Denúncias de escutas ilegais serão apuradas em Brasília

0comentário

A Comissão de Segurança Publica e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (12) requerimento de autoria do deputado Aluisio Mendes (Podemos-MA) que pede audiência com os delegados da Polícia Civil do Maranhão Ney Anderson e Tiago Mattos Bardal, para apuração de denúncias sobre supostas escutas ilegais de opositores ao governo do Estado.

“É inaceitável a ocorrência desse crime! Recentemente, um caso como esse ocorreu em outro estado e o secretário foi exonerado e preso. O caso do Maranhão deve ser investigado com o mesmo rigor, e vamos iniciar com a oitiva dos delegados”, afirmou Aluisio.

O caso da suposta espionagem veio à tona no ano passado quando os delegados Ney Anderson e Tiago Mattos Bardal apresentaram uma série de acusações contra o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.

Segundo as denúncias, ordens para interceptar ligações telefônicas de desembargadores, filhos de magistrados do Tribunal de Justiça do Maranhão, deputados e senadores opositores ao governo Flávio Dino, teria partido do secretário de Segurança. Jefferson Portela tem negado as acusações.

Vale lembrar que esse não foi o único escândalo de espionagem/perseguição que envolve o governo do Maranhão. No mês de abril do ano passado, um documento da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) ordenou expressamente aos batalhões da Polícia Militar do Maranhão que monitorassem opositores ao governo estadual durante as eleições de 2018.

Foto: Agência Câmara

sem comentário »

Sampaio Basquete atropela São Bernardo na LBF

0comentário

De volta ao Costa Rodrigues, o Sampaio Basquete venceu mais uma na temporada. A equipe maranhense derrotou o São Bernardo com extrema facilidade por 75 a 38, e segue na segunda posição geral, com 10 vitórias em 13 jogos.

Os destaques da noite foram Tati Pacheco, cestinha da partida com 20 pontos e Briahanna Jackson, eleita MVP com 19 pontos, 5 bolas de três (recorde pessoal), 4 rebotes e 22 de eficiência. Dominick e Glenda tiveram 13 e 10 pontos para o time paulista, respectivamente.

As paulistas tiveram apenas 22 segundos na liderança, logo no minuto inicial, quando fizeram sua cesta inaugural com Larissa. Impondo sua superioridade técnica, o Sampaio tratou de resolver logo no começo. Abriu 18 pontos de vantagem no primeiro tempo e seguiu rumo a vitória com mais duas vitórias parciais.

As equipes jogam novamente nesta sexta-feira (14), quando a Uninassau recebe o São Bernardo, às 20h30. Mais cedo às 19h, o Sampaio Basquete encara o Santo André.

O Sampaio Basquete é patrocinado pela Cemar e Governo do Maranhão por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Foto: Matheus Marques

sem comentário »

Osmar propõe Frente em Defesa do Empreendedorismo

1comentário

Em discurso proferido nesta terça-feira (11), na sessão plenária da Câmara Municipal de São Luís, o vereador Osmar Filho (PDT) afirmou que apresentará projeto de resolução instituindo a Frente Parlamentar em Defesa do Empreendedorismo na capital maranhense.

O presidente da Casa, no seu pronunciamento, externou a sua inquietação em relação à burocracia para abertura de novas empresas, cujo prazo mínimo são de 120 dias, além das dificuldades pelas quais passam os médios e pequenos empresários, que muitas das vezes são obrigados a fechar seus negócios.

“A falta de emprego é um dos problemas não só da nossa cidade, como de todo o Brasil. Pensando nisso, a Câmara precisa evidenciar essa pauta como fator primordial para a elaboração de uma política de empreendedorismo e, assim, legislarmos sobre matérias que contribuam com o trabalho dos microempresários, para que estes tenham condições de instalar novos negócios no município de São Luís. A criação desta Frente surge justamente com o objetivo de estabelecer este cenário concreto”, afirmou.

Osmar Filho destacou que é preciso trabalhar de forma conjunta com as entidades de fomento ao empreendedorismo; e realizar uma grande mesa de debate com agentes como o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MA); Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA); Associação Comercial do Maranhão (ACM-MA); e demais órgãos e instituições ligadas ao tema.

“Conclamo os colegas de Parlamento para tratarmos com prioridade este assunto, que gera emprego e renda na cidade. Vamos unidos discutir políticas públicas que estimulem a empregabilidade urbana”.

No mês passado, vale destacar, graças a intervenção da Câmara Municipal, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) instalou novos pontos de ônibus na região da Praça Deodoro.

A medida proporcionou um maior fluxo nesta área do Centro da cidade, beneficiando diretamente comerciantes da Rua Grande e adjacências.

PDT Empreendedor – Osmar Filho salientou a relevância social dos partidos políticos como defensores da bandeira do empreendedorismo e a contribuição que os mesmo podem dar no que se refere a fiscalização e proposição de medidas direcionadas à redução do desemprego no Maranhão e na capital.

Ele sugeriu a instalação no Partido Democrático Trabalhista (PDT) de uma plataforma que repense a política de capital empreendedor em São Luís e comece a mobilizar a população na participação de um tema que tem muito a ser debatido e aprimorado.

Foto: Divulgação

1 comentário »

São Luís, os velhos ainda sonham

0comentário

Por José Sarney

Nossa cidade de São Luís está cada vez mais decadente. Sem empregos e sem perspectivas de futuro. Já falei aqui que é preciso pensar na cidade.

Hoje, o turismo é uma das indústrias mais dinâmicas no mundo. Portugal hoje, como o resto da Europa, tem o turismo como uma de suas principais fontes de renda. O Nordeste brasileiro já está usufruindo de seus benefícios. Fortaleza, por exemplo, é um destino muito procurado pelos europeus. Voos turísticos internacionais chegam hoje a muitos destinos do Brasil.

Precisamos planejar e montar a logística para atrair empresas de turismo e turistas. São Luís tem tudo para isso. Primeiro, é Patrimônio Cultural da Hmanidade segundo, é o terceiro porto do Brasil. Mas ambas as vocações, turística e portuária, estão abandonadas.

O Centro Histórico é o maior conjunto colonial português, com seus sobradões, seus azulejos, seu casario, suas ladeiras e seus mirantes. Mas a cada inverno ele se deteriora mais. A UNESCO já até ameaçou que, se continuar assim, vai nos tirar o título de Patrimônio Cultural da Humanidade.

São Luís tem história

Três dominações: francesa, holandesa e portuguesa. No Império, tornou-se um centro de irradiação cultural.

Mas turismo? Nada.

Outro dia fui visitar a zona do Porto. Está em decadência, desorganizada e desleixada. Precisamos planejar, sob o ponto de vista turístico, o Porto. Não o porto de águas, mas a parte terrestre. Poderíamos receber os grandes transatlânticos turísticos no Porto do Itaqui. Mas é necessário criar atrativos, estrutura e infraestrutura.

Quando Senador do Amapá incentivei muito os prefeitos a transformarem Macapá num atrativo turístico. Lá existe uma belíssima fortaleza do século XVIII, a Fortaleza de S. José do Macapá. Sugeri que se fizesse um museu, ultramoderno, para mostrar a madeira da Amazônia e o Parque do Tumucumaque, conhecido por sua biodiversidade. Consegui o projeto — que entreguei ao Estado — com o grande arquiteto João Filgueira Lima, o Lelé. Pensei ainda em fazer uma praia artificial na frente da cidade, como se fez em Copacabana.

Alberto Silva, Governador do Piauí, um sonhador e idealista, para atrair visitantes, planejou em Teresina um observatório gigantesco de óvnis, isto é, discos voadores!!!

São Luís tem duas vocações, a portuária e a cultural. Temos de dinamizá-las, fazer da Ilha do Amor também a Ilha da Beleza Histórica, valorizar nossas praias, modernizar e aumentar nossos museus. Sua parte viária é boa, com viadutos e grandes avenidas feitas por Roseana.

Enfim, este é o caminho da riqueza, da vocação da cidade, para criar empregos e desenvolvimento.

Quero ver São Luís com Aeroporto Internacional, o Porto do Itaqui no roteiro do turismo internacional, com transatlânticos desembarcando milhares de visitantes.

E quem diz São Luís, diz Maranhão. De São Luís indo aos Lençóis — o mais belo deserto à beira-mar do mundo, com suas lagoas coloridas. À Chapada das Mesas, com sua beleza e suas cachoeiras.

E por último, mas principal, ver um povo acolhedor, simpático, hospitaleiro. Prefeito, vá por aí. Os velhos ainda sonham.

*Coluna do Sarney

sem comentário »

De olho em 2022

1comentário

O governo de Jair Bolsonaro (PSL) parece que vem enfrentando um furacão de críticas que estão passando até pela sua base aliada no Congresso Nacional.

Para os parlamentares, o que falta é uma articulação política que possa fazer a ponte entre os poderes Executivo – e seus interesses e necessidades – e o Legislativo – com seus interesses e necessidades.

No entanto, é comum os deputados e senadores falarem que o próprio governo não se entende. Não avança. As cabeças batendo no governo Bolsonaro foram até tema de entrevista do ex-presidente José Sarney, no jornal Correio Braziliense.

Sarney identifica com facilidade o que os congressistas vêm reclamando: governo trabalha apenas com ameaças de caos e nada mais.

Este cenário de pouco – ou quase nenhum – entendimento vem sendo acompanhado de perto pela esquerda do Brasil, em especial o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Todos os passos errados, as incertezas e as indefinições estão sendo estudados pelo comunista, para que, no futuro, sirvam de base para seus argumentos em prol de sua eventual candidatura ao Palácio do Planalto.

Muita água ainda vai rolar até chegar a campanha de 2022. Mas o cenário indica que Bolsonaro não vem acertando em seu governo e Dino trabalha todos os dias de sua vida para viabilizar seu nome para daqui a cerca de três anos.

Estado Maior

1 comentário »

Wellington é pré-candidato a prefeito de São Luís

0comentário

O deputado estadual Wellington do Curso participou, nesta sexta-feira (3), da convenção estadual do Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB. Na ocasião, o senador Roberto Rocha foi reconduzido para ser presidente estadual do PSDB no Maranhão; Sebastião Madeira para secretário-geral e o deputado Wellington como líder do PSDB na Assembleia Legislativa. Entre diversos pontos da reunião, foram discutidos aspectos que implicarão no fortalecimento e união do partido e, ainda, em ações que resultarão em melhorias para o Maranhão.

Durante a reunião, o deputado Wellington do Curso reafirmou compromisso com o povo e pré-candidatura à Prefeitura de São Luis

“As ruas exigem de cada um de nós uma postura ativa, firme e que resolva ou se disponha a resolver os problemas. Isso no Maranhão, de forma geral, e não é diferente em nossos municípios. É necessário que tenhamos união e fortaleçamos o nosso Partido para termos candidaturas nos grandes colégios eleitorais, a exemplo de São Luís, Imperatriz, entre outros. Encaro com seriedade a grande responsabilidade que é ser pré-candidato à Prefeitura de São Luís e, além disso, eleger o maior número possível de vereadores nas próximas eleições para fortalecer o Legislativo municipal. O nosso apoio vem das ruas e a nossa motivação é o povo!”, disse Wellington.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Não sou mais Excelência

0comentário

Por José Sarney

Afinal eu nunca gostei de ser tratado como “excelência”. O Regimento do Senado determinava que os funcionários tratassem assim os senadores. Quando ali cheguei, em 1971, o ascensorista me cumprimentou: “Excelência Senador Sarney”. Disse-lhe: “Meu filho, não precisa do excelência”. Mas, no tempo do DASP – Departamento Administrativo do Serviço Público, havia uma regra que dizia como deviam ser tratados os chefes. Vinham de senhor a ilustríssimo, a excelentíssimo, etc. e tal. Era sempre uma pegadinha nos concursos a preparação de um expediente a uma autoridade, com o desafio para o concursando de acertar a fórmula de tratamento.

O Presidente Bolsonaro resolveu acabar com isso. Agora todos são SENHOR. Acho bom. Sempre me perguntam como quero ser tratado. Se Governador, Deputado, Senador ou Presidente. Sempre digo que, quando estudei, o Eduardo Carlos Pereira, autor da gramática em que estudei, ensinava que as pessoas deviam ser tratadas pelo título maior que tivessem. Assim, meu interlocutor dizia: “Presidente.” Eu respondia que gramaticalmente estava certo, mas como que eu gosto mesmo de ser tratado é de “Sarney”, filho da Dona Kiola.

Sempre foi uma coisa difícil o modo de tratar as pessoas. Aqui no Maranhão, por exemplo, um dos maiores brasileiros, o negro Cosme, que fundou o maior quilombo do Brasil — e a primeira medida que tomou foi mandar construir uma escola para as crianças —, gostava de ser chamado de “Imperador das Liberdades Bentivis”. Bentivis era o apelido dos membros do Partido Liberal.

Na Revolução Mexicana, iniciada por Madero, continuada por Pancho Villa, Orozco, Zapata, o primeiro decreto foi muito prático e aliviou grandemente o país. É que as solenidades públicas duravam sempre várias horas. Começavam com as nominatas — e haja nomes a citar, títulos a dar às pessoas, “ilustre”, “grande amigo”, “excelentíssimo”, “ilustríssimo”, “generalíssimo” e por aí iam. Madero proibiu que qualquer solenidade durasse mais de uma hora e que das nominatas constasse o tratamento das pessoas, todos saudados como “ciudadanos”. Naturalmente um plágio da Revolução Francesa, que determinou o tratamento geral de “citoyens”. A Revolução Russa firmou o tratamento socialista de “camaradas”, aliás também usado pelos nazistas e franquistas (sem esquerdismo). Os cubanos lançaram o “compañero”.

Quando George Washington foi eleito presidente dos Estados Unidos, seu vice, John Adams, propôs que fosse tratado de “His Highness, the President of the United States and Protector of the Rights of the Same” (Sua Alteza, o Presidente dos Estados Unidos e Protetor dos Direitos dos Mesmos). Benjamin Franklin foi singelo: “Loucura absoluta.” Já Thomas Jefferson achou que era “a coisa mais superlativamente ridícula que jamais ouvi.” Afinal o Congresso ficou ao tratamento de “Mr. President”.

E agora, à moda brasileira, sem revoluções, o Bolsonaro resolveu nossa situação: eu perdi Excelência, mas todos ganharam: agora sou Senhor, Zé do Sarney e de Dona Kiola. Só falta limitar as solenidades a UMA HORA.

*Coluna do Sarney

sem comentário »

Vereadores de São Luís buscam recursos em Brasília

1comentário

Os vereadores Raimundo Penha (PDT), Paulo Victor (PTC) e Nato Júnior (PP) estão em Brasília participando da edição 2019 da Marcha dos Vereadores e Vereadoras.

Além de discutir temas de interesse da municipalidade e do Parlamento, os vereadores estão conversando diretamente com representantes da Bancada Maranhense com o objetivo de beneficiar São Luís e outras cidades do Brasil.

Nesta terça-feira (23), os parlamentares reuniram-se com o deputado federal Gil Cutrim (PDT), membro titular da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara, oportunidade na qual solicitaram apoio e celeridade na tramitação do projeto de lei complementar nº 521/18.

A proposta autoriza a redistribuição de recursos do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) provenientes das corridas individuais feitas por transporte de passageiro por aplicativo.

Atualmente, os recursos do ISS são repassados exclusivamente para o estado de São Paulo, onde estão estabelecidas as sedes destas empresas.

O projeto corrige um erro e autoriza que os recursos sejam destinados à capital maranhense e demais cidades maranhenses que já possuem o serviço de aplicativo.

“Trata-se de uma ação que visa corrigir um erro. O dinheiro do ISS neste tipo de serviço deve ser repassado ao município onde o serviço é prestado e não para o estado que sedia suas empresas. Além de São Luís, o projeto beneficia outras cidades do Maranhão onde os aplicativos de transporte de passageiros já operam”, afirmou Raimundo Penha.

Vale destacar que, em fevereiro, a Câmara Municipal de São Luís, de forma inovadora e inédita, aprovou projeto de lei que regulamenta os serviços de transporte individual de passageiros com uso de aplicativos de celular.

O projeto prevê que o recurso do ISS seja recolhido para a capital maranhense. No entanto, como existe uma ação tramitando no Supremo Tribunal Federal questionando a redistribuição dos valores, os parlamentares avaliaram que a aprovação do referido projeto de lei complementar acelerará o processo de benefício para os municípios.

Gil Cutrim se comprometeu em trabalhar para que o projeto ganhe celeridade na CCJ. O pedetista, inclusive, disse que se movimentará para ser o relator da matéria no colegiado.

Personal – O vereador Paulo Victor também solicitou a Gil Cutrim que o deputado apresente na Câmara Federal projeto de lei que garanta aos profissionais de Educação Física o direito de acompanharem seus alunos durante os treinamentos sem a necessidade de pagar taxas extras aos estabelecimentos comerciais.

Em São Luís, a proposta já é uma realidade. No mês passado, o presidente da Câmara, Osmar Filho (PDT), promulgou projeto de lei, de autoria do petecista, que exime estes profissionais de pagarem a referida taxa nas academias.

Os vereadores também estiveram reunidos com o deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB).

Foto: Divulgação

1 comentário »

Márcio Diogo é escolhido o craque do Maranhense

0comentário

A Associação de Cronistas e Locutores Esportivos do Maranhão (Aclem) divulgou a seleção do Campeonato Maranhense. A lista tem sete jogadores do Moto, três do Imperatriz e um do Sampaio.

O Moto teve ainda o craque do ano que foi o atacante Márcio Diogo e o treinador do ano Wallace Lemos. O meia Neto, do Pinheiro foi a revelação do ano.

O melhor árbitro da temporada foi Mayron Frederico dos Reis Novais que ficou fora da escala nos dois jogos válidos pela decisào do Campeonato Maranhense.

Veja a lista completa:

Goleiro – Rodolfo (Moto)
Lateral direito – Diego Renan (Moto)
Zagueiros – Lucas Dias (Moto) e Renan Dutra (Imperatriz)
Lateral esquerdo – Renan Luís (Imperatriz)
Volantes – Naílson (Moto), Lucas Hulk (Moto) e Sousa Tibiri (Imperatriz)
Meia – Juninho Arcanjo (Moto)
Atacantes – Márcio Diogo (Moto) e Samurai (Sampaio)
Craque do Ano – Márcio Diogo (Moto)
Melhor Técnico – Wallace Lemos (Moto)
Revelação – Neto (Pinheiro)
Melhor Árbitro – Mayron Frederico dos Reis Novais
Assistentes – Raélson Almeida e Elson Araújo Silva

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicaçào

sem comentário »

Secma abre credenciamento para o São João

0comentário

A Secretaria de Estado da Cultura (Secma) divulgou, na quinta-feira (11), edital de credenciamento cultural para o São João do Maranhão 2019. A inscrição está prevista para o período de 23 de abril a 2 de maio. O edital está no site da Secma: http://www.cultura.ma.gov.br

O credenciamento tem por objetivo a habilitação e seleção de atividades artísticas e culturais que irão compor a programação oficial dos festejos juninos apoiados pelo Governo do Maranhão, por meio da Secma.

Este ano, novas categorias artísticas foram contempladas no edital como artes cênicas, cordel e repente. A ideia é ampliar a diversidade cultural do São João.

“Já está disponível para consulta no site da Secma, o edital de credenciamento cultural para o São João do Maranhão 2019. O modelo de contratação artística democrático e transparente foi implementado pelo governo Flávio Dino. As inscrições começam dia 23 de abril e contemplam sete categorias: artes cênicas, banda/show musical, bumba meu boi, cordel e repente, danças regionais, forró pé de serra, grupo alternativo e tambor de crioula. Participe!”, disse o secretário de Cultura, Diego Galdino.

“A expectativa é a melhor possível. Desde que implementamos esse modelo transparente e democrático na contratação de serviços artísticas, temos conseguido alcançar cada vez mais artistas maranhenses. A expectativa é seguir nessa crescente e contribuir para a preservação e difusão da cultura do Maranhão”, finalizou.

São João do Maranhão 

O São João do Maranhão, promovido pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de São Luís, terá, este ano, a presença de 400 atrações.

Em São Luís, estão confirmados os arraiais do Ipem (Centro Social dos Servidores do Estado – Calhau), Praça Maria Aragão (Beira-Mar), Praça Nauro Machado (Centro Histórico de São Luís), além de apoios aos festejos tradicionais de diversos bairros da cidade.

O evento também está previsto para acontecer em Imperatriz, com palco na Avenida Beira-Rio, um dos cartões-postais e principal ponto de lazer da cidade.

Atendimento

O atendimento para o edital terá prazos específicos para cada categoria artística e será realizado na Secma, no setor de Credenciamento Cultural (Av. dos Holandeses, 1803, São Marcos – ao lado da Fribal), no horário das 14h às 18h. O resultado preliminar da habilitação das propostas está programado para o dia 8 de maio.

Bumba Meu Boi e Tambor de Crioula ………………. 23 a 25/04/2019

Danças regionais e Grupos Alternativos …………… 26 e 29/04/2019

Artes Cênicas, Banda/Show, Cordel, Repente e Forró Pé de Serra ………. 30/04 e 02/05/2019

Foto: Divulgação

sem comentário »