São Luís tem 3ª maior alta na geração de empregos no turismo entre as 27 capitais no 1º semestre de 2022

0comentário

O Maranhão registrou saldo positivo, em maio, na relação entre contratações e demissões no setor, com 165 vagas de emprego criadas, segundo levantamento oficial

Centro Histórico é um dos principais cartões postais de São Luís e atrai número expressivo de turistas

A geração de empregos no turismo segue em ritmo de alta no Brasil, de acordo com levan do Ministério do Turismo, e o Maranhão acompanha essa tendência. No primeiro semestre deste ano, São Luís registrou a terceira maior alta na abertura de postos de trabalho no setor, com aumento de 62% em relação aos primeiros seis meses do ano passado. O resultado sinaliza a recuperação da indústria turística na capital maranhense no período pós pandemia.

Curitiba/PR (+96%) e Macapá/AP (+72%) ocupam, respectivamente, o primeiro e o segundo lugares na geração de emprego na área turística de janeiro a junho deste ano. Junto com São Luís, as duas cidades são consideradas, ao mesmo tempo, emissoras de turistas de lazer e representantes do segmento de turismo de negócios e eventos. A classificação, segundo a pesquisa, é a combinação propícia para os resultados positivos.

Vagas no Maranhão

Dados do Boletim Radar Turismo, referentes ao mês de maio deste ano, divulgados esta semana, também pelo Ministério do Turismo, indicam que o Maranhão tem 20.161 pessoas empregadas no segmento turístico, número que representa 1,1% do total da força de trabalho do estado. A maior parte da mão de obra do setor atua na área de alimentação, seguida dos serviços de alojamento (hospedagem) e transporte de passageiros e outras atividades.

Quanto ao ranking nacional do número de pessoas empregadas na indústria turística, o Maranhão ocupa apenas a 18ª posição. Em relação à região Nordeste, o estado é o 5º colocado, atrás de Bahia, Ceará, Pernambuco e Alagoas, nessa ordem.

Contratações e demissões

O saldo das contratações e demissões do setor turístico no Maranhão, em maio, foi de 165 vagas criadas, e acompanhou a tendência positiva registrada no país, exceto no Amapá. O principal destaque for São Paulo, com 8.427 carteiras assinadas. Minas Gerais, com 2.453, e Rio de Janeiro, com 1.977, vieram na sequência.

Em todo o país, foi registrado um aumento de 42,3% no número de vagas na comparação com o mesmo período de 2021, resultando em um saldo de mais de 44,5 mil vagas. Os números são atribuídos a sensação de segurança no país, a partir de índices cada vez maiores de vacinação, além do efeito da demanda reprimida na busca de viagens desde o início da pandemia de Covid-19.

Neste primeiro semestre do ano, 6,1% das vagas formais geradas no Brasil tiveram relação com o turismo. Os dados são do painel Monitora Turismo, construído pela pesquisadora da USP Mariana Aldrigui, com base nos dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Brasil)

Evidenciando a importância do Turismo para a recuperação econômica dos países no cenário pós-pandemia, a pesquisa relembra análise do WTTC (Conselho Mundial de Viagens e Turismo), maior autoridade empresarial do turismo mundial, que apontou que em anos anteriores a atividade respondia por 1 em cada 10 empregos no mundo.

Recuperação

Em outubro de 2021, o setor de turismo já havia recuperado as perdas da pandemia, com um cenário positivo em quase todo o país. Segundo a pesquisa, na região Norte, contudo, as contratações foram aceleradas somente em 2022 a partir do fortalecimento do turismo de negócios, com destaque para os estados do Amapá (+81%) e Amazonas (+66%).

sem comentário »

Mudanças estratégicas no Grupo Mateus

0comentário

Ilson Mateus assume cargo de presidente do Conselho de Administração e empresa tem novo CEO

Diretoria do Grupo Mateus tem nova configuração hierárquica

Como parte de uma mudança estratégica organizacional e alinhamento com a nova política de governança da companhia, o Grupo Mateus anunciou o reposicionamento de cargos executivos. O fundador da empresa, Ilson Mateus, passa a ter um papel estratégico e focado no plano de expansão, agora, como presidente do Conselho de Administração.

O empresário, que iniciou a história do Grupo no final da década de 80, transformou uma pequena mercearia de 50m2 na cidade de Balsas-MA na maior empresa de varejo alimentar do Norte/Nordeste e na quarta maior do país. Na gestão de Ilson Mateus, a empresa abriu capital em outubro de 2020 e se consolidou no mercado nacional do varejo e atacado. Com a confiança dos investidores, a empresa genuinamente nordestina expandiu sua atuação para quatro novos estados em apenas dois anos e chegou ao final de 2021 com faturamento de quase R$18 bilhões.

Em seu novo cargo, Ilson Mateus assume um novo desafio: “Sou funcionário dessa empresa há 35 anos. Nessa nova fase vou dedicar mais tempo aos processos e setores que envolvem o projeto de expansão. Vamos crescer ainda mais e de forma ainda mais certeira. Passo o bastão, com muita honra, para o meu fiel escudeiro, Jesuino Martins”, afirmou o novo presidente do Conselho Administrativo do Grupo Mateus.

NOVO CEO

Nessa trajetória de crescimento e consolidação de mercado, Ilson Mateus teve o apoio de Jesuino Martins. O executivo, que está no Grupo há 25 anos e iniciou sua carreira na empresa como auxiliar administrativo, passando por diversos cargos de gerência e diretoria, ocupava o cargo de VP Comercial e de Operações nos últimos cinco anos.

Com a mudança organizacional, Jesuino Martins passa a presidir o Grupo Mateus e acumula ainda o cargo de vice-presidente comercial e de novos negócios. O novo CEO terá como substituto na vice-presidência operacional, Sandro Oliveira, executivo que chegou na empresa há pouco mais de um ano para capitanear o projeto de expansão para novos estados da Região Nordeste.

“A responsabilidade é grande, mas estou disposto a dar continuidade ao legado do Seu Ilson com muita humildade e trabalho. Vamos manter a companhia jovem, inovadora, destemida e entregar para o mercado uma empresa ainda mais consistente, feita por um time de colaboradores motivado e qualificado”, ressaltou o novo presidente do Grupo Mateus.

NOVO CFO/RI

Ainda como parte da mudança no organograma do Grupo Mateus, um novo executivo passa a integrar o quadro de gestores. Com cerca de 20 anos de experiência em finanças e gestão no setor de varejo, Tulio Queiroz assume o cargo de vice-presidente Financeiro e de Relação com Investidores. “Chego para ajudar o Grupo nessa nova fase, onde governança, metodologia de gestão e um crescimento sustentado em geração de valor, passam a ser elementos fundamentais“, disse Queiroz.

sem comentário »

Prefeito de Raposa, Eudes Barros, declara apoio à reeleição de Pará Figueiredo

0comentário
O deputado estadual Pará Figueiredo com o prefeito de Raposa, Eudes Barros, que declarou apoio à sua reeleição

O prefeito de Raposa, Eudes Barros (PL), declarou apoio à reeleição do deputado estadual Pará Figueiredo (PL). O gestor municipal é mais um nome de expressão da política maranhense a somar forças com o jovem parlamentar, um dos mais bem cotados para renovar o mandato.

Para Figueiredo agradeceu a Eudes Barros a adesão à sua candidatura e reafirmou sua disposição de trabalhar por Raposa, assim como tem feito em diversas cidades maranhenses.

“Fico imensamente grato pelo apoio do prefeito de Raposa, Eudes Barros, ao nosso projeto de eleição.
Nosso mandato segue à disposição de sua gestão, para trabalharmos pelo progresso da cidade e dos nossos amigos raposenses”, agradeceu.

sem comentário »

Operadora Maxx apoia causa da proteção animal

0comentário
A gerente Comercial da Maxx, Walkíria Pinto, e o diretor da Maxx, Augusto Diniz, receberam o ativista da causa animal Nélson Andrade na sede da operadora

A Maxx é uma empresa que oferece serviços de última geração de internet 100% Fibra, telefonia fixa e móvel e TV a cabo HD. E mais que isso, é uma empresa com responsabilidade social, cuja missão é promover conexões de valor para toda a sociedade maranhense.

E isso também inclui a causa animal. A sede da operadora no São Francisco é “pet friendly”, ou seja, permite a entrada de animais de estimação com seus donos; e também busca apoiar a causa da proteção animal.

Para aproximar ainda mais a Maxx desse universo do resgate, cuidados e proteção animal quem esteve na sede da empresa em uma visita foi o protetor de animais Nélson Andrade, um ativista social e digital influencer que desenvolve um importante trabalho em prol da saúde e bem estar dos animais.

Vem novidades por aí e a Maxx já revela que planeja fazer parcerias em prol dessa causa tão importante.

sem comentário »

“Enquanto eles nos atacam com mentiras, venceremos com a verdade”, diz deputado Wellington ao defender Lahésio Bonfim de fakenews

0comentário
Wellington apresentou informações verdadeiras e comprovou que Lahésio Bonfim segue como o candidato da verdade e da honestidade no Maranhão

O deputado estadual Wellington do Curso utilizou a tribuna nesta quinta-feira (11) para se posicionar diante da onda de fakenews disseminada contra a sua pessoa e contra o candidato ao Governo do Estado, o médico Lahésio Bonfim. As mentiras foram divulgadas por redes sociais e disseminam falsas informações sobre a prestação de contas de Lahésio e Informações prestados ao TRE..

Ao se pronunciar, o deputado Wellington apresentou informações verdadeiras e comprovou que Lahésio Bonfim segue sendo o candidato da verdade e da honestidade no Maranhão.

“Eles são covardes. Utilizaram a prestação de contas, declaração de bens para manipularem os dados, duplicaram e triplicaram bens. Isso é crime. Tentam a todo custo prejudicar o Lahésio Bonfim e todos nós que estamos com ele nessa caminhada. A verdade é que Lahésio, diferentemente dos outros políticos, declarou seu patrimônio com transparência. É um cirurgião e, por isso, tem alguns bens e tiveram correção monetária da prestávamo-nos contas de 2020 para 2022. Já formalizamos denúncia ao Ministério Público Eleitoral a Polícia Federal para que adotem as devidas providências. Enquanto eles nos atacam com mentiras, nós venceremos com a verdade. Estamos juntos nessa luta por um Maranhão melhor”, disse o deputado Wellington.

sem comentário »

Justiça autua cartórios em São Luís e no interior por suspeita de exercício irregular da atividade

0comentário

A Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão autuou, no último dia 9, os cartórios de Ofício Único do Município de Junco do Maranhão e o 8º Tabelionato de Notas da Capital, por suspeita de exercício irregular da atividade extrajudicial. Na operação, as serventias foram flagradas atuando em localidade diversa da delegada pelo Poder Judiciário do Maranhão, o que constitui infração administrativa.

A partir de denúncias formuladas à CGJ, a respeito da prática de concorrência desleal com os cartórios de circunscrição na Comarca da Ilha de São Luís que possuem atribuição de Tabelionato de Notas, o corregedor-geral da Justiça, desembargador Froz Sobrinho, determinou à juíza auxiliar Ticiany Palácio e ao juiz auxiliar Alistelman Mendes, responsáveis pelas Serventias Extrajudiciais, a realização de visitas técnicas nos locais indicados. A operação contou com o apoio de servidores da Coordenação das Serventias da CGJ e parceria com policiais da Diretoria de Segurança Institucional do TJ.

A primeira autuação foi realizada em imóvel comercial situado na Rua Machado, n.º 35, Centro, São Luís, local onde o Cartório de Junco do Maranhão utilizaria para captação de clientes e atendimento ao público. Durante a visita, a Corregedoria encontrou impressoras para selar documentos, escrituras públicas lavradas, dentre outros, e notificou o delegatário titular que estava presente no local.

Na segunda autuação, a Corregedoria visitou o imóvel comercial situado na Rua Direita, n.º 402, Centro de São Luís, local onde o 8º Tabelionato de Notas da Capital ofereceria serviços extrajudiciais à população. Essa serventia tem delegação do Judiciário para funcionar somente na área do Anjo da Guarda, onde fica instalada a sua sede (Avenida dos Portugueses, n.º 100, Loja 04).

As autuações geraram relatórios que seguirão acompanhados de todos os documentos encontrados nos locais, fotos e depoimentos, em processo administrativo ao corregedor-geral da Justiça e posterior apreciação pelo Pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão – TJMA.

A prática de captação de clientes em local diverso da designada e delegada pelo Poder Judiciário do Maranhão, constitui infração administrativa prevista nos artigos 9º e 43º da Lei n.º 8.935/1994. A Corregedoria determinou aos delegatários de Junco do Maranhão e do 8º Tabelionato de Notas da Capital, o imediato encerramento das atividades das sucursais.

Fonte: Corregedoria Geral de Justiça

sem comentário »

Deputado Zé Inácio destaca inauguração de Batalhão da PM em Bequimão

0comentário
Ze Inácio destacou o empenho do prefeito de Bequimão, João Martins, para o atendimento da demanda do município na área de segurança pública

O deputado estadual Zé Inácio usou a tribuna da Assembleia nesta quarta-feira (11) para destacar a inauguração do 45º Batalhão da Polícia Militar do Estado do Maranhão, que aconteceu hoje na cidade de Bequimão.

O deputado Zé Inácio há tempos vinha cobrando do Governo do Estado esta importante ação para o município, protocolando indicação, dialogando com o comandante-geral da Polícia Militar e com o governador Carlos Brandão, que sempre se mostrou empenhado para que esse momento acontecesse.

O parlamentar também destacou o empenho do prefeito de Bequimão João Martins para que essa ação se concretizasse.

Zé Inácio justificou que a presença do 45º Batalhão da PM no município se tornou fundamental com a construção da ponte sobre o Rio Pericumã interligando vários municípios da região e encurtando o acesso inclusive para outros estados, como o Pará.

“Há uma necessidade de se ampliar a segurança pública naquela região. E nós já vínhamos fazendo esse debate na medida que a ponte estava em construção. Porque a construção dessa ponte vai contribuir com o desenvolvimento da nossa região, e com isso entendemos também que o fluxo de pessoas, o fluxo de negócios vai aumentar. Havendo a necessidade de se ampliar a força pública de segurança, principalmente nos municípios que estão mais próximos como a cidade de Bequimão e no entorno.”, disse.

O 45º Batalhão da Polícia Militar de Bequimão também irá atender as cidades de Palmeirândia, Alcântara e Peri-Mirim, que somadas tem cerca de 70 mil habitantes.

Zé Inácio também anúncio que em breve será inaugurada a delegacia de Polícia Civil do município. Sendo mais um reforço para a segurança pública na região.

Por fim parabenizou toda a tropa do batalhão em nome do Coronel Trinta, que contribuiu para a rápida instalação do 45° Batalhão.

sem comentário »

Grupo Mateus bate novo recorde nos resultados do 2º trimestre de 2022

0comentário

Com receita bruta de R$ 5,8 bilhões, empresa registra crescimento de quase 40%

Ilson Mateus: fundador e presidente do Grupo Mateus: mesmo em um cenário de inflação, a empresa acumulou resultados relevantes ao adotar como uma das estratégias comerciais o não repasse integral do aumento de preços ao consumidor final

São Luís, 11 de agosto de 2022 – Mais um recorde! Impulsionado, principalmente, pelo avanço do plano de expansão para novos estados do Nordeste, o Grupo Mateus registrou um crescimento de 39,3% em sua receita bruta no segundo trimestre deste ano. Neste período, a companhia chegou ao estado de Sergipe com sua bandeira de atacarejo, o Mix Mateus. E só no primeiro semestre, a empresa inaugurou 20 novas lojas, entre elas, a primeira operação de varejo no estado do Ceará. 

Mesmo em um cenário de inflação, o Grupo Mateus acumulou resultados relevantes ao adotar como uma das estratégias comerciais o não repasse integral do aumento de preços ao consumidor final. Somou-se a isto, o aumento da participação do atacado nas lojas híbridas (novo modelo que reúne o varejo e atacado em uma mesma operação), a maturação das lojas e o desempenho do atacarejo.

Outro destaque dos resultados do 2T 22 foi o crescimento do lucro líquido, que acompanhou o resultado da receita, demonstrando que a companhia controlou de forma eficiente suas despesas. No acumulado do ano, o lucro líquido somou R$463 milhões, 33,4% a mais que nos 6M 21. Os resultados acumulados no 2T 22 demonstram que o atacarejo obteve mais um trimestre de crescimento, com uma receita total de R$2,9 bilhões, 47,5% a mais que no 2T 21. O segmento continua a ser o mais representativo do Grupo, com uma participação de 50% na receita bruta total. 

Com planos de ocupar todo o Nordeste, a companhia estruturou uma regional com sedes nos estados da Bahia e Pernambuco, além de ter fortalecido a logística com a implantação de 2 centros de distribuição. Segundo Ilson Mateus, fundador e CEO do Grupo Mateus, o trabalho da nova regional não tira o foco dos demais estados, onde a empresa ainda busca aproveitar oportunidades. “Durante o segundo semestre, manteremos o foco na expansão, trabalhando sempre para entregar mais valor para nossos acionistas, parceiros comerciais e funcionários”, afirmou Mateus.

DESTAQUES 2T 22

– Inauguração da primeira loja em Aracaju, marcando a chegada do Grupo em Sergipe;

– A receita líquida cresceu 39,7% para R$ 5,2 bilhões;

– O EBITDA Ajustado totalizou R$ 353 milhões, um crescimento de 38,5%;

– Lucro líquido foi de R$ 264 milhões, um aumento de 38,6%.

sem comentário »

Marcial Lima e Sá Marques debatem problemas do Maranhão em live participativa

0comentário
Marcial Lima e Sá Marques debateram problemas do Maranhão durante a live

Sá Marques, ex-vereador e Marcial Lima, vereador de São Luís, em transmissão ao vivo pelo YouTube, Instagram e Face, conversaram com a comunidade e trataram de muitos temas de interesse do povo.

Internautas de várias partes do Maranhão, participaram e compartilharam. A Live “Fala, Marcial!”, tem mais de 6 anos, foi criada com o objetivo de aproximar o trabalho do parlamentar com o povo.

“Por meio das redes sociais vem muitas sugestões e temas importantes, que facilitam o debate no parlamento”, diz Marcial Lima, idealizador deste projeto tecnológico.

Sá Marques, no fim, agradeceu esta importante parceria com o vereador Marcial Lima.

Na quinta-feira, 18 de agosto, a partir das 20h, haverá mais uma Live, “Fala, Marcial!”

Você acompanha pelo YouTube.com/blogdomarcial, pelo Facebook e pelo Instagram.

sem comentário »

Cobrança de taxas em escolas militares no Maranhão configura improbidade administrativa, alerta Ministério Público

1comentário

O Ministério Público do Estado do Maranhão ingressou, na última segunda-feira, 8, com uma Ação Civil Pública contra o Estado do Maranhão, o Comando Geral da Polícia Militar e o Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão. A Ação requer a suspensão da cobrança de taxas aos pais e responsáveis de alunos matriculados no Colégio Militar 2 de Julho e Tiradentes I.

A 1ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa da Educação de São Luís apurou que, no Colégio Militar Tiradentes, são exigidos vários pagamentos mensais: R$ 90 de “taxa de manutenção”; R$ 110 de “cursinho pré-vestibular”; R$ 30 para aquisição de camisa para uso aos sábados (obrigatória) e R$ 130 de custos para a colação de grau. Além disso, há valores para a aquisição de materiais didáticos do Sistema Positivo.

Questionado pela Promotoria, o comandante geral da PMMA defendeu que a cobrança não é uma taxa ou tributo e sim uma suposta “convenção social” pactuada entre pais e as unidades de ensino.

Já o comandante do Corpo de Bombeiros alegou tratar-se de uma “parceria” dos pais ou responsáveis dos alunos, direcionada à “Associação Desportiva 2 de julho”, composta por alunos, professores e pais de alunos, e que a taxa de R$ 65 seria destinada a investimentos na área de esporte e melhorias no ensino.

Para o promotor de justiça Paulo Silvestre Avelar Silva, caso os pais e responsáveis queiram, por livre e espontânea vontade, contribuir para o funcionamento de associações ou fundos especiais, “poderão fazer por meio de associação, sem que estas providências sejam vinculadas ao ingresso ou permanência dos alunos nos referidos colégios”.

Antes de ingressar com a Ação, o Ministério Público buscou a resolução da questão de forma negociada, tendo inclusive encaminhado Recomendação, que não foi cumprida.

ENSINO GRATUITO

De acordo com a Ação, a tese de que as contribuições seriam voluntárias não se sustenta, pois as taxas seriam obrigatórias e impostas como condição de permanência nas escolas, cobradas em carnês entregues a todos os alunos. “Em nenhuma hipótese os pais podem ser obrigados a pagar quaisquer valores para que seus filhos tenham direito a ingressar ou se manter em rede pública de ensino, ainda que sob o pretexto de contribuir com a melhoria da educação”, avalia o promotor de justiça

Paulo Avelar ressalta que a gratuidade da educação pública está prevista na Constituição Federal e na Constituição Estadual, sendo proibida qualquer cobrança de taxa em estabelecimentos públicos oficiais, inclusive de forma genérica, abrangendo todas as atividades ligadas ao ensino.

O promotor de justiça lembra, ainda, que uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) considerou válida a cobrança de mensalidades nos colégios militares geridos pelo Exército e voltados à formação de quadros para a corporação, o que não é o caso dos colégios militares estaduais, que formam civis para o sistema regular de ensino e qualificação para o trabalho de qualquer natureza.

A lei estadual n° 10.664/2017, que dispõe sobre a estruturação e funcionamento dos Colégios Militares Tiradentes, estabelece que as instituições são mantidas por verbas públicas das Secretarias de Estado da Educação e de Segurança Pública, por repasses dos governos federal e estadual, com a possibilidade de celebrar convênios com entidades governamentais e não governamentais.

“As escolas se apoiam no fato de os pais terem assinado um ‘termo de compromisso’, supostamente concordando com o pagamento das taxas, no entanto, tal medida não deveria sequer ter sido proposta, por clara afronta à norma constitucional que impõe o direito fundamental a um ensino público de qualidade e gratuito. Os direitos fundamentais são irrenunciáveis, e jamais podem ser suprimidos por força de ‘convenção social’ ou acordo inter partes”, observa o promotor Paulo Avelar.

PEDIDOS

O Ministério Público do Maranhão requer que a Justiça determine, em medida liminar, que o Estado do Maranhão garanta materiais, documentos, uniforme escolar e outros aparatos do ensino ministrado pelos colégios militares de São Luís, sem custo às famílias, impedindo qualquer vinculação da prestação do serviço educacional ao pagamento de taxa de matrícula, mensalidade ou contribuição.

Já o Comando Geral da Polícia Militar e o Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão devem abster-se de exigir dos pais ou responsáveis o pagamento de quaisquer valores, bem como de emitir carnês ou boletos relativos a matrícula, contribuições mensais, uniformes obrigatórios e materiais escolares de uso comum.

Os comandos também devem editar normas vinculantes às instituições de ensino para que se abstenham de fazer qualquer tipo de cobrança como condição de ingresso e permanência na instituição, sob pena de responsabilização dos envolvidos por prática de crime ou ato de improbidade administrativa.

Fonte: MPMA

1 comentário »
https://www.blogsoestado.com/danielmatos/wp-admin/
Twitter Facebook RSS