Deputados lamentam a morte de Nenzim

0comentário

O plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão, na sessão desta quarta-feira (6), fez um minuto de silêncio pelo falecimento do ex-prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano Sousa, mais conhecido como Nenzin, que teria sido vítima de arma de fogo na manhã de hoje.

Os deputados Othelino Neto (PCdoB), Sousa Neto (Pros), Eduardo Braide (PMN), Francisca Primo (PCdoB), Edilázio Júnior (PV), Rafael Leitoa (PDT), Júnior Verde (PRB), Zè Inácio (PT), Wellington do Curso (PP) e Valéria Macêdo (PDT) lamentaram a morte do pai do deputado Rigo Teles (PV). “Gostaria de lamentar essa situação e pedir que a Mesa possa conceder um minuto de silêncio em respeito e em reconhecimento à vida, ao trabalho do senhor Nenzim e também tendo em vista que é o pai de um parlamentar desta Casa”, disse Eduardo Braide.

O presidente em exercício Othelino Neto, ao conceder o minuto de silêncio, afirmou que ia entrar em contato com o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela pedindo “que faça todos os esforços para solucionar o crime e prender os executores e eventuais mandantes, se for o caso”.

“Eu quero me solidarizar com o deputado Rigo Teles pelo falecimento de seu pai, o ex-prefeito de Barra do Corda, e pedir a Deus que conforte o seu coração e de toda a sua família”, acentuou Francisca Primo.

“Amanhecemos hoje com uma imensa tristeza com a confirmação do falecimento do ex-prefeito de Barra do Corda, senhor Nenzim. Aqui, como colega partidário do deputado Rigo Teles, quero externar as minhas condolências, os meus sentimentos a toda a família Teles, em especial a dona Santinha, a mãe do deputado Rigo Teles e esposa do Seu Nenzim. Também ao meu amigo Pedro Teles, pessoa a quem tenho também o maior carinho e o Júnior do Nenzin”, afirmou Edilázio Júnior.

“Hoje, nesta Casa, realmente é um dia de muita tristeza por ser um parlamentar decano, cinco mandatos consecutivos de deputado estadual, uma pessoa que eu, apesar de ser no meu primeiro mandato, eu aprendi a admirar, a gostar, por ser uma pessoa tão amiga de todas as pessoas. Os outros parlamentares, assim como os amigos dos amigos, a cidade de Barra do Corda realmente está chorando hoje pelo falecimento do ex-prefeito Nenzim, pai do deputado Rigo Teles. É um dia de muita tristeza, mas eu queria aqui também dizer para não citar nomes, mas para dizer ao deputado Edilázio que V. Ex.ª tem razão, é um momento oportuno realmente porque eu sou um crítico não só de criticar, mas de cobrar também a segurança pública do estado do Maranhão”, destacou Sousa Neto.

“A nossa solidariedade ao deputado Rigo Teles, a sua família em nome do parlamento estadual e a infelicidade pelo pronunciamento do deputado Rafael Leitoa na manhã de hoje. Somente lamento, senhores deputados e senhoras deputadas”, disse Wellington.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Braide garante mamógrafo ao Aldenora Bello

0comentário

Em audiência realizada nesta quarta-feira (6), foi decidido pela Vara de Interesses Difusos e Coletivos, que o Hospital Aldenora Bello receberá, do Estado, um mamógrafo digital. A decisão é fruto de uma Ação Popular ajuizada pelo deputado estadual Eduardo Braide.

“Sempre tive a preocupação desde o meu primeiro ano de mandato, em destinar emendas para a compra de equipamentos ao Hospital Aldenora Bello. Só que este ano, pela primeira vez, a emenda que destinei no valor de R$ 700 mil para a compra de um mamógrafo digital foi negada pelo Governo do Estado. Por isso, ingressei com essa Ação Popular a fim de garantir o direito dos maranhenses a uma saúde de qualidade. Fico feliz porque o Hospital Aldenora Bello poderá, enfim, contar com um moderno mamógrafo, equipamento indispensável para o diagnóstico precoce do câncer de mama”, destacou o deputado.

A sentença que homologou o acordo entre o deputado Eduardo Braide e o Governo do Estado foi proferida pelo juiz titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, Douglas de Melo Martins.

“A sentença homologatória do juiz é clara, ao dizer que ‘o Estado do Maranhão se compromete a, no prazo de 10 dias, deflagrar processo licitatório para a compra de um mamógrafo digital que deverá ser doado à Fundação Antônio Jorge Dino (Hospital Aldenora Bello)’. Esse processo de compra do novo mamógrafo deve ser encerrado no prazo máximo de 120 dias. Nós vamos acompanhar até a entrega e funcionamento desse equipamento. Fazer com que os maranhenses, com suspeita de câncer, tenham acesso a um diagnóstico e tratamento com maior chance de cura da doença, é o nosso maior objetivo desde o primeiro equipamento entregue ao Hospital Aldenora Bello”, finalizou o parlamentar.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Braide critica manutenção de veto do Governo

0comentário

O deputado Eduardo Braide criticou, na Sessão desta terça-feira (5), a manutenção do veto do governador Flávio Dino ao Projeto de Lei n° 070/2017, que complementaria a Lei 10.289/15, também de sua autoria, que estabelece um regime diferenciado às mulheres vítimas de violência doméstica. O referido projeto, iria assegurar o encaminhamento prioritário dessas mulheres em situação vulnerável ao mercado de trabalho.

“É um verdadeiro contrassenso manter o veto do governador sobre um Projeto que não daria custo algum para o Estado e que só reforçaria as políticas em defesa das mulheres vítimas de violência doméstica. Atendemos a uma solicitação de representantes de movimentos femininos, que pediram a reapresentação do inciso II da Lei, originalmente vetado em 2015. Este inciso II diz exatamente o seguinte: ‘destinar através dos órgãos competentes até 20% dos encaminhamentos mensais para vagas de empregos formais’. Ora, a Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária não tem um convênio com o Sine e todo mês já encaminha pessoas ao mercado de trabalho?”, questionou o parlamentar.

Eduardo Braide relembrou que a maioria das mulheres vítimas de violência doméstica, só se submetem a essa situação por conta da dependência financeira.

“Um estudo do Data Senado mostra que 70% das mulheres continuam se submetendo ao regime de violência pela dependência financeira que tinham dos maridos ou companheiros. Esperava que esta Casa corrigisse o equívoco derrubando o veto do governador. É preciso estarmos ao lado das mulheres vítimas de violência doméstica”, ressaltou o deputado.

O parlamentar criticou a postura incoerente do governador e da base do Governo no que diz respeito à proteção das mulheres vítimas de violência doméstica.

“O governador tenta mostrar que defende as mulheres e que as políticas públicas aqui no Maranhão estão voltadas para a mulher. Mas na prática, veta um Projeto de Lei que contribuiria para a independência financeira das mulheres vítimas da violência doméstica, casos que estão aumentando a cada dia. Além disso, a mesma base do governo que aprovou por unanimidade o Projeto de Lei 070/2017, de nossa autoria, foi a mesma que votou a favor do veto do governador. É preciso ir além do discurso”, finalizou Eduardo Braide.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Braide defende moradores de Açailândia

0comentário

O deputado Eduardo Braide apresentou na sessão desta quarta-feira (29), reivindicações do município de Açailândia. As solicitações foram feitas pelos próprios moradores durante a visita do parlamentar ao município.

“Tive a oportunidade de conversar com diversas lideranças políticas, comunitárias e moradores de Açailândia acompanhado do vereador do PMN Jarlis Adelino. Lá me foram apresentados alguns pleitos e eu firmei o compromisso de encaminha-los ao Governo do Estado, cumprindo o meu papel de deputado”, afirmou.

As solicitações feitas pelos moradores de Açailândia, foram apresentadas por Eduardo Braide em duas indicações.

“Ouvi vários relatos sobre a luta e a dificuldade que os moradores do Parque Novo Horizonte têm no acesso à agua.  Por isso, apresentei uma indicação ao Governo para que seja implantado em caráter de urgência um sistema de abastecimento de água nessa importante comunidade de Açailândia. Outra solicitação feita foi para que o Governo faça a pavimentação da Avenida João Castelo, localizada na comunidade Pequiá. Essa comunidade sofre há vários anos com essa situação e, portanto, fiz a indicação em caráter emergencial, uma vez que o período chuvoso ainda não foi intensificado”, justificou o parlamentar.

Eduardo Braide agradeceu a receptividade do povo de Açailândia e disse que as reivindicações dos moradores serão cobradas por ele junto ao Governo do Estado.

“Deixo aqui o registro e a minha gratidão pela forma como fui recebido pelo povo de Açailândia. Ressalto que as reivindicações já foram apresentadas e iremos cobrar e fiscalizar até que as mesmas sejam atendidas. O povo açailandense merece a atenção do Governo do Estado”, finalizou o deputado.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Braide defende reajuste a aposentados na Uema

0comentário

O deputado Eduardo Braide apresentou nesta terça-feira (28), na reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), emenda de sua autoria à Medida Provisória (MP) 249/2017, que trata sobre os vencimentos dos professores da UEMA. A emenda do parlamentar garante que o salário dos professores aposentados seja o mesmo que é concedido aos que estão na ativa na Universidade.

“A nossa Constituição é clara ao estabelecer a paridade nos vencimentos entre professores da ativa e aposentados. E isso só não está acontecendo no Maranhão porque o Governo do Estado não concedeu a gratificação dada aos da ativa para os professores aposentados”, afirmou o deputado.

Logo depois, já na tribuna, Eduardo Braide relatou que a luta dos professores aposentados da UEMA vem desde o ano passado quando foram feitos alguns acordos, nenhum deles cumpridos.

“Essa situação dos professores da UEMA vem se arrastando desde o início do ano passado, quando foi iniciada uma série de reuniões. Eu mesmo participei de algumas dessas conversas, com o chefe da Casa Civil e na Procuradoria Geral do Estado. Os professores aposentados da UEMA não receberam a gratificação que foi dada pelo Governo do Estado aos professores da ativa. Como primeiro item de compensação ficaram de receber até o final do ano passado, o pagamento da URV, um direito que já lhes foi assegurado pela Justiça, transitado em julgado e que não foi cumprido pelo Executivo. O segundo item do acordo também não cumprido, foi que no início deste ano o Governo encaminharia um Projeto de Lei a esta Casa, incorporando o valor da gratificação ao vencimento dos professores. Dessa forma a situação estaria resolvida e os aposentados não teriam prejuízos”, explicou o parlamentar.

Ao fim do discurso, o deputado disse que espera uma resposta do Governo do Estado para a questão dos professores da UEMA, a partir de sua emenda.

“Apresentei essa emenda (na CCJ), houve a retirada de pauta da votação da Medida Provisória 249/2017 e o texto da nossa emenda será levado ao Governo do Estado, para que o Executivo possa dizer se vai conceder ou não o reajuste salarial de forma igualitária aos professores aposentados da UEMA. Espero que o Governo seja sensível sobre essa causa. E caso isso não ocorra, tenho a confiança de que esta Casa corrigirá essa injustiça na próxima sessão da CCJ e, logo após, na apreciação do Plenário da Assembleia. O que não pode é os professores aposentados da UEMA, que deram sua contribuição ao longo dos anos a milhares de maranhenses, serem agora tratados de forma diferente”, concluiu Eduardo Braide, que apresentou o texto da emenda aos professores da UEMA que participaram da reunião da CCJ.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Braide cobra Fundo de Combate ao Câncer

1comentário

No Dia Estadual de Combate ao Câncer, o deputado Eduardo Braide usou a tribuna, nesta segunda-feira (27), para cobrar o funcionamento do Fundo Estadual de Combate ao Câncer.

“Eu tenho viajado pelo interior do Estado e vejo a falta que faz um mamógrafo, a falta que faz o tratamento de quimioterapia e radioterapia. Hoje, são muitas as pessoas que precisam se deslocar até a capital ou Imperatriz para tentar conseguir o tratamento contra o câncer. O Fundo Estadual de Combate ao Câncer precisa ser implantado definitivamente. Já passou da hora! Não há mais nenhum motivo para que os maranhenses não tenham acesso a esses recursos para combater essa doença”, afirmou o deputado.

Eduardo Braide fez ainda um alerta sobre a incidência de câncer no país. Ele reforçou que é preciso ações efetivas no combate à doença.

“Só para que se tenha uma ideia, a estimativa de incidência de câncer no Brasil em 2016 e 2017 diz que serão registrados quase 600 mil casos da doença no país. Portanto, essa é uma situação que precisa de nossa atenção e do nosso trabalho, já que milhares de maranhenses lutam contra esse mal diariamente”, disse.

O parlamentar finalizou o discurso solicitando que o governador do Estado efetive, em caráter de urgência, o repasse dos valores destinados ao Fundo Estadual de Combate ao Câncer. Os recursos são oriundos de 5% do ICMS sobre a venda de cigarros e derivados de tabaco e 3% do imposto sobre a venda de bebidas alcoólicas.

“O Fundo já foi regulamentado, tem o seu Conselho Consultivo instituído, mas nunca houve o repasse dos recursos que constituem a sua receita. Os recursos do Fundo já poderiam ter ampliado e melhorado consideravelmente o diagnóstico e o tratamento das pessoas com câncer. Por isso, apresentei um requerimento solicitando do governador do Estado o repasse, em caráter de urgência, dos recursos do Fundo Estadual de Combate ao Câncer. O requerimento, aprovado por unanimidade, já foi encaminhado para o governador. Portanto, reforço o pedido de que ele tenha a sensibilidade de implantar de forma definitiva o Fundo Estadual de Combate ao Câncer. Essa medida ajudará milhares de maranhenses”, finalizou Eduardo Braide.

Foto: Agência Assembleia

1 comentário »

O dilema de Braide

0comentário

Por Joaquim Haickel

Alguns filósofos da política dizem que a melhor definição que se pode dar para essa atividade é “a arte do possível”, enquanto outros acreditam que ela é “a reunião de esforços e ações no sentido de alcançar um determinado objetivo”. Uns imaginam que as finalidades de suas ações importam mais que os meios para alcançá-las, outros pensam diferente. O certo é que, como ocorre em relação a outras coisas, nada é unânime ou plenamente aceitável, no que diz respeito à política.

Poucos políticos conseguem se notabilizar quando jovens. A notoriedade vem normalmente com o passar dos anos e com a prática deste ofício que envolve um mínimo de inteligência, uma boa dose de sabedoria, bastante diplomacia e capacidade de aglutinação, isso para que se alcance algum sucesso.

Dito isso, gostaria de falar especificamente sobre um jovem político maranhense, um deputado estadual em seu segundo mandato, que se encontra em uma encruzilhada, confrontado a um dilema, que a meu ver definirá quem ele poderá vir a ser, mais do que qualquer outra coisa em sua carreira, até agora.

Filho de um político experimentado, que chegou a ser presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Eduardo Braide, de certa forma já assegurou seu lugar na história política de nosso estado, não apenas pelos mandatos obtidos, mas pela candidatura a prefeito de São Luís, que começou pequena e chegou ao segundo turno.

Em alguns aspectos é pouco parecido com seu pai, Carlos Braide, o que se por um lado parece ser bom, por outro nem tanto. Em Eduardo falta maior desenvoltura no relacionamento com os demais políticos. Ele se coloca a uma distancia regulamentar, o que o impede de aglutinar em torno de si um grupo, pressuposto indispensável para o sucesso de um projeto majoritário.

A eliminação peremptória de seu excesso de individualismo é a primeira providência que ele deve tomar para que tenha uma melhor aceitação não apenas dos políticos, mas também dos possíveis grupos de apoio.

Mas voltemos um passo atrás! Por que fazer um texto falando sobre Eduardo Braide!? É simples! Porque ele é uma das jovens lideranças que podem vir, em um futuro próximo, ter papel decisivo nos destinos do Maranhão, e como ele não existem muitos outros, mas posso aqui citar alguns sem aprofundar comentários sobre nenhum: Francisco Nagib, prefeito de Codó, Fábio Gentil, prefeito de Caxias, Adriano Sarney, deputado estadual, Weverton Rocha, deputado federal e até mesmo o já tarimbado, porém ainda jovem, senador Roberto Rocha.

Voltando a Braide, ele precisa decidir se em 2018 irá se candidatar mais uma vez a deputado estadual, se concorrerá a deputado federal ou se será candidato ao governo do estado, mandando um recado claro a quem interessar possa, de que seu objetivo é chegar ao Palácio dos Leões.

É bem verdade que em se candidatando ao governo, Eduardo correrá o risco de, perdendo o pleito, fato que é provável acontecer, ficar sem mandato por dois anos, até a eleição seguinte. Porém fazendo isso ele se colocará no panorama geral da política maranhense, passará a ser realmente conhecido em todo o estado, iniciando a construção de sólidas bases de uma estrada que poderá ser pavimentada mais adiante.

Eduardo pode ainda vir a ser a opção de todos que se opuserem à continuidade dos 36 anos de domínio de um mesmo grupo no comando do Palácio La Ravardiere. Candidatando-se ao governo em 2018 e vindo a perder, ele poderá pleitear e conseguir o compromisso formal de todos os atores da cena política maranhense, não alinhados ao atual governo, no sentido de apoiarem sua candidatura a prefeito de São Luís em 2020.

Para fazer isso ele precisará ter desprendimento, obstinação e fé, mas principalmente precisará confiar nas pessoas com quem tiver que compor esse plano político.

sem comentário »

Braide destaca reinvindicações de municípios

0comentário

O deputado Eduardo Braide usou a tribuna da Asssembleia Legislativa, nesta semana para apresentar as reivindicações dos moradores de Matões, Colinas, São João dos Patos e Sucupira do Riachão. As cidades foram visitadas pelo parlamentar no fim de semana. Logo na primeira cidade, Eduardo Braide foi recebido por lideranças políticas, comunitárias, e pela população que fez as suas reivindicações pessoalmente ao parlamentar.

“Em Matões fui recebido pelo jovem Gabriel Tenório, pelos vereadores Solimar e Fernando Tenório, além de outras lideranças e moradores que reivindicaram a construção de uma escola de seis salas, no valor de R$ 839.513,68 – informação que consta na placa colocada na obra – tendo ainda como agentes participantes, o FNDE (Governo Federal) e o Governo do Estado. A própria placa, e eu pude confirmar isso no local, prevê o início da obra para fevereiro deste ano e o fim da obra em julho do mesmo ano. Mas não tem absolutamente nada construído a não ser a cerca que foi colocada para demarcar o terreno onde a escola deveria já ter sido construída e finalizada. Por isso, apresentei um Requerimento de Pedido de Informações para que a SEDUC e a SINFRA prestem os devidos esclarecimentos para o povo de Matões, do motivo da obra nunca ter sido feita”, informou o parlamentar.

Já em Colinas, Eduardo Braide foi recebido pelo ex-deputado Zé Eider, acompanhado dos vereadores Gonçalo Neto, Junior Costa e Filomeno, além de professores e de várias lideranças comunitárias.

“Dentre os vários problemas que me foram relatados eu destaco um: a construção do Hospital de 40 leitos do município. Uma obra que tem recursos assegurados pelo BNDES, mas que até hoje não foi entregue aos colinenses. Essa Casa não só aprovou o empréstimo do BNDES, como aprovou, inclusive, a renegociação de empréstimo do BNDES. Portanto, apresentei um segundo Requerimento de Informações, endereçado, desta vez, ao secretário de Saúde do Estado, para que ele possa explicar os motivos do hospital nunca ter sido entregue. E isso já tem mais de 2 anos”, assegurou o deputado.

De Colinas, o parlamentar seguiu para a cidade de São João dos Patos, onde conversou com os moradores que relataram a carência do município com a falta de uma ambulância. A viagem do deputado foi concluída na cidade de Sucupira do Riachão. Lá, Eduardo Braide foi recebido pela vereadora Elorena Dôro e diversas lideranças do sertão maranhense.

Para Eduardo Braide, os encontros nos municípios possibilitam que a realidade do Maranhão seja conhecida pelos maranhenses.

“O Maranhão de verdade, aquele que o povo maranhense sofre, que falta medicamento nos hospitais, que faltam ambulâncias, que falta escola ser construída, é muito diferente daquele Maranhão que o Governo do Estado gasta milhões para mostrar nas propagandas”, concluiu o deputado.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Eduardo Braide pelo Maranhão

4comentários

O deputado estadual, Eduardo Braide (PMN) deu provas de que a sua popularidade não está restrita só à capital. No último fim de semana, ele esteve nas cidades de Matões, Colinas, São João Patos e Sucupira do Riachão. Nos quatro municípios, Braide foi recebido por diversas lideranças políticas e pela população.

“É muito bom sentir a confiança do nosso povo. Estar com eles e ouvi-los, me faz ter a certeza de que o Maranhão pode ser diferente. É nisso que eu acredito”, destacou Braide.

Além de agendas políticas, Eduardo Braide concedeu entrevistas para radialistas dos municípios. Após uma delas, foi surpreendido por um morador que pediu para falar com o deputado e cantou um verso de improviso para ele. Veja aqui.

“Esse carinho é o que também me motiva a trabalhar por nossa gente. Os maranhenses esperam que o nosso Estado cresça de verdade. E é para isso que iremos continuar com o nosso trabalho. O Maranhão precisa olhar pra frente”, disse Braide.

Foto: Divulgação

4 comentários »

Braide não descarta disputa para o governo

5comentários

O deputado estadual, Eduardo Braide (PMN) negou à coluna Estado maior, de O Estado que tenha descartado disputar a eleição para o Governo do estado em 2018.

Segundo a coluna, Braide disse que não poderá abrir mão de um projeto se o povo mostrar interesse em seu nome – como vem mostrando – nas pesquisas de intenção de votos.

Para reafirmar-se como pré-candidato, Braide vai voltar à TV na semana que vem, como protagonista do programa partidário do PMN.

Grande surpresa e segundo colocado na eleição para Prefeitura de São Luís e um dos mais atuantes deputados na atual legislatura na Assembleia, Eduardo Braide tem grande possibilidade de sucesso caso decida disputar a eleição majoritária ou para a Câmara dos Deputados e, também a reeleição para de deputado estadual.

E Braide vem avaliando e discutindo com assessores mais próximos e familiares todas as possibilidades para decidir no momento certo.

Foto: Divulgação

5 comentários »