Problema solucionado

7comentários

CercaO governo do Maranhão consertou a cerca elétrica do Centro de Detenção Provisória em Pedrinhas. A cerca havia sido danificada na madrugada do último dia 5 de abril quando quatro detentos foram resgatados em roteiro cinematográfico.

Durante uma semana, equipes do G1 e Rádio Mirante AM estiveram em Pedrinhas e constataram que o problema permanecia sem solução.

No último dia 10, o secretário de Administração Penitenciária, Murilo Andrade e o governador Flávio Dino garantiram que a cerca seria imediatamente reposta.

Hoje cedo, de volta ao CDP, as equipes constataram que a cerca foi recuperada. Apenas os vidros da guarita que foram atingidos por tiros de fuzis é que ainda não foram substituídos.

Foto: João Ricardo/ Rádio Mirante AM

7 comentários »

Exemplo de incapacidade

5comentários

complexoSegue sem solução o problema na cerca elétrica do Centro de Detenção Provisória (CDP) em Pedrinhas. Cinco dias após o resgate cinematográfico de presos do CDP, a cerca elétrica ainda não foi consertada.

O que ninguém consegue entender é como o governo do Maranhão não consegue resolver o problema na cerca elétrica do presídio que foi danificada desde a madrugada do domingo. Já são cinco dias e nada.

Atribuir o problema da cerca elétrica ao que chamam de “herança maldita” não cola mais. Já fiz vários contatos com a Secretaria de Comunicação para saber quando o problema será resolvido, mas a Secom sequer responde.

De fato a crise no Sistema Prisional no Maranhão não é algo que começou no atual governo, mas chega a causas espanto a incapacidade da Secretaria de Administração Penitenciária que não consegue sequer resolver um problema tão simples.

Vamos imaginar que bandidos danifiquem a cerca elétrica de uma residência qualquer e promova um roubo no local. Tenho a certeza que a primeira medida do dono da casa é mandar consertar a cerca elétrica.

Para o governo do Maranhão esse fato parece não ter importância, afinal tudo continua como na madrugada de 5 de abril de 2015.

Até quando só o governo sabe…

Foto: Jorão Ricardo/ G1

5 comentários »