Moto apresenta elenco e novo uniforme

10comentários

O Moto apresentou na noite desta sexta-feira (17), o novo elenco e novo material esportivo que será utilizado na próxima temporada.

O elenco foi praticamente todo renovado em relação à equipe que foi rebaixada no Campeonato Brasileiro Série C. A maioria são jogadores que atuaram em equipes do interior nordestino.

Veja a lista: goleiros: Rodrigo Ramos, Matheus e Gustavo (Bacabal-MA); laterais: Diego Renan, Matheus Rubens (São José-MA), Guilherme (Galvez-AC) e Pedro Júnior (Santa Quitéria); zagueiros: Wanderson, Betão (Pesqueira-PE), Ricardo Braz (Juazeirense-BA) e Wesley (Botafogo-PB); volantes: Felipe Araripina (Jacuipense-BA), Rafael Santos, Vitor Salvador (Icasa-CE) e Bruno Menezes (Sete de Setembro-PE); meias Jaílson (Decisão-PE), Rodrigo Ost (Comercial-MS), Igor Neves e Everlan (Juazeirense-BA); atacantes são Ricardo Maranhão, Jefferson Araújo, Robinho (River-PI), Lucas Barcelar (River-PI) e Edu (Caldense-MG).

O clube vai vestir uniforme da Embratex Sport – o mesmo fornecedor do Criciúma e Boa Esporte.

Foto: Divulgação/ Moto

10 comentários »

Leston foi no mínimo infeliz ao falar do Moto

18comentários

O ex-técnico do Moto, Leston Júnior foi no mínimo infeliz em uma entrevista concedida em reportagem ao Globoesporte.com. Falar agora é fácil, Leston!!! Mas isso parece comum, no Sampaio, o ex-treinador Petkovic fez a mesma coisa ao ser demitido.

Atualmente no Botafogo-PB, o ex-treinador do Moto atribuiu o seu fracasso no time rubro-negro à situação financeira e falta de estrutura do clube. E diz que foi um erro ter aceito vir treinar o clube.

Fico sempre com pé atrás quando vejo profissionais que se dizem “arrependidos” após um fracasso.  Atribuir o seu fracasso a isso é querer jogar a culpa apenas nos outros. E o que Leston diria sobre os jogadores que trouxe e não foram poucos?

De fato, os problemas financeiros atrapalharam muito, mas considero que outros fatores foram determinantes no fracasso do Moto na temporada.

O principal deles, inclusive sob o comando de Leston Júnior foi a contratação equivocada de muitos e muitos jogadores. Leston e o Moto erraram demais nas contratações.

Além de jogadores tecnicamente fracos, na sua maioria eram descompromissados e ai Leston deveria ter assumido a sua culpa ao indicar jogadores que não resolveram.

O Moto inchou o elenco a pedido de Leston e daí os que estavam aqui e os que chegaram não conseguiram fazer o Moto jogar. Dizer que foi um erro ter vindo para cá quando não teve outro clube que o chamasse é fácil também. Acho que o Moto foi quem arriscou demais, pois haviam milhares de treinadores bem mais capacitados no mercado.

A declaração de Leston foi, na verdade uma tentativa de aliviar a barra dele, pois na Paraíba a sua contratação não foi bem recebida pela torcida do Belo. A conversa inicial dele no Botafogo é a mesma do Moto até porque Leston domina bem as palavras…. Mas neste caso perdeu uma excelente oportunidade de permanecer calado, pois pelo que o Moto jogou sob o seu comando pode falar muito pouco.

Vale lembrar que após a saída de Leston, os problemas continuaram no Moto, ainda assim o time foi melhor sob o comando de Marcinho, embora tenha sido rebaixado, basta comparar os números.

O Moto fez tudo errado sim, mas certamente o técnico Leston Júnior também deu a sua contribuição para a temporada ruim do Moto, disso ele jamais conseguirá fugir.

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

18 comentários »

Moto acertou ao repatriar Rodrigo Ramos

11comentários

O anúncio pela diretoria do Moto da contratação do goleiro Rodrigo Ramos abriu uma polêmica em meio à torcida rubro-negra.

Muitos torcedores do Moto, diria que a maioria aprovou o retorno do goleiro e capitão do título estadual em 2016.

Uma outra parte que defende as “novidades” vindas de fora é claro que não gostou. Teve quem afirmasse que o Moto contratou um “velhinho” em tempo de se aposentar.

E faço questão de falar desse assunto, pois trata-se de um grande profissional com seus 38 anos, mas ainda com muito futebol e sobretudo profissionalismo para qualquer clube local.

A história de sucesso de Rodrigo Ramos no Imperatriz, Sampaio, Moto e Maranhão não vai ser manchada por “tolos” de plantão que em sua maioria nem vai ao estádio. Se a torcida não vai sequer ao estádio como é que quer reclamar do time e exigir um elenco mais forte????

A diretoria do Moto está de parabéns e acertou em cheio ao repatriar um atleta que é exemplo de profissional, trabalhador, dedicado, liderança dentro e fora de campo.

Aos que não gostaram diria que Rodrigo Ramos não tentará convencê-los a acreditar que ele ainda tem muito a fazer pelo nosso futebol.

As críticas à contatação de Rodrigo Ramos são reflexo de que ele está mais vivo do que nunca. Não fosse assim não provocaria tanta repercussão.

Foto: Welliandrei Campelo

11 comentários »

Atacante Jefferson retorna ao Moto

17comentários

Após repatriar o goleiro e capitão do título estadual de 2016 Rodrigo Ramos, a diretoria do Moto anunciou o retorno do ataquete Jefferson que também foi destaque e um dos artilheiros do time naquela temporada.

Jefferson foi outro jogador que não renovou com o clube após a conquista do estadual em 2016. Do Moto, ele foi para o Princesa de Solimões, onde foi artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro Série D.

Além de Jefferson, o Moto negocia o retorno de Robson Simplício, outro que foi campeão Estadual.

Além desses, Dieguinho, Wanderson e Rafael permanecerão na equipe na próxima temporada segundo diretor de futebol Daniel Meneses.

Foto: Welliandrei Campelo

17 comentários »

Rodrigo Ramos está de volta ao Moto

0comentário

O goleiro Rodrigo Ramos está de volta ao Moto. Ele é o primeiro nome do clube para a temporada 2018.

Em postagem nas redes sociais, o clube deu pistas hoje bem cedo sobre a contratação do goleiro que é chamado de “paredão”: “Toda equipe começa por um grande goleiro”, mas o anúncio oficial deve ser feito nas próximas horas.

Rodrigo Ramos foi campeão maranhense pelo Moto em 2016, mas a diretoria do Moto à época não renovou o contrato para o Brasileirâo Série C e Rodrigo Ramos acabou retornando ao Sampaio.

Este ano, o goleiro que pelo segundo ano consecutivo foi considerado o melhor na posição disputou o Estadual pelo Imperatriz e a Série D pelo MAC.

Atualmente disputa a Segunda Divisão do Pará pela Tuna Luso.

Rodrigo Ramos deverá ser uma das novidades do clube no evento marcado para o dia 17 de novembro. Na ocasião, além de apresentar o elenco, o Moto vai apresentar os novos uniformes para a temporada 2018.

Foto: Biné Morais/ O Estado

sem comentário »

Rodrigo Ramos pode voltar ao Moto

11comentários

A diretoria do Moto e o jogador negam acerto, mas não escondem que existe o interesse dos dois lados e o goleiro Rodrigo Ramos pode estar retornando ao clube como principal nome para a temporada 2018.

Rodrigo Ramos foi contratado pelo Moto num momento muito difícil em 2016, capitão do clube acabou conquistando o título de campeão maranhense de ponta a ponta.

Mas a diretoria do Moto à época não renovou o contrato para o Brasileirâo Série C e Rodrigo Ramos acabou retornando ao Sampaio. Este ano, o goleiro que pelo segundo ano consecutivo foi considerado o melhor na posição disputou o Estadual pelo Imperatriz e a Série D pelo MAC. Atualmente disputa a Segunda Divisão do Pará pela Tuna Luso.

Sem dúvida, se confirmado o acerto, o Moto terá feito um bom investimento e numa segurança para o seu torcedor.

O Moto confirmou para o dia 17 de novembro a apresentação do novo time, bem como do novo patrocinador de material esportivo com o qual clube acredita que será possível arrecadar uma boa grana, pois o Moto fará a venda exclusiva do seu material.

11 comentários »

Diretor do Moto atribui queda ao Sampaio

20comentários

 

O rebaixamento do Moto para a Série D ainda vai dar muito o que falar nos próximos dias. O assunto repercute nas redes sociais e nem seria diferente.

Chama atenção as publicações de dirigentes rubro-negro responsabilizando o Sampaio pela queda.

Bem, em primeiro lugar é preciso dizer que o Moto dependia apenas de si para permanecer na Série C. Bastava vencer o jogo contra o Fortaleza e o Moto teria escapado do rebaixamento.

Mas daí ao ser derrotado, alguém vir responsabilizar o adversário é querer se humilhar ainda mais. O Sampaio nada tem a ver com o rebaixamento do Moto, embora tenha facilitado a missão do Botafogo-PB com a apresentação bisonha que fez. Responsabilizar o Sampaio significa admitir que o Moto era mesmo uma equipe incapaz de se garantir por seus próprios méritos.

A postagem do diretor de futebol Daniel Menezes nas redes sociais só aumenta o desgaste do Moto neste momento tão delicado. Ela é de um despreparo jamais visto e mostra o que foi o clube nesta temporada de erros.

“Infelizmente aqui em Fortaleza não conseguimos o resultado desejado,mas em São Luis, o resultado já era o esperado em se tratando do treinador adversário,e o Presidente e Deputado Sérgio Frota q sempre fala q é um desportista e briga pelo esporte no Maranhão e nunca faz nada pelo esporte,ontem demostrou q ele faz p futebol do Maranhao não podemos ter um Político desse no nosso Estado,mais o mundo da muitas voltas,aguarda p vê Sergio Frota…”

Caiu!!! Vida que segue. É aprender com os próprios erros, com a falta de planejamento, contratações equivocadas, muito mimimi nos bastidores, vaidade de conselheiros, falta de apoio do torcedor e sobretudo, falta de recursos. E mesmo com pouco recursos, o clube gastou tudo totalmente errado e termina a temporada devendo salários o que evidencia que a gestão foi um fracasso.

Nessas horas, o que se busca logo são os culpados, mas tenho certeza que não foi o Sampaio ao facilitar para o time paraibano, mas isso já faz parte do passado e o Moto deve começar a juntar os cacos e buscar forças para recomeçar.

O Moto caiu por conta dos seus próprios erros e deve aprender com eles se quiser voltar a brilhar novamente. Este é o caminho!!!!

Foto: Reprodução/ Facebook

20 comentários »

Moto pede apoio da torcida para decisão

3comentários

Em meio ao desconforto com a grave situação financeira da equipe e a possibilidade real de rebaixamento na Série C, jogadores do Moto buscam forças para a partida decisiva contra o Cuiabá, neste sábado (2), às 17h, no estádio Castelão e ainda acreditam ser possível mudar a história.

O Moto não tem outra saída. Se não vencer, dificilmente escapará da degola. A missão runro-megra é complicada, pois o time tem que vencer e torcer por tropeços de Botafogo-PB e Confiança-SE que dependem apenas de si e jogam em casa.

Mas de nada adiantará ser ajudado pelos adversários se o Moto não fizer a sua parte que é vencer os jogos. Agora só faltam dois…

Nas entrevistas, jogadores e comissão técnica fazem convocação da torcida para essa importante decisão, mas se depender do histórico de público nos jogos do Moto na competição é melhor o time nem pensar nisso, pois o torcedor mostra que definitivamente não está ao lado do time neste momento tão delicado.

O Moto colhe o que plantou numa temporada cheia de erros. Tomara que consiga acertar nestes dois jogos que ainda restam, embora nem isso poderá salvá-lo do rebaixamento.

Mas vamos acreditar até o fim e torcer para que o Moto consiga se manter na Série C.

Foto: Lucas Almeida

3 comentários »

Moto tem tabela difícil na reta final

8comentários

Nas três últimas rodadas da fase de grupos da Série C, Moto e Confiança travarão um duelo particular para evitar a queda para a Série D. O Rubro-Negro tem uma sequência mais difícil, mas conta com o aspecto de fazer dois jogos em casa, enquanto o Dragão sergipano, apesar de dois confrontos diretos contra o rebaixamento, terá que sair duas vezes para jogar na casa dos rivais.

Independente do local do jogo, o retrospecto nos três últimos jogos, é favorável ao Moto. No primeiro turno, o Rubro-Negro conseguiu somar três pontos na reta final, enquanto o Confiança conquistou apenas dois. Caso a situação seja repetida, o Moto garante sua permanência na Série C é o que aponta Blog do Bruno Alves.

Outro dado que se mostra favorável ao Moto é exatamente o desempenho das equipes dentro e fora de casa. O Confiança conquistou apenas 19% dos pontos longe de Sergipe. Apesar do confronto contra o ASA, fora de casa, que pode ser relativamente fácil, já que os alagoanos, provavelmente estarão rebaixados na última rodada, o duelo diante do Botafogo-PB, será crucial para o Dragão.

O Moto por sua vez conta com 42% de aproveitamento jogando em casa. Sequencialmente terá um confronto contra o Remo e Cuiabá. Os dois adversários tem dificuldades para vencer fora de casa, mas vale ficar atento com o Dourado, que empatou todos os sete jogos longe do Mato Grosso e, em São Luís, conseguiu arrancar um ponto do Sampaio no primeiro turno.

De toda forma, o Moto depende apenas de si. No pior cenário basta repetir o aproveitamento do Confiança, já que com uma vitória a mais, o Rubro-Negro leva vantagem na classificação.

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

8 comentários »

Moto deixa vitória escapar no fim do jogo

7comentários

O Moto esteve muito perto de garantir um resultado importantíssimo no confronto direto com o Confiança, em Aracaju, na briga contra o rebaixamento.

O time rubro-negro vencia por 1 a 0, com gol de Vinícius Paquetá cobrando pênalti sofrido por Danilo Bala, quando mais uma vez a história dos gols nos acréscimo se repetiu.

Frontini marcou para os sergipanos, aos 46 minutos para a tristeza dos torcedores do Papão que contavam com a vitória.

O Moto ainda mandou duas bolas com Daniel Barros no trave, uma delas aos 49 minutos numa cobrança de falta, mas ficou no empate por 1 a 1.

A vitória seria excelente, mas o empate ainda ajudou o Moto a permanecer na oitava colocação com 12 pontos, deixando Confiança-SE e ASA-AL na zona de rebaixamento.

O Moto volta a jogar no próximo sábado (5), contra o líder CSA-AL, às 18h, no Estádio Castelão, em São Luís.

7 comentários »