Edivaldo convoca aprovados em concurso na Educação

0comentário

A Prefeitura de São Luís está convocando mais 86 aprovados no concurso público para a Secretaria Municipal de Educação (Semed). O novo chamamento é para vagas não preenchidas relativas à última convocação, realizada em dezembro do ano passado, quando foram chamados 308 concursados sendo que destes, responderam ao chamado 222 profissionais. A ação é parte de um conjunto de medidas implementadas pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior na área da educação com visando garantir mais qualidade no processo ensino-aprendizagem. A entrada de novos profissionais na rede vai beneficiar mais de 100 mil alunos da Prefeitura de São Luís. 

Entre os cargos convocados estão profissionais do Magistério para atender as zonas rural e urbana e Técnicos de Nível Médio e Superior. A íntegra do edital está disponível no endereço www.saoluis.ma.gov.br/semad, no menu ‘Concursos Públicos’, bem como no Diário Oficial do Município nº 15 de 22 de janeiro de 2020.

“Entendemos a Educação como uma prioridade. Por isto mesmo, temos feito um grande esforço no sentido de aparelhar nossas escolas, não apenas na infraestrutura com as reformas e requalificações dos prédios, mas também no âmbito pedagógico. Neste sentido, a convocação de profissionais concursados para compor o quadro efetivo da Semed tem uma importância muito grande, já que eles chegam para somar e ajudar a construir uma política educacional de qualidade para nossas crianças”, destaca o prefeito Edivaldo.

Cargos

Para os cargos de Magistério estão sendo convocados 29 profissionais, sendo professores para as zonas rural e urbana das especialidades em 1º ao 5º anos, Educação Infantil, Atendimento Educacional Especializado, Artes, Educação Física, Língua Portuguesa, Matemática, Suporte Pedagógico, Braille e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais.

Já para os cargos de Técnico Municipal estão sendo convocados 12 aprovados para vagas de Técnico Municipal de Nível Superior em Assistência Social, Engenharia Civil, Fonoaudiologia, Psicologia, Terapia Ocupacional e 45 concursados para o cargo de Técnico Municipal de Nível Médio na especialidade de Cuidador Escolar.

Foto: Maurício Alexandre

Leia mais

sem comentário »

Gastão Vieira mantém educação como prioridade

0comentário

No ano de 2019, o deputado federal pelo PROS, Gastão Vieira, deu continuidade ao seu trabalho pela educação. O parlamentar retomou o projeto, iniciado em 2003, na realização de seminários para avaliar e propor alternativas para a melhoria da educação no país. Os seminários reuniram especialistas para discutir, principalmente, a nova política nacional de alfabetização.

“Infelizmente, a alfabetização, apesar de ser o pilar de todas as etapas da educação que se seguem, nunca teve a preocupação na formulação de políticas com base em evidências e, essa, é uma batalha que travo há quase vinte anos. Trazer estes especialistas para essa discussão, com certeza, fortaleceu a nossa luta para melhorar a educação no país”, disse Gastão Vieira.

Os resultados dos Seminários de Educação, promovidos no Congresso Nacional pelo deputado Gastão Vieira, foram publicados no livro “Alfabetização Infantil: Novos Caminhos”, que teve a primeira edição publicada em 2003, a segunda em 2007 e a última lançada no ano passado.

As obras, usadas pelo Ministério da Educação como base de pesquisa para a formulação da nova política nacional de alfabetização, trazem um amplo levantamento de dados e evidências, trabalhados por diversos especialistas da área e tendo como base a observação de políticas públicas nacionais e internacionais, executadas ao longo das duas últimas décadas, voltadas à observação de resultado de estratégias de alfabetização, tanto durante a infância, quanto em outras idades.

“Hoje, quando vejo os relatórios que produzi ao longo da minha carreira política serem base de uma política nacional é impossível não ter o sentimento de que valeu a pena não desistir dessa ideia. Valeu a pena continuar convidando especialistas reconhecidos no Brasil e no mundo para trazer ideias e sugestões daquilo que já deu certo em outros lugares e que poderia ser implementado como política de Estado aqui”, disse.

Para 2020, o deputado Gastão Vieira promete seguir na luta por uma educação mais justa, igualitária e de qualidade para todos. “A preocupação com a qualidade da alfabetização é essencial para melhorar, de forma efetiva, os índices de educação do país. Por isso, em 2020 seguirei discutindo, sugerindo, compartilhando e buscando parcerias que fortaleçam e criem alternativas para a melhoria da educação”, concluiu.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Gastão centralizou mandato no Maranhão e educação

0comentário

O deputado Gastão Vieira (Pros-MA) realizou muitas ações relacionadas à educação. Em 2019, o parlamentar atuou como membro titular na Comissão de Educação, na comissão especial do Fundo de Participação dos Municípios, e como suplente na comissão do Fundeb (PEC 15/15) e na comissão especial da Reforma Tributária (PEC 45/19).

Na Comissão de Educação, o deputado ministrou seminários que debateram o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), sendo eles, o “Financiamento da Educação Básica: qualidade, eficiência e equidade” e “O Futuro do Financiamento da Educação”. Os eventos tiveram como
objetivo discutir a Proposta de Emenda à Constituição 15/15, que torna o Fundeb permanente.

Entre os projetos que relatou, o parecer ao PL 9941/18 foi aprovado na Comissão de Educação. O texto determina que vagas ociosas em instituições de ensino superior sejam preenchidas preferencialmente por pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. Gastão Vieira também participou de articulação com o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Anderson Correia, para aprovar a inserção de mestrado profissional (MBA) na programação da instituição.

Maranhão

O parlamentar participou da articulação da aprovação do acordo entre Brasil e EUA para o uso da base de Alcântara. Além disso, Gastão Vieira conseguiu a liberação de R$ 1milhão em emendas para nove municípios, sendo os recursos destinados a compra de veículos utilitários, de passeio e vans, inclusive adaptados para o transporte de cadeirantes.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Seduc abre pré-matrícula para 90 mil no Ensino Médio

1comentário

A partir das 8h desta terça-feira (17), a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está realizando a pré-matrícula online para a 1ª série do Ensino Médio nas escolas da rede estadual de ensino. Podem se inscrever, estudantes que estão concluindo o 9º ano do Ensino Fundamental em escolas das redes federal, estadual, municipal ou privada. Os interessados poderão fazer a pré-matrícula até as 23h59 do dia 27 de dezembro, por meio do site da Seduc.

Ao todo, estão sendo ofertadas cerca de 90 mil vagas, em 677 escolas da rede estadual de ensino, sendo 77.573 vagas para a 1ª série do Ensino Médio em escolas de tempo parcial e outras 8.186 vagas para a 1ª série em escolas de Ensino Médio que funcionam em tempo integral.

No ato da pré-matrícula, os candidatos poderão optar por uma das escolas da rede estadual, sejam elas de ensino parcial ou em tempo integral, localizadas nos 217 municípios maranhenses, exceto as unidades escolares das modalidades de Educação do Campo, Educação Especial, Educação Indígena, Educação Quilombola e Educação de Jovens e Adultos (EJA), que têm calendário diferenciado.

O estudante fará opção pelo município que deseja estudar, informando seus dados pessoais. Em seguida, fará optará pela escola na qual deseja cursar a 1ª série do Ensino Médio Regular, no ano letivo de 2020, conforme vagas disponíveis.

Ao escolher o município da escola para a qual deseja se inscrever, o estudante só poderá optar por instituições pertencentes àquela localidade. Ao selecionar uma unidade escolar, automaticamente assume a vaga disponível na escola de sua preferência, até que as vagas se esgotem. Cada estudante só poderá solicitar a pré-matrícula em uma única escola.

Período de matrículas

As matrículas serão efetivadas no período de 13 a 17 de janeiro de 2019. Neste período, acontece também a matrícula e rematrícula para as 2ª e 3ª séries do Ensino Médio.

Foto: Divulgação

1 comentário »

Hilton Gonçalo visita com o presidente do FNDE

0comentário

O prefeito de Santa Rita, Dr. Hilton Gonçalo e o deputado federal Dr. Gonçalo, estiveram reunidos na última terça-feira (10) , em Brasília com o presidente do FNDE, Rodrigo Dias.

Durante o encontro, diversas melhorias foram solicitadas pelo prefeito e pelo deputado federal. Mais recursos, escolas e ônibus escolares foram os assuntos principais da pauta.

O encontro aconteceu na sede do FNDE, onde os representantes do Grupo Gonçalo estiveram em busca de mais investimentos para municípios maranhenses, principalmente para as cidades de Bacabeira, Santa Rita e Pastos Bons.

Com uma conversa produtiva, as lideranças estaduais garantem que muitas solicitações de melhorias ainda serão levadas pelo deputado federal Dr. Gonçalo, e que o foco é buscar investimentos para os municípios do Maranhão.

Com o intuito de oferecer maior comodidade e conforto para os alunos, solicitações de novos ônibus e construções de novas escolas padrão FNDE, foram um dos motivos da proveitosa reunião.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Gastão Vieira lamenta desempenho do Brasil no Pisa

0comentário

O desempenho dos estudantes brasileiros no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês), divulgados na terça-feira (03), foi comentado pelo deputado federal Gastão Vieira (MA), que é um dos maiores defensores da bandeira da educação básica no Congresso Nacional.

“Os dados apontam que 43% dos brasileiros não aprenderam o mínimo de Leitura, Matemática e Ciências, ou seja, o resultado da avaliação internacional mostra, infelizmente, que continuamos estagnados entre os piores. O Pisa incluiu 10 mil alunos de escolas públicas e privadas. O mais preocupante ainda é que o desempenho das escolas privadas também está abaixo das escolas privadas dos outros países que participaram do Pisa”, afirmou o parlamentar.

Segundo dados da edição de 2018 do programa, mais de dois terços dos estudantes brasileiros de 15 anos têm um nível de aprendizado em matemática abaixo do básico considerado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O Pisa é a principal avaliação da educação básica no mundo.

Conforme o resultado, o Brasil perdeu colocações na avaliação aparecendo entre as 20 piores posições no ranking. O exame acompanhou o desempenho dos alunos em três áreas: matemática, ciências e leitura.

O parlamentar lamentou o resultado reforçando a importância do conhecimento para o futuro do país.

“No quesito leitura, tivemos o melhor desempenho, ou seria menos ruim, já que metade não atingiu a nota mínima. Os estudantes não conseguiram nem identificar a ideia principal num texto. Em ciências, 55,3% não conseguiram o mínimo. E em matemática, 68,1% também ficaram abaixo do mínimo. E sem conhecimento, os reflexos acabam fechando as portas de um futuro digno para esses cidadãos”, acrescentou Gastão.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Comentário infeliz

0comentário

Ainda não se sabe ao certo por qual motivo o reitor do Instituto de Ensino do Maranhão (Iema), Jonatan Almada, decidiu “partir pra cima” do prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior (PDT) ao criticar o ensino público municipal.

A tese mais provável é que Almada quis agradar o padrinho, deputado federal Bira do Pindaré (PSB), que é pré-candidato a prefeito da capital.

O ataque ao pedetista parece ser somente uma estratégia da pré-campanha de Pindaré, que assim como outros postulantes a prefeito, criticam a atual gestão para “ganhar ponto” com a sociedade.

Mas o que fez Almada gerou uma reação em cadeia e ele teve que se desculpar. O primeiro a criticar o que disse o reitor do Iema foi o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB). Duro na crítica, o comunista parece ter chamado atenção do aliado.

Depois as críticas partiram do deputado e pai do prefeito, Edivaldo Holanda, e também do presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto. O secretário de Educação, Felipe Camarão, também defendeu Edivaldo Júnior e sua gestão. Agora resta saber se o governador Flávio Dino (PCdoB) deixará sem maiores consequências o fogo amigo contra seu aliado.

Sem comentário 

Por enquanto, o deputado Bira do Pindaré não se manifestou sobre as críticas que o aliado fez à educação de São Luís.

Sem se manifestar, fica a desconfiança de que Jonathan Almada pode ter agido conforme orientação do padrinho.

Vale lembrar que por comportamento ruim, Dino já deixou Bira do Pindaré de lado por um tempo.

Estado Maior

sem comentário »

Secretários de Educação da Amazônia se reúnem em SL

2comentários

Secretários de Educação e representantes dos estados que compõem o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal realizaram, nesta terça-feira (26), em São Luís, a reunião da Câmara de Educação. Na pauta, a “Alfabetização e Aprendizagem na Idade Certa em Regime de Colaboração com os Municípios”.

Presentes na reunião os secretários de Educação: Felipe Camarão (Maranhão), Mauro Sérgio Ferreira da Cruz (Acre), Leila Soares de Souza Perussolo (Roraima) e Adriana da Costa Pereira Aguiar (Tocantins); a secretária executiva do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), Nilce Costa, e representantes dos estados do Amapá (adjunta Neurizete Oliveira), Amazonas (Hellen Cristina Silva) e Mato Grosso (a adjunta Rose Maria Araújo Luzardo), além de técnicos da União de Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Anfitrião do encontro, o secretário Felipe Camarão destacou a relevância do Regime de Colaboração para o avanço da qualidade da educação básica. “O regime de colaboração com foco na alfabetização e aprendizagem na idade certa é fundamental porque diz respeito ao início do fluxo escolar da educação básica. Todos nós estamos imbuídos do mesmo objetivo, que é alfabetizar as nossas crianças até o segundo ano do Ensino Fundamental, garantindo, com isso, um fluxo escolar adequado e isso vai repercutir depois nas nossas redes estaduais. Embora a alfabetização seja uma competência dos municípios, os estados estão trabalhando com o regime de colaboração para que a gente possa ter bons resultados na aprendizagem dos nossos estudantes”, ressaltou Felipe Camarão.

“Hoje, a Câmara está discutindo, especialmente, o regime de colaboração, que é uma de nossas frentes. Então, essa integração da agenda da aprendizagem do Consed com a agenda do Fórum da Amazônia é um exemplo para o Brasil. Essa experiência tem que ser compartilhada com as demais regiões, porque, de fato, é uma agenda que a gente tem uma expectativa que vai sair um resultado efetivo e uma integração com as redes municipal e estadual”, enfatizou Nilce Costa, do Consed.

A Secretária de Educação do Tocantins, Adriana da Costa Pereira Aguiar, também realçou a união dos estados da Amazônia Legal em torno da temática. “É um debate extremamente importante porque temos desafios em comum, mas vemos aqui uma equipe de secretariado comprometida em discutir esses desafios e trazer propostas significativas. A Câmara de Educação avançou bastante com suas propostas e hoje temos aqui uma das mais relevantes, que é o Regime de Colaboração, porque todo governo precisa enxergar a educação como território, porque todas as crianças e todos os jovens pertencem ao território daquele determinado estado. Daqui sairemos levando propostas para que cada estado coloque em prática de acordo com sua especificidade”, ressaltou.

19º Fórum da Amazônia Legal

A reunião da Câmara de Educação faz parte da programação do 19º Fórum da Amazônia Legal, que será realizado nesta quarta (27) e quinta-feira (28), em São Luís, com a participação dos governadores e secretários dos nove estados brasileiros que compõem o bloco de governadores da Amazônia Legal.

Foto: Lauro Vasconcelos

2 comentários »

Gastão Vieira articula intercâmbio entre Brasil e EUA

0comentário

O deputado federal Gastão Vieira (MA) se reuniu nesta semana com a primeira secretária da embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Simone Jackson, para tratar projetos de colaboração bilateral entre os dois países, com foco em Educação. Simone Jackson afirmou que os Estados Unidos tem todo o interesse em estabelecer novas colaborações com o país, que essa boa relação para desenvolvimento das nações já dura há mais de duzentos anos e que enxerga a possibilidade de ajudar o Brasil a enfrentar os desafios que tem na Educação como uma oportunidade para ambos.

“Nós vamos viver um momento muito oportuno a partir do acordo de salvaguardas e não poderíamos deixar de agradecer o apoio que o deputado Gastão Vieira deu para a aprovação do texto, as defesas que fez em plenário e a conscientização do tema com a população do estado do Maranhão. Nós queremos ajudar o Brasil a se desenvolver e começar pelo Maranhão é estratégico”, disse a primeira secretaria.

O deputado Gastão Vieira explicou que este é um caminho que já está sedimentado, mas que precisa ser retomado. “Os Estados Unidos, sem dúvida, tem muito a nos oferecer. Com o acordo de salvaguardas aprovado, a presença americana no meu estado será bastante forte. Por isso, desde já, estou trabalhando junto às autoridades americanas estratégias de colaboração para a melhoria da Educação no Maranhão. Nós precisamos olhar para o futuro com esperança e, essa aproximação, sem dúvida, traz esperança pra todos nós”, concluiu.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Santa Rita investe na educação de jovens e adultos

0comentário

Quando assumiu a Prefeitura de Santa Rita em janeiro de 2005, Hilton Gonçalo encontrou uma população de 33% analfabetos. Pensando em reduzir esse índice, o gestor investiu maciçamente em programas de alfabetização e principalmente na Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Ao retornar ao cargo de prefeito em 2017, o prefeito Hilton Gonçalo tomou medidas para aumentar a capacitação da população.

Fez um grande investimento na Escola de Música Bruno Ferreira da Silva, que hoje possui 500 alunos, os quais sao enquadrados da modalidade de EJA.

Além, a Prefeitura de Santa Rita ampliou as salas de aulas na zona rural, ofertando educação para aqueles que já não estavam mais em idade escolar.

Santa Rita possui muitas terras quilombolas, descendentes de escravos que não tiveram acesso a educação. Pensando nessa situação, o prefeito Hilton Gonçalo desde o seu primeiro mandato construiu escolas em terras quilombolas, chegando a criar a primeira Escola de Tempo Integral.

Nas escolas de Santa Rita, ainda são oferecidas na modalidade EJA cursos técnicos como de eletricista e costureira.

Diante da oferta, hoje Santa Rita possui quase 2500 alunos matriculados na modalidade EJA. Esse investimento já trouxe resultados e a taxa de analfabetismo já foi reduzida, atualmente possui percentual de 21%.

Foto: Divulgação

sem comentário »