Diretor do Moto atribui queda ao Sampaio

20comentários

 

O rebaixamento do Moto para a Série D ainda vai dar muito o que falar nos próximos dias. O assunto repercute nas redes sociais e nem seria diferente.

Chama atenção as publicações de dirigentes rubro-negro responsabilizando o Sampaio pela queda.

Bem, em primeiro lugar é preciso dizer que o Moto dependia apenas de si para permanecer na Série C. Bastava vencer o jogo contra o Fortaleza e o Moto teria escapado do rebaixamento.

Mas daí ao ser derrotado, alguém vir responsabilizar o adversário é querer se humilhar ainda mais. O Sampaio nada tem a ver com o rebaixamento do Moto, embora tenha facilitado a missão do Botafogo-PB com a apresentação bisonha que fez. Responsabilizar o Sampaio significa admitir que o Moto era mesmo uma equipe incapaz de se garantir por seus próprios méritos.

A postagem do diretor de futebol Daniel Menezes nas redes sociais só aumenta o desgaste do Moto neste momento tão delicado. Ela é de um despreparo jamais visto e mostra o que foi o clube nesta temporada de erros.

“Infelizmente aqui em Fortaleza não conseguimos o resultado desejado,mas em São Luis, o resultado já era o esperado em se tratando do treinador adversário,e o Presidente e Deputado Sérgio Frota q sempre fala q é um desportista e briga pelo esporte no Maranhão e nunca faz nada pelo esporte,ontem demostrou q ele faz p futebol do Maranhao não podemos ter um Político desse no nosso Estado,mais o mundo da muitas voltas,aguarda p vê Sergio Frota…”

Caiu!!! Vida que segue. É aprender com os próprios erros, com a falta de planejamento, contratações equivocadas, muito mimimi nos bastidores, vaidade de conselheiros, falta de apoio do torcedor e sobretudo, falta de recursos. E mesmo com pouco recursos, o clube gastou tudo totalmente errado e termina a temporada devendo salários o que evidencia que a gestão foi um fracasso.

Nessas horas, o que se busca logo são os culpados, mas tenho certeza que não foi o Sampaio ao facilitar para o time paraibano, mas isso já faz parte do passado e o Moto deve começar a juntar os cacos e buscar forças para recomeçar.

O Moto caiu por conta dos seus próprios erros e deve aprender com eles se quiser voltar a brilhar novamente. Este é o caminho!!!!

Foto: Reprodução/ Facebook

20 comentários »

Moto pede apoio da torcida para decisão

3comentários

Em meio ao desconforto com a grave situação financeira da equipe e a possibilidade real de rebaixamento na Série C, jogadores do Moto buscam forças para a partida decisiva contra o Cuiabá, neste sábado (2), às 17h, no estádio Castelão e ainda acreditam ser possível mudar a história.

O Moto não tem outra saída. Se não vencer, dificilmente escapará da degola. A missão runro-megra é complicada, pois o time tem que vencer e torcer por tropeços de Botafogo-PB e Confiança-SE que dependem apenas de si e jogam em casa.

Mas de nada adiantará ser ajudado pelos adversários se o Moto não fizer a sua parte que é vencer os jogos. Agora só faltam dois…

Nas entrevistas, jogadores e comissão técnica fazem convocação da torcida para essa importante decisão, mas se depender do histórico de público nos jogos do Moto na competição é melhor o time nem pensar nisso, pois o torcedor mostra que definitivamente não está ao lado do time neste momento tão delicado.

O Moto colhe o que plantou numa temporada cheia de erros. Tomara que consiga acertar nestes dois jogos que ainda restam, embora nem isso poderá salvá-lo do rebaixamento.

Mas vamos acreditar até o fim e torcer para que o Moto consiga se manter na Série C.

Foto: Lucas Almeida

3 comentários »

Moto tem tabela difícil na reta final

8comentários

Nas três últimas rodadas da fase de grupos da Série C, Moto e Confiança travarão um duelo particular para evitar a queda para a Série D. O Rubro-Negro tem uma sequência mais difícil, mas conta com o aspecto de fazer dois jogos em casa, enquanto o Dragão sergipano, apesar de dois confrontos diretos contra o rebaixamento, terá que sair duas vezes para jogar na casa dos rivais.

Independente do local do jogo, o retrospecto nos três últimos jogos, é favorável ao Moto. No primeiro turno, o Rubro-Negro conseguiu somar três pontos na reta final, enquanto o Confiança conquistou apenas dois. Caso a situação seja repetida, o Moto garante sua permanência na Série C é o que aponta Blog do Bruno Alves.

Outro dado que se mostra favorável ao Moto é exatamente o desempenho das equipes dentro e fora de casa. O Confiança conquistou apenas 19% dos pontos longe de Sergipe. Apesar do confronto contra o ASA, fora de casa, que pode ser relativamente fácil, já que os alagoanos, provavelmente estarão rebaixados na última rodada, o duelo diante do Botafogo-PB, será crucial para o Dragão.

O Moto por sua vez conta com 42% de aproveitamento jogando em casa. Sequencialmente terá um confronto contra o Remo e Cuiabá. Os dois adversários tem dificuldades para vencer fora de casa, mas vale ficar atento com o Dourado, que empatou todos os sete jogos longe do Mato Grosso e, em São Luís, conseguiu arrancar um ponto do Sampaio no primeiro turno.

De toda forma, o Moto depende apenas de si. No pior cenário basta repetir o aproveitamento do Confiança, já que com uma vitória a mais, o Rubro-Negro leva vantagem na classificação.

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

8 comentários »

Moto deixa vitória escapar no fim do jogo

7comentários

O Moto esteve muito perto de garantir um resultado importantíssimo no confronto direto com o Confiança, em Aracaju, na briga contra o rebaixamento.

O time rubro-negro vencia por 1 a 0, com gol de Vinícius Paquetá cobrando pênalti sofrido por Danilo Bala, quando mais uma vez a história dos gols nos acréscimo se repetiu.

Frontini marcou para os sergipanos, aos 46 minutos para a tristeza dos torcedores do Papão que contavam com a vitória.

O Moto ainda mandou duas bolas com Daniel Barros no trave, uma delas aos 49 minutos numa cobrança de falta, mas ficou no empate por 1 a 1.

A vitória seria excelente, mas o empate ainda ajudou o Moto a permanecer na oitava colocação com 12 pontos, deixando Confiança-SE e ASA-AL na zona de rebaixamento.

O Moto volta a jogar no próximo sábado (5), contra o líder CSA-AL, às 18h, no Estádio Castelão, em São Luís.

7 comentários »

Jogo com o Salgueiro é ‘chave’ para o Moto

0comentário

Após as duas vitórias contra Fortaleza e Sampaio, a partida com o Salgueiro, neste sábado (22) passou a ser ainda mais decisiva para o Moto, no Campeonato Brasileiro Série C. Qualquer outro resultado que não seja uma vitória poderá ser fatal para o time maranhense.

Há duas rodadas, Moto e Salgueiro estavam na zona de rebaixamento, mas conseguiram reagir vencendo os seus jogos, mas um novo tropeço e a luz amarela acenderá novamente.

Agora, a briga entre as duas equipes é direta, tanto para encostar no G4 como definitivamente se afastar da zona de rebaixamento e o Moto tem que aproveitar o fator campo e torcida para subr na tabela.

No primeiro turno, o Moto fez um bom jogo em Salgueiro, mas em dois vacilos da sua zaga acabou sendo derrotado por 2 a 0. Mas é preciso que lembrar que da segunda rodada para cá, as duas equipes mudaram bastante.

O Salgueiro é uma equipe que tem levado poucos gols fora de casa. Em cinco jogos, a equipe levou cinco gols, mas também marcou gols em todos os jogos, no total cinco. Em um vitória, um empate e uma derrota.

Uma das derrotas foi contra o Sampaio, em São Luís, por 1 a 0, no Nhozinho Santos numa partida muito difícil para o Tricolor, por isso, o Moto já sabe que não encontrará facilidade.

No Moto, todos esperam contar com o apoio do seu torcedor, pois o time vem de duas grandes vitórias e precisa de uma boa arrecadação para melhorar a situação financeira. E para isso, até o horário da partida mudou e será às 17h, no Castelão.

Jogos do Salgueiro fora

Confiança-SE 2 x 1 Salgueiro-PE
Botafogo-PB 1 x 0 Salgueiro-PE
ASA-AL 1 x 1 Salgueiro-PE
Sampaio 1 x 0 Salgueiro-PE
Remo-PA 0 x 1 Salgueiro-PE

Foto: Welliandrei Campelo

sem comentário »

Frota lamenta dificuldade de apoio ao futebol

0comentário

O deputado Sérgio Frota (PSDB) ocupou a tribuna, na sessão desta terça-feira (11), para falar sobre os resultados obtidos por times do futebol maranhense. Ele frisou que houve 100% de aproveitamento dos três clubes que representam o Estado nas seres B e C.

O Maranhão, na primeira fase do mata-mata, jogando contra o Rio Branco do Acre, saiu vencedor por  dois a zero. O Moto, um dos representantes na Série C, enfrentou o Fortaleza, que estava em terceiro lugar e saiu vencedor. E o Sampaio, jogando com um dos favoritos ao acesso com o Botafogo da Paraíba, em João Pessoa.

“O Sampaio não tinha 10% de apostadores, e nós conseguimos depois de levar o gol aos dois minutos e muita gente estava botando no grupo do whatsapp que seria goleada. Reverteu o placar e saiu vencedor e hoje está na vice-liderança não só do seu grupo que é o Grupo A na Série C, mas de toda a Série C”, afirmou Sérgio Frota.

Ele frisou também o imenso desafio desses três clubes em continuar a participação no Campeonato Brasileiro da Série B e da Série C, sem apoio da iniciativa privada. “O apoio que nós tivemos por parte do Governo do Estado, e aqui fica o agradecimento ao governador Flávio Dino, em 2015 e 2016. Esse ano foi possível para o Campeonato Maranhense, mas nós estamos tendo imensa dificuldade de viabilizar essa parceria para o Campeonato Brasileiro”, afirmou.

sem comentário »

Moto é lento na tomada de decisões

3comentários

Presidente Célio Sérgio ainda não definiu o nome do novo treinador para comandar o time

A demora na tomada de decisões pela diretoria do Moto pode ser fatal para a equipe neste momento difícil dentro do Campeonato Brasileiro Série C.

Sem perspectivas financeiras e diante de resultados muito ruins, o Moto trocou de técnico pela quarta vez nesta temporada e agora procura um novo comandante para tentar salvar o time do rebaixamento para a Série D.

Já estava mais do que na cara que o treinador Leston Júnior não continuaria após a derrota para o Cuiabá, mesmo assim, o Moto perdeu mais tempo e pelo que parece não está muito preocupado em substituí-lo.

O Moto tem um elenco escolhido por Leston Júnior e Waldemir Rosa, mas os dois deixaram suas funções e a diretoria tem dificuldade para encontrar um novo nome para trabalhar com o elenco que ficou e não tem sido fácil, mas também não pode agir como se o tempo não estivesse passando.

Se dentro de campo o time não vem bem, fora dele, no momento de tomada de decisões importantes, os dirigentes rubro-negros demonstram lentidão na hora de solucionar os seus problemas o que é muito prejudicial ao clube.

Seria importante que o novo técnico já assistisse ao jogo contra o Fortaleza, no sábado para que pudesse avaliar a equipe, mas aposto muito que isso aconteça. Até lá, o Moto vai continuar perdendo tempo precioso.

Foto: João Ricardo

3 comentários »

Moto tenta vitória contra o Remo

0comentário

Moto enfrenta o Remo, no Mangueirão, em Belém em busca da primeira vitória fora de casa

O Moto enfrenta o Clube do Remo, neste sábado (24), às 18h, no Estádio Mangueirão, pelo Campeonato Brasileiro Série C.

O time rubro-negro vem de dois empates consecutivos dentro de casa e vai tentar a primeira vitória fora de casa na competição.

Até aqui, em três jogos realizados fora, o Moto foi derrotado pelo Salgueiro e CSA-AL.

O time que enfrenta o Remo será o mesmo utilizado contra o ASA, com o retorno de Michel e Lorran. Leston Júnior definiu a equipe com Márcio Arantes, Bebeto, Lula, Michel e Lorran. Diogo Oliveira, Felipe Dias, Raí e Válber. Vitinho e Rafamar.

No Clube do Remo, o técnico Oliveira Canindé deve confirmar o ataque com Pimentinha e Edgar.

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

sem comentário »

Indústria das cortesias no futebol do MA

6comentários

É alto o número de não pagantes nos jogos de Sampaio e Moto no Campeonato Brasileiro Série C

Nos jogos de Sampaio e Moto no Campeonato Brasileiro Série C tenho defendido firmemente a importância da participação do torcedor em grande número, primeiro para que nossas equipes possam ser incentivadas a buscar bons resultados e depois para que possam ter boas arrecadações, mas um aspecto também precisa ser discutido.

Enquanto Sampaio e Moto vivem uma dificuldade financeira enorme, uma situação parece não ter importância alguma para os dirigentes dos dois clubes: o grande número de não pagantes, sobretudo cortesias nos jogos.

O número de não pagantes tem sido mais da metade do público nos jogos. Chama atenção, por exemplo que nos dois últimos jogos do Moto, contra Botafogo-PB e ASA, o número de cortesias foi o mesmo, em torno de 700. Mas porque tantas cortesias em um futebol falido como o nosso? Quem são as pessoas que entram de graça?  Porque os clubes dão tantas cortesias?

Em todos os jogos que tenho frequentado o Castelão, tenho sido abordado por cambistas oferecendo ingressos das cadeiras amarelas (setor coberto). No geral, são ingressos de cortesias colocados à venda.

Os dirigentes dos dois clubes e da Federação Maranhense de Futebol (FMF) são sabedores da situação, mas não tomam qualquer providência. Fico imaginando quanto dinheiro não é tirado dos clubes em jogos com grandes públicos. Qual o motivo da conivência e omissão dos dirigentes?

Mas como acabar com a indústria da cortesia? Sampaio e Moto poderiam adotar o modelo que é feito por produtores em shows músicais. A maioria elabora uma lista com nomes e somente após apresentar um documento é que tem acesso ao local do show. Esse modelo acabaria com a venda das cortesias por cambistas.

Se isto for adotado e surgirem novos ingressos é porque estão confeccionando ingressos falsos. Isto seria um bom assunto para a polícia.

Vejam só alguns números e tirem as suas conclusões:

Moto x Sampaio – cortesias: 1147 // não pagantes: 1.486
Moto x Confiança – cortesias: 621 // não pagantes: 898
Moto x Botafogo-PB – cortesias: 764 // não pagantes: 946
Moto x ASA – cortesias: 764 // não pagantes: 946
Sampaio x CSA – não pagante: 1.395
Sampaio x Cuiabá – não pagante: 1.189

Foto: Divulgação

6 comentários »

Moto é campeão e vai a Copa São Paulo

9comentários

Com um gol aos 51 minutos do segundo tempo, Moto empata e garante título no sub-19

O Moto é campeão maranhense sub-19 ao empatar com o Sampaio por 1 a 1, nesta quarta-feira (21), no estádio Nhozinho Santos.

O Sampaio vencia o jogo por 1 a 0, e em pelo menos dois contra-ataques teve a chance de garantir a vitória que lhe daria o título e quando tudo parecia que o Tricolor venceria a partida, aos 49 minutos do 2ª tempo, depois de muita pressão, o Moto empatou com Mineiro. O árbitro Mayron Frederico Reis Novais diz ter dado 6 minutos de acréscimo.

No primeiro jogo, o Moto havia vencido por 2 a 1 e com o empate de hoje fez a festa.

Com a conquista, o time rubro-negro que tem como principal destaque do elenco o atacante Cléber Pereira garantiu vaga na Copa São Paulo 2018.

Ao final do jogo, o time do Sampaio, inconformado com o tempo de acréscimo dado pelo árbitro Mayron Frederico dos Reis Novais cercaram a arbitragem e uma confusão se formou em campo. Foi necessária a presença da polícia que teria utilizado gás e na confusão, o técnico do Sampaio, Arlindo Maracanã foi atingido e teria chegado a desmaiar. Ele foi atendido e passa bem. Detalhe: não havia uma ambulância no local.

Deixando esse episódio lamentável de lado, parabéns ao técnico Danilo Brito pelo trabalho importante de resgate nas divisões de base e que recoloca o Moto na principal competição da categoria.

É esse o melhor caminho para os nossos clubes….

Foto: Moto Club

9 comentários »