Autora de “Full of Music”, Yvonne Sterling é homenageada com pintura em muro

0comentário

A cantora Yvonne Sterling foi homenageada com um mural na “125 Orange Street”, conhecida popularmente como “Beat Street”. A Rua é famosa por concentrar os lendários estúdios “Black Ark”, “Studio One” e Record Shack”. Mama Sterling sofreu um derrame e morreu no dia 18 de janeiro de 2021. Ela será sepultada neste domingo (07/02) no Memorial Gardens, na Jamaica. Saiba mais aqui.

sem comentário »

Entrevista com Vernon Maytone, da dupla The Maytones

0comentário

O podcast desta quinta-feira recorda a entrevista com Vernon Buckley, do grupo The Maytones, que ocorreu no Reggae Point, da Mirante FM, há exatamente um ano. Confira agora trechos da entrevista com o DJ Waldiney. Acesse aqui

sem comentário »

Sobre a cantora Yvonne Sterling

0comentário

Yvonne Sterling nasceu em Kingston, na Jamaica, em 8 de setembro de 1955. Ela morou na “125 Orange Street” (Beat Street), em Kingston, onde também morava Dennis Brown.

A Rua é conhecida por concentrar os lendários estúdios “Studio One”, de Coxonne Dobb; “Black Ark”, de Lee Perry e o famoso “Record Shack”, de Prince Buster.

Aos 17 anos, gravou “If You Love Me Let Me Know,” de John Rostill, contando com o apoio vocal do príncipe herdeiro do reggae. 

A artista atravessou o restante da segunda metade da década de 70 com uma série de lançamentos, incluindo “Full of Music“, de 1975, e “For Just A Night”, de 1977. Dividiu os palcos com Johnny Clarke, Half Pint, Tyrone Taylor, entre outros. 

“Oh Jah”, seu maior sucesso da carreira, foi gravado em 1978. A canção teve centenas de cópias vendidas na Jamaica e Europa. No entanto, a autora da canção, nunca recebeu seu direito autoral.

Sterling seguiu ativa nos estúdios até gravar, em 1991, outro sucesso de sua trajetória, o hit “Light Up The World”. 

Nas décadas de 70, 80 e 90, dezenas de artistas apareceram e desapareceram sem deixar muita saudade, a exemplo dela, que tinha muita qualidade e potencial, mas não conseguiu dar continuidade ao sucesso inicial, talvez por falta de sorte ou pela cruel indústria fonográfica. 

Esquecida pela grande mídia, mudou-se para o subúrbio de New Haven, em Kingston, onde passava por total dificuldades e pediu apoio de amigos para tentar se reerguer novamente.

Após a divulgação de um vídeo – produzido por Claude Sinclair nas redes sociais – os contatos foram imediatos no Brasil, onde foi realizada a campanha Reggae Solidário em prol da artista.

O evento recebeu destaque internacional no “Jamaica Gleaner e arrecadou uma boa quantia em dinheiro, no Porto Seguro (Beira Mar) e contou com 11 atrações, entre elas o DJ Waldiney, Alex Diniz, Wagner Roots, Gilton Black, Junior Mol, Maykinho Luis, Dread Sandro, Chico do Reggae, Plínio Sá, Belo Roots e Nenzoka Show. 

Atendendo ao meu pedido, os cantores Richie Stephens e Little Lenny foram à periferia de Kingston entregar-lhe o dinheiro arrecadado nessa campanha, que já ajudou dezenas de pessoas em São Luís e fora da capital maranhense. Yvonne ficou muito feliz e agradeceu a sensibilidade das pessoas em ajudá-la.

Algumas semanas depois, Sterling volta a gravar após cerca de 30 anos. “Thank You Lord”, de Bob Marley, gravada com Richie Stephens e Little Lenny foi lançada no programa “On Stage“, da Jamaica, e liderava as paradas de sucesso no Sul da Flórida e no Reggae Point, da Mirante FM. 

Em entrevista, Mama Sterling (como era chamada por Richie Stephens) disse que estava preparada para voltar aos palcos e recomeçar sua carreira. Infelizmente, ela sofreu um acidente vascular cerebral. A cantora estava internada no hospital de Kingston por conta de um mal-estar.

Yvonne Sterling morreu em 17 de janeiro, aos 66 anos. Ela morava sozinha, estava desempregada e sobrevivia fazendo bicos na comunidade e, sua única filha, já havia falecido.

djwaldiney

sem comentário »

Relembre o segundo show de Joe Higgs em São Luís

0comentário

O podcast relembra a segunda passagem do cantor jamaicano Joe Higgs no Brasil, onde São Luís esteve na rota do artista. Confira agora com o DJ Waldiney e Otávio Rodrigues. Acesse aqui

sem comentário »

Ken Fyffe grava para o Reggae Point, da Mirante FM

0comentário

Ken Fyffe, membro do The Congos, gravou uma mensagem para o Reggae Point, da Mirante FM. O cantor mora na Jamaica e conquistou São Luís com a canção “Rub Up On Natty”, de 1978, lançada no clube Espaço Aberto. Atualmente, o cantor lidera o “Top 3 Reggae Point”. Saiba mais aqui!

sem comentário »

Notícias da semana!

0comentário

O podcast dessa quinta-feira (28) traz muita informação sobre reggae, como por exemplo, o show de Ernest Wilson, do The Clarendonians, o concerto anual da Associação da Indústria do Reggae, homenagens e boas lembranças. Acesse aqui!

sem comentário »

Álbum de Norris Cole é relançado!

0comentário

Norris Cole relançou o aclamado “Peace Justice Liberty”, seu décimo sugundo álbum de estúdio. Com um total de 14 faixas, o registro chama atenção por conter colaboradores de peso, dentre eles os músicos jamaicanos Lloyd Parks (baixo), Mikey Chung (guitarrista), Lloyd “Obeah” Denton (teclado) e Dean Fraser (sax).

O cantor explora suas raízes jamaicanas em seu novo disco, como o lovers e reggae, sendo recebido positivamente pela crítica e alcançando bom desempenho nas paradas de sucesso ao redor do mundo.

“Peace Justice Liberty” é sucessor de “Go Away”, já disponível nas plataformas digitais. A novidade para os fãs é o formato em vinil, distribuído pelo selo Pioneers Internacional. A produção é de Sidney Crooks. Vale a pena conferir!

sem comentário »

Morre em Nova York a cantora Nora Dean

0comentário

nora dean

Ela cantou ao lado de Rita Marley e Cecile Campbell no grupo The Soulettes

Nora Dean morreu na quinta-feira, dia 29, aos 72 anos. A sua sobrinha Caroline Jones informou nesse domingo, 2, ao Jamaica Observer.

Nascida em Spanish Town (Jamaica), atualmente a cantora morava em Connecticut (Nova York). Ela fez parte dos grupos: The Soulettes (com Rita Marley e Cecile Campbell) e as Ebony Sisters’. Nora trabalhou com Duke Reid, Bunny Lee, Sonia Pottinger, Lee Perry e Harry Mudie.

O seu maior sucesso foi Barbwire, produzido por Byron Smith. Na década de 1970 gravou Scorpion, bastante tocada nas rádios jamaicanas. Dean também foi vocal de apoio de Jimmy Cliff no álbum Unlimited, de 1973.

Na década de 1990, ela gravou vários álbuns gospel incluindo: My Soul Loves Jesus, Melody of Praise, Down On My Knees, The Love of God e Breakthrough.

Nora Dean foi casada duas vezes e não tinha filhos. A causa da morte não foi revelada pela sobrinha da cantora.

Instagram: @djwaldiney

sem comentário »

Denroy Morgan anuncia lançamento de “Get up, Stand up”, de Bob Marley

0comentário

denroy morgan

A gravadora VP Records anunciou o lançamento da faixa “Get up, Stand up”, de Bob Marley, na voz do veterano Denroy Morgan. A releitura estará disponível para download no dia 7 de outubro.

Nos últimos tempos, as regravações de canções populares na Jamaica têm sido a preferência de artista famosos e também daqueles que buscam reconhecimento mundial. As canções de Bob Marley, Peter Tosh, Dennis Brown e Gregory Isaacs lideram as escolhas.

Sobre Denroy, ele é o patriarca da família Morgan Heritage, formada pelos seus filhos. E já liderou por várias vezes as paradas de sucesso da Billboard e estações de rádios americanas. Vamos aguardar!

Instagram: @djwaldiney

sem comentário »

Rita Marley sofreu um acidente vascular cerebral esta semana

2comentários

Rita Marley

O jornal Jamaica Observer informou nessa quinta-feira, 22, que Rita Marley (viúva do reggae astro Bob Marley) foi internada em um hospital de Miami depois de sofrer um grave acidente vascular cerebral na noite anterior.

Fontes informaram ao Observer que a cantora estava em Miami para participar de um evento, mas sua presença foi cancelada.

Em fevereiro de 2015, Rita havia começado um tratamento de saúde. Comentou-se que já teria sofrido um AVC, mas que desta vez pode ser considerado mais grave. Membros da família têm se mantido calados sobre a sua condição, mas estão acompanhando de perto o estado de saúde da artista.

Rita e Bob Marley se casaram no dia 10 de fevereiro de 1966. Ela foi vocal de apoio de Bob Marley ao lado das suas contemporâneas Marcia Griffiths e Judy Mowatt. Em carreira solo, ela lançou faixas memoráveis, incluindo o seu maior sucesso Harambe.

Instagram: @djwaldiney

2 comentários »
https://www.blogsoestado.com/reggaepoint/wp-admin/
Twitter Facebook RSS