Adriano Sarney ministra palestra na ACM

1comentário

O deputado estadual Adriano Sarney (PV), a convite da Associação Comercial do Maranhão (ACM), Centro, ministrou uma palestra na última quarta-feira (11), para falar dos objetivos e ações da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa (FPME) em prol do Maranhão.

“A Frente Parlamentar foi criada para interagir com o setor empresarial e oportunidades como esta são muito importantes para fortalecer esses objetivos”, disse o deputado, que é presidente da FPME.

A FPME é formada por 15 deputados e visa dar vazão aos debates do setor empresarial maranhense, aproximando os empreendedores do parlamento estadual e de diversas lideranças do setor contabilista e da área empresarial como a Associação Comercial do Maranhão (ACM) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apostando no trabalho de articulação para obter condições especiais para o desenvolvimento dos negócios de pequeno porte no Estado.

Foto: Divulgaçào

1 comentário »

Assembleia homenageia os 45 anos do Sebrae

0comentário

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, numa iniciativa do deputado Adriano Sarney (PV), realizou nesta quarta-feira (11), no plenário Nagib Haickel, uma sessão especial em homenagem aos 45 anos do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que tem como principal foco fomentar e apoiar o empreendedorismo no país.

No seu pronunciamento Adriano Sarney agradeceu a presença de todos e destacou a importância daquela instituição que é responsável pelo atendimento das micro e pequenas empresas instaladas em todo o país. Ele também destacou o trabalho desenvolvido pelo diretor superintendente do Sebrae-MA, João Batista Martins; Raimundo Coelho, vice-presidente do Conselho Deliberativo; Claudio Azevêdo, ex-presidente do Sebrae; gerentes regionais e funcionários presentes à sessão especial que foi presidida pelo deputado Júnior Verde (PRB) e que também contou com a presença da deputada Francisca Primo (PCdoB).

Adriano Sarney enfatizou que as micro e pequenas empresas  são responsáveis por mais de 50% dos empregos gerados no Brasil e no Maranhão, correspondendo a 30% de toda a riqueza do estado e do Brasil. “Então, é de fundamental importância essa homenagem a todos que fazem a nossa economia crescer cada vez mais; que empregue e faça com que a desigualdade no  nosso Estado e no Brasil diminua cada vez mais. É uma grande honra ser o autor desse requerimento que comemora os 45 anos do Sebrae que é uma instituição de extrema importância para o apoio técnico e no incentivo dos pequenos e médios empresários. Ficamos muito feliz em receber hoje aqui toda equipe do Sebrae e, fico muito feliz por que o Sebrae também foi um grande incentivador da criação da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, da qual eu sou o presidente e que tem a participação de 17 parlamentares”, afirmou o deputado.

Ele afirmou ainda que o Sebrae é de fundamental importância para o Maranhão por que além de dar apoio técnico  ao pequeno e micro empresário, ele faz  ativamente articulação política – foi o grande responsável pela Lei Geral do Pequeno Empreendedor; faz articulação  também a nível estadual. “Aqui na Assembleia foi o principal incentivador e hoje é um dos principais parceiros da nossa Frente Parlamentar em Defesa do Pequeno e Médio Empresário. Ele tem atuado no combate à desigualdade em todo o nosso Estado e no Brasil.  Temos ai importantes movimentos do Sebrae de atuação nas regiões mais carentes que precisam desse apoio para que possa fazer com que a nossa economia seja cada vez mais sustentável, tenha cada vez mais vigor, para que a gente possa criar novos empregos e  para que a gente possa dessa forma, também, sair da linha de pobreza”, acentuou Adriano Sarney.

(mais…)

sem comentário »

Adriano fará palestra na Associação Comercial

1comentário

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) fará uma palestra na Associação Comercial do Maranhão (ACM), Centro, nesta quarta-feira (11), às 19h, para falar dos objetivos e ações da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa (FPME) em prol do Maranhão.

“Essa frente parlamentar é uma das minhas principais bandeiras de luta na Assembleia, pois este é o setor da economia que mais tem contribuído para o desenvolvimento, mas tem sofrido com a atual política econômica do Estado”, diz o deputado, que é presidente da FPME.

A FPME visa dar vazão aos debates do setor empresarial maranhense, aproximando os empreendedores do parlamento estadual e de diversas lideranças do setor contabilista e da área empresarial como a Associação Comercial do Maranhão (ACM) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), apostando no trabalho de articulação para obter condições especiais para o desenvolvimento dos negócios de pequeno porte no Estado.

Homenagem – Vale ressaltar que o deputado prestou uma homenagem em suas redes sociais ao Sebrae pelo aniversário de 45 anos, nesta segunda-feira (9), destacando, ainda, o superintendente da instituição no Maranhão, João Martins.

Foto: Agência Assembleia

1 comentário »

Eleita nova comissão do PV Jovem do MA

1comentário

O PV Jovem do Maranhão elegeu nesta sexta-feira (6), a comissão que vai coordenar os rumos da militância no estado pelos próximos dois anos. Marcelo Pereira da Silva, de Timon, foi eleito presidente. Ele foi o candidato de consenso escolhido durante o II Encontro da Juventude Verde do Maranhão, evento realizado no bairro Olho D’água, que reuniu representantes de todo o Estado.

O deputado estadual Adriano Sarney (PV), principal idealizador e maior incentivador do PV Jovem no Maranhão, acompanhou com entusiasmo o processo de escolha. “Queremos uma juventude que tenha um projeto político bem definido e compromissada com o desenvolvimento do Maranhão”, declarou Adriano, durante a posse da nova comissão do PV Jovem.

Confira a lista dos eleitos no PV Jovem Maranhão no biênio 2018/2019:

Marcelo Pereira da Silva, de Timon: presidente do PV Jovem Maranhão
Bruno Rodrigues, de São Luís: primeiro vice-presidente
Paulinho Araújo, vereador PV de Montes Altos: segundo vice-presidente
Gildásio Brito, de Barra do Corda: secretário de Militância Virtual
Jasiel Alves Silva, de Açailândia: secretário de Comunicação
Cleiton Gonçalves de Sousa, de São Francisco do Brejão: secretário de Integração Social
Robert Valporto, de Mirinzal: secretário de Formação
Ana Quitéria, vereadora PV de São Francisco do Brejão: secretária Jovem Mulher
Jéssica Araújo, de Morros: secretária de Direitos Humanos e Diversidade
Gerson Nunes, de Arari: secretário de Organização
Lucas Marques, de São Luís: secretário de Mobilização Juvenil

1 comentário »

Adriano destaca esforço pela Rua Grande

0comentário

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) destacou, nesta quinta-feira (5), o esforço conjunto ocorrido nos últimos dias entre diversas lideranças empresariais e políticas do Maranhão, incluindo o ex-presidente José Sarney, a presidente nacional do IPHAN, Kátia Bogéa, e o superintendente do IPHAN no Maranhão, Maurício Itapary, para requerer do Governo Federal a liberação de R$ 15 milhões para a reforma da Rua Grande, incluída no projeto de revitalização de diversos logradouros do Centro Histórico de São Luís.

“Vimos um grande esforço das entidades empresariais, o IPHAN e as lideranças políticas maranhenses de todas as bandeiras partidárias unidas em prol do descontingenciamento de importantes recursos para a revitalização do Centro Histórico de São Luís”, declarou Adriano.

O parlamentar lembrou ainda que teve recentemente uma reunião com o superintendente do IPHAN, em São Luís, na qual revelou-se que o projeto de revitalização da Rua Grande já está licitado e apenas aguardava-se a liberação desses recursos para dar início às obras.

Homenagem – Adriano Sarney, durante o seu discurso na Assembleia sobre a revitalização da Rua Grande, um importante símbolo do comércio de São Luís, destacou ainda o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa (5 de outubro), homenageando o trabalho das diversas entidades representativas do setor como o Sebrae-MA, a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL), a Câmara de Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL) e a Associação Comercial do Maranhão (ACM), entre outras.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

1000 dias de desgoverno

1comentário

Por Adriano Sarney

O governo comunista completa hoje mil e cinco dias. A data nos faz lembrar da maior fraude eleitoral de todos os tempos. Com muitos retrocessos, principalmente nas áreas social e econômica, e sem nenhum avanço prático, a administração do PCdoB tenta sobreviver inventando conquistas e se vangloriando de iniciativas do Governo Federal e as deixadas pela gestão anterior. Enquanto travam lutas contra reinados imaginários, esqueceram-se do povo, que clama por melhorias reais.

Nesse período, os comunistas já transferiram mais de R$ 500 milhões do bolso dos maranhenses para os cofres do Estado por meio de aumento de impostos, multas e taxas, ao passo que R$ 425 milhões foram destinados a melhoramento e pavimentação asfáltica. Com efeito, tirar dinheiro do povo para colocar em asfalto eleitoreiro que não durará o próximo inverno é um dos muitos erros da atual administração. E o pior, segundo estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea): os pobres pagam 44,5% mais impostos do que os ricos.

O mais importante índice do mundo para medir distribuição de renda, o Gini (instrumento para medir o grau de concentração de renda em determinado grupo) apontou, em sua última edição publicada em 2016, que o governo do PCdoB aumentou a desigualdade no Maranhão. O índice passou de 0,49 na gestão passada para 0,51 no governo comunista.

Houve aumento na concentração de renda, os ricos ficaram mais ricos e os pobres mais pobres. Outro índice, este mais famoso por ser repetido à exaustão pelo governador do estado e seus seguidores, é o IDH. Em sua última edição, que mediu os avanços do Maranhão durante o governo passado, fomos um dos estados que mais melhorou o seu índice, ultrapassando o Pará e Alagoas nesse período.

Entretanto, corremos agora o risco de perder posições para outros estados, uma vez que a distribuição de renda e a atividade econômica tiveram significativas pioras no governo comunista. Enquanto o Maranhão crescia a 6% ao ano na gestão Roseana, acima da média nacional, no atual governo encolhe -4%, mais do que outros estados – então, a culpa não é da crise econômica. Em suma, o tão propagado programa Mais IDH, minguou para o Menos IDH.

Mais de mil dias se passaram e o governo, que recebeu R$ 2 bilhões em caixa do BNDES, centenas de obras em andamento (que ainda não conseguiu entregar), R$ 500 milhões da Repatriação do governo Temer, além de uma situação fiscal equilibrada, ainda aumentou impostos e contraiu mais de R$ 1 bilhão em novos empréstimos.

Com tudo isso, os comunistas ainda desvirtuaram a Lei de Incentivo à Cultura e a Lei de Incentivo ao Esporte, acabaram com os hospitais de 20 leitos do Programa Saúde é Vida, assim como o benefício do Viva Luz que isentava os mais pobres da conta de energia.

Os números aqui revelados refletem a ampla fotografia do estado, captam a economia, a desigualdade, as prioridades distorcidas de um governo contraditório em suas palavras e ações.

Os comunistas valorizam o debate que gira em torno de seus inimigos imaginários. Criticavam as empresas que prestavam serviços a governos passados, mas as contratam, falavam de uso de aviões e helicópteros, de empregos comissionados, de secretários candidatos, de almoços e jantares no Palácio dos Leões para autoridades, de gastos em publicidade e diárias, de distribuição seletiva de emendas parlamentares, de escândalos a nível nacional. Mas agora se tornaram protagonistas do roteiro criado por eles para atingir seus adversários.

O resultado desse desgoverno não poderia ser outro senão 1.005 dias de retrocesso.

*Adriano Sarney é economista, administrador e deputado estadual (PV)

1 comentário »

Projeto vistoria mais de 600 veículos grátis

0comentário

O projeto Pit Stop, que realizou mais de 600 inspeções veiculares gratuitas em São Luís, no último sábado (dia 23), deu boa repercussão também nas redes sociais.

A ação teve um propósito socioeducativo e integrou a programação da Semana Estadual de Conscientização da Manutenção Preventiva de Veículos Automotores e da Responsabilidade no Trânsito, criada pela Lei número 10.547/2016, de autoria do deputado Adriano Sarney.

O evento foi promovido pelo o Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado do Maranhão (SINDIREPA-MA).

Esta foi a quarta edição do projeto Pit Stop. Nas três anteriores foram inspecionados mais de 760 veículos (automóveis e utilitários leves), sendo que, preponderante, os veículos inspecionados contavam, no máximo, com 10 anos de fabricação, em relação à data de realização dos eventos.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Adriano revela farsa do governo Flávio Dino

3comentários

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) revelou, nesta quarta-feira (20), ofício do Ministério da Integração Nacional que desmente acusações feitas por veículos de imprensa, páginas de redes sociais e blogues alinhados ao governo Flávio Dino (PCdoB), contra a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

“Isso é uma mentira do governo comunista que inventou uma denúncia contra a ex-governadora Roseana, e o ofício do Ministério da Integração repõe a verdade”, disse Adriano, desmontando a farsa que vem sendo alimentada pelo governo comunista acerca de recursos utilizados em ações contra enchentes em 2009, durante a gestão Roseana.

Segundo Adriano, em discurso na tribuna da Assembleia, desde a divulgação recente de pesquisas de intenção de voto que colocaram Roseana à frente da eventual disputa ao Governo do Estado, diversos veículos alinhados ao Palácio dos Leões vêm difundindo factoides, a exemplo da falsa denúncia que foi desmentida pelo Ministério da Integração, numa clara tentativa de estancar o avanço da ex-governadora na preferência do eleitorado maranhense.

Foto: Agência Assembleia

3 comentários »

AL discute desenvolvimento do Varejo

1comentário

Representantes das Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL) do Maranhão reuniram-se nesta segunda-feira (dia 18), na Assembleia Legislativa, para o Seminário de Disseminação e Articulação de Propostas de Políticas Públicas para o Desenvolvimento do Varejo. O evento é promovido pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) em parceria com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Maranhão (FCDL-MA), presidida por Socorro Noronha. O seminário conta com apoio da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa (FPME), presidida pelo deputado estadual Adriano Sarney (PV).

“É muito importante a realização desse encontro com presidentes de CDL de todo o Estado para discutirmos com especialistas propostas de desenvolvimento do varejo. O setor de comércio e serviços é responsável por mais de 70% dos empregos formais no Maranhão e cerca de 50% dos empregos do país. Precisamos unir esforços para desenvolver esse setor e a FPME com as demais entidades parceiras podem contribuir muito, tornando o Legislativo um mediador entre o poder público e a iniciativa privada”, declarou Adriano.

Socorro Noronha, presidente da FCDL-MA, demonstrou otimismo em relação ao evento. “Acho que esse é um momento histórico porque estamos reunindo a classe lojista e o poder Legislativo, por meio da Frente Parlamentar, para dar visibilidade às demandas e buscar soluções conjuntamente. Deste encontro certamente vão resultar propostas para termos políticas públicas que de fato impulsionem o desenvolvimento do Maranhão”, declarou.

O seminário foi apresentado pelo professor Marcos Lima, da IAG Consultoria, acompanhado do gerente de projetos do CNDL, Daniel Sakamoto. Eles explicaram que, antes de chegar ao Maranhão, este evento foi realizado em 16 capitais brasileiras e que o objetivo é chegar a todas as capitais, como parte do Programa Nacional de Desenvolvimento do Varejo (PNDV).

Segundo Lima, esta é uma iniciativa conjunta da CNDL com o Sebrae Nacional e visa melhorar o ambiente de negócios e acelerar o desenvolvimento de vantagens competitivas no setor varejista, por meio da identificação, proposição e disseminação de políticas públicas e do fortalecimento das lideranças do setor.

Participaram do seminário, além de presidentes das CDL de diversos municípios do Maranhão; o vice-presidente da FPME, deputado Wellington do Curso (PP); o superintendente do Sebrae-MA, João Martins; Antônio Nunes, secretário de Governo do Estado; Fábio Ribeiro, presidente da CDL de São Luís; Francisco Brasil, presidente da CDL de Imperatriz; e Albertino Leal, superintendente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema).

Foto: Divulgação

1 comentário »

Deputados criticam aprovação de MP de Dino

0comentário

Na sessão desta quinta-feira (14), o plenário da Assembleia aprovou a Medida Provisória (MP 245) do Governo do Estado que institui o programa de parcelamento de débitos fiscais relacionados ao ICM e ICMS, com votos contrários da oposição. Os deputados Eduardo Braide (PMN), Max Barros (PRP), Sousa Neto (PROS) e Adriano Sarney (PV) encaminharam votação contrária à MP.

Quem primeiro tratou do assunto pela oposição foi Eduardo Braide, que criticou o governo pela adoção. “Essa medida provisória, eu afirmo em alto e bom som, é o atestado de incompetência do governo estadual em relação à política econômica do estado do Maranhão. E eu explico a vocês: esta Casa, contra o meu voto e de vários deputados aqui, deputado Sousa Neto, o seu voto também, do deputado Max Barros, do deputado Wellington do Curso e de vários outros deputados, votou contra a alteração do regime de cobrança de antecipação do ICMS”, contou.

Os demais deputados de oposição fizeram também críticas na mesma linha e afirmaram que o tema deveria seria debatido pelo plenário, sem que o governo recorresse a uma MP, a exemplo do que disse Adriano Sarney. “A crítica da Oposição é só quanto à forma que está sendo feita e pontualmente dentro dos projetos, nós podemos observar questões que poderiam ser mais discutidas. Por exemplo, o governador, nesse caso preciso, aumentou o imposto, aumentou o imposto demais, a população não conseguiu, não está conseguindo pagar o imposto, aí ele está cobrando taxas e multas, a população não está conseguindo pagar as taxas e multas que o governo está cobrando e aí ele foi forçado a fazer uma medida provisória para reduzir essas taxas e multas”, afirmou.

Segundo, Sousa Neto, o governo, “na verdade, está querendo se desculpar e, de alguma forma, reparar um erro gravíssimo que eles fizeram ao aumentar os impostos e agora querer parcelar. Depois da quebradeira que está principalmente no pequeno empresário, no microempresário, para quem tem base no interior do estado do Maranhão e que nos assiste sabe do que eu estou falando”.

Na sessão presidida pelo deputado Humberto Coutinho (PDT), alguns deputados da bancada governistas, a exemplo de Bira do Pindaré (PSB) e Othelino Neto (PCdoB), defenderam a criação do programa para facilitar a vida de empresas e pessoas que estejam em dívida com o Estado.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »