Deputado Wellington será ouvido após denunciar Flávio Dino no Ministério Público por gastar R$ 1,3 milhão em revistas

0comentário

O deputado estadual Wellington do Curso será ouvido, na próxima quarta-feira (19), na Procuradoria-Geral de Justiça a respeito dos fatos que estão sendo apurados sobre possíveis irregularidades no processo de licitação para aquisição das revistas Carta Capital pelo Governo do Estado, nos anos 2019 e 2020. A investigação do Ministério Público surgiu após o deputado Wellington encaminhar o Ofício n° 32/2020 requerendo a atuação.

De acordo com o Ofício, o governador Flávio Dino gastou quase R$ 1,3 milhão em assinaturas da revista Carta Capital nos anos de 2019 e 2020 para distribuir nas escolas públicas do estado.

“Em setembro de 2020, oficiei o Ministério Público para que investigasse a compra de revistas da Carta Capital pelo governador Flávio Dino. Ao todo, o Governo gastou R$ 1,3 milhão. Ambas as negociações foram feitas com dispensa de licitação, através de contratação direta. O que chama atenção é que, nesse mesmo período, a Carta Capital deu generoso destaque às ações do governador, inclusive colocando-o como capa da revista na edição de agosto de 2019, logo depois da assinatura do contrato. Ao que parece, o governador Flávio Dino pagou com recursos públicos uma revista para autopromoção. Isso tem que ser apurado e, caso se confirme, o governador deve ser punido”, disse o deputado Wellington.

ENTENDA AS COMPRAS SUPERFATURADAS DE FLÁVIO DINO:

O primeiro dos contratos, assinado pela Editora Confiança, aparece no Diário Oficial do Estado no dia 30 de abril de 2019, com um valor total de R$  600.576, sendo R$ 408 reais por assinatura. Já o segundo foi publicado no mês de agosto de 2020. O valor pelas 1.472 assinaturas subiu para R$ 671.984,40, 10% a mais do que o contrato anterior.

Confira trechos da denúncia oferecida pelo deputado Wellington:

sem comentário »

Caxias é a primeira cidade do Brasil a antecipar folha de maio e 13° salário

0comentário

Receita gerada pela medida será da ordem de R$ 30 milhões e aquecerá a atividade econômica em meio à crise provocada pelo novo coronavírus

O prefeito Fábio Gentil anunciou a medida como forma de aquecer a economia caxiense em tempos de pandemia

A Prefeitura de Caxias, a exemplo do que faz todos os meses, antecipará o pagamento dos salários de maio ao funcionalismo público municipal. Em tempos de pandemia, a atividade econômica em todo o país recuou e em Caxias não foi diferente. Com isso, a gestão municipal vai iniciar o pagamento do funcionalismo neste sábado (15). O anúncio foi feito pelo Prefeito de Caxias, Fábio Gentil, em entrevista ao Programa A Hora do Povo, da TV Guanaré.

Além de antecipar o pagamento dos funcionários ativos e inativos, a Prefeitura Municipal também fará algo inédito no país, que é também iniciar o pagamento do décimo terceiro, logo que finalizar a folha do mês de maio.

Comércio do município será impactado positivamente pela antecipação dos salários de maio e do 13°

A ação da Prefeitura vai impactar positivamente no comércio, que deve ganhar novo fôlego, considerando o baixo fluxo nos últimos dias. Ao todo serão mais de R$ 30 milhões injetados pela Prefeitura de Caxias, no comércio caxiense, em um dos momentos mais delicados da Pandemia, onde a classe empresarial também sofre os efeitos da Covid-19.

“Dia 15 nós vamos pagar o funcionalismo público municipal. Finalizou o pagamento dos funcionários, porque a gente coloca por dia, para evitar aglomeração. No dia que finalizar, eu começo de imediato a pagar o décimo terceiro salário de todos os funcionários do município de Caxias”, anunciou Fábio Gentil, prefeito de Caxias.

Comércio de Caxias deverá ganhar impulso com mais dinheiro em circulação

A ação da Prefeitura de Caxias, vai tornar a cidade, a primeira do país a pagar o décimo terceiro, iniciando até mesmo antes do Governo Federal, que pretende realizar o pagamento da 1ª parcela do décimo terceiro, entre 25 de maio a 8 de junho, aos aposentados do INSS.

sem comentário »

Dr. Gutemberg participa de ato público em homenagem à Semana da Enfermagem

0comentário

Autor das 30 horas de trabalho para os profissionais da Enfermagem e da lei que cria a Semana Municipal da Enfermagem, o vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, o médico e vereador Dr. Gutemberg (PSC), participou no  último dia 12, da Carreata da Enfermagem.

O ato público teve como objetivo principal chamar a atenção da sociedade para as duas bandeiras de luta da categoria: o aumento do piso salarial para a classe e a luta nacional para as 30 horas de trabalho. Além de celebrar o Dia do Enfermeiro (12 de maio) e o Dia do Técnico e Auxiliar de Enfermagem (20 de maio).

Em São Luís, a concentração dos enfermeiros foi na Praça Maria Aragão. De lá, a carreata percorreu vários pontos da cidade:  Hospital Universitário, Hospital da Criança e o Socorrão II. O encerramento foi na Assembleia Legislativa. A mobilização também ocorreu em outros municípios do Maranhão: Imperatriz, Viana, Balsas e Pedreiras.

Apoio

O vereador reafirmou, durante a manifestação, seu compromisso com a categoria (Fotos: Letycia Gama)

Na oportunidade, ele reafirmou o seu compromisso com a categoria, e o apoio integral na luta pelas 30 horas, e pelo piso salarial nacional. O vereador parabenizou os profissionais pelo trabalho que realizam. “Eu, como médico, sempre tive muito respeito e admiração por toda a enfermagem. Como político, continuei este apoio. Tenho a honra de ter sido o autor da lei das 30 horas municipais,  em São Luís. Enquanto este projeto estava no Congresso, há mais de 20 anos, nós conseguimos este avanço aqui.  Vocês são o maior contingente de saúde do nosso país. No Maranhão, são mais de 60 mil profissionais. Parabéns pelo lindo trabalho! E gratidão por ajudar a salvar vidas. Contem sempre comigo”, disse o parlamentar.

Benefícios

Dr. Gutemberg é autor de diversas Leis em benefício da categoria: 30 horas semanais de jornada de trabalho para a categoria (Lei nº 5.863/2014); ‘Semana Municipal de Enfermagem’ (Lei 5.093/2009); que estabelece condições de repouso para Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem (Lei nº 453/2017); Dia Municipal do Enfermeiro e Dia Municipal do Técnico de Enfermagem.

sem comentário »

Pré-candidato ao governo passal mal e cancela agenda de compromissos políticos em São Luís

0comentário
Pré-candidato a governador Lahésio Bonfim está internado na capital após sofrer mal súbito de saúde

O prefeito de São Pedro dos Crentes e pré-candidato ao governo do Maranhão, Lahésio Bonfim, sofreu um mal súbito de saúde, nesta sexta-feira (14), e cancelou toda a agenda de compromissos políticos que vinha cumprindo em São Luís. A informação foi repassada pela assessoria do prefeito, por meio de nota oficial.

A nota informa que Lahésio Bonfim passará por uma bateria de exames na capital e que assim que forem divulgados os boletins médicos a assessoria atualizará o estado clínico do pré-candidato a governador.

Antes de passar mal, Lahésio vinha cumprindo, em São Luís, extensa agenda de reuniões com amigos, lideranças, apoiadores e políticos.

sem comentário »

Paulo Marinho recebe empresários do agronegócio em Caxias

0comentário
Paulo Marinho defende instalação de Porto Seco em Caxias para favorecer logística de exportação da soja e do milho

O empresário Paulo Marinho recebe hoje, em Caxias, um grupo de empresários brasileiros do agronegócio. Marinho, que há anos luta pela implantação do Porto Seco no município, quer aproveitar o momento da expansão do plantio de soja na região para viabilizar a implantação de projetos voltados à avicultura e suínos.

Segundo Marinho, não basta apenas produzir e exportar a soja em grãos. O importante é agregar valor e transformar os grãos em proteína. Isso será possível, já que a região já começa a se destacar como produtora de soja e milho.

Paulo Marinho acredita que com a implantação do Porto Seco e o uso da ferrovia, a exportação de produtos acabados para o exterior se tornará fácil apartir do Porto Seco de Caxias. “Temos a melhor logística e a região produtora no nosso entorno, o que nos dá uma vantagem na logística agora, que poderemos absolver aqui as exportações do Piauí, onde não há porto”, justifica o ex-prefeito de Caxias.

Um dos presentes na reunião será o senador Roberto Rocha, que encaminha junto ao Governo Federal a demanda de Marinho pelo Porto Seco. Relator da Reforma Tributária no Congresso Nacional, Roberto Rocha poderá ser um facilitador na consecução do projeto, que poderá transformar o Leste Maranhense.

“Precisamos resgatar nossa tradição de exportador. Caxias, no século passado, exportava tecidos e algodão. Dá para voltar a exportar, gerar empregos aqui mesmo, transformando grãos em proteína e abrindo a cadeia produtiva do agro negócio aqui mesmo e não na China”, explicou o ex-prefeito de Caxias e maior expressão política da Região dos Cocais.

sem comentário »

Prefeito Fábio Gentil anuncia auxilio a artistas caxienses

0comentário
O auxílio emergencial aos artistas caxienses foi anunciado pelo prefeito Fábio Gentil em entrevista à TV Guanaré

Em entrevista à TV Guanaré, no último dia 11, o prefeito de Caxias, Fábio Gentil (Republicanos) anunciou auxílio emergencial a artistas do município prejudicado pela suspensão das apresentações culturais na pandemia do novo coronavírus.

O recurso garantirá, principalmente, a realização de lives no período junino, proporcionando diversão à população e renda para músicos e outros representantes da classe artística.

A iniciativa de Fábio Gentil foi considerada uma demonstração de valorização dos artistas de Caxias em meio às dificuldades geradas pela crise de saúde e sanitária.

Satisfeita, a categoria externou todo o seu agradecimento ao prefeito.

Assista:

sem comentário »

Legislação ambiental: juristas discutem política de resíduos sólidos e estímulos legais em escuta pública

0comentário
Reunião online da segunda escuta pública realizada pela Comissão de Juristas para elaboração de propostas visando à revisão da legislação ambiental estadual

A comissão de juristas instituída pelo presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), realizou, na tarde desta quinta-feira (13), a segunda escuta pública para a elaboração de propostas visando à revisão do Código de Proteção do Meio Ambiente do Estado do Maranhão. Com o tema “Política Estadual de Resíduos Sólidos e Estímulos Legais”,  a reunião online foi transmitida, ao vivo, pelo canal da TV Assembleia, no YouTube (TV Assembleia MA). 

O presidente da Comissão, promotor de Justiça Fernando Barreto, abriu os trabalhos falando sobre a escuta pública. “Esta é uma comissão de estudos que visa construir modelos e sugestões a serem oferecidos para um futuro processo legislativo. Entretanto, entendemos que os estudos serão enriquecidos com a colaboração de diversos setores da sociedade”.

Em seguida, o advogado Sálvio Dino Jr., relator da Comissão, pontuou o principal desafio para atualizar o Código de Proteção Estadual do Meio Ambiente, que já existe há 29 anos. “É um trabalho hercúleo porque muitos anos se passaram e, agora, nós temos a incumbência, dada pelo presidente Othelino Neto, de buscar uma modernização com vistas a uma maior proteção e compatibilidade ao código, levando-se em conta os desafios do mundo contemporâneo”, enfatizou.

A mediadora da reunião, advogada Isabella Pearce, destacou o objetivo da escuta pública. “Estamos ouvindo interessados em resíduos sólidos e outros temas que podem ser promovidos por meio de estímulos legais, uma forma de fomentarmos melhores práticas ambientais e tecnológicas”, disse.

A comissão, formada por 13 membros, entre eles representantes dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário; do Ministério Público, OAB/MA e sociedade civil, ouviu também especialistas da área ambiental.

Sugestões

IPTU Verde, Estacionamento Verde e Energia Solar foram outros subtemas abordados na discussão .

O engenheiro ambiental Francesco Serrato discorreu, entre outros pontos, sobre resíduos sólidos. Ele sugeriu a criação de metas para a coleta seletiva. “Atualmente, o empreendedor contrata uma empresa para se livrar dos resíduos ao menor custo. Então, o que falta para avançarmos no estado? É criar metas de coleta seletiva em nível estadual, que devem ser cumpridas pelos municípios. As empresas que não atingirem deverão ser multadas.”

A comissão terá um prazo de 180 dias, quando serão realizadas cinco escutas públicas para a elaboração da minuta de um anteprojeto de lei e atualização da legislação ambiental que, no Maranhão, é regulamentada pela Lei Estadual 5.405/92, a qual, desde então, não sofreu revisão. Após concluído, o estudo será entregue à Assembleia Legislativa para análise do Parlamento.

A terceira escuta pública está marcada para a próxima quinta-feira (20), às 16h30.

sem comentário »

Grupo Mateus inaugura primeira loja no Ceará e apresenta resultados do 1º trimestre de 2021

0comentário
Loja Mix Atacarejo Tianguá é a primeira unidade do Mateus no estado do Ceará e reforça plano de expansão do grupo

São Luís, 13 de maio de 2021 – O Grupo Mateus abriu, na manhã desta quinta-feira, 13, sua primeira loja no estado do Ceará. A empresa escolheu a cidade de Tianguá, no noroeste cearense para inaugurar um Mix Atacarejo. O início da operação do Grupo em mais um estado do Nordeste coincide com a divulgação dos resultados do 1T 21, que comprovam a solidez de um plano de expansão robusto anunciado aos acionistas ainda no ano passado. Os números de crescimento impressionam. Só no primeiro trimestre deste ano o Grupo Mateus inaugurou 11 lojas, totalizando 43 novas lojas nos últimos 12 meses, um ganho de mercado de 10% de receita bruta em relação ao 1T20. O aumento de market share está atrelado ao potencial de adensamento de novas rotas e cidades, alinhado à proposta de valor diferenciada de serviços (peixaria, açougue e padaria) e de mix de produtos em todos os canais de vendas do Grupo.

Os resultados positivos ganham mais relevância se considerarmos o ambiente economicamente adverso. Ainda assim, a companhia registrou um aumento de 57% no número de aberturas, se comparado ao mesmo período do ano passado. E as novas lojas tiveram uma performance acima das lojas maduras e representaram 20% da receita bruta, reflexo do potencial existente em mercados ainda não explorados.

Figurando como a quarta maior empresa do varejo alimentar do país, o Grupo Mateus atingiu a receita bruta de R$ 3,8 bilhões no 1T 21, o que representa um crescimento de 36,1%. O EBITDA ajustado totalizou R$ 220 milhões, um aumento de 41,6%.

Estratégia bem-sucedida

No release em que apresenta os resultados do período para o mercado, a companhia elencou a receita que seguiu para atingir tantos feitos em plena pandemia. “Oferecemos uma experiência de compra diferenciada, com serviços e um mix de itens estendido, que inclui produtos regionais e nacionais. Essa estratégia gerou uma rápida integração com o mercado, bem como a fidelização de clientes”, comentou Ilson Mateus, presidente do Grupo Mateus. Estratégia que resultou em um crescimento significativo da empresa, mesmo em um cenário de forte concorrência, com players nacionais e regionais. Com um lucro líquido de R$ 157 milhões, o Grupo Mateus obteve um crescimento de 53,9%. Já o lucro bruto foi de R$ 802 milhões, com um expressivo aumento de 32% em comparação ao primeiro trimestre de 2020.

Empresário Ilson Mateus, fundador e presidente do Grupo Mateus aponta receita para o sucesso do empreendimento

Atuando nos estados do Maranhão, Pará, Piauí e agora, também no Ceará, a companhia soma resultados positivos em todos os seus canais. Na venda externa, o crescimento foi de 8%; no varejo, este número salta para 38,2%; no atacarejo, 46,1%; já o Eletro chegou ao impressionante percentual de 63,3%. Os números especificamente do atacarejo chamam a atenção se for observado o percentual de crescimento do setor no Nordeste e no Brasil, cerca de 16,5% e 18,7%, respectivamente, segundo a Nielsen, empresa global de dados e medição. “Nos diferenciamos ao apresentar um crescimento de 46% para o segmento, mesmo em um cenário com ausência do auxílio emergencial, do carnaval, das vendas de material escolar – em função da suspensão do retorno das aulas físicas – e um dia adicional em fevereiro de 2020”, comentou José Morgado, CFO do Grupo Mateus.

A estratégia da empresa é se consolidar em estados onde já atua. “Também estamos em constante estudo de oportunidades para entrar em novos mercados no Norte/Nordeste, sem perder o foco nos nossos pilares: logística, serviços, tecnologia e pessoas”, reforçou o empresário, Ilson Mateus.

sem comentário »

Maranhão recebe 287.850 doses de vacinas AstraZeneca e CoronaVac

0comentário

Caixas com doses de vacinas contra a Covid-19 são separadas na Rede Frio da SES para distribuição aos municípios maranhenses

O governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), recebeu, nesta quinta-feira (13), mais um lote com 287.850 doses de vacinas para dar continuidade à Campanha de Imunização contra a Covid-19 no Maranhão. 

Nesta remessa, foram destinadas 58.600 doses da CoronaVac para dar sequência à imunização de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e pessoas com deficiência permanente, além de 229.250 doses de AstraZeneca para a conclusão do ciclo de imunização com a aplicação da segunda dose em pessoas de 65 a 69 anos. 

Após o desembarque no Aeroporto Marechal Cunha Machado, os imunizantes foram encaminhados para a Rede de Frio da SES, responsável pela distribuição aos municípios maranhenses.

Com a nova remessa, o Maranhão totaliza 2.366.210 doses recebidas, sendo 1.153.140 doses da CoronaVac, 1.170.950 doses da AstraZeneca e 42.120 doses da Pfizer.   

sem comentário »

Vereador Marcial Lima flagra máquinas, equipamentos e veículos abandonados em galpão da Codevasf, no Maracanã

0comentário
Na imagem captada por drone é possível conferir 17 máquinas que poderiam estar servindo à população em total desuso dentro do galpão

Ao averiguar, nesta quinta-feira (13), uma denúncia de populares, o vereador Marcial Lima (Podemos) constatou a existência de máquinas e veículos que poderiam estar servindo à comunidade parados em um galpão da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), no Distrito Industrial de São Luís, no bairro Maracanã.

Por meio de imagens aéreas, Marcial Lima flagrou os equipamentos em total desuso. “Fomos lá para constatar e as imagens aéreas que captamos comprovam a denúncia feita por moradores e por quem trabalha na região”, relatou.

O caso teve ampla repercussão nas redes sociais do vereador, que destacou a iniciativa da população de encaminhar essas denúncias aos membros do parlamento, que têm entre seus deveres fiscalizar as ações dos governantes.

“Entendo e compreendo que a partir do momento que atendemos os apelos da comunidade, reivindicando, mostrando estes problemas da Ilha, estamos dando uma grande contribuição, provocando quem recebe recursos para fazer. Este é um dos papéis do parlamentar, eleito pelo povo”, ressaltou.

Marcial Lima também respondeu a indagações de internautas sobre a BR-135. “Temos indicações para o DNIT nacional, na SMTT, na atual administração de São Luís, ainda na pré-campanha, entregamos ao atual prefeito Braide uma grande quantidade de reivindicações na presença de lideranças da região, fora dezenas de vídeos”, recordou.

Assista:

sem comentário »
https://www.blogsoestado.com/danielmatos/wp-admin/
Twitter Facebook RSS