Wellington realizará audiência para discutir impactos da construção de hidrelétricas no Rio Balsas

0comentário

Após solicitação da população, o deputado estadual Wellington do Curso realizará visita de inspeção ao Rio Balsas e, na ocasião, fará uma audiência pública que abordará os impactos e a construção de uma hidrelétrica no local. A visita será no dia 12, às 9h, resultando em audiência que acontecerá às 18h, na Câmara municipal de Balsas.

Em relação ao tema, o deputado Wellington enfatizou a necessidade de se ponderar os impactos que uma hidrelétrica traria à população local.

“Recebemos a solicitação da população e iremos ao local para inspecionar e, após receber dados técnicos, produzir um relatório quanto às condições do Rio Balsas. Posteriormente, haverá a audiência pública que deve contar com a representatividade da Promotoria do Meio Ambiente, Secretaria de Meio Ambiente, Prefeitura, OAB, vereadores, entre outros. A finalidade é discutir sobre a construção e eventuais impactos da implantação de uma hidrelétrica no local”, pontuou Wellington.

sem comentário »

Pré-candidato ao governo, Ricardo Murad quer só um mandato, propõe máquina enxuta e fim da burocracia

0comentário

Ricardo Murad apresentou carta de compromissos ao lado dos deputados estaduais Sousa Neto e Andréa Murad, da esposa, ex-deputada e ex-prefeita de Coroatá, Teresa Murad, do dirigente do PRP, Severino Sales, do suplente de senador Lobão Filho e do advogado e presidente estadual do PRTB, Márcio Coutinho

O ex-deputado e ex-secretário de Estado da Saúde Ricardo Murad (PRP) reuniu a imprensa, nesta terça-feira, no Hotel Luzeiros, para oficializar sua pré-candidatura ao governo estadual. Apresentando-se como nova opção aos modelos de gestão já experimentados no estado, ele elaborou e entregou aos profissionais de imprensa presentes uma carta de compromisso com metas de gestão ousadas, que uma vez executadas, darão nova dinâmica governamental ao Maranhão.

“Um projeto para o Maranhão exige mudança de verdade, que dê resultados, e que melhore a vida de todos”, diz um dos primeiros trechos da carta de compromisso que, segundo Murad, foi pensado por ele próprio, com base em sua experiência na vida pública e sem auxílio de nenhum marqueteiro.

As propostas de governo de Ricardo Murad contemplam todos os setores da administração pública, mas guardam alguns importantes diferenciais, dentre os quais o enxugamento da máquina e o fim da burocracia, como forma de tornar mais ágeis e eficientes as ações do Estado em favor do povo. “Quero ser governador para implantar um novo modelo de governar. Um governo que, em quatro anos, não mais que num mandato de quatro anos, mostre resultados concretos e restitua a confiança há muito perdida nos políticos”, comprometeu-se.

Sobre os entraves burocráticos que possam comprometer a dinâmica de um eventual governo seu, que segundo ele próprio defende, não se estenderá por mais do que um mandato, Murad mostrou ter a fórmula na ponta da língua. “Basta eliminar a burocracia”, afirmou, considerando o enxugamento da máquina, com redução para apenas 10 do número de cargos de primeiro escalão, como meio de agilizar obras e outras ações do poder público.

Eixos centrais

Para alavancar o progresso, Ricardo Murad assentou deu plano de governo em dois eixos centrais: o Social e o Econômico Ambiental. E para operacionalizar as ações, anunciou que criará o Fundo de Garantia para a Universalização dos Direitos Sociais (FGDS), a Agência Estadual de Infraestrutura Digital e o Programa “Itaqui 2018: Maranhão de Portas Abertas ao Mundo”.

Referindo-se ao terminal portuário como ponto central e fundamental na estratégia que mudará profunda e sustentadamente as bases da economia maranhense, ele propõe projetos ousados para otimizar o potencial do porto para geração de riquezas: a construção de uma ponte rodoferroviária ligando São Luís às Baixada Maranhense, a construção e modernização de rodovias federais, estaduais e municipais e a implantação de vias expressas para ligar São Luís a capitais como Belém, Fortaleza e Teresina, e às regiões Tocantina e sul.

O projeto de Ricardo Murad prevê, a ainda, transformação de todo o território maranhense em zona prioritária para a implantação de empreendimentos dentro do projeto “Itaqui 2018: Maranhão de Portas Abertas ao Mundo”.

Abrangência

Resumidamente, o plano de governo de Ricardo, que segundo ele pode ser aprimorado por sugestões de aliados que venham a marchar com ele na disputa pela sucessão estadual, inclui uma série de outras ações nas áreas de saúde, educação, ciência, tecnologia, inclusão digital, infraestrutura, saneamento básico, segurança pública, cultura, esporte, lazer, transporte, cuidados especiais com os mais necessitados, políticas voltadas à juventude, dentre outras.

Propõe, ainda, o pré-candidato a reformulação do sistema prisional e o incetivo à geração de emprego e renda para garantir alimentos nas mesas das famílias e moradia digna.

Demonstrando estar preocupado apenas em trabalhar pelo progresso do Maranhão, Murad garante que em seu eventual governo não haverá tempo para perseguições. “A secretaria conhecida como ‘da perseguição’ será extinta e os auditores que hoje são usados para perseguir os inimigos serão remanejados para ajudar na  gestão do novo governo”, antecipa.

sem comentário »

Em encontro com Rodrigo Mais, Cézar Bombeiro pede apoio para votação da PEC da Polícia Penal

1comentário

Cézar Bombeiro, que é também diretor da FENASPEN, avaliou como muito positivo o encontro que teve com o presidente da Câmara Federal

Durante a visita a São Luís, do deputado federal Rodrigo Maia e presidente da Câmara Federal, e o vereador Cézar Bombeiro (PSD), presidente licenciado da presidência do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Maranhão, estiveram conversando sobre a Proposta de Emenda a Constituição – PEC 14/ 2016, aprovada em duas votações no Senado Federal e que se encontra na Câmara Federal e com tramitação nas comissões e que poderá ser votada ainda este ano em plenário.

Cézar Bombeiro destacou a importante luta da categoria dos agentes penitenciários em todo o Brasil e da Federação Nacional dos Servidores do Sistema Penitenciário com a contribuição massiva de todos os sindicatos estaduais. Rodrigo Maia informou a Cézar Bombeiro, que conhece muito bem a PEC 14, que tem o seu apoio, uma vez que ela vai transformar os atuais agentes penitenciários em policiais penais com direitos inerentes à carreira policial. O presidente da Câmara Federal também registrou que com a Polícia Penal os estados vão poder liberar as policias civil e militar das atividades exercidas em unidades prisionais, além de favorecer serviços eficientes com pessoal treinado e qualificado, afirmou o deputado Rodrigo Maia.

Cézar Bombeiro, que é também diretor da FENASPEN, avaliou como muito positivo o encontro que teve com o presidente da Câmara Federal, mostrando-se bastante otimista quanto a aprovação da PEC 14/2016, muito embora não haja a garantia da primeira votação ocorrer ainda este ano, mas com a vontade politica de Rodrigo Maia e a luta determinada da FENASPEN e os sindicatos estaduais, no primeiro semestre de 2018 ela estará aprovada e sancionada.

O presidente do SINSPEM, Ideraldo Gomes, que também é diretor da FENASPEN, tem tido uma atuação bastante satisfatória em defesa da PEC 14/2016, daí que a categoria maranhense tem marcado presença em todos os segmentos da luta, afirmou Cézar Bombeiro.

1 comentário »

Projeto prevê mais assentos exclusivos em ônibus a portadores de deficiência em São Luis

0comentário

Marcial Lima quer ampliar direitos de pessoas com mobilidade limitada no transporte público

O vereador Marcial Lima, líder do PEN na Câmara Municipal de São Luís, apresentou projeto de lei que amplia o número de assentos nos coletivos da capital destinados para deficientes, idosos, mães com crianças de colo e grávidas.

A proposta, que está tramitando nas comissões temáticas da Casa, torna obrigatório que todos os assentos de um ônibus sejam destinados para este tipo de público.

Atualmente, somente as cadeiras localizadas na entrada do veículo – antes da catraca – são disponibilizados para esta finalidade.

“O objetivo, além de garantir e ampliar o direito deste público, é promover a conscientização da população. Muitas das vezes, um idoso, por exemplo, ao entrar no coletivo, se depara com a seguinte situação: todos os assentos destinados a ele estão ocupados. O projeto garante que esta pessoa, ao passar na roleta, tenha prioridade em ocupar as demais cadeiras do coletivo”, explicou Marcial.

De acordo com o vereador, caberá a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte fiscalizar o cumprimento do dispositivo.

Às empresas de ônibus, além de trabalhar para que a lei seja cumprida, terão papel fundamental no sentido de promover campanhas de conscientização dos usuários.

“O projeto está tramitando na Câmara e, como disse, incentiva a conscientização. Peço, também, o apoio das entidades que representam este público. Acredito que a proposta será, sim, sancionada pelo prefeito Edivaldo”, disse o parlamentar.

sem comentário »

Candidato à presidência do Crea esclarece não realização de debate

0comentário

O candidato à presidência do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea/MA) Vilson Dias divulgou nota para esclarecer a não realização do debate proposto pelo Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas(Fonasc.CBH), que ocorreria ontem no auditório do Complexo de Comunicação da Assembleia Legislativa. Segundo ele, o evento não aconteceu por falta de compromisso da maioria dos candidatos. Segue a nota:

sem comentário »

FAMEM irá inaugurar Casa do Municipalismo na sexta-feira

0comentário

Nova sede da entidade é mais um avanço conquistado pela gestão do presidente e prefeito de Tuntum, Cleomar Tema

Nova sede da FAMEM fica na Avenida dos Holandeses, uma das regiões mais bem localizadas de São Luís

O movimento municipalista maranhense está em festa. A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) irá inaugurar, na sexta-feira (15), a Casa do Municipalismo Prefeito Humberto Coutinho, a nova sede da instituição que representa as cidades e os prefeitos do estado.

A nova sede da entidade era uma reivindicação antiga dos gestores públicos municipais e torna-se realidade em menos de um ano da gestão do presidente e prefeito de Tuntum, Cleomar Tema.

Espaço é dotado de ótima infraestrutura para receber e atender prefeitos e prefeitas

A inauguração, também é importante frisar, faz parte da programação festiva em homenagem aos 32 anos de criação da FAMEM.

O nome dado trata-se de uma justa homenagem ao ex-prefeito de Caxias e atual presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Humberto Coutinho.

Com uma área construída de mais de 1.600 metros, o moderno prédio fica situado na Avenida dos Holandeses, nº 06, quadra 08, no bairro Calhau, uma das regiões mais bem localizadas de São Luís.

Todo o espaço é climatizado, além de possuir área segura de estacionamento e um auditório com capacidade para receber até 130 pessoas.

Nova sede da Famem tem ambiente aconchegante e instalações amplas e modernas

Os setores técnicos da Federação, assim como suas diretorias e coordenadorias, foram instalados de uma forma que permite integração entre os funcionários.

Além disso, foram destinados espaços amplos e bem equipados para abrigar os Conselhos das Secretarias Municipais de Saúde do Maranhão (COSEMS- MA) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação do Maranhão (UNDIME –MA).

Na nova sede da FAMEM, o prefeito e prefeita associados irão dispor, além de acompanhamento técnico gratuito, de ótima infraestrutura.

Duas salas destinadas aos gestores, por exemplo, com computadores interligados a Internet e climatização, foram criadas.

Casa do Municipalismo “Prefeito Humberto Coutinho” foi batizada em homenagem ao ex-prefeito de Caxias e atual presidente da Assembleia Legislativa

No amplo auditório, cursos gratuitos de capacitação destinados aos técnicos municipalistas voltarão a ser ministrados através da Escola de Gestão Municipalista, que está sendo totalmente reestruturada pela diretoria da Federação.

Programação – A cerimônia de inauguração terá início às 19h e contará com as presenças de diversas lideranças políticas, dentre elas o governador Flávio Dino.

Também serão feitas homenagens aos ex-presidentes da FAMEM; ex-prefeitos; e outras pessoas ligadas ao movimento municipalista no Maranhão.

sem comentário »

Claro ganha expressivo mercado em São Luís

0comentário

Operadora assume segunda posição em market share no DDD 98

São Luís, 8 de dezembro de 2017 – A Claro, operadora com o 4G mais rápido do Brasil, acaba de conquistar a segunda posição em participação de mercado no DDD 98. A empresa registrou crescimento de 0,45 ponto percentual, totalizando 21,88% de market share, segundo o último balanço divulgado pela Anatel, referente ao mês de outubro. Na região, a operadora é líder absoluta em Banda Larga Móvel.

Na regional Norte, que por determinação da Anatel, refere-se a área 8 e compreende os estados: Maranhão, Pará, Amazonas, Roraima e Amapá, a Claro também assumiu a liderança de market share de Banda Larga Móvel, com 45,31%, e trabalha constantemente para alcançar outras lideranças.

No Maranhão, a Claro possui mais de 1,2 milhão de clientes. “O estado maranhense é estratégico para a Claro, por isso trabalhamos permanentemente na expansão e modernização da rede e dos pontos de vendas da operadora”, afirma Marcelo Campos, Diretor Regional da Claro Norte.

sem comentário »

Colapso no Italuís abre clima de fogo amigo entre órgãos do governo e deixa comunistas em saia justa

2comentários

Flávio Dino, com o diretor-presidente da Caema, Carlos Rogério Araújo, no local onde a adutora se rompeu: esclarecimentos deverão ser feitos ao próprio governo

O vazamento que resultou no colapso no Sistema Italuís levou a um conflito interno na estrutura administrativa do Estado do Maranhão. Órgãos como o Procon, cuja direção atual mantém relação de visível submissão com o governador Flávio Dino, se viram obrigados a intervir no rumoroso caso. Apesar das tentativas do chefe do Executivo de eximir sua gestão de culpa, o governo passou a ser alvo de uma espécie de fogo amigo, protagonizando uma saia justa jamais vista desde a ascensão dos comunistas ao poder.

Outro exemplo de confronto Estado x Estado é a atuação da Defensoria Pública Estadual (DPE) na questão. Apesar de ter seu chefe nomeado pelo governador, a instituição se viu obrigada a cumprir sua missão constitucional de se posicionar em favor dos cidadãos. Como o prejuízo à coletividade se deu por causa do desabastecimento de água, foi inevitável um confronto do órgão com a Caema, empresa de economia mista que tem o Estado como acionista majoritário.

Sempre diligente na defesa do consumidor, o midiático presidente do Procon, Duarte Jr., colocou-se mais uma vez a serviço da população, a fim de evitar que a mesma seja lesada. Mas, desta vez, a demanda tem um diferencial, pois do lado oposto está a Caema, ou seja, o Governo do Estado, ao qual o chefe da autarquia serve com lealdade canina.

Desgaste interno à parte, o presidente do Procon notificou a companhia e as quatro empresas integrantes do consórcio que realiza a troca da adutora para que apresentem explicações sobre a situação em um prazo de 48 horas. Ganhou, de quebra, mais uma chance de posar como benfeitor para os holofotes, o que fortalece suas já conhecidas pretensões políticas já para 2018.

Trecho do ofício em que a DPE cobra esclarecimentos e sugere abatimento nas contas de água por causa do desabastecimento

Quanto à DPE, a relação é de total harmonia com o governo Flávio Dino. Ou pelo menos era, até o desabastecimento generalizado causado pelo rompimento da nova adutora. Diante do drama que atinge cerca de 700 mil habitantes de São Luís afetados pelo colapso no Italuís, a Defensoria Pública, com base na prerrogativa que a lei lhe confere, cobrou, via ofício, explicações minuciosas da Caema, em um prazo de 24 horas, sobre as causas da interrupção, e informe o número de unidades atingidas e a data prevista para o restabelecimento total do fornecimento de água.

Desconto

A DPE pleiteia, ainda, em favor da população, abatimento nas contas de água na proporção de 1/30 por cada dia sem água nas torneiras a cada imóvel afetado, com registro nas faturas, de maneira expressa, do total de descontos concedido, independente da adoção de outras medidas, que serão avaliadas pela defensoria após os esclarecimentos requisitados.

Como se não bastasse a abordagem crítica da imprensa e da blogosfera não alinhadas ao projeto político palaciano, o governo se vê obrigado a prestar contas da mal sucedida conclusão da substituição da adutora do Sistema Italuís a órgãos vinculados à sua própria estrutura.

Algo inimaginável até dois dias atrás, se levada em conta a tirania que marca a relação entre a alta cúpula comunista e todos os que estão subordinados ao poder que emana do Palácio dos Leões.

2 comentários »

Estranho mundo novo

1comentário

Natalino Salgado Filho*

Natalino Salgado alerta para as graves consequências do movimento antivacinação

Um fato nestes novos tempos que vem chamando a atenção é um movimento antivacinação que se desenvolveu e tem ganhado corpo nos EUA e na Europa com graves consequências até o momento; entre elas, a eclosão de surtos de sarampo, que só no ano passado matou quase quarenta pessoas na Europa.

A origem desse movimento reporta ao ano de 1988, quando foi publicado um artigo na prestigiosa revista científica Lancet, de autoria de um médico inglês, no qual este afirmava que havia indícios de relação causal entre as vacinas – especialmente a BCG, que as crianças precisam tomar nos primeiros anos de vida – e a ocorrência de autismo.

Embora quase imediatamente a própria revista tenha reconhecido falhas na aceitação e publicação do texto e o tenha retirado de seus arquivos pela primeira vez em sua história, o fato é que muitas pessoas haviam lido e tomado a informação como verdade. O médico autor foi desacreditado em suas afirmações por inúmeros outros especialistas e até mesmo pela Organização Mundial de Saúde.

No presente, os noticiários dão conta de que outras doenças consideradas erradicadas como difteria, coqueluche, retornaram em surtos nos dois lados do Atlântico. Países como França, Itália e Alemanha, com diferentes estratégias e força legal, têm determinado que a população menor seja vacinada, sob ameaças de penalidades aos pais que se recusarem.

Em vinte estados americanos, as pessoas podem alegar motivos religiosos para não vacinar seus filhos. Mas há outros motivos em que os defensores da não vacinação se apoiam, sem qualquer suporte científico. Alguns alegam que o estímulo ao sistema imunológico feito com vacinas não é natural. Outros acreditam que podem imunizar seus filhos apenas com fórmulas homeopáticas. Há quem resista à vacinação por causa dos efeitos colaterais nas crianças. É com espanto que a comunidade científica assiste ao engajamento daqueles que defendem a não vacinação, a despeito do histórico de sucesso das campanhas de imunização em todo o mundo.

No Brasil, a questão começa a ganhar notoriedade e mais pessoas têm adotado essa postura, como um efeito da recente retomada do movimento antivacinação em outros países. Isto deve alertar os serviços de saúde a trabalharem ainda mais com campanhas educativas antes que surtos se repitam aqui, como nos países mencionados. A OMS afirma que entre 2 e 3 milhões de mortes são evitadas pelo mundo por causa da vacinação. Infelizmente, dois milhões de pessoas morrem por causa de doenças que têm imunização disponível.

Dr. Guido Levi, autor do livro “Recusa de Vacinas – causas e consequências” argumenta que, em palestra para profissionais de saúde, perguntou quantos casos de pólio, sarampo e varíola eles viram. A resposta foi nenhum caso. Há algumas décadas, a varíola, só na Europa, tinha 400 mil novos casos por ano, antes da vacinação que a erradicou. Quando os espanhóis chegaram ao Novo Mundo, trouxeram a doença que matou 3 milhões de pessoas. Com a imunização, nenhuma morte foi registrada. Parece, porém, que fatos e estatísticas historicamente fiáveis e perfeitamente verificáveis não são suficientes contra o obscurantismo. Temos que estar vigilantes.

*Médico, doutor em Nefrologia, ex-reitor da UFMA, membro da ANM, da AML, da AMM, Sobrames e do IHGMA

1 comentário »

Nando Reis no “Luau Bora4” em São Luís

0comentário

Cantor apresenta turnê do novo álbum que foi indicado ao Grammy Latino. Apresentação será no dia 22 de dezembro no Boracay, localizado na Av. Litorânea e a abertura do evento será com a Soul Reggae e DJ Sonia Milen

No show, Nando Reis vai apresentar ao público as músicas inéditas do disco Jardim-Pomar, além de vários sucessos da longa carreira iniciada no começo dos anos 1980

Cantor e compositor paulistano Nando Reis se apresenta em São Luís no dia 22 de dezembro, no Boracay (Av. Litorânea), iniciando em grande estilo o projeto “Luau Bora4”. Ele traz a turnê de seu muito elogiado pela crítica Jardim-Pomar, álbum indicado ao Grammy Latino 2017.

É possível adquirir o ingresso usando a solidariedade. No “Natal sem fome” da produtora 4Mãos Entretenimento, você doa uma lata de leite em pó e tem 50% de desconto na compra do ingresso de qualquer setor, mas vale lembrar que o desconto é apenas no valor do acesso e não no serviço. A promoção é válida apenas na compra de ingressos de inteira.

No show, Nando Reis vai apresentar ao público as músicas inéditas do disco Jardim-Pomar, além de vários sucessos da longa carreira iniciada no começo dos anos 1980. (Assista ao clipe de “All Star”):

Teremos canções como Só Posso Dizer, Azul de Presunto, Pra Onde Foi, Inimitável, entre outras do novo disco, e hits inclusive regravados e tornados sucessos nas vozes de outros músicos, como Os Cegos do Castelo, Sou Dela, All Star, O Segundo Sol, Relicário e Marvin, de seus tempos de Titãs, banda na qual permaneceu por bons 20 anos.

Roger Velloso dirige o espetáculo e divide a concepção visual com Nando Reis. Ele conta que tudo foi montado com muita simplicidade, para mostrar uma perspectiva completamente nova do cantor para o público. (Assista ao clipe da música “As Coisas Tão Mais Lindas”):

“Será um show muito pessoal, para mostrar, além das músicas, Nando Reis por inteiro”, conta Velloso. O espaço cênico foi montado com transparências que se sobrepõem, imagens em movimento e um projeto de luz que cria um jogo entre as imagens, as músicas e a plateia.

Durante o show, o público poderá ouvir sons pré-gravados (conversas, vozes, sons mecânicos, rotina, cotidiano, passos e bastidores) que dialogam com a performance de Nando e sua banda. (O clipe abaixo apresenta a canção “Gostava tanto de Você”):

Ações da turnê

Nando Reis preparou duas ações especiais para a turnê do CD Jardim-Pomar. A primeira delas tem muito a ver com o nome do disco e a preocupação com o meio ambiente, que permeia os pensamentos do cantor. A ideia é distribuir ao público dos shows sementes de árvores nativas de cada bioma do país. Com isso, Nando quer criar consciência ambiental e alertar para a importância de se preservar e plantar. (Assista ao clipe da música “O Segundo Sol”, com acompanhamento da Orquestra Petrobrás Sinfônica):

A segunda ação será o lançamento dos discos ao vivo durante a turnê. Em parceria com a ONErpm, o cantor lançará um álbum por show para que os fãs possam acompanhar cada apresentação da turnê. Cada lançamento estará disponível em todas as plataformas digitais de Nando Reis, alguns dias após a realização do espetáculo.

Serviço

Os ingressos estão à venda na Bilheteria do BoraBar (Av. Litorânea), Loja Visótica (Tropical Shopping) e Loja Ingressando (São Luís Shopping). Área vip com serviços de salgados, custa R$ 90 e a Casadinha R$ 160, o Camarote, com serviço de salgados e frios, R$ 120 e a Casadinha R$ 220.

sem comentário »