Colher de Natal

0comentário

A dica de hoje foi sugestão da amiga Ana Coaracy e veio do blog Bem Legaus!!! Uma colher de chocolate que derrete no café. O legal dessa colher é que ela lembra as bengalinhas de Natal. Segundo o distribuidor ela tem sabor de menta e pode ser comprada na internet. O conjunto com seis unidades custa U$ 14,99. Beijos e até!!!

sem comentário »

Sala de Estar na Casa Cláudia Luxo

0comentário

O ambiente Sala de Estar da Casa Cor Maranhão assinado pelos arquitetos Renato Teixeira e Lara Ferro do escritório RL Arquitetura e Interiores, foi selecionado para a edição especial da revista Casa Cláudia Luxo.

 Renato Teixeira e Lara Ferro

A publicação vai reunir os melhores ambientes da Casa Cor em 2012. Em seu perfil no Instagram Lara Ferro comemorou a conquista. “Estamos imensamente honrados por estar entre tantos outros grandes nomes da arquitetura local e nacional nesta edição especial da revista”.

Parabéns aos dois e o blog continua na torcida por mais reconhecimento a esses dois talentos da arquitetura maranhense. Beijos e até!!!

 

 

sem comentário »

Cookies de Natal

0comentário

O Capim Santo adora publicar dicas que além de decorar são verdadeiras delícias. É o caso desse biscoito em formato de estrela e recheado com geléia. Pra quem está pensando nos quitutes da ceia de Natal essa é uma ótima sugestão. São fáceis de preparar e ficam lindos na mesa!!! Beijos e até!!!

Você vai precisar:   250g farinha de trigo, 1 gema grande, 140g de manteiga, 70g de açúcar, canela, um pouco de açúcar mascavo, rum e geléia.

Preparação:   Misture a farinha, gema, manteira e o açúcar e deixe na geladeira por duas horas. Depois abra a massa com um rolo e corte-a no formato que achar melhor.

Com os biscoitos já cortados polvilhe o açúcar mascavo apenas de um lado e no outro passe um pouco de rum. Asse em forno pré-aquecido a 150°C durante cerca de 15 minutos ou até que fiquem dourados. Quando os cookies estiverem frios polvilhe com açúcar rum e canela e passe a geléia. Foto: 79 Ideas

sem comentário »

Banco pra lá de descolado!

0comentário

A dica de hoje veio lá do Casa de Colorir e é super bacana. Pra quem tem uma prancha de surf encalhada em casa é uma mão na roda. Uma estrutura de madeira apoia a prancha que foi coberta com alguns retalhos de tecido. Um lindo banco para sua varanda!

sem comentário »

Quebrou? Não tem problema!

1comentário

O vaso quebrou. E agora? Pra muita gente o destino de um vaso quebrado como esse aí da foto é o lixo… mas dependendo do caso dá pra aproveitar a peça que acabou de ser danificada.

O vaso de cerâmica serviu de abrigo para outros quatro vasos menores criando um bonito arranjo com suculentas e pedriscos. Beijos e até!!!

Foto: Decora e Redecora

 

1 comentário »

Cores vibrantes e decoração clean na sala de estar

0comentário

A São Luís moderna foi a inspiração para os arquitetos Renato Teixeira e Lara Ferro no projeto da Sala de Estar, um dos ambientes da Casa Cor Maranhão 2012.

Para realizar o projeto os profissionais partiram da escolha das cores “optamos pela cor tangerine (entre o laranja e o vermelho) como base para nossos primeiros estudos”, afirmou Renato Teixeira.

Fotos: Carlos Brasileiro

Segundo Renato, o ambiente tem uma decoração clean e jovial “queremos que nosso visitante se sinta em uma sala de estar conceitual, inspiradora, que cause diferentes sensações sempre que entrar no ambiente”. Para isso, os arquitetos trabalharam com muitas texturas, cores vibrantes em contraposição com cores neutras. A iluminação foi outro ponto valorizado no projeto e foi feita utilizando fitas de LED, e todo o perímetro do forro e ainda como detalhe principal de algumas paredes.

O maior desafio da dupla foi o pilar construtivo, que acabou se tornando parte fundamental do projeto com um acabamento especial. Outra dificuldade que os arquitetos enfrentaram foi a circulação no ambiente. “Nosso espaço tem três acessos e essas aberturas dificultaram bastante o fluxo e a disposição de móveis, tapetes, e demais componentes de uma sala de estar, mas o problema foi solucionado da melhor forma, sem que o visitante pudesse ter qualquer dificuldade de transitar ou preocupar-se em esbarrar em algum mobiliário ou objeto”, contou Lara Ferro.

A escolha dos materiais foi outro ponto importante na Sala de Estar. Ao piso que simula madeira foram incluídos tapetes de diferentes texturas e tonalidades trazendo conforto e aconchego ao ambiente. Nas paredes, materiais nobres, como papeis de parede e revestimentos cimentícios.

O mobiliário da Sala de Estar recebeu atenção especial da dupla. “Após a definição das cores e do espaço disponível partimos para a escolha dos móveis”, afirmou Lara Ferro. Entre as peças do mobiliário, duas poltronas do ano 1963, de design Sergio Rodrigues chamam a atenção dos visitantes.

Poltronas do desing Sergio Rodrigues na cor tangerine ganharam destaque no ambiente. Parede recebeu iluminação em fitas de LED.

O pilar construtivo recebeu um revestimento especial e se tornou parte fundamental do projeto.

 Aqui o destaque é para as paredes que receberam materiais nobres, como papéis de parede (orleans) e revestimentos cimentícios (Castelatto).

sem comentário »

Sininhos de Natal

3comentários

No clima do Natal o Capim Santo mostra hoje uma ideia super bacana pescada do blog da Denise Meneghello. Para quem tem jardim ou vasos que ficam ao ar livre a sugestão é perfeita. São sininhos feitos com cápsulas de café solúvel. O interessante é que as cápsulas dão uma certa proteção as lâmpadas.

A ideia é só uma inspiração já que pode ser perfeitamente adaptada para dentro de casa … quem lembra do post que mostrava uma luminária feita com guarda-chuva de decorar drinks? A foto tem o passo-a-passo é só começar a juntar suas cápsulas e aproveitar o Natal. Beijos e até!!!

3 comentários »

Sustentabilidade no Espaço Gourmet

2comentários

Eu tenho uma queda por casas lindas, possíveis e pé no chão. E não estou falando de casa de revista não, longe disso. Não estou falando de casa que se mostra. Estou falando de casa que se mora. E foi essa sensação que tive quando olhei o ambiente assinado pela arquiteta Carol Gama para a Casa Cor Maranhão 2012.

A impressão que tive foi comprovada pela arquiteta ao falar sobre a sua inspiração para a concepção do projeto do Espaço Gourmet. “Minha inspiração foi a minha família. Pensei nas minhas avós, na minha mãe e em mim mesma. Gostamos sempre de receber todos, com muita comida e alegria. Busquei nas minhas raízes tudo o que precisava, sem perder o foco da modernidade, sustentabilidade, e logicamente da nossa cidade”, afirmou Carol.

Ver paredes, móveis e cores refletirem a personalidade e a história de uma pessoa, de uma família foi o que realmente me atraiu no projeto. Segundo Carol, a proposta foi criar “um ambiente confortável, moderno, mas ao mesmo tempo regional.”

Com foco na sustentabilidade a arquiteta reaproveitou madeiras antigas, que estavam encostadas no fundo do quintal, portas que algumas pessoas se desfizeram, metal reciclado e remodelado e objetos do acervo de sua família. Materiais, móveis, utensílios e eletrodomésticos modernos também tiveram espaço no projeto. Ficou com vontade de conhecer? Então não deixe de ir a Casa Cor Maranhão que, este ano,  foi montada no antigo Casino Maranhense, na Avenida Beira-Mar, no Centro Histórico de São Luís … com certeza você vai se inspirar nas ideias de Carol Gama. Beijos e até!!!

A parede  ganhou um painel com portais da cidade feitos em cerâmica pelo artista plástico maranhense Luís Carlos. Para valorizar o trabalho do artista uma iluminação de LED.

Móveis planejados contemporâneos da Bontempo e eletrodomésticos modernos dão conforto e praticidade ao projeto. Uma horta com ervas e temperos sempre à mão também estão presentes no Espaço Gourmet.

A bancada de trabalho feita em madeira de reaproveitamento ganhou um fogão cooktop.

Janelas e portas usadas foram aproveitadas. Móveis de família dão personalidade ao espaço.

Pra mim a estrela do projeto é esse gradil suspenso sob a bancada de trabalho.  Além de decorar ele serve de paneleiro. O contraste fica por conta da mesa feita em Silestone com cadeiras de desing clássico em madeira e palhinha.  Todas as fotos são de Carlos Brasileiro.

2 comentários »

Flores de casca de laranja

6comentários

Achei essa ideia no facebook da minha amiga Cristina Moraes e adorei. Primeiro porque é muito simples de fazer e segundo porque é lindo! São flores feitas com cascas de laranja. O passo-a-passo está na foto e não tem muito mistério. É só descascar a laranja em tiras com cuidado para a casca sair inteira. Depois forme uma flor e deixe secar. O que vocês acharam?

6 comentários »

Inspiração libanesa na sala de jantar

9comentários

A imigração libanesa em São Luís foi a inspiração da arquiteta Ana Beatriz Murad para esta sala de jantar que compõe um dos ambientes da Casa Cor Maranhão. Móveis de família foram harmonizados com peças modernas e dois belos painéis feitos pela artista plástica francesa Dominique Jardy, além de duas peças móveis em muxarabi.

O móvel principal do ambiente é uma mesa de jantar que pertencia a senhora Zaquia Duailibe, uma libanesa de Zahle que veio para o Maranhão . O móvel que já passou por três gerações da família Duailibe hoje pertence a Samir Jorge Murad, marido da arquiteta.

O local onde foi montada a Sala de Jantar não tem janelas, e para dar leveza ao ambiente, Ana Beatriz projetou dois painéis que foram pintados por Dominique Jardy. Os painéis deram a profundidade que o ambiente precisava e a ilusão de real, hoje uma tendência nos projetos mais arrojados. “A Dominique veio especialmente para fazer os painéis. Um deles teve como inspiração uma foto de Marcos Stúdio e é a visão que se tem da Baía de São Marcos, a partir do Forte São Luís. O outro painel é de uma tamareira do quintal de Zaquia Dualibe. Por ter convivido com D. Zaquia, muitas vezes sentei nessa mesa, e uma das visões que tínhamos era de uma tamareira que foi representada em um dos painéis pintados por Dominique Jardy”, contou ao blog Ana Beatriz Murad.

Os aparadores que dão um ar moderno ao ambiente foram desenhados pela própria arquiteta e produzidos em mármore branco. Além deles, banquetas e o piso todo em porcelanato com tecnologia de madeira de demolição dão um tom de neutralidade que o ambiente pede.

Um dos detalhes que mais chamam atenção na sala é a mesa de jantar. Apesar de já ter passado por várias gerações, o móvel é atual. Uma prova é o desenho exclusivo das cadeiras – todas diferentes umas das outras.

Já falei várias vezes aqui no blog que a decoração de uma casa tem que contar a história da família e o que percebi é que mesmo sendo um ambiente de uma mostra de decoração, a Sala de Jantar projetada por Ana Beatriz Murad conta não só um pouco da história da família Duailibe como a própria história de São Luís. Gostei muito! Parabéns Ana! Beijos e até!!!

Mesa de jantar em madeira que pertenceu a Zaquia Duailibe. As cadeiras diferentes umas das outras tormam a peça bem atual. Ao fundo a pintura de Dominique Jardy mostra a vista da Baía de São Marcos a partir do Forte São Luís. A pintura é uma interpretação da artista de uma foto feita por Marcos Stúdio.  Foto: Carlos Brasileiro.

Detalhe do painel móvel em muxarabi – é um recurso criado pelos árabes (muito parecido com o combogó ) para fechar parcialmente os ambientes de maneira que quem está dentro possa ter visão total do lado externo, porém preservando sua intimidade (a principal função do muxarabi é proteger as mulheres de olhares masculinos). Foto: Carlos Brasileiro.

Painel pintado por Dominique Jardy que mostra a visão que a arquiteta tinha da tamareira que ficava no quintal da casa de Zaquia Duailibe. Foto: Carlos Brasileiro.

Aparador em mármore branco desenhado pela arquiteta Ana Beatriz Murad.  Foto: Carlos Brasileiro.

 Detalhes da mesa e cadeiras. O piso é todo em porcelanato com tecnologia de madeira de demolição.  Foto: Carlos Brasileiro.

 

Visão geral da Sala de Jantar de Ana Beatriz Murad. Foto: Carlos Brasileiro.

As peças de muxarabi são móveis e isso permite posicioná-las de acordo com a necessidade do ambiente. Foto: Carlos Brasileiro.

9 comentários »