Eduardo Braide pelo Maranhão

4comentários

O deputado estadual, Eduardo Braide (PMN) deu provas de que a sua popularidade não está restrita só à capital. No último fim de semana, ele esteve nas cidades de Matões, Colinas, São João Patos e Sucupira do Riachão. Nos quatro municípios, Braide foi recebido por diversas lideranças políticas e pela população.

“É muito bom sentir a confiança do nosso povo. Estar com eles e ouvi-los, me faz ter a certeza de que o Maranhão pode ser diferente. É nisso que eu acredito”, destacou Braide.

Além de agendas políticas, Eduardo Braide concedeu entrevistas para radialistas dos municípios. Após uma delas, foi surpreendido por um morador que pediu para falar com o deputado e cantou um verso de improviso para ele. Veja aqui.

“Esse carinho é o que também me motiva a trabalhar por nossa gente. Os maranhenses esperam que o nosso Estado cresça de verdade. E é para isso que iremos continuar com o nosso trabalho. O Maranhão precisa olhar pra frente”, disse Braide.

Foto: Divulgação

4 comentários »

Bom Dia Brasil repercute Operação Pegadores

0comentário

O Bom Dia Brasil, da TV Globo mostrou a repercussão sobre a Operação Pegadores, deflagrada nesta quinta-feira (16), pela Polícia Federal em em São Luís, Imperatriz, Amarante e Teresina.

A reportagem mostra como funcionava o esquema que desviou mais de 18 milhões dos cofres públicos. Ao todo 13 pessoas foram presas e quatro estão foragidas.

A Operação Pegadores apura indícios de desvios de recursos públicos federais por meio de fraudes na contratação e pagamento de pessoal, em Contratos de Gestão e Termos de Parceria firmados pelo Governo do Estado do Maranhão na área da saúde.

Durante as investigações conduzidas na Operação Sermão aos Peixes, em 2015, foram coletados diversos indícios de que servidores públicos, que exerciam funções de comando na Secretaria de Estado da Saúde naquele ano montaram um esquema de desvio de verbas e fraudes na contratação e pagamento de pessoal.

As investigações indicaram a existência de cerca de 424 pessoas que teriam sido incluídas indevidamente nas folhas de pagamentos dos hospitais estaduais, sem que prestassem qualquer tipo de serviços às unidades hospitalares. Os beneficiários do esquema seriam familiares e pessoas próximas a gestores públicos e de diretores das organizações sociais.

O montante dos recursos públicos federais desviados por meio de tais fraudes supera a quantia de R$ 18.000.000,00. Contudo o dano aos cofres públicos pode ser ainda maior, pois os desvios continuaram a ser praticados mesmo após a deflagração de diversas outras fases da Operação Sermão aos Peixes.

Veja o vídeo

sem comentário »

Orcrim comunista

0comentário

A ação desencadeada ontem pela Polícia Federal no Maranhão exibe, de forma cristalina, como o estado passou a viver a partir da ideia de mudança implantada pelo governo comunista de Flávio Dino, em 2015.

A PF revelou que uma quadrilha formada por auxiliares do governo estadual roubou cerca de R$ 18 milhões da Secretaria de Saúde – valor que pode ser ainda maior.

Flávio Dino assumiu o governo em 2015 pregando a mudança em todos os aspectos no Maranhão. O que se viu até hoje, mais de dois anos depois, foram sucessivos escândalos de corrupção envolvendo, sobretudo, a pasta da Saúde, que, até 2014, era exemplo de excelência no atendimento e eficiência na prestação de serviços.

Pior: a mesma secretaria que deveria ser responsável pela fiscalização dos atos do governo – a pasta da Transparência, comandada por Rodrigo Lago – serviu, nestes dois anos, para produzir relatórios contra adversários, usando setores do Ministério Público e do próprio Judiciário para perseguições desenfreadas.

A data de ontem marcou o dia em que o mundo soube que o governo comunista no Maranhão era palco de desvios milionários de recursos que deveriam servir aos doentes no estado. Fatos atestados pela Polícia Federal.

Estado Maior

sem comentário »

Novos caminhos de Roseana Sarney

2comentários

Bastaram duas semanas para que a pré-candidatura da ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) ao Governo do Estado passasse a ser ponto de referência para prefeitos, ex-prefeitos e vice-prefeitos no interior maranhense.

Desde que a peemedebista anunciou o desejo de concorrer ao cargo, dezenas de gestores manifestaram interesse em tratar com ela sobre 2018.

O fluxo de liderança em busca de conversa com Roseana se dá por dois motivos. O primeiro é o desprezo do governador Flávio Dino (PCdoB) às ações municipais. O outro é a proximidade da própria Roseana com o Governo Federal, o que abre portas importantes em Brasília.

Gestores de todos os matizes partidários reclamam da incapacidade de diálogo de Flávio Dino, que não pensa duas vezes em perseguir e pressionar quem não segue sua cartilha. E é este temor que faz com que esses gestores recorram à ex-governadora ou a seus aliados mais próximos, em busca de contato ou de sinalização para as eleições.

Roseana ainda não tem previsão de quando seguirá ao interior nesta pré-campanha. Mas o movimento de prefeitos, ex-prefeitos e vice-prefeitos fazem com que, cada vez mais, o seu grupo político tenha a convicção de que é necessário um encontro ainda este ano para debater o cenário de 2018.

Foto: Paulo Soares/ O Estado

Estado Maior

2 comentários »

Roseana com os prefeitos

11comentários

A ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) vai iniciar logo no início de 2018 um périplo pelos 216 municípios do interior maranhense.

Ela quer conversar com cada prefeito e com as demais alas municipais, para consolidar-se como opção de voto.

Mas os números que ela tem como parâmetro já lhe dão uma certeza: a maioria dos prefeitos, hoje, não pretende votar no adversário comunista.

Foto: Paulo Soares/ O Estado

Estado Maior

11 comentários »

Sem argumento, Jerry dispara em O Estado

11comentários

O secretário de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry perdeu a compostura mais uma vez ao tentar explicar a situação das estradas maranhense consideradas em sua maioria como regular, ruim ou péssimas pela pesquisa da Confederação Nacional do Tranporte (CNT).

Contrariando o que diz a pesquisa, o secretário Márcio Jerry, diz que a qualidade da malha viária está melhorando no Maranhão. No relatório, apenas uma rodovia maranhense está em boas condições a que liga Barreirinhas. As demais estão regular, ruim ou péssimas.

E sem argumentos para explicar os dados da CNT, Márcio Jerry parte para a agressão ao jornal O Estado do Maranhão e, é claro remete à gestão anterior. “Qualidade da malha viária tem melhorado, apesar dos enormes estragos do descado com que os donos do @OEstadoMA trataram as estradas. Caiu muito, abaixo de qualquer nível, foi a qualidade deste jornal que virou um pantletinho”, disse.

Imaginem vocês se O Estado não fosse apenas um “panfletinho” como diz o secretário….

Tem sido assim sempre. quando não tem argumento, Márcio Jerry parte para cima do veículo de comunicação, pois é incapaz de responder tecnicamente.

Foto: Reprodução/ Tweeter

11 comentários »

CNT diz que estradas são péssimas no MA

2comentários

Uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (7), revelou que as condições das estradas do país estão piores. No Maranhão, segundo a Confederação Nacional do Transporte(CNT), as rodovias estaduais estão em situação ainda mais crítica.

A “pesquisa CNT de rodovias” analisou 4.647 km de estradas que cortam o Maranhão. O resultado apontou que 44% estão em estado geral de conservação ruim ou péssimo, 26% estão em situação regular e em 30% a situação é boa ou ótima. No total, são mais 1.042 Km ruins ou péssimos.

A pavimentação das estradas também foi avaliada. Na análise, 29,2% da extensão foi considerada ruim ou péssima; 27,8% regular e 43% boa ou ótima. Quase metade (48%) das estradas do maranhão tiveram a sinalização avaliada como ruim ou péssima, 35,2% regular e apenas 16,8% boa ou ótima.

A situação piora quando a avaliação leva em conta somente as rodovias estaduais. Nesse tipo de rodovia, 91,6% têm o estado geral ruim ou péssimo, 8,4% estão regular ou bom e nenhuma está ótima, segundo a pesquisa.

Foto: Reprodução /TV Mirante

Leia mais

2 comentários »

Assassinatos de mulheres aumentam no MA

0comentário

Entre 2015 e 2016, os assassinatos de mulheres aumentaram 6% no Maranhão. Em 2015, representaram 134 ocorrências do total de crimes violentos letais intencionais, taxa de 3,8 casos por por 100 mil mulheres. No ano seguinte, foram 142 ocorrências, e a taxa subiu para 4,1 casos por 100 mil mulheres. Os dados são do 11ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicação do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

O Anuário revela, no entanto, que o Estado não reúne dados sobre feminicídio, nome dado ao assassinato de mulheres em contexto marcado pela desigualdade de gênero, ou seja, quando elas são mortas pelo simples fato de serem mulheres.

Casos de estupro e tentativa de estupro no Maranhão

O documento traz, ainda, dados sobre estupro e tentativa de estupro no Maranhão. no período, enquanto o casos de estupro aumentaram 3,8%, os de tentativa de estupro diminuíram 2%.

Em 2015, foram 952 casos de estupro no Estado, 13,8 ocorrências por 100 mil habitantes. Já em 2016, foram 995 ocorrências de estupro, 14,3 casos para cada 100 mil habitantes. No período, as tentativas de estupro caíram de 232 para 229 casos, refletindo numa leve queda da taxa, de 3,4 para 3,3 casos por 100 mil habitantes.

Na capital, São Luís, foram 205 casos em 2015, 19,1 ocorrências por 100 mil habitantes; e 224 em 2016, 20,7 por 100 mil, aumento de 8,4% no período.

Faltam delegacias especializadas de atendimento à mulher em situação de violência

Outra realidade revelada pelo Anuário Brasileiro de Segurança Pública é o baixo número de delegacias especializadas de atendimento à mulher em situação de violência no Maranhão. Em todo o Estado, são 17, segundo o Anuário; o equivalente a 0,5 por 100 mil mulheres, levando em consideração as informações do Instituto DataSenado, Observatório da Mulher contra a Violência (OMV) e Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Anuário Brasileiro de Segurança Pública

A 11ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostra que, em 2016, sete pessoas morreram assassinadas em todo o Brasil. Ao todo, foram 61,61 mil mortes violentas intencionais no período, o maior número já registrado pela série histórica do anuário, e que só encontra similaridade na comparação com grandes tragédias, como a explosão da bomba atômica que devastou a cidade japonesa de Nagasaki durante a 2ª Guerra Mundial.

Blog do Maurício Araya

sem comentário »

Marcha para Jesus entra no calendário do MA

4comentários

Foi aprovado por unanimidade, na Sessão desta segunda-feira (30), o Projeto de Lei 287/2017 de autoria do deputado Eduardo Braide, que inclui a “Marcha para Jesus” no calendário oficial de eventos do Estado do Maranhão.

“Me sinto feliz em poder contribuir com esse ato cristão, que reúne milhares de evangélicos em todo o mundo, não sendo diferente aqui no Maranhão. A partir de agora, com a sanção do projeto, a “Marcha para Jesus” poderá contar de forma mais efetiva com o apoio do Poder Público”, avaliou o deputado.

A Marcha para Jesus começou em Londres, em 1987, instituindo uma nova modalidade de culto evangélico ao ar livre. O evento chegou ao Brasil em 1993, quando foi realizado na cidade de São Paulo. Em São Luís, a “Marcha para Jesus” é realizada há mais de 10 anos, tornando-se referência para as comunidades evangélicas de todo Estado.

“Nada mais justo que um momento tão bonito de fé, união e de família, ser oficializado por meio de uma lei, para que tenha o necessário apoio do Poder Público. Mais que um incentivo, incluir a ‘Marcha para Jesus’ no calendário oficial de eventos do Estado, é o reconhecimento ao trabalho da Associação de Ministros do Evangelho no Maranhão, que organiza a maior marcha no Estado”, ressaltou o projeto

O Projeto de Lei 287/2017 – de autoria do deputado Eduardo Braide – que inclui a Marcha para Jesus no calendário oficial de eventos do Estado do Maranhão, segue agora para a sanção do Governo do Estado.

Foto: Agência Assembleia

4 comentários »

Ricardo Murad critica ‘ditadura’ de Dino

9comentários

O ex-deputado Ricardo Murad (PRP) disse que a eleição de Flávio Dino iniciou no Maranhão um regime de excessão.

Segundo Murad, o governador tem utilizado três armas contra quem tenta enfrentá-lo: o terror político, jurídico e policial.

“A oposição é vítima de uma perseguição implacável e sem limites. De mim, terá a resposta que merece, reação cada vez mais firme e agora, com a proximidade do embate eleitoral, à espera de um confronto direto para mostrar a todos que o ditador tem pés de barro”, disse nas redes sociais.

9 comentários »