Maranhão registra 8 mortes e 207 casos do Covid-19

0comentário

O governador Flávio Dino (PcdoB) confirmou, nesta terça-feira (7), mais quatro mortes pelo novo coronavírus no Maranhão.

Em menos de 24 horas, o aumento no número de óbitos no Maranhão aumento 100% chegando a 8 óbitos, o que comprova a necessidade de manter o isolamento social.

Além do aumento no número de óbitos, os casos de Covid-19 subiram de 172 para 207 casos.

Em virtude do avanço da pandemia no Maranhão, Flávio Dino anunciará novas medidas.

“Chegamos, nesta manhã, a 204 casos confirmados de coronavírus e a 8 óbitos. Reiteramos o chamado à colaboração no que se refere ao distanciamento social. Irei editar ainda hoje medidas preventivas sobre viagens na semana santa. Precisamos evitar que o vírus se espalhe ainda mais”, destacou Flávio Dino nas redes sociais.

Foto: Reprodução/TV Mirante

sem comentário »

Juscelino assegura ajuda a vítimas de enchentes no MA

0comentário

O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) e o senador Weverton Rocha (PDT-MA) se reuniram nesta segunda-feira (6), em Brasília (DF), com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Alves, em busca de ajuda emergencial para os 20 municípios maranhenses atingidos pelas fortes chuvas. Há pouco mais de 15 dias, quando da ocorrência dos temporais, Juscelino prometeu buscar o apoio do governo federal.

“Saímos com esperança, pois o ministro garantiu que tem orçamento e recursos disponíveis para essas ações emergenciais. A Federação dos Municípios do Maranhão fará a articulação com a Defesa Civil estadual e com as prefeituras para que, em breve, as informações necessárias cheguem ao sistema da Defesa Civil nacional e os recursos sejam liberados. A situação é muito difícil, com áreas inundadas, cerca de 7.500 pessoas desabrigadas ou desalojadas e problemas na infraestrutura. Tudo isso em um momento de pandemia de coronavírus junto a muitos casos de dengue e H1N1 no nosso estado”, disse Juscelino Filho.

Das 20 cidades mais afetadas pelos temporais, cinco já estão com o processo em andamento e devem ter reconhecido o status de emergência ainda nesta semana. Já em relação às outras 15, o presidente da Famem, Erlanio Xavier, deve se reunir com o coordenador de Proteção e Defesa Civil do Maranhão, coronel Célio Roberto, e com gestores municipais para que os procedimentos burocráticos sejam acelerados. A entidade municipalista garantiu que um coordenador técnico estará de plantão para orientar os prefeitos.

O senador Weverton adiantou que o envio dos dados para alimentar o sistema nacional será monitorado. “Tivemos essa audiência e vamos acompanhar todas as informações técnicas que os municípios vão prestar para a Defesa Civil, para que possam ser atendidos o mais rápido possível. Estamos trabalhando para que o governo federal ajude essas cidades e as famílias que estão desabrigadas”, explicou o pedetista. Além das cerca de 7.500 pessoas que foram obrigadas a deixar suas casas, estima-se que 130 mil foram afetadas de alguma forma.

Segundo o deputado Juscelino Filho, os recursos disponíveis e que vão auxiliar os municípios são provenientes da Medida Provisória 920/2020, em tramitação no Congresso Nacional, que abriu crédito extraordinário de R$ 892 milhões para o Ministério do Desenvolvimento Regional. “Entre outros, esse dinheiro será usado para a aquisição de cestas básicas, colchões e materiais de higiene, bem como para amenizar danos de infraestrutura em ruas, pontes, escolas e outros equipamentos públicos”, destacou o deputado.

As 20 cidades atingidas pelas fortes chuvas são: AçailândiaAldeias AltasAlto Alegre do PindaréArameBacabalBoa Vista do GurupiCarutaperaCaxiasCodóConceição do Lago-AçuDavinópolisGrajaúImperatrizItaipava do GrajaúItapecuru-MirimNina RodriguesPedreirasSão Luiz GonzagaTrizidela do Vale e Vitória do Mearim.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Maranhão regista quatro mortes e 172 casos de Covid

0comentário

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, 39 novos casos de Covid-19, nesta segunda-feira (5). Ao todo, o Maranhão registra 172 casos, sendo quatro óbitos.

Hoje foram registradas mais duas mortes. O terceiro caso foi de um homem de 70 anos que estava internado na UTI do Hospital Carlos Macieira. Ele tinha diabetes, hipertensão e obesidade.

O quarto óbito foi uma mulher de 74 anos que estava internada no Hospital São Luiz. A paciente era cardíaca.

Dos trinta e nove novos casos registrados, trinta e um foram em São Luís, três em São José de Ribamar, dois em Paço do Lumiar, dois em Imperatriz e um em Cajapió. sendo vinte e três mulheres e quatorze homens.

No Maranhão, a maioria dos pacientes com o novo coronavírus (49 no total) tem entre 30 a 39 anos. Pacientes com idade entre 40 e 49 anos foram 42 casos.

Dos 72 casos, 89 quatro são mulheres (52 por cento) e 83 são homens (48 por cento). Vinte e nove pacientes já conseguiram se recuperar do Covid-19.

Dos 172 casos de Covid-19 no Maranhão, somente em São Luis são 152 casos;. São José de Ribamar 8 casos, Imperatriz 4 casos; Paço do Lumiar 4 casos, Timon 2 casos; Açailândia 1 caso e Cajapió 1 caso.

Foto: Reprodução?SES

sem comentário »

Maranhão registra terceira morte por Covid-19

2comentários

O secretário de Saúde, Carlos Lula confirmou, nesta segunda-feira (6), a terceira morte por coronavírus no Maranhão.

O paciente é um homem, de 70 anos, com comorbidades e que estava internado em uma unidade de saúde pública.

A primeira vítima foi no dia 29 de março, um homem de 49 anos com histórico de hipertensão. O segundo caso foi no dia 4 de abril, uma mulher de 89 anos com comorbidades.

No último boletim divulgado ontem pela SES, o Maranhão havia registrado 133 casos de Covid-19, agora com três mortes.

Foto: Divulgação

2 comentários »

Maranhão registra 133 casos e dois óbitos por Convid

0comentário

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, 37 novos casos de Covid-19, neste domingo (5). Ao todo, o Maranhão registra 133 casos, sendo dois óbitos.

Dos trinta e sete novos casos registrados, trinta e cinco foram em São Luís e dois em São José de ribamar, sendo vinte e três mulheres e quatorze homens.

No Maranhão, a maioria dos pacientes com o novo coronavírus (43 no total) tem entre 30 a 39 anos. Pacientes com idade entre 40 e 49 anos foram 32 casos.

Veja os números completos por faixa etária:

Dos 133 casos, 74 quatro são mulheres (56 por cento) e 59 são homens (44 por cento). Vinte e nove pacientes já conseguiram se recuperar do Covid-19.

Dos 133 casos de Covid-19 no Maranhão, somente em São Luis são 121 casos;. São José de Ribamar 5 casos; Timon 2 casos; Açailândia 2 casos e Imperatriz 1 caso.

Foto: Reprodução/SES

sem comentário »

Maranhão registra 81 casos de Covid-19

0comentário

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Maranhão registrou, nesta quinta-feira (2), mais 10 casos confirmados de COVID-19. Com isso sobe para 81 o número de casos confirmados por laboratório, sendo um óbito. A SES registrou mais 55 casos descartados.

Todos os novos casos positivos, desta quinta-feira (2), foram registrados em São Luís. Trata-se de seis homens e quatro mulheres.

As doze pessoas que já receberam alta da quarentena seguem assintomáticas.

Os casos positivos registrados são monitorados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS).

Fotos: Reprodução/SES

sem comentário »

Hildo Rocha expõe caos da saúde pública no MA

0comentário

O deputado federal Hildo Rocha (MDB) mostrou ao Brasil um “raio X” da saúde pública no Estado do Maranhão. Durante pronunciamento na tribuna da Câmara Federal na última terça-feira o parlamentar maranhense mostrou que a realidade é totalmente diferente do que diz o governador do estado. “Flávio Dino faz muita propaganda, muito marketing, mas ações efetivas em favor da saúde pública de qualidade ele não faz”, enfatizou.

O deputado enfatizou que a incompetência do governador Flávio Dino expõe os profissionais da saúde a inúmeros riscos e provoca mortes por deficiência das unidades hospitalares.

“No Maranhão as mortes que aconteceram, provocadas por influenza A, poderiam ter sido evitadas se o governo do Estado proporcionasse atendimento adequado. Este ano, a gripe H1N1 já levou mais de 20 pessoas ao óbito. O vírus H1N1 já está sendo combatido há muito tempo. Onde estava o Governador Flávio Dino que nada fez, que não impediu que pessoas que estavam no grupo de risco morressem? Por que ele não as vacinou? Por que ele não deu apoio às prefeituras? Ele não tem dado apoio às prefeituras. O governador Flávio Dino deve às Prefeituras repasses referentes ao Sistema Único de Saúde, que é tripartite, e os prefeitos têm bancado a saúde pública praticamente sozinhos, por isso a precariedade na saúde do Maranhão”, argumentou.

Repasses interrompidos

Rocha disse que há três anos o governador Flávio Dino não repassa os recursos para o custeio das UPAs que são administradas pelos municípios. “A manutenção do SAMU também é tripartite, união, estado e municípios. A união paga regularmente, mas o governo do Maranhão não paga em dia, deve 10 parcelas dos últimos dois anos. Os repasses para o Programa Farmácia Básica também estão atrasados”, denunciou

Ainda de acordo com o deputado Hildo Rocha, o governo federal enviou R$ 20 milhões para que o governo do Maranhão distribuísse para todas as prefeituras. “Sabem o que ele fez com os 20 milhões? Distribuiu 16 milhões para as prefeituras e ficou com 20% para ele, ou seja 4 milhões de reais. Não se tem conhecimento de uma UPA que ele tenha construído ou instalado, nesses cinco anos. Como pode ele dizer que está defendendo a saúde pública? Ele não tem moral para dizer isso. Eu conheço a realidade do Maranhão, os prefeitos do Maranhão também sabem disso. Eles que estão levando a saúde nas costas”, afirmou Hildo Rocha.

O parlamentar disse que recentemente o presidente Jair Bolsonaro enviou R$ 14 milhões para Flávio Dino comprar respiradores mecânicos, para equipar as UPAs. “Ninguém sabe o que ele fez. Inclusive morreu uma pessoa acometida do COVID-19, novo coronavírus, no último domingo, na UPA da Cidade Operaria. A morte está envolta de mistérios. Tudo indica que houve falhas por parte do governo do estado no atendimento do senhor que morreu”, destacou Hildo Rocha.

Em razão da crise do coronavírus o Governo de Jair Bolsonaro abriu a possibilidade de as emendas de bancada serem logo liberadas. “A bancada federal havia decidido que R$ 131 milhões seriam destinados para Atenção Básica (PAB) e Média e Alta Complexidade (MAC). Mas, cientes da gravidade que hoje vivenciamos, nós redirecionamos tudo para o combate ao coronavírus”, afirmou o parlamentar.

Reconhecimento

Hildo Rocha disse que ao contrário do governo estadual, que faz mal uso dos recursos da saúde, os prefeitos conseguem atender grande quantidade de pessoas. “Quando o cidadão adoece é o posto de saúde municipal que ele procura primeiro. Ele chegando ao centro de saúde dos Municípios sendo tratado de forma correta evita-se que ele vá para a UTI. Se você trata bem o doente na atenção básica, ele não vai precisar ser tratado para pneumonia ou qualquer outro tipo de agravamento provocado pelo coronavírus”, disse o deputado.

Hildo Rocha afirmou que o Ministro Mandetta está fazendo um bom trabalho porque conta com inúmeros servidores públicos capacitados. “Inclusive ocupantes de cargos comissionados, que foram colocados pelo presidente Jair Bolsonaro e estão ajudando o ministro a fazer um bom trabalho”, afirmou Hildo Rocha.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Maranhão já registra 71 casos do Covid-19

2comentários

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Maranhão confirmou mais mais 19 casos COVID-19 no Maranhão. Com isso sobe para 71 o número de casos confirmados por laboratório, sendo um óbito.

Dos 19 novos casos positivos, 17 foram registrados em São Luís, 1 em Imperatriz e 1 em Açailândia.

Nesta quarta-feira (1º), treze homens e seis mulheres receberam a notificação.

Dos 71 casos registados, 39 são mulheres (55 por cento) e 32 homens (45 por cento).

A SES registrou mais 166 casos descartados.

Os dados por faixa etária são os seguintes:

2 comentários »

Flávio Dino confirma 62 casos do Covid-19 no MA

0comentário

O governador Flávio Dino (PCdoB) confirmou, na manhã desta quarta-feira (1) que subiu para 62, o número de casos do novo coronavírus confirmados no Maranhão com um óbito registrado desde o início da pandemia.

O último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgado no fim da noite de ontem(31), confirmou 52 casos.

Em entrevista à Rádio Mirante AM na manhã de hoje (1), o secretário Carlos Lula disse que o aumento do número deve-se à agilização dos resultados de exames que já tinham sido realizados, bem como ao aumento do número de exames em todo o estado.

Foto: Reprodução/TV Mirante

sem comentário »

Maranhão monitora mais 8 casos confirmados Covid-19

0comentário

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) monitora mais oito casos de COVID-19 registrados em São Luís. No total, até o momento, o Maranhão confirmou 31 casos, sendo um óbito, de infecção por COVID-19.

Com o resultado de exame laboratorial, oito novos casos foram registrados em São Luís.

São eles: homem, 48 anos; mulher, 43 anos; mulher, 60 anos; homem, 35 anos; mulher, 27 anos; mulher, 33 anos; homem, 41 anos, e mulher, 35 anos.

Dos novos casos confirmados nesta segunda (30), dois estão internados. Os demais seguem em isolamento domiciliar.

Sobre as 22 pessoas ainda monitoradas pelo CIEVS, dois seguem assistidos por hospital da rede privada e um na rede pública. Todos apresentam quadro de saúde estável.

Ao todo, 7 pessoas diagnosticadas com coronavírus no Maranhào tem 60 ou mais anos e 13 tem menos de 60 anos, além do paciente que foi a óbito e que tinha 49 anos.

Perfil dos casos positivos:

Homem, de 69 anos
Mulher, de 37 anos
Homem, de 66 anos
Mulher, de 70 anos
Mulher, de 72 anos
Mulher, de 76 anos
Homem, de 43 anos
Homem, de 57 anos
Homem, de 55 anos
Mulher, de 28 anos
Homem, 30 anos
Mulher, de 45 anos
Mulher, de 44 anos
Mulher, de 29 anos
Homem, de 26 anos
Homem, de 29 anos
Homem, 61 anos
Mulher, 58 anos
Mulher, 36 anos
Mulher, 49 anos
Mulher, 55 anos
Criança, sexo feminino, 1 ano de idade
Homem, 48 anos
Mulher, 43 anos
Mulher, 60 anos
Homem, 35 anos
Mulher, 27 anos
Mulher, 33 anos
Homem, 41 anos
Mulher, 35 anos

sem comentário »