Honorato defende força tarefa na Saúde

4comentários

Durante sessão realizada na manhã de hoje (11), na Câmara Municipal de São Luís, o vereador Honorato Fernandes (11) utilizou a tribuna da Casa para chamar a atenção com relação ao processo sucateamento do Sistema Único de Saúde (SUS) e seus reflexos nos serviços ofertados à população maranhense.

O primeiro problema apontado pelo parlamentar diz respeito à indisponibilidade dos exames de ressonância no Hospital Djalma Marques, o Socorrão I. De acordo com o vereador, muitos usuários do SUS têm reclamado da espera para poder realizar os exames de ressonância solicitados pelos médicos. Na tentativa de solucionar a questão, o parlamentar sugeriu a integração de ações entre o Legislativo e o Executivo Municipal.

“Acredito que esta Casa precisa fazer uma força tarefa junto ao Executivo, talvez por meio de emendas, para pelo menos tentarmos ajudar o sistema de saúde municipal com relação à ausência de ressonâncias no Socorrão I”, sugeriu o parlamentar aos demais vereadores da Casa.

Honorato deu sequência à fala destacando também a ausência da bolsa coletora ofertada aos pacientes ostomizados. A ostomia é um procedimento cirúrgico realizado em pacientes que sofrem de alguns tipos de câncer e consiste na construção um novo trajeto para que seja possível eliminar a urina e as fezes. A necessidade da bolsa coletora se dá justamente, pois o paciente não tem como controlar a saída desses materiais.

“Não é justo submeter essas pessoas, já tão abaladas por conta do procedimento cirúrgico pelo qual elas passam, a situação degradante de ter que andar com uma sacola de supermercado por conta da ausência da bolsa de colestomia”, disse o parlamentar

Finalizando a fala, o vereador relatou a situação de abandono pela qual pacientes com diabetes têm passado, há meses, no Centro de Medicina Especializada (Cemesp), em virtude da falta de medicamentos e insumos para tratar a doença.

“Tive a oportunidade de falar com o secretário Lula, se não me falhe a memória, no dia 19 de Março, com relação a ausência de insumos aos diabéticos. Na ocasião, o secretário me informou que a questão estava em processo de adesão de uma ata.. No dia 13 e maio, voltei a tratar do assunto com o secretário, o qual afirmou que a adesão da ata já estava efetivada. E, hoje, infelizmente, volto a pedir a atenção do município, pois o atendimento às pessoas com diabetes ainda não foi regularizado”, finalizou o vereador.

Foto: Divulgação

4 comentários »

Prefeitura amplia horário de vacinação contra gripe

0comentário

A Prefeitura de São Luís está se empenhando em cumprir a meta de vacinação contra a gripe estipulada pelo Ministério da Saúde que é imunizar, na capital, 209.974 pessoas pertencentes ao grupo de risco. Com a cobertura de sábado (26), quando a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) promoveu o Dia D Municipal, foi atingida 65% da meta. Como forma de intensificar a vacinação, o poder público municipal está estendendo o horário de funcionamento em algumas unidades municipais de saúde para reforçar a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que encerra nesta sexta-feira (1º).

“O Dia D Municipal foi muito importante para alavancar a cobertura que devemos ter até o final da campanha, e ele será complementado com outras ações que faremos ao longo dessa última semana. Trabalhamos para cumprir a meta, pois a vacinação contra a influenza tem contribuído para a redução de complicações e internações decorrentes da gripe, especialmente na população de risco”, disse o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho.

As Unidades Mistas e os centros de saúde Paulo Ramos, Turu, Cohab, Genésio Rego, Liberdade, Bezerra de Meneses, São Francisco, Djalma Marques, Fabiciana, Janaina, Clodomir Pinheiro e Vila Bacanga atenderão até às 18h, uma hora a mais do horário regular de funcionamento. O horário estendido tem como objetivo ampliar o acesso do público-alvo à vacina para garantir a cobertura da meta proposta pelo Ministério da Saúde.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, afirmou que a Prefeitura está realizando diversas ações de mobilização para atingir a meta estabelecida para a capital. “Além de estendermos o horário de funcionamento das unidades de saúde, estamos, inclusive, levando os serviços de imunização contra a influenza às escolas e aos órgãos públicos, fazendo uma espécie de busca ativa para alcançarmos o máximo possível o público-alvo da campanha”, afirmou o secretário.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Indicadores apontam avanço na saúde em Ribamar

0comentário

O município de São José de Ribamar, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), alcança hoje números representativos e que configuram avanços significativos na oferta de atendimento, serviços e qualidade, tripé que vem destacando a saúde ribamarense.

Para se ter uma ideia, a cobertura de atenção básica nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) atendeu só em 2017, mais de 12 mil exames citopatológicos do colo do útero voltados para mulheres entre 25 e 64 anos, enquanto que em 2016, foram realizados pouco mais de 4 mil atendimentos. O número representa mais de 300% de aumento em relação ao ano anterior. Já o número de mamografias entre mulheres 50 a 69 anos, alcançou 2.183 procedimentos.

A maternidade municipal, que foi encontrada destruída, praticamente parada, sem oferta de atendimento, em razão das péssimas condições do local, fechou o ano de 2017 com o registro de 1.087 partos.

As amostras de água para consumo humano, quanto aos parâmetros coliformes totais, cloro residual livre e turbidez, saltou de 67 para 265, número quase quatro vezes maior em relação a 2016. Os testes rápidos de HIV e Sífilis representam um dos principais números em atendimento, saindo de 5.434 para 11.923.

Dados que segundo o prefeito Luis Fernando revelam não apenas meros indicadores como também o registro de resultados e metas propostas que não foram apenas alcançados como ultrapassados. “Assumimos uma responsabilidade constitucional com as necessidades e direitos dos usuários do serviço de saúde. A política que empreendemos no município busca centrar no cidadão, na gestão do cuidado com a humanização, acolhimento, produção de vínculo e participação da comunidade em geral”, avaliou o prefeito.

Luis Fernando disse ainda que os indicadores de saúde servem para “orientar o desenvolvimento de ações articuladas”, num processo contínuo de avaliação, apontando avanços e falhas no tocante à organização dos serviços e das práticas de trabalho.

“O município de Ribamar saiu de 36 e conta hoje com 47 Equipes de Saúde da Família distribuídas em 32 unidades, tendo como objetivo organizar a rede de cuidado progressivo do sistema e garantir à população o acesso aos serviços básicos, como também aos especializados e a assistência hospitalar”, completou.

Serviços, que segundo o secretário de saúde, Tiago Fernandes, são essenciais na reconstrução da saúde ribamarense. “Encontramos uma saúde destruída onde o usuário era maltratado sem a menor atenção. A Prefeitura trabalha na oferta de atendimento digno a população, na melhoria dos serviços, na construção de Unidades de Saúde e na aquisição de equipamentos novos e de qualidade”, detalhou.

Investimentos

Só em 2017, a Prefeitura de São José de Ribamar reconstruiu 09 Unidades de Saúde Básica, UBS. Para 2018, além das duas UBS’s já reconstruídas e devolvidas a população, à exemplo da UBS de Panaquatira e da Kiola, foram assinadas Ordens de Serviços autorizando a construção das unidades que deverão beneficiar as áreas da Vila Operária, Flamengo, Matinha, Mata, Parque Jair e Kiola.

Já estão em andamento as obras para serem entregues no segundo semestre de 2018, das UBS’s do J.Câmara, Pindaí, e Sarney Filho II.

sem comentário »

Andrea Murad aponta negligência na Saúde

0comentário

A deputada estadual Andrea Murad (PRP) relatou vários episódios de negligência no serviço público de saúde, através de sua rede social. Péssimo atendimento, falta de medicamentos e materiais e até desperdícios estão ocorrendo nas unidades administradas pelo governo Flávio Dino.

“A cada dia, novos relatos de negligência na rede estadual de saúde do Maranhão. É monstruoso como os gestores de Flávio Dino lidam com o atendimento nas unidades. Em Coroatá, Antônia de Sousa Nascimento, de 83 anos, sofreu um acidente, quebrou o ombro e a perna, e deu entrada no hospital macrorregional no dia 29 de abril, onde passou um tempo no corredor do hospital e só depois foi para um leito. Até hoje aguarda para fazer uma cirurgia. E o mais absurdo: o hospital está sem os equipamentos para realizar o procedimento como furadeira, máquina de esterilização de ferramentas e outros materiais. O Ministério Público deve intervir imediatamente, porque familiares de Antônia alegam que ela não é caso isolado, tem várias pessoas que estão na fila de espera há mais de 4 meses por uma cirurgia”, relatou Andrea.

A parlamentar também relatou o caso da senhora Leocádia Diniz, 79 anos. Ela estava com pneumonia, mesmo diabética e hipertensa, não recebeu a atenção necessária e imediata, passando 1 semana em uma cadeira na UPA do Bacanga e só depois de ter seu quadro agravado foi transferida para Ala Vermelha, mas faleceu na manhã desta segunda-feira.

“Não bastassem os óbitos que devem estar ocorrendo em muitas outras unidades do estado, por todo esse desleixo do governador Flávio Dino, há desperdícios com o pouco que tem e a falta de materiais é frequente. Isso é um absurdo. Toda semana recebo reclamações de falta de tudo nos hospitais. O hospital Geral, em São Luís, falta medicação, falta soro fisiológico de 100 ml e 250 ml, restando apenas os de 500 ml que são usados para aplicar apenas 100 ml com medicação e depois é jogado fora. Um completo desperdício. Quando não se estraga, falta! Pacientes que recebem insulina pelo Estado, estão com mais de mês sem receber a medicação. Até quando vamos assistir esse descuido do governo do estado????”, questionou Andrea.

Foto: Nestot Bezerra

sem comentário »

Todos por São Luís homenageia Dia das Mães

0comentário

Em homenagem ao Dia das Mães, comemorado neste domingo (13), um grande mutirão de serviços de saúde, embelezamento e atividades artísticas e culturais foi realizado neste sábado (12), na edição especial do Programa Todos por São Luís, executado pela Prefeitura de São Luís, no Hospital da Mulher, no Anjo da Guarda. No local, as mães foram recepcionadas com um café da manhã, apresentação cultural do grupo Lamparina e da banda da Guarda Municipal.

“Realizamos hoje um “Todos” muito especial, porque é amplamente dedicado às mães, esses seres tão iluminados e amados por nós. O prefeito Edivaldo e a primeira-dama, Camila Holanda, imbuídos de muita sensibilidade e carinho estão proporcionando um tratamento especial às mães, homenageando-as com a oferta de serviços importantes amplamente dedicados a elas que, quase sempre, estão envolvidas com os cuidados com seus filhos, com sua casa e seu trabalho. E hoje tiveram aqui a oportunidade de cuidar um pouquinho mais de si mesmas, de sua saúde e de se divertir com as várias ações culturais ofertadas”, afirmou o secretário de Saúde, Lula Fylho.

O secretário acrescentou, ainda, que esta é a principal proposta do programa, aproximar a comunidade das políticas públicas que tem direito, reunindo em um só dia serviços em diversas áreas e que no seu dia a dia teriam dificuldade de realizar.

Todas as ações contempladas na programação do Todos por São Luís – especial Dia das Mães foram realizadas no Hospital da Mulher, unidade municipal de saúde que já tem a marca do cuidado com o público feminino e onde já são executados diversos procedimentos médicos destinados às mulheres.

Foto: Honório Moreira

sem comentário »

Prefeitura promove dia de vacinação contra gripe

0comentário

A Prefeitura de São Luís realizará neste sábado (12) o Dia D de Vacinação contra a Gripe. A vacinação acontecerá em 63 unidades de saúde e mais 10 postos volantes e contará com a participação de cerca de 650 profissionais. A meta é vacinar mais de 230 mil pessoas que estão nos grupos de risco. A ação, executada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), integra as atividades da Campanha Nacional contra a Influenza, coordenada pelo Ministério da Saúde.

A campanha de vacinação tem como público-alvo crianças de seis meses a menores de cinco anos, pessoas acima dos 60 anos de idade, trabalhadores da área da saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, além da população privada de liberdade, dos funcionários do sistema prisional e das pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, explica que a intenção é fortalecer as ações da campanha e atingir a meta de vacinação. “A Prefeitura de São Luís mobiliza suas equipes para imunizar o máximo de pessoas contra os tipos mais comuns de vírus da gripe, e assim, diminuir a possibilidade de complicações causadas pela doença”, pontua o secretário.

Para ampliar o alcance da ação, além das unidades de saúde, a Prefeitura de São Luís está disponibilizando 10 postos volantes que estarão à disposição da população em locais como Convento das Mercês, Tropical Shopping, Associação dos Moradores da Ilha da Paz, Igreja Evangélica Templo da Esperança, Capela São Paulo, Capela Santo Antônio, Alto São Sebastião, Inhauma, Cajueiro, Igarau e Residencial 2000.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Luis Fernando autoriza obra da UBS da Vila Kiola

0comentário

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, entregou na tarde desta quarta-feira (2), a sede provisória para o funcionamento da Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Kiola. No mesmo ato, o gestor ainda assinou a autorização do início da construção da sede definitiva, que deverá beneficiar milhares de moradores da região.

A sede provisória, que hoje passa a abrigar e oferecer os serviços essenciais voltados à Atenção Básica, nos últimos anos funcionava em endereço totalmente insalubre. Sem condições de atendimento digno à população. O prefeito Luis Fernando determinou, como um de seus primeiros atos, medidas para a mudança de sede, até que as obras da nova e definitiva unidade, fossem iniciadas e concluídas.

“Em minha primeira gestão, deixei um Centro de Saúde funcionando, porém, ao invés de retornar à Kiola para iniciar a obra de um hospital, por exemplo, volto para reconstruir a UBS, que além de sucateada, funcionava em sede inapropriada”, detalhou o prefeito, ao lado do vice-prefeito Eudes Sampaio.

Ele disse que foram mais de 400 mil reais gastos, mas que ninguém sabe onde foram empregados. “Dinheiro do Governo Federal que não vamos mais reaver, mas que já foi representado ao Ministério Público e hoje, após licitação e com recursos próprios, vamos devolver a unidade da Vila Kiola”, garantiu o prefeito, que finalizou: “uma administração que destrói a saúde, não quer o cidadão vivo”.

O secretário de saúde, Tiago Fernandes, acrescentou que acabou a era do chamado “jeitinho brasileiro”, no qual os interesses particulares eram postos acima da necessidade da população. Isso já não compõe a realidade da Vila Kiola e nem mesmo da saúde ribamarense. “Estamos saindo de uma unidade provisória, que funcionava precariamente, e passando para uma sede digna com a garantia de que logo logo mudaremos para o prédio definitivo”, garantiu.

(mais…)

sem comentário »

Edivaldo leva Saúde para Todos à Ilhinha

0comentário

Moradores do bairro da Ilhinha receberam, nesta semana, os serviços do programa Saúde para Todos – Consultório Volante. Executada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a ação tem o objetivo de ampliar o alcance dos serviços públicos, facilitando o acesso e aproximando-os da população. Em cada dia de atividade, o programa realiza em média mil atendimentos.

O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, destaca que, com o programa, o prefeito Edivaldo fortalece os incentivos que tem dado para as melhorias dos serviços públicos de saúde. “Estamos reforçando a assistência já disponibilizada pelas Unidades Básicas de Saúde, com a oferta de serviços que são essenciais para a vigilância e promoção da saúde, além do importante trabalho de prevenção. Com o programa, nosso cronograma inclui levar esse atendimento a várias comunidades, especialmente para as mais distantes”, observa.

Durante o Saúde para Todos na Ilhinha foram oferecidos serviços na área da atenção básica como aferição de pressão e glicemia, testes rápidos para detecção de doenças como sífilis, hepatites e HIV, imunização, além de consultas com clínico geral e ginecologista, coleta de preventivo e exames laboratoriais. Os moradores contaram também com serviços de odontologia e distribuição gratuita de medicamentos com a farmácia básica.

A ação do Saúde para Todos conta com o apoio do Consultório Volante, fruto de emenda parlamentar do vereador Pavão Filho. Na Ilhinha, o suporte do veículo possibilitou atendimento odontológico e espaço para a realização de exames preventivos. A presença do veículo é característica do programa e favorece a itinerância da ação, permitindo que a Prefeitura de São Luís beneficie cada vez mais a população com esses serviços na área da saúde.

O Saúde para Todos – Consultório Volante iniciou suas atividades no mês de março e já foram realizadas nove edições do programa. Além da Ilhinha, foram contemplados com as ações do programa bairros como Vila Riod, Habitacional Turu, Centro, Vila Conceição e Gancharia.

Foto: A. Baeta

sem comentário »

Edivaldo leva novos serviços de saúde aos bairros

0comentário

Uma série de serviços de saúde oferecidos gratuitamente à população em diversos bairros da capital, com as ações do programa Saúde para Todos – Consultório Volante. Na iniciativa, realizada pela Prefeitura de São Luís, a carreta itinerante que é equipada com consultório, visita as comunidades levando serviços essenciais.

O programa, que integra as ações da Saúde na gestão do prefeito Edivaldo, está sendo promovido desde o mês de março e em abril inicia com atividades no bairro Alemanha, nesta quinta-feira (5) e sexta (6). Até o dia 28 deste mês a carreta percorrerá diversos bairros da cidade.

O Saúde para Todos – Consultório Volante é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e tem como foco aproximar os serviços de saúde da população e ampliar a assistência na área da atenção básica, pontua o titular da Semus, Lula Fylho. “Essa é uma grande estratégia da gestão do prefeito Edivaldo para complementar a oferta de serviços de atenção básica. Com isso, amplia o acesso da população, especialmente nas comunidades mais distantes”, reforça Lula Fylho.

A abertura da agenda do mês de abril será no Centro Beneficente Nossa Senhora da Glória, no bairro Alemanha, nesta quinta-feira (5), das 8h às 12h e sexta-feira (6), das 8h às 17h. Entre os serviços estão consulta médica com clínico geral e pediatra, serviços de enfermagem; triagem; coleta de exames laboratoriais; aconselhamento e teste rápido para detecção de doenças como AIDS, sífilis e hepatites; imunização (contra doenças como tétano, hepatite B, rubéola e febre amarela); preventivo; farmácia básica; odontologia; e atividades educativas com informações de saúde.

Saúde na Feirinha

As ações da semana serão encerradas na Feirinha São Luís, que recebe as atividades do programa neste domingo (8). O público terá acesso a avaliação nutricional, odontologia, atividades educativas de saúde, informações sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), alimentação saudável, orientações sobre prevenção do câncer de colo uterino e de mama, além de atividades físicas.

A ação na Feirinha São Luís é comemorativa ao Dia Mundial da Saúde (7 de abril) e será das 8h às 14h, na Praça Benedito Leite. Na ocasião, além da programação regular do evento com as comidas típicas, venda de produtos artesanais e apresentações culturais, o público vai ter a oportunidade de cuidar da saúde.

Foto: Honório Moreira

sem comentário »

Edivaldo reforça ações de saúde na Vila Riod

1comentário

Considerando a procura pelos serviços na última edição do ‘Todos por São Luís’, na Vila Riod, que realizou cerca de 8 mil atendimentos, a Prefeitura estendeu as ações do programa no bairro até este fim de semana. Nesta sexta-feira (23), as atividades, realizadas no Centro Comunitário de Saúde Dr. Afonso Amaral foram voltadas para a área da saúde. No sábado (24), as atividades prosseguem, com a ampliação dos serviços, agregando ações desenvolvidas por outras secretarias da gestão do prefeito Edivaldo, além da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

A coordenadora do ‘Todos por São Luís’ e primeira-dama, Camila Holanda, explica que as ações do programa atendem a uma demanda da própria comunidade. “O programa nasceu com o objetivo de responder às necessidades da população, levando os serviços públicos para as comunidades, ampliando, assim, o acesso dos cidadãos a direitos básicos como o de atendimento à saúde. Identificamos na Vila Riod uma procura muito grande por esses serviços, por isso não podíamos deixar de estender as ações nessa área”, destaca Camila Holanda.

Nesta sexta-feira (23), o ‘Todos por São Luís’ ofereceu a moradores da Vila Riod e bairros vizinhos serviços como aferição de pressão e glicemia, orientação nutricional, imunização, distribuição de preservativos, exames laboratoriais e preventivos, consultas médicas, realização de teste rápido de HIV, Sífilis e Hepatites, entrega de medicamentos com a farmácia básica, além de serviços odontológicos, com extração, limpeza, restauração e orientações sobre escovação, com aplicação de flúor.

Foto: A. Baeta

1 comentário »