Financiamentos de veículos somou 7,4 mil unidades no Maranhão em outubro

0comentário

Estado passa a ocupar a vice-liderança no ranking de vendas financiadas de motos

Ao somar 2.905 motos financiadas em outubro, o volume recuou 8,9% em relação ao mês anterior. Com isso, o Maranhão passou a ocupar a segunda posição no ranking de vendas a crédito de motocicletas na região Nordeste.

No total, entre automóveis leves, motos e pesados, foram financiados 7.387 veículos no estado em outubro, avanço de 5,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados consideram unidades novas e usadas.

O levantamento é da B3, empresa resultante da combinação de atividades da BM&FBOVESPA, uma das maiores bolsas do mundo em valor de mercado, e a Cetip, maior depositária de títulos privados da América Latina. A B3 opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. O SNG impede que o processo de financiamento de veículos seja suscetível a fraudes sistêmicas.

Em outubro, o Nordeste totalizou 71.281 veículos financiados, aumento de 15,9% em relação ao mesmo período de 2016. Ao somar 16.300 motos vendidas a crédito, a região manteve a vice-liderança no ranking de financiamentos da categoria em todo o Brasil, atrás do Sudeste.

O total de veículos financiados no Brasil em outubro somou 450.237 unidades, entre automóveis leves, motocicletas, pesados e outros, aumento de 20,3% em relação ao mesmo período de 2016. Desse total, as vendas a crédito de veículos novos atingiram 159.754 unidades, enquanto os usados chegaram a 290.483.

Fonte: B3

sem comentário »

Aprovado projeto de lei do deputado Zé Inácio que institui Dia Estadual das Trabalhadoras Domésticas

0comentário

Zé Inácio considera que a data reconhece a importância das domésticas na vida diária de todas as famílias

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão aprovou, na última quarta-feira (22), Semana da Consciência Negra, o projeto de lei nº 271/2017, de autoria do Deputado Zé Inácio, que institui o Dia Estadual das Trabalhadoras Domésticas do Estado do Maranhão, para a data de 27 de abril.

Segundo o parlamentar, “além de reconhecer a importância do trabalho destas mulheres, a data serve de dia de luta pela reivindicação dos seus direitos, como jornada de trabalho de 44 horas semanais, pagamento de horas extras, adicional noturno, auxilio creche, entre outros, além de um salário justo, tendo em vista que a grande maioria das trabalhadoras domésticas recebem uma renda a baixo do valor do salário mínimo”.

Zé Inácio disse ainda que este é um dia estadual para reconhecer a importância destas trabalhadoras. Ele considerou uma medida mais que justa, pois reconhece a importância destas na vida diária de todas as famílias, dando uma imensa contribuição para a economia quando atuam diretamente nas tarefas domésticas e assim permitem milhões de pessoas se dedicarem a outras atividades econômicas.

O projeto agora será encaminhado ao Governador do Estado, Flávio Dino, para que a Lei seja sancionada.

Dados Nacionais

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as trabalhadoras domésticas no Brasil somam um total de aproximadamente 6 (seis) milhões de pessoas, representando um percentual de aproximadamente 20% da força de trabalho ativa do setor feminino no nosso país, sendo que grande parte não tem a sua carteira de trabalho assinada. No Maranhão, segundo levantamento do Sindicato das Trabalhadoras Doméstica do Estado Maranhão, existe aproximadamente 150 (cento e cinquenta) mil trabalhadoras, entre pessoas com vínculos formais e informais.

sem comentário »

Deputado Sousa Neto sai em defesa dos candidatos ao concurso da PM

0comentário

Sousa Neto denunciou que mudanças no edital do concurso prejudicaram milhares de pessoas de várias partes do Maranhão e até de outros estados

O deputado estadual Sousa Neto (PROS) protestou, na sessão plenária desta quinta-feira (23), a respeito das graves falhas do Governo do Estado, na realização do concurso público da Polícia Militar do Maranhão (PMMA). Entre elas, estão a alteração do edital do certame referente ao prazo de inscrição, envio de documentos e a data da realização das provas.

“Fica aqui o meu protesto, em nome do povo do Maranhão, ao Governo Flávio Dino, que, sem explicação, alterou todo o calendário das datas das inscrições e das provas do concurso da PMMA, prejudicando milhares de pessoas de várias partes do Maranhão e até de outros estados, que irão tentar uma vaga naquela Instituição Militar. Sou a favor do concurso, que irá aumentar o efetivo da PM, agora que ocorra de forma transparente, como previsto no edital, ou seja, com as provas na data de 28 de janeiro de 2018, e não no dia 17 de dezembro de 2017”, declarou o parlamentar.

A Secretaria de Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep) e o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/Cebraspe), sem explicação, anteciparam o cronograma em 42 dias. Diante disso, o deputado anunciou que solicitará, formalmente, esclarecimentos sobre as alterações no edital do concurso. “Faremos este encaminhamento para que, no prazo máximo de 10 dias, nós tenhamos as informações necessárias para evitar dúvidas sobre este concurso. O Governo e a Cespe/Cebraspe, que é a empresa que vai fazer as provas, por dispensa de licitação, o que não é novidade nenhuma nesta Gestão Comunista, deveriam ter a hombridade e o respeito de cumprir o primeiro edital que foi lançado”.

Comissão de Segurança – Na última quarta-feira (22), Sousa Neto já havia reunido, na Comissão de Segurança Pública, com representantes de cursos preparatórios e centenas de candidatos já inscritos no certame.

“Flávio Dino brinca com a cara das pessoas, o que é inadmissível. Já foram lançados quatro editais para fazer concurso público da Polícia, alterando duas vezes a data das provas, inicialmente previstas para o dia 21 de janeiro, em seguida, para o dia 28, e o terceiro, antecipando para 17 de dezembro. E o que é mais grave ainda, ao fazer a inscrição, o cidadão tenta imprimir o boleto para fazer o pagamento, só que não está sendo emitido. A inscrição acaba na próxima segunda-feira, dia 27, e o Cespe divulga nota, informando que o boleto será disponibilizado em data oportuna. Como é que ficam essas pessoas que fizeram a inscrição, já que o prazo está finando. Não aceitarei que manobras prejudiquem os concurseiros”, questionou o deputado.

sem comentário »

Wellington realiza audiência pública em Açailândia para debater direitos das pessoas com deficiência

0comentário

Wellington deu a palavra para vários deficientes, que relataram os problemas e dramas que enfrentam diariamente, como na infraestrutura, sem acessibilidade, e no mercado de trabalho

Feita por solicitação do deputado Wellington do Curso (PP), com o tema “Política de Proteção às Pessoas com Deficiência e Implantação do Programa de Transporte Travessia”, a audiência pública que aconteceu nesta quinta-feira (23), em Açailândia, conseguiu reunir pessoas com deficiência, além de autoridades, na Câmara Municipal. O pedido foi feito também pelo Movimento das Pessoas com Deficiência.

Vários cadeirantes e pessoas com outros tipos de deficiência estiveram presentes, entre elas, Manoela Soares, integrante do Conselho Municipal das Pessoas com Deficiência.

Wellington deu a palavra para vários deficientes, que relataram os problemas e dramas que enfrentam diariamente, como na infraestrutura, sem acessibilidade, e no mercado de trabalho.

Wellington fez uma homenagem especial ao presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho (PDT), que se restabelece de um problema de saúde, e agradeceu o apoio que tem recebido dele.

Alguns vereadores participaram do evento, a exemplo de Eliomar Laurindo, Zelito e Irmão Jorge; Cristina Silva, presidente da APAE; e Rosilda, presidente da Associação de Pessoas com Deficiência; além de representante da OAB. Cristina Silva disse que o evento foi válido e destacou a sensibilidade do deputado, para garantir a realização da audiência.

O deputado, que é presidente da Comissão de Administração Pública da Assembleia, também fez uma avaliação positiva do evento, promovido para buscar maior efetividade na execução de políticas públicas que garantam a inclusão e o cumprimento de direitos. Elogiou ainda a parceria com Câmara Municipal, que permitiu a realização da Audiência.

Wellington criticou de forma enfática as carências e a falta de infraestrutura, além do programa Travessia, do Governo do Estado, que não existe numa cidade grande como Açailândia. Lembrou que já foi feita audiência para debater as falhas na execução do mesmo programa de travessia, em Imperatriz.

De acordo com o parlamentar, o Estado não é inclusivo e nem o município de Açailândia para os deficientes. Eles cobraram ainda a falta de segurança e saúde e educação de qualidade em Açailândia.

ENCAMINHAMENTOS

Wellington preside mesa de trabalho da audiência, que contou com auxílio de intérprete de libras

Wellington garantiu que será feito um relatório e as propostas recebidas durante a audiência serão encaminhadas às autoridades competentes, porque, segundo ele, “muito se discute e pouco se faz”.

Ele disse que no Brasil, 30 por cento das pessoas possuem algum tipo de deficiência. Um dos pedidos, alertado pelo vereador Eliomar, é a ampliação do mercado de trabalho para os deficientes sem a perda dos benefícios que recebem.

De acordo com Wellington, as pessoas com deficiência estão cansadas de esperar por soluções e cobrou das autoridades imediata providência para garantir uma melhor qualidade de vida para os cadeirantes. Todos elogiaram a iniciativa de Wellington, que se comprometeu, por exemplo, em trabalhar pela vinda do Travessia e melhoria da infraestrutura de acesso a ruas e órgãos públicos.

sem comentário »

Projeto de Dutra institui férias e 13º salário a ele, ao vice, à esposa e aos demais secretários de Paço do Lumiar

1comentário

Dutra e a esposa e secretária de Finanças melhorarão os próprios ganhos se o projeto que institui férias e 13º a eles passar na Câmara

Em plena recessão econômica e em meio à crise generalizada de recursos em todas as esferas da administração pública, o prefeito de Paço do Lumiar, Domingos Dutra (PCdoB), enviou à Câmara Municipal um projeto de lei que institui férias remuneradas e o 13ª salário a ele, ao vice-prefeito e a todos os secretários municipais.

Caso seja aprovado pelos vereadores, o projeto resultará em ganho pessoal inédito ao prefeito e a toda a sua equipe de governo. Se a proposição virar lei, Dutra será o primeiro gestor municipal da história de Paço do Lumiar a ser contemplado com os abonos ao qual fazer jus trabalhadores comuns, seja no serviço público, seja na iniciativa privada.

Em sua campanha, Domingos Dutra apresentou como uma das propostas de campanha a adoção de medidas para mudar para melhor a realidade da população luminense. Pelo visto, o plano já está sendo colocado em prática e tem como primeiros contemplados o próprio prefeitos e seus auxiliares, inclusive sua própria esposa.

Supremo

Mensagem encaminhada por Dutra aos vereadores de Paço do Lumiar

Em fevereiro deste ano, a polêmica referente ao pagamento de 13º a prefeitos e a vice-prefeitos chegou ao plenário do Supremo Tribunal Federal (STF). Ao se manifestar sobre uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que tornou sem efeito lei que instituía os benefícios aos gestores do município gaúcho de Alecrim, o relator do caso na maior corte judicial do país, ministro Marco Aurélio, concordou em manter a decisão. Segundo ele, prefeitos e vice-prefeitos não poderim ter benefícios equiparados ao de servidores, pois não têm natureza profissional com o estado, mas apenas relação política e eventual. A mesma tese se aplicaria a ministros, secretários, deputados, senadores e vereadores, na visão do relator.

Venceu, porém, voto do ministro Luís Roberto Barroso que reconheceu a lei municipal. Para Barroso, o regime de subsídio é incompatível com outras parcelas remuneratórias de natureza mensal, o que não é o caso do 13º e das férias, pagos a todos os trabalhadores e servidores, com periodicidade anual.

O magistrado entendeu que agentes políticos não podem ter situação melhor que os demais servidores, mas também não podem ter pior. Antes, prevalecia a decisão do ex-ministro do STJ José Arnaldo da Fonseca, segundo a qual os políticos estavam excluídos do benefício.

1 comentário »

Zé Inácio participa do lançamento da plataforma “O Maranhão e o Brasil que o Povo Quer”

1comentário

Deputado Zé Inácio afirmou que iniciativas como essas são fundamentais para ajudar na construção de um país mais justo para todos

O deputado Zé Inácio participou nesta terça-feira (21) do lançamento da plataforma ‘O Maranhão e o Brasil que o Povo Quer’, em São Luis. A plataforma que foi idealizada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e a Fundação Perseu Abramo e tem como objetivo dialogar com sociedade, ouvindo seus questionamentos, sugestões e reivindicações, afim de elaborar um programa de governo para 2018.

Vivian Farias, da Fundação Perceu Abramo e Renato Simões, Executiva Nacional do PT, foram os responsáveis por apresentar a plataforma aos presentes no evento.

Em seu discurso Zé Inácio afirmou que “iniciativas como essas são fundamentais para ajudar na construção de um país mais justo para todos, pois permiti que o povo participe de forma mais ativa nas decisões políticas do pais, afim de construir um governo popular, que seja a cara do povo brasileiro e que atenda suas reivindicações”.

Ainda durante o evento foram empossadas as novas coordenações dos setoriais e das secretarias (Fernando Silva: Educação, Paulo Romão: LGBT, Eunice Cheguevara: Economia Solidária, Marta Petrolina: Direitos Humanos, Raimundo Nonato: Combate ao Racismo, Fernando Magalhães: Sindical, Darlucia Sá: Cultura, Antonio Cutrim: Meio Ambiente e Kleber Gomes: Segurança Alimentar).

Participaram do lançamento, que aconteceu no Plenarinho – ALEMA, o presidente Augusto Lobato, Vice-presidente do PT, Aluísio Moreno, o Presidente do Diretório Municipal de São Luís e Vereador do PT, Honorato Fernandes, Secretário de Estado de Direitos Humanos e Dirigente Estadual do PT, Francisco Gonçalves, Secretária de Estado da Mulher e Executiva Estadual do PT, Terezinha Fernandes, Secretária Adjunta de Estado de Igualdade Racial, Socorro Guterres, Dirigente Nacionais (Patrícia Carlos, Raimundo Monteiro e Márcio Jardim), Dirigentes Estaduais, Dirigentes Municipais, Coordenação Estadual da Plataforma, além representantes de movimentos sociais, universidades e da sociedade.

1 comentário »

Temer garante à FAMEM R$ 83 milhões em recursos extras para os municípios do MA

0comentário

Cleomar Tema participou da articulação que resultou na liberação dos créditos extras do AFM

Uma articulação nacional que contou com o engajamento da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), presidida pelo prefeito Cleomar Tema, resultou em mais uma vitória para as 217 cidades maranhenses.

O presidente Michel Temer, durante encontro realizado com gestores na noite da última quarta-feira (22), em Brasília, garantiu o repasse de R$ 2 bilhões, oriundos do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM), para as prefeituras brasileiras.

Os recursos extras serão depositados nas contas das prefeituras neste próximo mês de dezembro por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

As cidades maranhenses, que enfrentam sérias dificuldades financeiras devido a queda das transferências constitucionais e em função do pacto federativo injusto, serão beneficiadas com um aporte da ordem de mais de R$ 83 milhões, segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

A divisão dos recursos do AFM, é importante destacar, obedece aos mesmos critérios utilizados pela União para repartir o dinheiro proveniente do FPM.

“Tratou-se de mais uma grande conquistas. Os municípios do Maranhão, a exemplo do que acontece em todo o Brasil, enfrentam enormes dificuldades de ordem financeira. Este recurso extra virá em muito boa hora e poderá ser utilizado pelos gestores para tentar amenizar esta grave situação de crise pela qual passamos”, afirmou Cleomar Tema.

Mais conquistas

Cleomar Tema na mesa com outras lideranças no encontro em que foi anunciado o recurso extra às prefeituras

O presidente da FAMEM, acompanhado de prefeitos e prefeitas de várias regiões do estado, participou ativamente da mobilização nacional promovida pela CNM na capital federal esta semana.

E obteve outras importantes conquistas para o movimento municipalista do Maranhão.

Tema, durante reunião com o presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Edson Lobão, recebeu a garantia do parlamentar de que a CCJ votará a Proposta de Emenda à Constituição nº 29/17 na próxima quarta-feira (29).

Caso seja aprovado em definitivo pelo Congresso Nacional, o dispositivo garantirá as prefeituras maranhenses um aporte financeiro de mais de R$ 157 milhões a partir do ano que vem.

Outra vitória obtida pelos gestores públicos do Maranhão tratou-se da aprovação, por parte da Câmara dos Deputados, da Medida Provisória nº 789/17, que muda os royalties da mineração.

A MP institui a Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM), uma espécie de fundo compensatório que auxilia os municípios, cujos territórios, são alvos de exploração mineral.
Com a aprovação da proposta, haverá uma redistribuição dos recursos arrecadados com a CFEM, que passarão a ser divididos também com cidades afetadas indiretamente pela mineração e que são cortadas por ferrovias ou portos.

Este cenário beneficia diretamente com novos recursos de participação as 23 cidades maranhenses que integram o Consórcio dos Municípios da Estrada de Ferro Carajás (COMEFC).

É importante destacar que a luta pela nova divisão dos royalties da mineração foi encampada pela diretoria do COMEFC e contou com o apoio irrestrito da FAMEM.

Ainda durante a mobilização nacional em Brasília, a caravana da Federação discutiu no Congresso Nacional e com a Bancada Maranhense em Brasília outros temas importantes, tais como prorrogação de pagamento de precatórios; atualização do piso do magistério; prorrogação do prazo para disposição final adequada dos resíduos sólidos; além da PEC nº 61/15, que permite que as emendas individuais impositivas sejam repassadas diretamente aos municípios por meio do FPM.

sem comentário »

Acusado de ser mandante de assassinato e canibalismo em Pedrinhas vai a Júri Popular

0comentário

Detentos ligados a facção criminosa esquartejaram a vítima, salgaram e assaram seu fígado e comeram o órgão

Caso de canibalismo ocorreu no Presídio São Luís II, uma das unidades do Complexo de Pedrinhas

O juiz titular da 4ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís, José Ribamar Goulart Heluy Júnior, pronunciou para ser levado a júri popular Rones Lopes da Silva, conhecido como ‘Rony Boy’, acusado de ser o mandante do assassinato do detento Edson Carlos Mesquita da Silva, em dezembro de 2013, em uma das celas do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Ele foi denunciado, junto com outros presos, por homicídio qualificado, esquartejamento, canibalismo e destruição de cadáver. Conforme consta na denúncia, o crime teria sido motivado por rivalidade entre facções criminosas.

O magistrado negou ao acusado o benefício de aguardar o julgamento em liberdade. Rony Boy responde a outras duas ações penais na 4ª e na 3ª Varas do Tribunal do Júri. Em depoimento, ele negou ser o mandante do assassinato de Edson Carlos Mesquita da Silva.

Pela suposta prática e participação nos crimes contra Edson Carlos Mesquita da Silva, também foram denunciados pelo Ministério Público Geovane Sousa Palhano, o Bacabal; Enilson Vando Matos Pereira, conhecido como Matias ou Sapato; e Samyro Rocha de Souza, conhecido como Taurus ou Satanás. A ação penal contra Rones Lopes da Silva foi desmembrada da ação originária, em que figuram todos os acusados, porque Rony Boy estava em presídio federal quando houve a audiência com os demais denunciados.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, no dia 23 de dezembro de 2013, por volta das 17h, na cela 01 do bloco “C” do presídio São Luís II (PSL II), no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, os denunciados e outro detento (que já faleceu) mataram Edson Carlos Mesquita da Silva, esquartejaram, vilipendiaram seus restos mortais (canibalismo) e destruíram o cadáver, conforme apontado na certidão de óbito e nos laudos de exame cadavérico e exame em local de morte violenta. Os restos mortais da vítima só foram identificados devido a uma tatuagem que tinha nas costas.

Uma das testemunhas declarou em juízo que no pavilhão em Pedrinhas, onde vítima e acusados estavam presos, nada acontecia sem a permissão de uma pessoa conhecida como Sapato, que seria o líder e recebia ordens de Rony Boy. Conforme o relato, no dia do crime, Edson Carlos Mesquita da Silva foi amarrado e espancado durante toda a noite, ficando desfigurado. Bacabal, Satanás e Sapato reuniram-se para decidir se matavam ou não o detento e, em seguida, Sapato entrou em contato com Rony Boy que permitiu que a vítima fosse morta. Na época, Rony Boy estava preso no Quartel da Polícia Militar.

Anjos da Morte

Ainda, segundo a testemunha, todos os acusados são integrantes de uma facção criminosa denominada Anjos da Morte, da qual a vítima não era membro; que Edson Carlos Mesquita foi assassinado com uma faca artesanal e os denunciados retalharam o corpo, colocaram sal no cadáver, assaram e comeram o fígado da vítima e ofereceram aos demais detentos. Depois, colocaram as partes do corpo em sacos de lixos e deram para o faxineiro jogar fora.

Na decisão de pronúncia, o juiz destaca que os crimes dos artigos 211 e 212 do Código Penal, respectivamente, destruição de cadáver e vilipêndio a cadáver, por terem sido praticados em conexão com o crime de homicídio, são atraídos para julgamento no Tribunal do Júri Popular, cabendo ao Conselho de Sentença deliberar sobre tais imputações feitas ao acusado. O magistrado afirma que deve ser questionado aos jurados se a participação de Rones Lopes da Silva foi de dar permissão aos demais denunciados – uma vez que ele seria o líder da facção criminosa – através de uma conversa, via telefone, para que cometessem os crimes contra Edson Carlos Mesquita da Silva.

Fonte: Corregedoria Geral de Justiça

sem comentário »

Vem aí “Malte Show”, a mais nova casa de show de São Luís

0comentário

Será inaugurada a mais nova casa de shows, de São Luís, “Malte Show’”, dos empresários Elício Vieira e Jeann Vieira.

O local é a nova opção de lazer e entretenimento, a casa já inaugura em grande estilo, na sexta-feira, 24 de novembro às 21h com da festa que leva a sua assinatura: Pré Show (abertura) com a cantora Maria Clara e Show com o cantor Tom Cleber.

No sábado, 25 de novembro, às 21h, a Malte Show apresenta “Pão com Ovo”, sucesso de público por onde passam. Após o show terá o melhor do forró pé de serra.

A Malte Show é uma casa de show diferenciada, com apenas 260 lugares, toda climatizada, com um estruturara de palco, som, iluminação, equipe treinada para melhor atender ao público exclusivo da Ilha. A primeira casa de show onde o cliente terá o Cartão Clube Malte (Cartão de Vantagens).

Redes sociais

Acesse as redes sociais e fique por dentro da programação e informações da “Malte Show”.
Instagram: @maltishowoficial
Facebook: Malt Show
Confira o videio do Pão com Ovo:
https://www.instagram.com/p/Bbu9mzvg4Py/?r=wa1

Serviço

O que? “Shows do cantor Tom Cleber e a cantora Maria Clara” (na sexta-feira, 24 de novembro às 21h).
No sábado, 25 de novembro às 21h espetáculo “Pão com Ovo

A casa funciona sextas e sábados de 20 ás 2h

Onde? Malte Show
Quanto? Mesa 4 lugares R$ 500,00
Com direito a R$ 250,00 em consumação

Atrações: Shows do cantor Tom Cleber e a cantora Maria Clara” (na sexta-feira, 24 de novembro às 21h).
No sábado, 25 de novembro, às 21h, espetáculo “Pão com Ovo” e o melhor do forró pé de serra.

Horário: 21h

Pontos de venda: No local (Malte Show), ao lado do Shopping do Automóvel.
Reservas e Informações: (98) 99227-6161
Realização: Malte Show
Assessoria: Rita Matos Assessoria de Imprensa e Comunicação

sem comentário »

Sindicato do Samba comemora 20 anos na estrada

0comentário

Detentor de uma musicalidade ímpar, o Sindicato do Samba tem como principal característica, o repertório, composto por musicas autorais, da cultura popular maranhense, e de outros grandes ícones da música popular brasileira.

Fundado há 19 anos, em novembro de 1997, o SDS vem batalhando arduamente pelo seu espaço no cenário musical maranhense, sempre defendendo a bandeira da música popular feita no Maranhão.
O Sindicato do Samba tem sua formação atual composta por Nego Jó (Voz e percussão), Gleidson Rodrigues (Voz e Banjo), Jailson Pereira (Voz e Repique), Maicon Silva (Violão), Neto SDS (Pandeiro), Jhonjhon (Tantan) e Raphael Jackson (Cavaco).

Grandes músicos e profissionais fizeram parte dessa longa caminhada, tais como Gordo Elinaldo, Valdinar, Carioca, Virna Lize, Sabujá, Raul, Fernando, Bimbinha, Edilson Gusmão, Rogério Leitão, Jadson, Cesar Barata, Luís Júnior, Patrício, Paulinho, Denilson, Kauê, Carlindo Filho, Roberto Barata, Dino Reis e Hugo Machado.

Nesses 20 anos de trajetória, o Sindicato do Samba produziu trabalhos autorais, entre os quais, foram lançados 04 (quatro) CD’s e 01 (um) DVD. O primeiro CD intitulado “Bumbum de Fora” em 1998. O segundo que leva o título de “Sem Preconceito” foi gravado ao vivo no Coração do Mar e lançado em 2006. O CD intitulado “Quero Ver Sambar” foi gravado ao vivo na Madre Deus e lançado em 2011. O CD Blocão do SDS foi lançado em 2012. O DVD intitulado “Clareou Terreiro” foi lançado no final de 2013 e possui um repertório composto por músicas próprias e de artistas maranhenses como Luís Bulcão, Jailson Pereira, Tião Carvalho, João do Vale, Godão, entre outros.

Sindicato do Samba & Duetos foi o 5º CD lançado pela banda no ano de 2016 com o repertório mesclando composições de artistas locais e nacionais.

20 Anos do Sindicato do Samba

Liderado pelo compositor e percussionista Jailson Pereira, o Sindicato do Samba já percorreu longa estrada

A festa em comemoração aos 20 Anos de carreira do Grupo Sindicato do Samba, acontecerá dia 25 de novembro a partir das 17 horas na Casa Barrica, no largo do Caroçudo na Madre Deus.

Na oportunidade o Sindicato do Samba apresentará um show composto por músicas autorais, baseadas no DVD e nos 05 (cinco) CDs lançados durante sua trajetória musical de 20 anos.

Para abrilhantar a festa de 20 Anos do SDS, passarão pela Casa Barrica os grupos Feijoada Completa e Apoteose, a Banda do Bicho Terra, os cantores Dinho Dias (grupo Argumento), Andrezinho Valois, Carlindo Filho (ex-integrante do SDS), Kassula Massa, Cris e Helô Santana (As Brasileirinhas), Dadá Maravilha (Máquina de Descascar’alho) e DJ João Marcus.

Os ingressos antecipados estão sendo vendidos na Casa Barrica (Av. Rui Barbosa, Largo do Caroçudo, Madre Deus) e na academia Formula do Corpo (Rua do Passeio, Centro).

sem comentário »