Imperatriz joga para fazer história no futebol

0comentário

A última equipe a garantir o acesso à Série B em 2020 será conhecida hoje (9). Juventude e Imperatriz se enfrentam às 20h, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

Na primeira partida, em Imperatriz, houve empate por 0 a 0, por isso, quem vencer a partida de logo mais garante o acesso. Um novo empate leca a decisão para as cobranças de pênaltis.

O jogo de ida em Imperatriz foi bastante equilibrado. O time maranhense pressionou bastante, mas não conseguiu furar a boa defesa gaúcha.

Já estão garantidos na Série B em 2002, o Sampaio que venceu o São José por 3 a 2. O Confiança que empatou com o Ypiranga-RS por 1 a 1, em Erechim, no Rio Grande do Sul e o Náutico.

Os pernambucanos chegaram a estar perdendo por 2 a 0, mas foram buscar o empate em um pênalti bastante contestado aos 50 minutos do segundo tempo. Nos pênaltis, o Náutico levou a melhor.

Foto: Vagner Jr. / Coluna do Futebol

sem comentário »

‘Torcida modinha’ no futebol e no basquete

23comentários

O torcedor reclama, diz que estou fazendo campanha contra o Sampaio, mas vou continuar criticando a ausência dos torcedores no estádio gostem ou não. O objetivo aqui é claro. Precisamos provocar o torcedor para que mostrem que estamos errados.

E hoje vou mostrar um exemplo da Liga de Basquete Feminino (LBF) para mostra que a torcida daqui é mesmo “modinha”. Tanto faz, Sampaio, Moto, MAC ou mesmo Imperatriz.

A imagem acima é do ginásio Costa Rodrigues completamente lotado para a segunda partida do playoff entre Sampaio e Santo André.

Vocês sabem porque o ginásio estava lotado? Não foi pelo fato de ser de graça, pois todos os jogos do basquete são gratuitos e o Sampaio ainda não tinha lotado este ano o Costa Rodrigues.

O motivo de estar lotado tem a ver com o fato de ser uma semifinal, um jogo decisivo. Assim como no futebol, o torcedor sempre lota o Castelão em jogos de mata-mata.

É por esse motivo que digo que o torcedor aqui é “modinha” e só vai nos grandes momentos.

Mas quem se preocupa com isso? Vejo a imprensa bater na mesma tecla, mas os dirigentes permanecem de braços cruzados. Ninguém faz nada. Quando faz são as tolices das promoções que não aumentam em nada o público.

Vocês vão ver o que vai acontecer na quinta-feira, quando da partida entre Sampaio e Santa Cruz, no Castelão. Se vencer, o Sampaio assume a liderança. Será que assim o o torcedor vai ao estádio?

Em tempo, reintero o meu apreço e respeito aos torcedores que têm comparecido aos jogos e pago os seus ingressos. Tenho certeza que vocês fazem eco ao que estou dizendo. A presença de vocês valoriza o nosso futebol.

23 comentários »

A vitória de Paulo Sérgio na volta ao futebol

0comentário

A vitória do Sampaio diante do ABC, mesmo com um jogador a mais foi magra, mas além dos três pontos que foram fundamentais para reabilitação e retorno da equipe ao G4, no Campeonato Brasileiro Série C, merece destaque o excelente retorno do zagueiro Paulo Sérgio.

Foram quatro anos de uma longa espera por conta de contusões, mas o xerifão voltou e mostrou que tem muito a contribuir com a campanha do Sampaio em busca do acesso.

Velho? Bichado? Que nada!!! O cara ainda tem muita bola pela frente. Nas redes sociais, o zagueiro postou um desabafo e agradeceu a Deus por essa grande vitória.

“Hoje venho falar um pouco de mim, não pra me exaltar ou engrandecer o Paulo Sérgio, pois a primeira honra sempre será de Deus! Na vida você sempre terá obstáculos, mas cabe a você renovar e potencializar sua mente. O medo que te rodeia não pode ser maior que a tua vontade de vencer. Hoje vivi um momento único de estar em campo vestindo essa camisa, e de poder ajudar de alguma forma meus companheiros”, disse.

Paulo Sérgio disse que durante todo o tempo que esteve se recuperando, nunca deixou de acreditar que voltaria a jogar futebol.

“São quatro anos de luta pra voltar a fazer o que sempre amei, sabendo que: eu não podia me vitimizar de forma alguma. Cada dia que acordei com dor, com vontade de desistir, eu perguntava pra Deus: por que eu? E muitas das vezes isso acontece com você que está lendo essa mensagem. Não desista, não pare de lutar!! Deus não te dá um fardo que não seja possível suportar.

De forma humilde, o jogador agradeceu a todos que contribuiram de alguma forma com a sua repcuperação.

“Sou grato pelas orações, pela torcida de todos… amigos, cada funcionário do clube, do porteiro ao presidente que confiaram sempre no meu trabalho. E um dos fatores primordial nessa minha volta foi a minha família, minha esposa, minha igreja na qual nunca deixaram de pagar o preço.
Obrigado do fundo do meu coração a todos vocês que me acompanharam no período do deserto. O deserto não é pra fazer morada, o deserto é lugar de aprendizado!”, finalizou.

Foto: Lucas Almeida / L17 Comunicação

sem comentário »

Craque!

0comentário

Por Joaquim Haickel

Impressionante como os maranhenses gostam de dois assuntos muito polêmicos: política e futebol.

Digo isso, pela quantidade de pessoas que me procuram para comentar sobre os textos que tenho escrito a respeito daquele que eu imagino será cenário político do Maranhão e pela repercussão que ouço nos programas de rádio e vejo nas redes sociais, sobre futebol.

Imagino que possa juntar os dois assuntos e simultaneamente um tema comum a ambos. A ocorrência de craques nesses setores.

Quando eu era criança, os craques do futebol brasileiro eram jogadores da estatura de Garrincha e Pelé, mas a quantidade de gigantes neste esporte era imensa: começando pelo maranhense Canhoteiro, passando por Ademir Queixada, Djalma Santos, Heleno, Didi Folha Seca, Nilton Santos, Zizinho, apenas para citar alguns. No mundo se destacavam Puskás, Di Stéfano,  Schiaffino, Walter, Kopa e Meazza, apenas para citar um time de vôlei.

Depois desta fase, o futebol que era arte, se transformou em força e foi a vez da Laranja Mecânica holandesa de Cruyff e Rensenbrink e da implacável Alemanha de Beckenbauer e Müller…

Não vou me estender neste assunto, pois teria que passar o resto de minha vida falando das glórias deste esporte e eu não o domino o suficiente nem para este texto… O fato é que o que veio depois todo mundo já sabe!

Na política maranhense, os craques do tempo em que eu nasci eram Sarney, que até hoje é show de bola, Victorino que já estava na descendente, mas era duro, Millet que era um Lord, Neiva Moreira, que teve sua jornada interrompida pelos dois golpes de estado de 1964, o tentado e o consumado… No Brasil tivemos o insuperável GetúlioVargas, tínhamos o eterno Juscelino Kubitschek, o onipresente Carlos Lacerda, o polêmico Jânio Quadros, e o bem intencionado, mas manipulável Jango.

No mundo havia políticos da estatura de Adenauer, Meir, Kennedy e Brandt, além de lideres dos direitos civis como Martin Luther King Jr e religiosos como João XXIII.

Da mesma forma que o que aconteceu com o futebol, sabemos no que deu a política atual.

Hoje a incidência de craques, tanto no futebol quanto na política é coisa rara. Na política muito mais que no futebol, pois os salários milionários ainda dão vazão a talentos incríveis como os de Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar.

Na política, parece que mataram o confeiteiro e queimaram a receita do bolo, pois nunca mais apareceu um político saído pronto e acabado do nosso forno! Alguém realmente bom, aquilo que poderíamos chamar de um craque.

Vejam só como são as coisas! Enquanto escrevia esse texto, parei um pouco, fui tomar água e quando voltei, fui passear pelas redes sociais e deparei-me com uma postagem no Blog de Jorge Aragão que de certa forma tem conexão com nosso assunto!

O vice-governador Carlos Brandão, no exercício do cargo de governador, vai, elegantemente, possibilitar que o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto, assuma o cargo de governador do Maranhão!

Este é um gesto de alguém que conhece profundamente os caminhos da diplomacia e da política em suas mais altas concepções. Agindo assim Brandão demonstra para todos a sua disposição de compartilhar o poder, faz um ato de carinho, de deferência e de respeito, não apenas para com Othelino, presidente da ALM, mas com todos os deputados e de certa forma, para com todos os políticos e até mesmo, por extensão, para com o povo maranhense.

Um verdadeiro craque, como há muito tempo não vemos em nosso estado!

sem comentário »

A conduta violenta e a falta de critério dos árbitros

0comentário

A polêmica por conta da expulsão dos dois jogadores do Sampaio na partida com o Botafogo-PB pelo árbitro Daniel Silva continua.

Ontem, pude ouvir a opinião de dois árbitros maranhense que integram o quadro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e eles confirmaram que existe uma determinação da Comissão de Arbitragem para expulsar os altletas em jogadas como as que vimos de Felipe Dias, Bruninho e também de Robson Simplício, na partida entre MAC e Altos pela Série D.

As jogadas foram resumidas como “excesso de força”, da mesma forma como houve aquela expulsão de Gabigol, do Flamengo, na Libertadores. Na verdade essas jogadas são classificadas como “conduta violenta”.

Ontem à noite, no jogo entre Bragantino e Sport pelo Campeonato Brasileiro Série B, o lateral-esquerdo Guilherme Lazaroni foi expulso pelo mesmo motivo.

A observação que faço é quanto à falta de critérios para as duas equipes. No caso de Sampaio e Botafogo, o zagueiro Lula chegou a pisar o atacante Ulisses que estava caído. O árbitro estava na frente do lance, mas não expulsou. Ficou explícita a falta de critério.

Não é apenas uma questão de interpretação. Se existe uma determinação da CBF para expulsar nestes casos, que os árbitros hajam de forma igual para os dois lados.

Foto: João Ricardo

sem comentário »

Torcida na expectativa para recomeço do Sampaio

1comentário

Hora de recomeçar…

O Sampaio começa a partir de hoje a se planejar para o Campeonato Brasileiro Série C. Só não pode é repetir o planejamento deste início de temporada. O momento é de muita apreensão e temor do torcedor em relação ao futuro da equipe.

Quem bem conhece o presidente Sérgio Frota, ele já deve estar estudando nomes para assumir o comando da equipe, a menos que esteja satisfeito com o trabalho de Julinho Camargo – o técnico dos “treinos secretos’ e de um time de “futebol comum”. E já deve ter, inclusive uma lista com novos nomes para um novo time.

Um time como o Sampaio, pelo investimento que faz não pode jamais ficar fora de uma final de Campeonato Maranhense, ainda mais sendo eliminado por um concorrente direto na Série C.

Faltando 19 dias para a estreia contra o Confiança no Campeonato Brasileiro Série C, o Sampaio terá que correr contra o tempo para montar um novo time, pois o que está ai não vai a lugar nenhum.

O Sampaio sabe que tem limite no número de inscrições na Série C e não deverá inscrever atletas que não serão aproveitados no restante da competição, por isso, a reformulação deve acontecer o quanto antes.

O que o Sampaio não pode é correr o risco de começar a Série C apenas com esse elenco frágil.

Sobre a permanência de Julinho Camargo não tenho dúvida de que será outro assunto em pauta. Ao torcedor, o atual treinador não agrada, mas falta a definição do presidente para saber se ele continua ou não “prestigiado”.

Vamos aguardar…

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

1 comentário »

Sampaio comemora 96 anos de glórias do esporte

0comentário

O momento não é bom, mas deve servir de reflexão para o Sampaio reformular tudo e buscar forças para começar a reagir na temporada.

Nesta data, ao completar 96 anos, o Sampaio precisa buscar em sua própria história, o caminho e a fórmula para corrigir os seus erros e voltar a brilhar no cenário do futebol brasileiro.

Basta mergulhar em sua própria história e recordar os momentos de alegria de sua imensa torcida. Os erros do presente não apagam a história gloriosa do Mais querido, mas servem para mostrar que tudo está errado no clube. É hora de recomeçar e recomeçar sem tantos erros.

Ao longo desses 96 anos, o Mais Querido carrega grandes conquistas como o tri-campeonato brasileiro (1972, 1997 e 2012), a conquista da Copa Norte (1998) e Copa do Nordeste (2018) e alternou bons e maus momentos no Brasileirão Série B, além das 33 conquistas do título de campeão brasileiro.

Além do futebol, o Sampaio também tem brilhado no cenário nacional com sua equipe de Basquete Feminino e também no Beach Soccer.

Que esses grandes momentos inspirem a equipe neste momento tão difícil para que a torcida Tricolor volte a sorrir novamente.

Parabéns, Sampaio!!!

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

sem comentário »

Thaiza destaca retorno do Pinheiro ao Maranhense

0comentário

O Pinheiro Atlético Clube (PAC) fez a sua última partida pelo Campeonato Maranhense e recebeu o destaque da sua atuação durante a sessão plenária nesta quarta-feira (20), pela deputada estadual Dra. Thaiza Hortegal. Ela destacou o momento histórico que o time vem passando, apesar de duas décadas de existência.

“Quero parabenizar o Pinheiro Atlético Clube (PAC), que fez o seu último jogo pelo Campeonato Maranhense, um time que há 20 anos estava esquecido. O Prefeito Luciano resgatou esse time, que conseguiu chegar à série A do Campeonato Maranhense, e com o empenho de todos os atletas, do presidente do clube, Filemon Guterres, e do Prefeito, a sociedade de Pinheiro só tem a agradecer por terem resgatado esse futebol. No seu último jogo, o estádio estava superlotado, como há muito anos Pinheiro não via. Mesmo não alcançando a vitória, fica a nossa felicidade, gratidão, e aplausos pelo empenho e dedicação de todos numa brilhante competição”, discursou a Dra. Thaiza.

A deputada ressaltou a atuação dos clubes e relembrou vitórias importantes do PAC durante o Campeonato e vê o time como um grande projeto para os próximos torneios.

“O PAC é um time que vem crescendo, que chegou e ocupou o seu espaço. A gente vivenciou vitórias no Castelão, inclusive, contra o MAC, fez uma excelente campanha. Então, eu queria aproveitar e parabenizar todos os times maranhenses, são oito que estão no campeonato. Chegamos à semifinal. Agora que vença o melhor. O esporte é cultura. O esporte resgata jovens e tem e sempre terá o nosso total apoio”, finalizou a deputada.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Imperatriz contrata mal e dispensa cinco de uma vez

13comentários

A diretoria do Imperatriz já iniciou a reformulação da equipe antes mesmo da estreia no Campeonato Brasileiro Série C.

O Imperatriz só joga pela competição no dia 27 de abril contra o Globo-RN, no Frei Epifânio e antes mesmo do término do Campeonato Maranhense, alguns jogadores que não estão rendendo o esperado já foram desligados da equipe.

Cinco jogadores foram dispensados: os atacantes Kaká e Matheus Rebé. Na lista estão também o lateral-direito Felipe Potengi, o zagueiro Emerson e volante Peu. Mas a lista vai aumentar assim que terminar o Estadual.

Vejam só o que é planejamento errado. O Imperatriz só fez seis jogos e já está começando a fazer um time novo.

Não entendo como as nossas equipes continuam contratando tão mal.

Foto: Divulgação

13 comentários »

Falta de planejamento e inteligência no futebol

0comentário

Quando não existe planejamento e inteligência no futebol a gente já sabe o que acontece no final.

A temporada ainda está começando e após apenas cinco jogo, o Sampaio já começa a dispensar jogadores por deficiência técnica e exatamente na semana do clássico contra o maior rival.

O caso mais emblemático foi o do atacante Lucas Bacelar. Contratado no início da temporada, o jogador esteve no Moto no ano passado e por deficiência técnica só foi aproveitado em uma partida, mas o Sampaio resolveu apostar na sua contratação.

Lucas já havia trabalhado com Flávio Araújo no Ríver de Teresina e certamente por esse motivo tenha sido contratado.

Ontem, o Sampaio anunciou a dispensa do lateral-esquerdo Rômulo. O jogador foi titular em todas as partidas, mas sem qualquer explicação foi dispensado do clube.

Não sei quem indicou os jogadores ao clubes, mas certamente a contratação teve o aval da comissão técnica, pois é assim que deve acontecer em um time de futebol profissional.

Dois já foram, mas fontes no Sampaio garantem que outros irão embora nos próximos dias.

Nossos clubes e, em especial o Sampaio nunca aprende. Muitos caem na tentação de empresários e o resultado é esse que nós estamos acostumados a ver.

Nossos clubes não possuem um departamento que possa mapear atletas e monitorá-los. Em tempos atuais com a internet a informação sobre atletas é atualizada minuto a minuto, mas pelo visto o Sampaio prefere ignorar.

Pelo visto, o Mais Querido não aprendeu com os erros do ano passado quando apostou numa legião de jogadores ruins e acabou rebaixado para a Série C.

Parece que a lição não serviu para nada.

Foto: Elias Auê/Sampaio

sem comentário »