Sobre a nova edição de “Os tambores de São Luís”

3comentários

Li “Os tambores de São Luís” na juventude e, como bom ludovicense, coloca a experiência como das mais marcantes na minha trajetória de leitor. Mas nem em sonho poderia imaginar que muitos anos depois iria participar do relançamento dessa que é considerada a obra-prima do escritor Josué Montello. O projeto, do qual me orgulho, foi finalizado este ano, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura com patrocínio do grupo Cemar Equatorial, e permitiu devolver aos leitores de Montello esse magistral romance que se encontrava esgotado e fora de catálogo.

Um monte de gente, é claro, trabalhou junto para que tudo desse certo. A começar pela parceria da Casa de Cultura Josué Montello, dirigida por Joseane Souza e da prontidão das herdeiras do escritor, que não hesitaram em autorizar a nova publicação.  Em São Paulo contamos com a colaboração de Thais Ometto e Thais Pedroso, que cuidaram do projeto gráfico, edição de arte e diagramação. Contamos também por lá com a experiente editora Leda Cintra, uma entusiasta desde cedo desse trabalho. Agradeço também ao Zema Ribeiro, responsável pela última revisão; ao José Serra, da Virada Comunicação, que tocou a produção gráfica. E Edgar Rocha, autor da foto da capa.

Nesta edição especial o romance foi dividido em dois volumes acondicionados num box. Acompanha ainda um livreto com informações sobre a obra e autor. Para divulgar o livro, principalmente entre os jovens, foi ainda programado o ciclo de palestras “Os tambores de São Luís em debate”, em que pesquisadores e especialistas, com a mediação da jornalista Talita Guimarães, têm aprofundado o entendimento e estimulado as discussões em torno do romance. Os encontros continuam acontecendo na Casa de Cultura Josué Montello, com portas abertas ao público.

Vale lembrar que antes dos Tambores, também por meio da Lei e com patrocínio da Cemar, publicamos “Janelas fechadas”, primeiro romance de Josué Montello. E “O tesouro de D. José e outros contos”, seu primeiro livro para crianças, como parte das homenagens pela passagem dos cem anos de nascimento do escritor. Que venham novos desafios!

3 comentários para "Sobre a nova edição de “Os tambores de São Luís”"


  1. Thalles

    Caro Wilson,
    Li a obra aos 21 e a sua força ficou gravada em mim. Foi com imensa alegria que fiquei sabendo desse grande trabalho de reedição. Infelizmente não moro em São Luís para participar do ciclo de palestras. De qualquer modo, não vejo a hora de poder deitar os olhos n’Os Tambores de novo. Quando e onde poderei comprar?? Não tenho FB e fico alheio. Acredito que muitos fãs de Montello ainda não sabem dessa iniciativa! Abraços

  2. Enricco

    Wilson, como faço para comprar o livro daqui de São Paulo? Não consigo achar essas informações de jeito nenhum!

  3. ANTONIO

    Prezado Wilson,

    Sou de São Paulo, como faço para comprar o livro?

deixe seu comentário

Twitter Facebook RSS