Sampaio vence e garante vantagem no playoff

0comentário

Com as estrangeiras anotando metade dos pontos, o Sampaio Basquete derrotou o São Bernardo por 76 a 62, no Ginásio Ubaldo Lago, o Baetinha, no ABC paulista. Ziomara fez 22 pontos (com 9 rebotes) em 76% de aproveitamento geral e Briahanna Jackson contribuiu com mais 16 pontos na vitória que consolidou a equipe do Maranhão como a segunda melhor da primeira fase.

Nas quartas de final, a equipe enfrenta Presidente Venceslau em série melhor de três. Garantido em 8º, o time paulista encara o líder Vera Cruz Campinas no primeiro round dos playoffs

Sampaio começou melhor, abrindo 8-0 nos minutos iniciais e controlando o primeiro período, vencido por 15 a 8 já com 9 de Ziomara.  Aos poucos, o time da casa foi reagindo, graças aos 12 pontos de Lays no segundo período, que foi do São Bernardo. Com o jogo concentrado na sua armadora, o time do ABC foi ao descanso com três de vantagem.

Virgil Lopez deu bronca geral no intervalo e o Sampaio voltou com outra postura. Voltou a ajustar a defesa e, na metade do terceiro período, reassumiu a vantagem no placar, devolvendo os 10 pontos que levou de déficit no quarto anterior. Ziomara e Jackson revezaram na liderança do ataque do time. A pivô chilena fez 13 pontos no terceiro período e a armadora norte-americana anotou outros 10 no quarto final, que Sampaio apenas administrou e aproveitou para abrir vantagem maior.

Virgil Lopez, técnico do Sampaio, criticou o lapso defensivo no segundo período e ressaltou que, apesar da 2ª posição garantida, a vitória no domingo continua imprescindível.

“A gente fez um bom primeiro quarto e esquecemos de voltar no segundo, isso é totalmente inadmissível. O time precisa que todo mundo entre ligado a cada segundo do jogo. A vitória de domingo vai ser fundamental para que a gente entre nos playoffs em bom astral”, disse.

O Sampaio encerra a participação na primeira fase no domingo, às 15, contra o Santo André em São Paulo.

Foto: Omar Matsumoto

sem comentário »

Andrea destaca apuração de uso político da PM

0comentário

A deputada estadual Andrea Murad (PRP) comentou a abertura de Procedimento Preparatório Eleitoral pela Procuradoria Regional Eleitoral e alertou para o fato dos abusos se tornarem mais intensos nestas eleições majoritárias se os órgãos competentes não tomarem medidas extremas para coibir a prática. Nesta sexta-feira (20), o PRP também anunciou que vai requerer da Justiça Eleitoral as providências para impedir o abuso.

“A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão, através do procurador Pedro Henrique Castelo Branco, reagiu às denúncias de uso da Polícia Militar como instrumento de intimidação da oposição e abriu investigação para apurar abuso de autoridade e prática de ilícitos eleitorais por parte de Flávio Dino. O caso denunciado, com ampla repercussão nacional, causou indignação e revolta em todos os maranhenses. Iremos levar às últimas consequências para que haja responsabilização das autoridades do governo que participaram dessa violência. Portanto, pertinente e essencial essa medida da Procuradoria de investigar ordem do comando da PMMA para identificar adversários que possam constranger o governo nas eleições. Digo mais, o MPE precisa abrir mais ainda os olhos e agir imediatamente para coibir todo abuso do governador neste pleito”, alerta Andrea Murad.

A deputada lembrou o caso de abuso de poder no município de Coroatá nas Eleições 2016, quando Flávio Dino enviou o próprio secretário de estado da segurança, Jefferson Portela, para promover um dos maiores abusos de autoridade.

“Em Coroatá, quero relembrar que vimos acontecer esse abuso de poder, com uso de estrutura militar, para impedir a disputa democrática nas Eleições 2016 daquele município, nos revelando quem é Flávio Dino na luta para se perpetuar no poder a qualquer custo, e hoje, esse memorando da PMMA é apenas uma pequena prova do que de fato ele pretende fazer neste ano com a estrutura do governo. Sem dúvida, muitos episódios irão se repetir se as medidas não forem tomadas”, disse a deputada.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »

Sampaio pega o Guarani pela Série B

0comentário

O Sampaio enfrenta o Guarani, neste sábado (21), às 16h30, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pelo Campeonato Brasileiro Série B.

O Tricolor estreou com vitória por 2 a 0, contra o Coritiba e busca mais um resultado positivo para se manter 100% na competição. O guarani foi derrotado na estreia pelo Fortaleza por 2 a 1.

Para a partida deste sábado, o técnico Francisco Diá mantém a equipe que venceu na estreia e contará com o atacante Carlão que fica como opção no banco de reservas.

O time do Sampaio deverá ser: Andrey; Bruno Moura, Maracás, Joécio e Kaike; Silva, William Oliveira, Marlon, Bruninho, Danielzinho e Uilliam.

Tudo sobre Guarani e Sampaio você acompanha pela Rádio Mirante AM.

Foto: Lucas Almeida

sem comentário »

‘Governador não respeita os limites’, diz Adriano

0comentário

O presidente do Partido Verde (PV) no Maranhão, Adriano Sarney divulgou nota repudiando o uso político da Polícia Militar do Maranhão pelo governo Flávio Dino.

Segundo o PV, os documentos divulgados reafirmam a suspeita de utilização da máquina pública para fins políticos e eleitoreiros.

Leia a nota na íntegra:

“O Partido Verde (PV) no Maranhão vem a público manifestar total repúdio ao governo Flávio Dino (PCdoB), face à revelação, por meio de documentos da Secretaria de Segurança, a respeito do ordenamento aos batalhões da Polícia Militar no interior para espionagem de adversários políticos do governo atual.

O PV entende que esses documentos reafirmam a suspeita de utilização da máquina pública para fins políticos e eleitoreiros, demonstrando que o governador não respeita os limites do estado de direito e da democracia.

Trata-se de uma perseguição sem precedentes no Brasil, desde a retomada da democracia. O partido informa que vai representar junto ao Ministério Público, à Justiça Federal e também a o Superior Tribunal de Justiça, apara que esse caso seja devidamente investigado a fim de que não se deixe nenhum vestígio de impunidade”.

Adriano Sarney
Presidente PV-MA

sem comentário »

Justiça determina que Astro marque eleição na Câmara

0comentário

O juiz da 7ª Vara da Fazenda Pública de São Luís, Marcelo Elias Oka, determinou nesta sexta-feira (20) que o presidente da Câmara de Vereadores, Astro de Ogum divulgue, no prazo de 24 horas, edital marcando a eleição para a nova Mesa Diretora para a primeira sessão ordinária, após intimação da autoridade Coatora, ou no prazo máximo de 5 (cinco) dias, o que ocorrer primeiro.

Em caso de descumprimento desta decisão, fica autorizado o primeiro vice-Presidente da Câmara, que é o vereador Osmar Filho, candidato a presidência da Câmara, a cumprir a determinação judicial.

O magistrado também determinou uma multa diária de R$ 100.000,00 (cem mil Reais), limitado à R$ 1.000.000,00 (um milhão de Reais), a ser suportada pelo patrimônio pessoal do presidente da Câmara, Astro de Ogum.

Blog do Jorge Aragão

sem comentário »

MDB protesta contra ‘polícia política’ de Dino

0comentário

O presidente do MDB no Maranhão, senador João Alberto também divulgou nota repudiando a tentativa de manipulação das próximas eleições pelo governo Flávio Dino.

Segundo João Alberto, “É inadmissível o uso eleitoreiro do aparato público para perseguir e/ou coagir opositores políticos no pleito que se aproxima”.

Leia a nota na íntegra:

“A Comissão Executiva Estadual d o Movimento Democrático Brasileiro (MDB-MA) vem por meio desta nota manifestar seu absoluto repúdio aos documentos expedidos pela Secretaria Estado de Segurança Pública do Maranhão, amplamente publicados pelos meios de comunicação, que determinam a identificação de políticos que fazem oposição ao atual governo estadual em cada município do nosso estado.

É inadmissível o uso eleitoreiro do aparato público para perseguir e/ou coagir opositores políticos no pleito que se aproxima. Tal medida representa um atentado frontal ao direito de escolha, ao direito de opinião e, principalmente, à democracia.

O povo maranhense não deve permitir que transformem o Maranhão num estado policialesco, típico de regimes autoritários, ditatoriais e repressores.

A democracia deve prevalecer… sempre!”

Senador João Alberto de Souza
Presidente Estadual MDB-MA

sem comentário »

Roberto Rocha denuncia ‘atentado’ do governo Dino

0comentário

O presidente do  Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) no Maranhão, senador Roberto Rocha classificou como ‘desassombro’ o uso político da Polícia Militar pelo governo Flávio Dino (PCdoB).

Segundo Roberto Rocha, o PSDB acionará os órgãos e instituições republicanos nacionais para garantir a democracia.

Leia a nota na íntegra:

“O Partido da Social Democracia Brasileira, no estado do Maranhão, vem a público denunciar o gravíssimo atentado perpetrado pelo Governo do Maranhão aos fundamentos de nossa democracia, através de atos oficiais destinados a monitorar lideranças políticas da oposição.

Não há precedentes, em nossa história, de tamanho desassombro para o uso político de uma instituição quase bicentenária, nossa Polícia Militar, cuja história por si só repudia, em atos e ações, intervenções dessa natureza.

O PSDB acionará os órgãos e instituições republicanos nacionais que garantem a solidez de nossa democracia, que jamais poderá ser ferida por gestos que, mais do que atitudes isoladas, revelam o caráter de um Governo que, doutrinariamente, busca tomar posse dos órgãos de Estado, como o presente episódio revela sintomaticamente.

O PSDB estará também vigilante para que os verdadeiros responsáveis venham a ser punidos, e não sejam acobertados por transferências de responsabilidade que ao final atinjam apenas os elos mais fracos dessa sórdida manobra.”

Roberto Rocha
Presidente Estadual do PSDB-MA

sem comentário »

PRE abre procedimento para apurar circular da PM

0comentário

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Estado do Maranhão instaurou Procedimento Preparatório Eleitoral para apurar procedimento do Comando do Policiamento Interior 2 da Polícia Militar (PM) do Maranhão que determina, por meio do Mem. Circular Nº 098/2018 – CPI de 06/04/2018, que as unidades subordinadas devem lhe informar as lideranças políticas que fazem oposição ao governo local ou ao governo do Estado, em cada cidade, que podem causar embaraços no pleito eleitoral e que mantenham seu banco de dados atualizado e efetivo, informando a cidade que o policial atua.

De acordo com o Procurador Regional Eleitoral, Pedro Henrique Castelo Branco, “o memorando não esclarece ou motiva de forma idônea as razões da necessidade do ‘levantamento eleitoral’ solicitado e não observa direitos fundamentais presentes na Constituição da República Federativa do Brasil, que garantem a liberdade de manifestação e de expressão, bem como o livre exercício da convicção política”, afirmou.

Segundo a Lei Complementar nº 64/1990, o uso desviado ou indevido de poder conferido a agente público, no exercício de função ou cargo de Administração Pública, em favor de candidato ou partido político, configura abuso de autoridade.

Ainda de acordo com a legislação eleitoral, podem sofrer a sanção de cassação do registro ou diploma tanto os responsáveis pela conduta ilícita, como também os candidatos meramente beneficiários, sendo apenas a sanção de inelegibilidade de caráter pessoal ao responsável.

Diante disso, com o propósito de esclarecer os fatos, bem como de eventualmente diminuir ou cessar atividades ilícitas eleitorais, para evitar que assumam uma dimensão mais grave, o Ministério Público Eleitoral instaurou Procedimento Preparatório Eleitoral. Para tanto, requisitou do Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado do Maranhão que se manifeste, no prazo de 10 dias úteis, e encaminhe cópia integral dos procedimentos administrativos que tenham relação com o Mem. Circular n. 08/2018 – Seç Adm CPA ½, em especial o Mem. Circular Nº 098/2018 – CPI de 06/04/2018, que trata do “levantamento eleitoral”.

sem comentário »

PSD repudia uso político da Polícia Militar

0comentário

O Partido Social Democrárico (PSD-MA) divulgou nota condenando o uso político da Polícia Militar pelo governo Flávio Dino.

O documento assinado pelo presidente do PSD no Maranhão, Cládio Trinchão diz que o povo maranhense não deve permitir que transformem o Maranhão num estado típico de regimes autoritários, ditatoriais e repressores.

Leia a nota na íntegra:

A executiva estadual do Partido Social Democrático (PSD-MA) vem por meio desta nota manifestar seu absoluto repúdio aos documentos expedidos pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do Maranhão, amplamente publicados pelos meios de comunicação, que determinam a identificação de políticos que fazem oposição ao atual governo estadual em cada município do nosso estado.

É inadmissível o uso eleitoreiro do aparato público para perseguir e/ou coagir opositores políticos no pleito eleitoral que se aproxima. Tal medida representa um atentado frontal ao direiro de escolha, ao direito de opinião e, principalmente, à democracia.

O povo maranhense não deve permitir que transformem o Maranhão num estado policialesco típico de regimes autoritários, ditatoriais e repressores.

A democracia deve prevalecer. Sempre!”

Cláudio José Trinchão Santos
Presidente Regional do Partido Social Democrárico (PSD-MA)

sem comentário »

‘É preciso dar um basta a essa perseguição’, diz Braide

0comentário

O presidente do Partido da Mobilização nacional no Maranhão (PMN), deputado Eduardo Braide divulgou nota repudiando o uso político da Polícia Militar pelo governo Flávio Dino como forma de intimidar adversários políticos.

“Estamos vivendo tempos estranhos no Maranhão. Por isso, o Partido da Movilização Nacional (PMN) repudia a forma truculenta que o governo Flávio Dino tenta intimidar seus opositores políticos”, afirmou.

Em nota, Eduardo Braide pede o fim do que chamou de onda de “perseguição” no Maranhão.

“O PMN acredita que é preciso dar um basta a essa perseguição que beira a insanidade, uma vez que a Polícia Militar está sendo usada como instrumento político perseguidor, prática que deveria ter acabado junto com a Ditadura”, disse.

Ainda segundo Eduardo Braide, o PMN entrará com representação na Justiça Eleitoral para garantir a transparência das eleições no Maranhão.

“O PMN tomará todas as providências necessárias a fim de que o Estado Democrático de Direito seja preservado, garantindo a todos, eleições verdadeiramente livres”, finalizou.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »