, perdoar, aceitar e acolher a sua limitação, como um autossabotador que provoca mágoas, ressentimentos e que fragiliza o indivíduo em todo o seu processo, gerando um rendimento baixo na sua produtividade.

Remoer frustrações, falta de confiança em si, medo de expor suas ideias, medo de errar ou falhar são outros pontos que também fragilizam o desempenho das funções.

sem comentário »

Zé Inácio pede estudos e providências para aquisição de vacinas contra Covid-19

0comentário
O parlamentar frisou que a vacinação é uma das principais medidas para enfrentar a pandemia

São Luís – O deputado Zé Inácio (PT) protocolou requerimento solicitando ao Governo do Estado que determine aos órgãos competentes a realização de estudos e adoção de providências para a aquisição de vacinas contra à Covid-19.

Segundo o parlamentar, a vacinação é uma das principais medidas para enfrentar a pandemia, “mas vem acontecendo de maneira ineficiente, devido à incompetência do governo federal nas negociações e seu descompromisso com a vida”. Daí a urgente necessidade, de acordo com ele, de o Poder Executivo Estadual proceder a negociação e aquisição direta com os fornecedores. 

“Precisamos vacinar a população de nosso estado, sem que tenhamos que esperar atitudes por parte do Governo Federal, que tem se mostrado ineficiente e descomprometido com o enfrentamento à pandemia”, diz o deputado. 

Nos últimos dias, diversas vacinas têm tido seus estudos divulgados, mostrando a eficácia contra o vírus e a capacidade de conseguir salvar vidas, proteger as pessoas e proceder a retomada econômica por meio de campanhas de vacinação amplas e universais. 

sem comentário »

Formandos da Faene colam grau em cerimônia reduzida e com protocolos sanitários

0comentário
Formandos da Faculdade de Negócios Faene durante o juramento

São Luís – A Faculdade de Negócios Faene realizou a colação de grau dos formandos das primeiras turmas de graduação dos cursos de Administração e de Logística.

O evento, que aconteceria no ano passado, foi transferido para fevereiro, devido à pandemia do novo coronavírus, segundo o diretor acadêmico da instituição, professor Ricardo André Carreira.

Formando, com a filha e o diretor acadêmico, Ricardo Carreira

“Apesar de ter ocorrido presencialmente, a colocação foi realizada com redução do número de convidados e respeitando os protocolos sanitários preventivos à Covid-19”, disse Carreira.

O diretor acadêmico informou que, no segundo semestre, haverá outra colação de grau e ressaltou que o evento foi um momento marcante, marcado também por algumas premiações.

“Nós premiamos alunos que se destacaram, os quais foram contemplados com uma bolsa de pós-graduação”, disse Ricardo Carreira.

Os diretores da instituição: Michelle e Ricardo Carreira

sem comentário »

Sparta Corporate Solutions celebra adesão a selo verde da Eureciclo

0comentário
Aube Costa, ceo da Sparta Corporate Solutions

São Luís – A Sparta Corporate Solutions, empresa de consultoria em segurança e signatária do pacto global, está comemorando seis meses de adesão ao selo verde da organização não governamental Eureciclo.

A certificação destina-se às empresas que fazem gestão de seus resíduos, considerando o consumo consciente e práticas ambientalmente corretas.

A Sparta difunde e exercita em suas estratégias e operações os princípios universais nas áreas de meio ambiente, direitos humanos, trabalho e anticorrupção, fornecendo internamente o crescimento com dignidade e externamente proteção e qualidade nos seus negócios.

sem comentário »
https://www.blogsoestado.com/evandrojunior/wp-admin/
Twitter Facebook RSS