Imperatriz e Moto decidem título no Caldeirão

1comentário

O campeão maranhense de 2018 será conhecido hoje. Imperatriz e Moto voltam a se enfrentar neste domingo (8), às 18h30, no Estádio Frei Epifânio D’Abadia, em Imperatiz.

No primeiro jogo, o Moto venceu por 3 a 0, no Castelão, em São Luis e pode até perder por dois gols de diferença que mesmo assim será campeão. O time rubro-negro está invicto na competição.

O Imperatriz tem que vencer por pelo menos três gols de diferença para levar o título. A expectativa é de 10 mil torcedores no Caldeirão.

O campeão maranhense garantirá vaga na Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro Série D em 2019. As duas equipes já estão Copa do Brasil do ano que vem.

Em relação à primeira partida, as equipes terão apenas uma mudança. No Imperatriz, o goleiro Jean retorna ao time, enquanto no Moto, o zagueiro Betão volta após cumprir suspensão.

O Imperatriz está escalado com Jean; Gabriel Paulino, André Penalva, Anderson e Renan; Mateus Ferreira, Daniel Barros, Tibiri e Adauto; Júnior Chicão e Kanu. Técnico: Vinícius Saldanha.

O Moto entra em campo com Rodrigo Ramos; Diego Renan, Betão, Wanderson e Chico Bala; Rafael Santos, Bruno Menezes, Everlan e Jaílson; Ricardo Maranhão e Val Barreto.

Foto: Lucas Almeida

1 comentário »

Moto esquece vitória e mantém foco na decisão

3comentários

O clima de euforia já passou e ficou apenas por parte dos torcedores que comemoraram bastante a vitória do Moto por 3 a 0, contra o Imperatriz, na primeira partida da decisão do Campeonato Maranhense.

Em meio aos jogadores e a comissão técnica, o foco está mantido até a decisão no próximo domingo, às 18h, em Imperatriz. Não existe essa de “já ganhou”.

Tanto é que o time já volta a treinar hoje à tarde e logo se concentra para a batalha mais importante nos últimos anos. Pois a conquista garantirá ao vencedor deste duelo um calendário bastante interessante em 2019.

Por todos os problemas que o Moto possui e que atrapalham e muito o trabalho no dia-a-dia, os atletas demonstram uma capacidade incrível de envolvimento e compromisso com o clube. O resultado é esse surpreendente que estamos vendo.

Invicto na competição, o Moto segue para Imperatriz com uma gordura na bagagem, mas não deverá apenas administrá-la. Se fizer apenas isso estará cometendo um pecado e poderá ser punido por isso.

O Moto tem que repetir o que fez até aqui para superar o adversário e conquistar o seu objetico que é o título, pois sabe que do outro lado tem um adversário que vai fazer de tudo para devolver o placar e fazer a festa diante da sua imensa torcida.

O momento pede ainda mais atenção…

Foto: Lucas Almeida

3 comentários »

Melhor campanha coloca Imperatriz como favorito

13comentários

Moto e Imperatriz iniciam nesta quinta-feira (5), a decisão do Campeonato Maranhense 2018.

A primeira partida será disputada às 21h45, no Estádio Castelão, em São Luís e o Imperatriz tem a vantagem de jogar a partida de volta no Frei Epifânio e só precisa de dois empates para levar o título.

No papel, as equipes se equivalem, em campo as duas tem a mesma pontuação na competição, mas o Imperatriz leva a vantagem no número de vitórias. São duas equipes “modestas”, mas chegaram até a final porque foram as melhores.

Daí a condição de favorito à conquista. Jogando em casa, diante da sua torcida, o Cavalo fará de tudo para levantar a taça. Mas decisão é decisão, por isso todo cuidado é pouco.

Ao Moto, resta a missão de fazer o dever de casa. Vai precisar vence e bem em São Luís, pois se deixar para decidir no Caldeirão, as coisas poderão ser bem mais complicadas.

Numa temporada marcada por problemas, o Moto se superou até aqui, mas terá que fazer um pouco mais se quiser alcançar o seu objetivo.

Não é que o Imperatriz já levou a parada, mas a vantagem é muito boa ao ponto de animar muito o seu torcedor e provocar muita expectativa.

Só não pode é o Cavalo abidicar de jogar a decisão para administrar uma vantagem que só vai valer mesmo ao final dos 180 minutos.

É esse o clima da decisão…

Foto: Antonio Pinheiro Silva

13 comentários »

Dirigente da FMF ataca torcidas organizadas do Moto

11comentários

A polêmica envolvendo as datas e horários da decisão do Campeonato Maranhense ganha conotação ainda maior por conta de um documento da Federação Maranhense de Futebol (FMF).

Assinado pelo vice-presidente de Assuntos Jurídicos da FMF, Márcio Biguá, o documento acusa o vereador Marcial Lima de “incitação ao crime”, por convocar as torcidas organizadas do Moto para um protesto na sede da Federação.

Para piorar a situação, o dirigente afirma no documento encaminhado à Polícia que as torcidas organizadas do Moto são conhecidas por sua “violência desmedida e destemida” e pede patrulhamento policial durante o protesto para evitar a ocorrência de crimes diversos: dano, lesão, corporal, formação de quadrilha, etc.

O documento vazou para a imprensa e na tarde de ontem, torcedores do Moto protocolaram reclamação no Ministério Público contra a decisão da FMF. Um outro grupo pequeno esteve no protesto na Federação.

O deputado estadual Wellington do Curso, também protocolou reclamação no MP contra a FMF.

O vereador Marcial Lima disse que registrará boletim de ocorrência contra o dirigente da Federação e reclamação na OAB, além de afirmar que processará Márcio Biguá pelas suas afirmações.

Pela manhã, o diretor técnico da FMF, Hans Nina já havia disparado contra a imprensa nas redes sociais.

Em contato com o presidente Antônio Américo, ele disse que caso o Moto conseguisse com a TV Difusora a liberação para a mudança de horário e data da partida de quinta-feira (5), a FMF não teria nada contra.

Foto: O Estado

11 comentários »

Moto é o primeiro finalista do Maranhense

7comentários

O Moto é finalista do Campeonato Maranhense. Após o empate por 1 a 1, no segundo jogo com o Maranhão, no Estádio Castelão, o time rubro-negro vai decidir o título do Estadual 2018. No primeiro jogo, as duas equipes já haviam empatado por 0 a 0.

O destaque da partida foi o goleiro Rodrigo Ramos que fez pelo menos quatro grandes defesas que garantiram a classificação e a invencibilidade do time rubro-negro.

O MAC começou o jogo em cima, mas foi o Moto que abriu o placar, na primeira finalização, aos 11 minutos do primeiro tempo, num contra-ataque que Val Barreto mandou para o fundo do gol.

O Maranhão empatou aos 17 minutos do segundo tempo num pênalti que ninguém entendeu a marcação do árbitro Mayron Frederico dos Reis Novais. Emerson cobrou e deu novamente esperança ao time atleticano de chegar à final.

Após o empate, o MAC foi buscar a vitória, mas brilhava a estrela do goleiro Rodrigo Ramos.

O outro finalista sairá do confronto entre Imperatriz e São José, no sábado, às 19h30, no Estádio Frei Epifânio D’Abadia. O Imperatriz tem a vantagem do empate. O São José precisa vencer para chegar a uma final inédita.

Foto: Lucas Almeida

7 comentários »

Marcinho tem números positivos no Moto

4comentários


Muito questionado por torcedores e imprensa esportiva, o técnico Marcinho Guerreiro é um dos trunfos do Moto na briga pela conquista do título estadual e do retorno do clube às competições nacionais em 2018.

Gostem ou não, do ano passado para cá, foi sob o comando do técnico Marcinho Guerreiro que o Moto obteve os melhores resultados e sempre em momentos de extrema dificuldade.  Vejam os números:

Em 2017, Marcinho esteve à frente do Moto em 15 jogos entre jogos do Campeonato Maranhense e Série C do Campeonato Brasileiro. Foram sete vitórias, quatro empates e quatro derrotas.

Em 2018, os sete jogos oficiais do ano foram pelo Campeonato Maranhense. Ele comandou o time em quatro vitórias e três empates, estando invicto no ano.

Ao todo, Marcinho comandou o Moto em 22 jogos, sendo 11 vitórias, sete empates e quatro derrotas.

Por tudo isso, já é hora de todos reconhecerem um pouco mais o trabalho de Marcinho Guerreiro.

Foto: Biné Morais/ O Estado

4 comentários »

A superação dos guerreiros do Moto

5comentários

O Moto fechou a primeira fase do Campeonato Maranhense com 15 pontos e como a única equipe invicta na competição.

Ë impossível mencionar a boa campanha que o clube faz, sem mencionar a dificuldade que o Moto atravessa e que a cada dia parece aumentar.

O Moto hoje se resume a um grupo de jogadores comprometidos, trabalhadores e dispostos a colocar o clube no lugar que ele merece, com a força uma torcida sofrida e apaixonada, mas que está ausente dos estádios.

Sua diretoria se resume a um ou dois “malucos”, “sonhadores” que também são vítimas da falta de interesse e apoio de “motenses” tidos como históricos que só procuram o clube quando querem tirar vantagens, geralmente na política.

Em meio a esse quadro, o Moto se supera dia-a-dia e vai, como diz o seu hino, surpreendendo a muitos que apostavam num fracasso na temporada e que abandonaram a equipe no momento em que ela mais está precisando em sua história de glórias.

Mas é claro que o Moto não ganhou ainda nada, pois o seu objetivo é o título para que possa retornar às competições nacionais.

Pela campanha que faz até aqui, o Moto já é uma equipe vitoriosa e com o envolvimento e compromisso do grupo de jogadores e comissão técnica vem mostrando que é capaz de ir ainda mais longe. Os guerreiros não abandonarão o Moto nas batalhas que faltam.

Agora é hora de confirmar tudo que já fizeram pelo Moto até aqui…

Foto: Divulgação/ Moto

5 comentários »

Moto vence e vai à semifinal do Maranhense

6comentários

O Moto encontrou muita dificuldade para vencer o Santa Quitéria por 5 a 3, nesta quinta-feira (1), no Estádio Castelão, pelo Campeonato Maranhense em noite do atacante Val Barreto que marcou três gols.

Foi uma partida de muitos gols e o Santinha chegou a assustar o torcedor rubro-negro em vários momentos da partida e vendeu caro a vitória ao time rubro-negro.

O Moto fez logo 2 a 0 com Ricardo Maranhão e Val Barreto no primeiro tempo. O Santinha diminuiu com Rodrigo Correa e empatou com Felipe.

Val Barreto marcaria na sequência o terceiro e o quarto gols do Moto. Rafael Santos ainda fez 5 a 2 para o Moto e Felipe mais uma vez marcou para o Santa Quitéria fechando o placar em 5 a 3 para o Moto.

O goleiro Rodrigo Ramos se machucou e foi substituído por Solano no intervalo e preocupa para a partida contra o Maranhão.

Com o resultado, o Moto chegou a 12 pontos e garantiu a classificação antecipada para a semifinal do Campeonato maranhense.

O time volta a jogar na próxima quarta-feira (8), às 16h, contra o Maranhão, no Castelão.

Tapetão

Nesta sexta-feira, o Moto tem outra decisão, mas fora de campo. O time será julgado no recurso do Sampaio por ter deixado de recolher as taxas da partida com o São José dentro do prazo.

Se for punido, o Moto pode perder de um a três pontos.

A defesa do Moto vai apelar para a jurisprudência existente. No ano passado, o Sampaio que quer tirar os pontos do Moto, também cometeu o mesmo erro e além de ter ganho um prazo extra da FMF, ainda teve o recurso arquivado.

O MAC também já cometeu este mesmo erro e também teve o recurso arquivado.

De 2013 para cá todos os casos de atraso e que o clube pagou teve o recurso arquivado, exceto o Cordino que foi a julgamento e até o dia não havia recolhido as taxas e acabou punido.

É nestes casos que o Moto se apega para não perder no tapetão, os pontos que conquistou dentro de campo. O que seria uma tremenda incoerência e injustiça com o clube já que outras equipes que cometeram o mesmo erro foram perdoadas, incluído o Sampaio que é o autor do recurso.

Foto: Lucas Almeida

6 comentários »

Moto define partida com o Santa Quitéria

3comentários

O vice-presidente Natanael Júnior confirmou que o jogo com o Santa Quitéria, pela 6ª rodada do Campeonato Maranhense. Será mesmo nesta quinta-feira (1º), às 20h15, no estádio Castelão.

O Moto tento, inicialmente levar a partida para o sábado à tarde numa tentativa de aumentar o público, mas como já era esperado houve a negativa da Federação Maranhense de Futebol, sob a alegação de que o Castelão não poderia receber jogos em dias consecutivo, embora na semana passada o campo tenha sido liberado para treino do Sampaio em um dia e jogo no dia seguinte. Depois surgiu o argumento de falta de policiamento para dois jogos simultâneos em locais diferentes.

Ontem, o Moto chegou a pedir para a Sedel que liberasse o Castelão para a sexta-feira (2), mas o dirigente pensou melhor e percebeu que seria uma grande burrice tirar o jogo de quinta para sexta.

Como o torcedor não está prestigiando as equipes, mesmo a mudança de quinta para sábado poderia significar pouco para o Moto.

Com a manutenção da partida como está na tabela, o Moto jogará antes das demais equipes, mas em compensação terá tempo maior de recuperação e treinamento em relação à última rodada quando disputará o clássico decisivo contra o Maranhão.

O jogo com o Santa Quitéria é decisivo para o Moto, pois se vencer o time rubro-negro garante vaga nas semifinais. Portanto, só a vitória interessa ao Moto.

Foto: Lucas Almeida

3 comentários »

As loucuras que os dirigentes cometem

4comentários

Eu sempre digo que ainda não vi tudo nesse nosso futebol. E a cada dia que passa, tenho mais certeza disso. vejam só as “loucuras” que muitos dos nossos dirigentes cometem por ai.

Recebo neste momento cópia do ofício encaminhado pelo MAC à Federação Maranhense de Futebol (FMF) pedindo a mudança do local da partida contra o Imperatriz, do Nhozinho Santos para o Castelão.

Assinado pelo diretor financeiro Robson Vasconcelos, o documento critica o próprio clube ao citar “falta de coerência, segurança e incerteza”  da diretoria e alegar “supertições ” como justificativa do pedido de mudança. E até pede desculpas à FMF.

É inacreditável que um clube tão glorioso como o MAC possa enviar um ofício com esse teor à FMF. Que história bizarra!!!

Outro absurdo é um possível pedido do Moto para mandar a sua partida contra o Santa Quitéria na sexta-feira (2) e não na quinta-feira (1) como está na tabela.

A “confusa” e “inexperiente” diretoria do Moto acredita que o público na sexta-feira será melhor do que quinta-feira. Uma grande maluquice isso. Quem vai assistir Moto x Santa Quitéria numa sexta-feira, no Castelão??? Só mesmo os mais apaixonados motenses.

Mesmo que a partida fosse para o sábado, o público não seria o suficiente para emenizar os problemas financeiros do Moto, até porque o torcedor não está indo aos jogos.

Tenho sido crítico da FMF em relação a essas mexidas constantes na tabela e espero que nestes dois casos mantenha o pulso firme e deixe como está. Assinar embaixo a loucura dos nossos dirigentes é um pecado ainda maior da Federação.

Essas mudanças configuram flagrante desrespeito ao que estabelece o Estatuto do Torcedor, pois são necessários 10 dias para as mudanças nos jogos.

Mudar por “supertição” ou jogar na sexta-feira são duas insanidades que devem entrar para a triste história do futebol maranhense.

Depois não gostam que eu fale esses absurdos…

Foto: Lucas Almeida

4 comentários »