Vamos reciclar?

1comentário

O importante aqui é se inspirar na ideia que eu tirei do site Freundin.  Solução que reaproveita garrafas pet para a confecção de um pendente super simples de fazer.

Só é preciso escolher as garrafas de cores e formatos diferentes. As garrafas, cortadas ao meio são amarradas com fios coloridos que também recebem penduricalhos. Para assegurar que não caiam com o peso da água ou da terra, as garrafas devem ser amarradas bem firmes com várias voltas. Aí é só pensar nas plantas. Sugiro flores de corte e muitas folhagens.

Beijos e até!!!

Foto: Freundin

1 comentário »

Eu tenho um Jacarandá

0comentário

Está comprovado que a temperatura média da Terra está subindo. Se nada for feito, as consequências desta elevação de temperatura serão catastróficas, porém, só depende de nós não deixarmos isto acontecer. Eu faço a minha parte para ajudar a combater o aquecimento global. Tenho árvores em casa e incentivo os meus visinhos e amigos a terem também.

Por falar em árvores, gostaria de destacar uma iniciativa muito bacana que teve início em 2007. É o projeto “Vale – Minha Árvore”. Esse projeto começou com o plantio de mil mudas de setenta espécies na Floresta Nacional de Carajás, no Pará, área de preservação de espécies nativas da Amazônia. O local é uma antiga mina de arenito que foi recuperada, e hoje, já abriga mais de três mil espécies da flora brasileira, entre elas o açaí, bacaba, cacau, mutamba, ingá, ipê-amarelo, entre outras.

Lá, bem no meio da floresta tem uma árvore toda minha.  É uma muda de Jacarandá Caviúna ou Jacarandá da Bahia, da espécie Dalbergia nigra (Vell.) Allemao ex Benth. E sabe o que é melhor? Eu posso acompanhar o crescimento e desenvolvimento da minha árvore por um hot site criado especialmente para o projeto. O meu Jacarandá ainda está pequenino, como vocês podem ver nas fotos aí de cima, mas em breve ficará como esse da foto abaixo. Quando o meu Jacarandá foi plantado recebi uma fotografia da árvore com o meu nome, além de um certificado com a frase: “Existem milhões de árvores na Amazônia, mas só uma foi plantada especialmente para você.” Confesso que na época fiquei emocionada com a iniciativa. E acompanho sempre o crescimento da “Minha Árvore”.

Jacarandá da Bahia

O Jacarandá da Bahia tem altura que varia de 15 a 25 metros, com tronco de 40 a 80 centímetros de diâmetro. Suas folhas são compostas e pinadas e tem de 5 a 8 centímetros de comprimento. O Jacarandá da Bahia é uma árvore é muito ornamental, principalmente pela folhagem delicada e forma aberta de sua copa; é largamente empregada no paisagismo em geral. Como planta rústica e adaptada a terrenos secos é ótima para plantios mistos em terrenos degradados de preservação permanente.

A madeira do Jacarandá da Bahia foi muito usada no passado, na confecção de móveis de luxo, objetos decorativos e instrumentos musicais.  Foi a mais valiosa das madeiras nacionais, mundialmente conhecida na fabricação de pianos, estando hoje quase extinta devido a exploração sem limites.

Beijos e até!

sem comentário »

Flora na garrafa

2comentários

Quem lê o Capim-Santo, sabe que eu adoro incentivar o reaproveitamento de objetos. Na minha casa por exemplo, as garrafas de vidro não são peças descartáveis. Aproveito as minhas de várias maneiras, do vaso para os  arranjos ao castiçal para velas.

Como acumulo garrafas e potes de vidro (conservas, geléias, patês, etc…) com uma certa compulsividade, sempre procuro ideias de como usá-los de formas diferentes. Achei esta sugestão no blog Kerin Notebook. A dica também pode ser usada em festas: você pode preparar pequenos buquês nas garrafinhas e, ao final da festa, presentear os convidados.

Gostaram da dica? Beijos e até!

2 comentários »

Temperos e flores

0comentário

No lugar de vasos, que tal floreiras de madeira? Não tinha pensado nisso? Taí uma ideia para se copiar. Essas floreiras são muito fáceis de encontrar eu, por exemplo, já vi em várias lojas especializadas de São Luís. No caso da foto, foram plantadas flores e ervas em floreiras separadas.  

Beijos e até!

Fonte: Kirin Notebook

sem comentário »

Tratamento de beleza para as paredes

0comentário

Hoje o Capim-Santo tem uma dica para quem tem paredes sem graça em casa. Encontrei esses dois projetos na Living at Home.

O que antes era apenas a lateral de uma casa foi transformado em um pátio arejado que pode ser receber dois projetos paisagísticos distintos: um em estilo mediterrâneo e outro em estilo oriental com muita madeira, pedra e água.

Um pequeno pátio com charme

                                            

No primeiro projeto, rosas perfumadas e madressilvas dominam a pérgula, que também serve para separar o pátio do restante do jardim. Uma treliça de madeira foi usada para disfarçar o paredão lateral da casa onde foram plantadas as mesmas espécies. Enquanto as plantas não preenchem toda a parede, a treliça serve para esconder o muro. Uma fonte de pedra também dá um toque especial ao projeto. Para colocar a fonte não é necessário grandes intervenções, basta um ponto de energia no local e abastecer a fonte com água.  Uma pequena bomba de aquário no tanque faz movimentar a água. No chão foi criado um canal de águas rasas.

Um toque do extremo Oriente

 

 

Nessa outra idéia de projeto, touceiras de bambus ladeiam uma cerejeira ornamental. Aqui a treliça também marca a transição do terraço para o jardim. As extremidades do canteiro receberam bordadura de uma planta de folhas vermelhas e também de hortências.  Samambaias compõem o quadro verde. Um deque de madeira com uma ponte passa sobre um pequeno lago.

Espero que tenham gostado. Beijos e até!

sem comentário »

Plantações no escritório

1comentário

Aqui um funcionário planta arroz em área interna da empresa e empregados em reunião sob plantação de maracujá.

Para quem quer ter o verde sempre por perto não existe barreira, pode ser um pequeno espaço em casa, no apartamento e até mesmo no escritório. Para uma empresa do Japão decorar a bancada de trabalho com um vaso é coisa do passado. 

A dica é da Márcia Maria que é leitora do Capim-Santo… Ela enviou por e-mail uma matéria muito interessante que viu no G1 sobre o grupo Pasona, do ramo de recrutamento profissional com sede em Tóquio, que mantém plantações no interior de seus escritórios.

Empregado do Pasona cuida de alfaces em estufa no prédio da empresa.

O objetivo da companhia é criar um ambiente de trabalho que coexista com a natureza. Os próprios empregados cultivam vegetais, frutas e até arroz na “fazenda urbana”.

Márcia, obrigada pela dica!!! E vocês? Gostaram da iniciativa? Beijos e até!!!

Foto: Yuriko Nakao/Reuters

1 comentário »

A beleza está na simplicidade

0comentário

Sabe aqueles dias que você não consegue mais olhar para os enfeites que tem em casa? Tá desesperada para trocar todos os vasos… Bom, não precisa sair por aí gastando todo o limite do cartão de crédito, não. Achei essa foto na Living at home  e achei super bacana.

O vaso foi colocado – escondido – dentro do saco de papel. Achou o saquinho sem graça? Use papéis com estampas coloridas ou então sacolinhas de presente.  Abuse da sua imaginação!

Beijos e até!

sem comentário »

Horta vertical

8comentários

Hoje em dia os imóveis estão ficando cada vez menores e a falta de espaço acaba com o sonho de muita gente de ter uma horta em casa. Mas… seus problemas acabaram!!! Hahaha.

Olha só o que o Capim-Santo descobriu? Uma jardineira em camadas para plantar várias espécies e tudo ao mesmo tempo. E aí gostaram?

Beijos e até!

8 comentários »

Comunidade de Vassoural produz flores

0comentário

 
Recebi uma notícia hoje que me deixou muito feliz… A comunidade do Vassoural, na zona rural de Paço do Lumiar, está recebendo incentivos do governo do Estado para aumentar a produção e a comercialização de flores. O Vassoural fica entre as regiões do Turu e da Maioba, e é o maior polo produtor de flores tropicais, plantas ornamentais, arranjos florais e rizomas de flores tropicais da Ilha de São Luís.

O governo disponibilizou para 11 famílias da Associação de Desenvolvimento do Vassoural, bancadas para as estufas de flores e plantas ornamentais, bem como sistemas de irrigação, que incluem bombas, tubos e micro aspersores.

Cada família também recebeu dois jogos de bancadas de 12 metros de comprimento cada, em madeira de lei (pau d’arco e pinho).  As 11 famílias receberam, ao todo, 264 m de madeira (as estufas de flores têm um tamanho padrão de 16 m de comprimento por 6m de largura).

Veja como localizar esse projeto super bacana. Beijos e até!

Associação de Desenvolvimento Social do Vassoural          
Avenida Principal, 63, Vassoural – Município de Paço do Lumiar 
(98) 3239-4585 / 3238-4213/ (98) 8839 0482.

Foto:  Divulgação

sem comentário »

Jardim romântico

0comentário

O fim de semana prolongado foi ótimo para descansar. Deu até para fazer uma viagem rápida com a família, mas confesso que fiquei com saudade de vocês… E para marcar nosso reencontro postei essas duas imagens que encontrei no Jeito de Casa.

Não tem nada melhor do que receber os amigos num jardim charmoso como esse, ainda mais com esse calor que tem feito por essas bandas, né? Reparem no detalhe da decoração… muito colorido e arranjos inusitados. Lembram do post sobre vasculhar o armário e encontrar relíquias? Pois é, nesta foto as lanterninhas de papel serviram como vasos para arranjos florais. Tudo muito simples como tem que ser.

Beijos e até!

sem comentário »