Sérgio Moro cogita enviar Força Nacional ao Maranhão após confronto com morte de índios

0comentário

O ministro da Justiça de Segurança Pública, Sérgio Moro, informou, em suas redes sociais, que avaliar a viabilidade de envio de uma equipe da Força Nacional à região de Jenipapo dos Vieiras, onde dois índios foram mortos e outros ficaram feridos em um ataque cujos autores ainda são desconhecidos. Segundo Moro, a Polícia Federal já está local investigando o crime e sua motivação.

O ministro afirmou que, assim que soube dos tiros, a Funai foi até a aldeia tomar providências, junto com as autoridades do governo do Maranhão.

Sérgio Moro manifestou solidariedade às vítimas, os caciques Firmino Silvino Guajajara e Raimundo Bernice Guajajara, e seus familiares. “Lamento o atentado, ocorrido hoje no Maranhão, que terminou com dois índios guajajaras mortos e outros feridos”, escreveu, no Twitter.

sem comentário »

Governo Federal reconhece bairro Liberdade como primeiro quilombo urbano do Maranhão

0comentário

Agência Tambor

Liberdade reúne características que a tornaram o primeiro quilombo urbano do estado

É oficial – o Território Liberdade Quilombola foi reconhecido pela Fundação Cultural Palmares como quilombo urbano, tornando-se o primeiro do estado do Maranhão. A decisão saiu no Diário Oficial da União no último dia 13 de novembro.

A comunidade se autodefiniu remanescente de quilombo em 2018, iniciando o processo administrativo com a União. Para tentar acelerar o processo, o reconhecimento também foi solicitado a níveis municipal e estadual. No último dia 13, foi registrada sua certificação federal, que desde então consta no Livro de Cadastro Geral nº 020, sob o nº 2.783 – uma vitória para seus moradores.

Relacionadas: Liberdade pede reconhecimento como quilombo urbano ao Governo do MA

O território agrega os bairros da Liberdade, Camboa, Fé em Deus e Diamante. Com o reconhecimento, os moradores poderão ser contemplados com políticas públicas – educação, qualidade de vida e infraestrutura – específicas para populações quilombolas.

Nascida e criada na Liberdade, Enme Paixão considera a certificação um avanço. “O Maranhão é um estado preto. O Brasil é um país preto. Espaços de resistência como o bairro da Liberdade carregam muito mais que nossa história enquanto negros brasileiros, mas também matêm a nossa história viva enquanto filhos distantes da África”, explica.

O caso da Liberdade foi o primeiro do Maranhão, mas, segundo o Secretário de Estado da Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, pode abrir espaço para outros. “A certificação reconhece as características históricas, culturais e antropológicas e possibilita maior acesso às políticas públicas governamentais, além de abrir o debate para que outras comunidades possam fazer a auto declaração”, declarou.

Quilombos Urbanos

O surgimento dos quilombos se dá na época em que africanos foram sequestrados de seu continente pelos colonizadores e trazidos à força do Brasil para serem escravizados. Aqueles que conseguiam fugir acabavam por formar pequenas comunidades no meio de florestas – os quilombos – ou em meios urbanos – quilombos urbanos.

“Alí viviam os negros que não aceitaram, se rebelaram e resistiam à escravidão, mas também brancos fragilizados pelo sistema”, contou Nicinha Durans, gestora da entidade Quilombo Urbano Hip Hop Militante e moradora do Território Liberdade Quilombola. Com o passar do tempo, essas comunidades permaneceram, preservando sua própria cultura e com suas necessidades específicas.

Já a Liberdade se formou no século 20, com a ocupação da região do Matadouro por pessoas vindas dos quilombos rurais da Baixada Maranhense. Nos anos 70, quando o latifúndio se intensificou no interior do Maranhão, uma grande massa de pessoas se deslocou, densificando ainda mais a região – além das margens dos rios Anil, Bicas e Bacanga e no Anjo da Guarda.

“As pessoas reproduzem as relações que existem nos quilombos rurais, e isso é muito forte na Liberdade. É um bairro negro”, explicou a gestora. Segundo ela, esta é uma das razões pelas quais é tão importante a certificação como quilombo urbano: necessidades específicas exigem políticas específicas.

Além de necessidades, o reconhecimento se trata de preservação de memória, como relembra Enme. “Aqui estão nossas raízes, nossa religiosidade. Eu nasci, cresci e tenho orgulho do povo da Liberdade”, conta, orgulhosa.

sem comentário »

Dólar alto é bom para o Maranhão?

0comentário
Adriano: “o grande potencial agrícola do Maranhão vai se beneficiar do dólar mais alto”

O exercício para responder a pergunta título deste texto traz à tona a realidade econômica de nosso estado e evidencia a falta de um projeto arrojado de desenvolvimento. O real mais barato em relação ao dólar tem potencial para impactar uma economia tanto para o bem quanto para o mal. Vários produtos ficam mais caros para a população, pois muitos dependem de partes importadas ou seus preços são diretamente influenciados pelo mercado internacional. Por outro lado, os produtos e serviços vendidos para o exterior ganham mais competitividade, pois ficam mais baratos, já que a nossa moeda perde valor frente a principal moeda do mundo.

É certo constatar que estamos sendo afetados pelo lado negativo do dólar mais caro. A carne bovina chegou ao segundo preço mais alto desde o Plano Real. Isto impacta também os preços de outras proteínas como frango, carne suína e ovo, já que são substitutos da carne bovina. Outras questões, além da alta do dólar, também afetaram a alta da carne, mas o real mais barato contribuiu para que a China pagasse até 15% acima do preço de mercado e que a Rússia crescesse sua importação da carne brasileira em 645% e a Arábia Saudita em 175% entre setembro e outubro deste ano. A Petrobras elevou o preço médio da gasolina nas refinarias, na segunda alta em pouco mais de uma semana, devido à valorização do dólar e à um avanço do valor do produto nos mercados internacionais.

Será que o Maranhão, com seus vastos potenciais econômicos, aproveita o lado positivo da alta do dólar? O turismo maranhense que se serve, dentre outros lugares fantásticos, dos Lençóis Maranhenses, Chapada das Mesas e do Centro Histórico de São Luís, poderia atrair mais turistas domésticos e internacionais. Com a desistência de muitos brasileiros que viajariam para o exterior devido ao custo maior, poderiam desembarcar em terras maranhenses. Os estrangeiros que veem a nossa moeda bem mais barata, poderiam também aumentar suas rotas para as nossas cidades. Portanto, como anda o aeroporto de Barreirinhas? Como está nosso Centro Histórico? Soma-se a vários outros fatores negligenciados pelo governo estadual, a destinação equivocada da milionária verba de mais de R$ 50 milhões de comunicação para a pré-campanha eleitoral do governador à presidência da república. Recurso que deveria ser investido na divulgação nossas belezas visando atrair mais turistas.

O grande potencial agrícola do Maranhão vai se beneficiar do dólar mais alto. Mas se as grandes obras estruturantes como o Anel da Soja, o Tegram e o Retroporto de São Luís tivessem a devida atenção de um governo focado em desenvolvimento econômico e social, certamente esse potencial seria muito melhor aproveitado. Se o Anel da Soja na região sul de nosso estado, o qual a ex-governadora Roseana Sarney deixou recursos contratados do BNDES para a sua conclusão, tivesse sido concluído, os custos de logística do escoamento dos produtos ali cultivados seriam menores, reduzindo assim Custo Brasil. O Tegram é outro descaso do atual governo. Os mega galpões que serviriam para dinamizar nossas exportações estão, na sua maioria, desocupados. Um ativo que qualquer estado daria tudo para possuir e contribuir com o desenvolvimento de sua economia.

Por fim, o dólar mais caro em relação ao real poderia não ser apenas o pesadelo em que vivemos com a alta dos produtos, já caros para os maranhenses, mas também um sonho para aqueles que buscam emprego e renda. Temos um ótimo porto, um povo criativo e trabalhador e uma localização privilegiada no mundo. A solução é planejamento arrojado, focado em grandes obras estruturantes, atração e incentivo a empreendimentos turísticos e outros voltados a exportação.16:24 08/12/2019

sem comentário »

Tributo, prestígio e consagração

0comentário

O 15º Tributo ao Rei do Baião, realizado ontem na casa de shows Nova Batuque, na Cohama, atraiu público numeroso e ordeiro, disposto apenas a se divertir e apreciar o autêntico forró e outros gêneros musicais nordestinos. O evento, idealizado pelo jornalista, radialista e vereador de São Luís Marcial Lima, com auxílio de uma equipe super competente, repetiu o sucesso das edições anteriores e consagrou-se definitivamente como uma das das maiores homenagens a Luiz Gonzaga em todo o país.

O tributo atraiu empresários, representantes da classe política, artistas e, sobretudo, entusiastas do verdadeiro forró e outros ritmos típicos da região Nordeste, como baião, xote e afins. Houve, ainda, espaço para declamações, com versos de cordel, compostos por poetas populares inspiradíssimos. Em meio à rica profusão artística, não poderia faltar a cultura popular maranhense, que, ano após ano, vem ganhando destaque cada vez maior no Tributo ao Rei do Baião.

Clássicos do São João maranhense como as toadas “Boi de Lágrimas”, do recém-falecido poeta Makarra, e “Se não Existisse o Sol”, popularizado pelo Boi da Maioba, foram interpretadas no palco, com acompanhamento caprichosamente afinado de sanfona, zabumba, triângulo e metais, produzindo uma sonoridade ímpar, que agradou em cheio a vibrante plateia.

A satisfação de quem, mais uma vez, proporcionou às pessoas momentos de extrema alegria, em meio às atribulações do cotidiano, estava estampada no rosto de Marcial Lima, que, em suas redes sociais, fez o seguinte agradecimento: “Viva a cultura nordestina!!! Feliz com todo este momento que vive nossa música regional em São Luís. Em nome da Comissão do Tributo ao Rei do Baião, agradecemos a cada pessoa que nos ajuda a manter hasteada a bandeira do autêntico forró na capital maranhense, aos grupos musicais, cantores, cantadores, intérpretes, enfim, a todos os músicos, artistas que contribuem com belas apresentações. Sem esquecer os seguidores, defensores, forrozeiros, colaboradores, pessoas que, de um jeito ou de outro, fortalecem esta caminhada”.

Marcial Lima também mencionou as dificuldades para realizar o evento com a qualidade que o público merece, mas apontou como estímulo para ir adiante a contribuição de cada uma das pessoas que compartilham do seu ideal de exaltar a genuína música nordestina, tendo como figura reverenciada o Rei do Baião. “Não é fácil! As dificuldades são muitas, o envolvimento de cada participante nos incentiva, ainda mais, a continuar com o projeto do Tributo e com outras atividades culturais da nossa querida São Luís”.

Por fim, Marcial fez questão de enfatizar o apoio da mídia eletrônica, que, segundo ele, sempre teve um papel espetacular, e anunciou, em primeira mão, a data do próximo tributo. “Grato pela presença da imprensa como um todo – grupos de WhatsApp do forró, sem exceção, com uma participação maravilhosa. Concluímos o Tributo 2019 e já temos a data certa para o evento do ano que vem: será no dia 5 de dezembro, a partir das 17h”.

sem comentário »

Wellington cobra de Flávio Dino fornecimento de remédios a pacientes com doenças raras no Maranhão

0comentário

Wellington formalizou cobrança feita inicialmente nas redes sociais

O deputado estadual Wellington do Curso cobrou do governador Flávio Dino que volte a fornecer medicamentos específicos para o tratamento de pessoas com doenças raras no Maranhão. A cobrança foi feita por meio das redes sociais e formalizada na Assembleia Legislativa do Maranhão.

De acordo com o parlamentar, familiares de pacientes o procuraram para denunciar que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) deixou de fornecer os medicamentos sem qualquer justificativa.

“A solicitação aqui apresentada é de maranhenses que necessitam de tal medicamento. Por exemplo: um paciente, com a doença em estado inicial, consome 90 comprimidos por mês. Cada caixa vem apenas 30. O gasto mensal é de, em média, R$579,00. Imaginem só o que isso signifique para quem tem que sobreviver com apenas um salário mínimo. Nós já havíamos solicitado ao Governo em oportunidades anteriores que desse atenção especial ao fornecimento de medicamentos. Inclusive, fizemos uma representação no Ministério Público para obrigar Flávio Dino a conceder remédios. Para quem não necessita, talvez seja irrelevante a disponibilização ou não de medicamentos. No entanto, para quem precisa é essencial. Sabemos que a saúde nessas unidades é dever do Governo do Estado e é por isso que estamos aqui cobrando a efetividade desse direito”, disse Wellington.

A solicitação partiu de familiares e pacientes de doenças crônicas como Retocolite Ulcerativa ou Crohn, que são dependentes do medicamento Mesacol – mesalazina, que é de uso contínuo para o tratamento, mas ainda assim está em falta e não é disponibilizado pelo Governo do Estado.

sem comentário »

Servidores de Caxias comemoram prêmio nacional à saúde materno infantil

0comentário

Os servidores da Saúde de Caxias não param de comemorar o prêmio de primeiro lugar no Brasil na redução da mortalidade Materno Infantil.

Agora foram os colaboradores do Centro Especializado Ambulatorial Materno Infantil.

Somos da cidade da maternidadeda vida!

sem comentário »

População reconhece compromisso de Edivaldo com o desenvolvimento de São Luís

0comentário

O prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) tem mantido uma agenda intensa de vistoria nos bairros de São Luís onde tem lançado semanalmente diversas frentes de trabalho por meio do programa São Luís em Obras e por onde passa ele tem recebido o apoio e reconhecimento da população pelo trabalho que o pedetista vem realizando ao longo da sua gestão. A satisfação da população pode ser vista nas manifestações positivas pelos bairros.

Hoje, durante o lançamento das obras de asfaltamento nos bairros Parque Universitário e Planalto Pingão, diversos moradores foram até ele para agradecer pelos benefícios. Um deles foi Hermógenes Correa Neto, morador da região há 32 anos. Ele elogiou o pedetista por manter o compromisso firmado com os moradores da região. “O prefeito Edivaldo nos prometeu que o asfalto ia chegar ao Planalto Pingão e cumpriu sua promessa. A comunidade fica muito feliz e o prefeito está de parabéns”, diz o morador em vídeo.

Lançado em agosto pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), o programa São Luís em Obras tem melhorado a infraestrutura da cidade, urbanizando bairros, garantido a mobilidade, movimentado o comércio local entre outros benefícios em diversas regiões da cidade como Cohama/Vinhais, Angelim/Bequimão, Cohab, polo Cohatrac, polo Cidade Operária, zona rural, área Itaqui-Bacanga, Filipinho/Sitio Leal, Alemanha/Ipase, Avenida Guajajaras entre outras.

sem comentário »

15° Tributo ao Rei do Baião neste sábado, na Batuque Brasil

0comentário

Saudações Gonzaguianas!

Tudo pronto! Vem aí a 15ª edição do maior evento de Forró Pé de Serra do Maranhão, Tributo ao Rei do Baião 2019. Essa atividade cultural é realizada anualmente, em São Luís, no primeiro sábado do mês de dezembro. Como sempre, haverá atrações de várias partes do Estado, sendo um grande intercâmbio cultural por meio da autêntica música nordestina.

Lembrando que, em homenagem ao nascimento de Luiz Gonzaga (13/12/1912), foi criado o Dia Nacional do Forró. O Tributo abre, oficialmente, as comemorações do nascimento de Luiz Gonzaga – o Rei do Baião, que cantou quase tudo do Nordeste.

O Evento, que faz parte do calendário cultural de São Luís, reúne vários grupos de forró do Maranhão e de outros Estados, além de mobilizar uma grande quantidade de amigos(as) defensores(as) da autêntica música nordestina.

No Tributo de 2019, marcado para o dia 7 de dezembro, os grupos e artistas locais que adotaram o ritmo do verdadeiro forró vão ter a companhia de Flávio José no palco da Batuque Brasil, um dos grandes nomes da música brasileira, sanfoneiro e intérprete respeitado em todo o país. Assista ao vídeo:

Programe-se. Forme a sua comitiva e venha participar no dia 7 de dezembro, a partir das 17h, do Tributo ao Rei do Baião 2019. Forró para ninguém botar defeito.

Um abraço!

Informações: (98) 99972-7051

Ingressos

Os ingressos do Tributo ao Rei do Baião 2019 já estão sendo vendidos. Anote, aí, os locais de venda: Restaurante Picuí Tábua de Carne (Cohama); Comercial São Patrício (Centro), em frente à Igreja da Sé; e Mercearia do João (Centro), na Rua do Machado, esquina com a Rua do Ribeirão e no Zezinho Marabox(cohatrac).

Preços: 30 reais(inteira);
15 reais(meia).

Informações: (98) 99972-7051

Um abraço!!

sem comentário »

Saúde: Caxias ganha 1° lugar na 16ª Expoepi, em Brasília, e é exemplo na redução de mortalidade materna no Brasil

0comentário
A secretária municipal de Saúde de Caxias, Socorro Melo, exibe o certificado de premiação

Caxias foi premiada a nível de Brasil na área da saúde. O reconhecimento veio com o 1° lugar na 16ª Mostra Nacional de Experiências Bem-Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi). O anúncio ocorreu nesta sexta-feira (6), em Brasília (DF).

Diversos fatores e intervenções da administração municipal no setor da saúde foram primordiais para outras cidades se espelharem em Caxias como exemplo em gestão da saúde.

A secretária Socorro Melo representou o prefeito Fábio Gentil na cerimônia de premiação

Na mostra competitiva, Caxias concorreu no eixo de enfrentamento à mortalidade materna e infantil, com o trabalho intitulado “Da Maternidade da Morte para a Maternidade da Vida: a nova organização do cuidado às gestantes no interior do Maranhão”. Parcerias e estratégias importantes proporcionaram à Maternidade Carmosina Coutinho um aumento no número de partos normais, conforme preconiza o Ministério da Saúde.

Referência para mais de 50 municípios da macrorregião, a unidade de saúde conta com 75 leitos, sendo 10 de UTI, e atendimento de média e alta complexidade.

São mais de 400 partos por mês, além dos testes de triagem. Todas as mudanças para melhorar o atendimento resultaram, entre outubro de 2017 e setembro de 2018, em registro zero de mortes maternas. Os esforços renderam, além do reconhecimento, um prêmio no valor R$ 50 mil, que serão aplicados em novas melhorias na unidade de saúde.

Gestoras de saúde de Caxias exibem certificados que antes eficiência do atendimento aos caxienses

A cidade de Caxias também foi elogiada pelo processo de Planificação na saúde, que vem apresentando grande resolutividade. O município ficou abaixo dos índices de Curitiba – PR e hoje mostra o menor índice de mortalidade materno-infantil do Brasil, marcando 9,7%.

Caxias concorreu ao prêmio com outros 1.180 trabalhos inscritos. Foi o único município do Norte e Nordeste na disputa. O prefeito Fábio Gentil esteve representado pela secretária da pasta, Socorro Melo; a coordenadora da Política de Saúde da Mulher, Amanda Costa; e a coordenadora da Atenção Primária e Vigilância em Saúde, Camila Lopes.

Para a secretária Socorro Melo, o prêmio representa o esforço e compromisso da atual gestão com a vida, que agora foram reconhecidos a nacionalmente.

sem comentário »

UFMA lança portal de gestão de transparência da assistência estudantil e novas ferramentas de tecnologia da informação

0comentário
Natalino disse que a UFMA está cumprindo, em sua gestão, as normas das boas práticas do serviço público

“Estamos cumprindo as normas das boas práticas do serviço público, usando ferramentas existentes, desenvolvidas pelos nossos novos talentos para melhor aplicar os recursos, principalmente em relação à Assistência Estudantil”. Assim o reitor Natalino Salgado definiu o novo portal de gestão da assistência estudantil e os novos serviços tecnológicos da UFMA, cujo lançamento ocorreu nesta sexta, 6, no auditório Sérgio Ferretti. Os novos recursos, além de fortalecer a transparência da Universidade, contribuem para melhorar os indicadores de ensino por meio da tecnologia. A iniciat iva é fruto de parceria envolvendo a Pró-Reitoria de Assistência Estudantil, a Superintendência de Informação, Sistemas e Tecnologia e a Pró-Reitoria de Planejamento, Gestão e Transparência.

O Portal de Gestão e Transparência da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proaes) utilizou o que existe de mais moderno no mundo em termo de tecnologia e segurança da informação. Trata-se de u ma inici ativa pioneira para a Assistência Estudantil no Brasil. Contará com seis módulos: o primeiro dedicado ao monitoramento de execução de bolsas; o segundo voltado para o monitoramento do Restaurante Universitário, com análise qualitativa dos Restaurantes da Cidade Universidade e dos Câmpus do Continente; o terceiro módulo é dirigido à saúde dos estudantes, com a possibilidade de agendamento dos serviços oferecidos; o quarto, o módulo da Residência Estudantil, onde serão acompanhados os resultados dos seletivos para a Casa do Estudante; o quinto, módulo de geoprocessamento, permitirá análises espaciais das unidades acadêmicas; e o módulo de esporte e lazer, com o objetivo de facilitar o acesso à agenda dos equipamentos esportivos da Universidade.

O pró-reitor de Assistência Estudantil, Leonardo Silva Soares, mostra a nova ferramenta à comunidade acadêmica

De acordo com o pró-reitor de Assistência Estudantil, Leonardo Silva Soares, este é mais um passo inovador que a Universidade deu. “O sistema permitirá a agilidade na elaboração de relatórios, prestação de contas, processos seletivos e desburocratização dos demais serviços do setor. Já está integrado com outros bancos de dados da UFMA, como o SIGAA, o que se c onfigura como um grande mecanismo para acompanhamento e avaliação do PNAES. Reduzirá o tempo dos fluxos de processos da PROAES, liberando a equipe para usar sua criatividade e desenhar novos projetos estratégicos para os estudantes”.

O superintendente de Informação, Sistemas e Tecnologia, Anilton Bezerra Maia, apresentou, durante o evento, os novos produtos tecnológicos desenvolvidos pela Superintendência. “Teremos uma plataforma de atendimento ao usuário, tanto para servidores quanto para alunos e professores, para que haja um ponto único de acesso com a área de tecnologia da informação. Haverá também uma pla taforma de documentação, em que todos os processos da instituição serão documentados em forma de livros e estarão virtualmente disponíveis para que os usuários tenham acesso à última plataforma, e a implantação dos serviços em nuvem para a instituição, tanto do Google For Education, como acesso ilimitado para armazenamento de arquivos; e a outra é o pacote Office 365 do tipo A1, em que serão ofertados quase quarenta mil licenças para professores, servidores e alunos”, explicou.

A apresentação do portal atraiu público expressivo, formado, em sua maioria, por estudantes

O pró-reitor de Planejamento, Gestão e Transparência, Walber Lins Pontes, informou que, com o lançamento do Portal de Transparência, está sendo efetivado um compromisso da gestão em facilitar o acesso a dados e informações. “Nós temos como uma das metas da nova gestão, a transparência: abastecer a sociedade com informações confiáveis, que devem se r usadas , também, para a tomada de decisões. Então, o portal identificará onde a alocação de recursos está acontecendo e os resultados que ela está trazendo para os alunos, e estes poderão saber onde os recursos serão utilizados, com qual finalidade e o que ele trará de benefício”.

A estudante Kelle Dias, do 3º período de Comunicação Social, falou da importância do lançamento dessas plataformas. “A expectativa para esse serviço inovador aqui na Universidade é das melhores, principalmente porque o Portal de Transparência permitirá aos bolsistas terem acesso a informações sobre a alocação de recursos, e eu sei que os estudantes recebe r&atilde ;o muito bem esses novos recursos”.

sem comentário »