Prefeito Fábio Gentil e deputado Zé Gentil fazem a festa da criançada em Caxias

0comentário
Fábio e Zé Gentil em um divertido banho de espuma no meio da garotada

Centenas de crianças viveram momentos de total alegria, neste domingo, na Feirinha da Gente, em uma megafesta preparada especialmente para o público infantil, em alusão ao Dia das Crianças. Principais apoiadores do evento, o prefeito Fábio Gentil e o deputado estadual Zé Gentil entraram literalmente no clima de animação e participaram de brincadeiras no meio da garotada.

A programação festiva, realizada na Praça Vespasiano Ramos, teve distribuição de pipoca, algodão doce e outras guloseimas, shows infantis, com a Banda Circo Elétrico e participação do palhaço Tiririca Cover e outros personages infantis, banho de espuma, parquinho e dezenas de outras atrações.

Prefeito Fábio Gentil em momento de carinho com crianças que participaram da megafesta infantil

Satisfeitos por poderem proporcionar diversão às crianças caxienses, Fábio e Zé Gentil caíram na animação e brincaram com a garotada, tomaram banho de espuma e receberam carinho de meninos e meninas encantados com a festa.

A iniciativa do prefeito e do deputado também representou oportunidade de fomento à agricultura, à economia alternativa e à cultura de Caxias.

sem comentário »

Desigualdade

0comentário

Por Adriano Sarney*

Adriano: ” Um plano sustentável para redução da desigualdade no país e também no Maranhão deve passar, necessariamente, pelo desenvolvimento do mercado de trabalho e pelo acesso universal a educação”

O best-seller “O Capital no Século 21,” do francês Thomas Piketty, motivou nos últimos anos um grande debate na cena econômica e política sobre a desigualdade de renda. Após uma detalhada investigação histórica e estatística em economias de países desenvolvidos, Piketty afirma que o capitalismo agravou a desigualdade, pois o retorno sobre o capital caiu menos do que o ritmo do crescimento econômico e da renda do trabalhador. Em outras palavras, os donos do capital acumularam renda maior em forma de lucros empresariais, dividendos, renda fixa ou vendas de propriedades, por exemplo, do que as pessoas que dependiam exclusivamente de salários. O resultado desta análise, segundo o economista, é a inevitável transferência de renda dos muitos trabalhadores para os poucos detentores do capital. Certo ou errado, Piketty motivou o debate sobre a desigualdade que é pertinente para o mundo, o Brasil e o Maranhão.

A estagnação dos países ricos observada nos últimos anos e o avanço das economias emergentes, especialmente da China, fizeram reduzir a desigualdade global entre os países. Apesar da diferença ainda ser grande, o PIB per capita em poder de paridade de compra entre os países ricos e pobres diminuiu e a variação do índice Gini (que mede a desigualdade) no mundo reduziu de 72,2 em 1988 para 67 em 2011. Contudo, a desigualdade dentro da grande maioria dos países aumentou, até mesmo nos historicamente menos desiguais como a Suécia e outros países nórdicos. A China, que influenciou maior igualdade entre os países, presenciou, com a chegada do capitalismo, um aumento generalizado na diferença entre ricos e pobres.

Uma rara exceção é o Brasil que, segundo o Banco Mundial, foi um dos poucos países que conseguiram, na primeira década do século 21, avançar economicamente e ao mesmo tempo reduzir a pobreza e a desigualdade social. Nos últimos anos mais de 40 milhões de brasileiros ascenderam à nova classe média, beneficiados pelo aumento real do salário mínimo e pelos programas de transferência de renda. No entanto, o programa brasileiro mostrou-se insustentável já que, entre as economias emergentes, é a que mantem hoje o menor ritmo de crescimento, obrigando o Governo a reestruturar importantes programas sociais como o seguro-desemprego criado no Governo José Sarney.

Um plano sustentável para redução da desigualdade no país e também no Maranhão deve passar, necessariamente, pelo desenvolvimento do mercado de trabalho e pelo acesso universal a educação. O incentivo à instalação de novas empresas e o fortalecimento das que já existem expandiriam as vagas disponíveis no mercado de trabalho. No Maranhão é possível aproveitar o enorme potencial econômico e natural de nossas regiões, assim como a infraestrutura e localização estratégica para o comércio exterior, com o objetivo de gerar novas oportunidades de negócios. A expansão da educação, assegurando ensino secundário e universitário às pessoas, amplia também a chance de se ter uma sociedade mais igualitária. A melhoria da qualidade do ensino produz, em sua essência, um maior contingente de profissionais com boa formação. Aqueles que estão se educando teriam maior oportunidade no mercado de trabalho, permitindo uma participação mais equilibrada com outros, já formados e no mercado há mais tempo. A educação não iguala apenas a renda, mas também a dignidade e a independência das pessoas.

Algum grau de desigualdade sempre existirá, afinal, mesmo em um mundo perfeito, sempre haverá os gananciosos e os generosos, os esforçados e os preguiçosos, somos diferentes na nossa essência. Contudo, vivemos em uma sociedade tão desigual que se a economia e a política não conseguirem dar respostas urgentes, que sinalizem um mundo mais justo, o crescente estado de caos instalado e a violência cotidiana, se encarregarão de fazer o contrário.

*Deputado Estadual, Economista com pós-graduação pela Université Paris (Sorbonne, França) e em Gestão pela Universidade Harvard.
Email: [email protected]
Twitter: @AdrianoSarney
Facebook: @adriano.sarney
Instagram: @adrianosarney

sem comentário »

Começa a Expoema 2019

0comentário

Acabou a espera! Começa hoje a Expoema 2019, no Parque Independência. Inclusão e conhecimento gerando oportunidades. Um lugar para quem aprecia a vida do campo e se encanta com a beleza dos animais.

A programação deste domingo tem início às 8h e conta com palestra e abertura do BovShop, Shopping Equinos, desfile de animais e exposição Vila dos Haras. A abertura oficial terá presença do governador Flávio Dino e outras autoridades, às 16h.

DE HOJE ATÉ TERÇA (22) A ENTRADA É ENTRADA LIBERADA. QUARTA (23) E QUINTA (24) – R$ 5 (ENTRADA LIBERADA ATÉ 12 ANOS). SEXTA (25) A DOMINGO (27) – R$ 10.

sem comentário »

Pesquisa Escutec/O Estado aponta Braide disparado e governistas com pouco fôlego

1comentário
Disputa é liderada com ampla vantagem por Eduardo Braide; pesquisa indica baixa densidade eleitoral de governistas

A primeira pesquisa de intenções de voto para prefeito de São Luís realizada pela Escutec e divulgada neste sábado pelo jornal O Estado do Maranhão confirmou a liderança disparada do ddputado federal Eduardo Braide (PMN) e o desempenho fraco dos pré-candidatos que integram a coalisão liderada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

O levantanento indicou margem razoável de preferência do eleitorado de oposicionistas, como os deputados estaduais Wellington do Curso (PSDB) e Adriano Sarney (PV). Juntos, os dois somaram quase 13 pontos na sondagem estimulada. O ex-prefeito Tadeu Palácio (PSL) também apresentou boa performance e alcançou quase 5%.

O governista mais bem posicionado na pesquisa é o deputado estadual Duarte Jr. (PCdoB), que atingiu 10% das intenções de voto. O também deputado estadual Neto Evangelista (DEM) é o segundo palaciano melhor colocado, com 8,8%.

Outros nomes ligados ao governo, como o deputado federal Bira do Pindaré (PSB) e o presidente da Câmara Municipal de São Luís, Osmar Filho (PDT) aparecem no pelotão mais abaixo, com 4% e 3,1%, respectivamente.

Há, ainda, os que pontuaram na pesquisa, mas não chegaram a 2%, como o deputado estadual Dr. Yglésio (PDT), o comunicador Jeisael Marx (SP), o deputado federal e secretário de Estado das Cidades, Rubens Jr. (PCdoB), apontado como pré-candidato preferido por Flávio Dino, o médico e diretor do Ministério da Saúde, Allan Garcês, e outros nomes memos conhecidos.

Do total de entrevistados, 1,4% declarou não votar em nenhum dos pré-candidatos. Outros 4% disseram não saber ou não responderam.

A pesquisa ouviu 1002 eleitores entre os dias 12 e 17 de outubro. A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais para mais ou para memos.

Confira os números da pesquisa estimulada no cenário com todos os pré-candidatos:

1 comentário »

Flávio Dino homologa preço de R$ 18,5 milhões para aluguel de 6,7 mil veículos ao governo

1comentário

Em dezembro do ano passado, o governador comunista baixou decreto determinando a substituição de carros alugados por Uber nas secretarias e demais órgãos estaduais para “economizar dinheiro público”

Governador Flávio Dino desembarca de veículo oficial

O governo Flávio Dino (PCdoB) homologou propostas apresentadas em um pregão, na modalidade registro de preços, no valor de R$ 18.568.144,49 (dezoito milhões, quinhentos e sessenta e oito mil, cento e quarenta e quatro reais e quarenta e nove centavos), em favor de três empresas, para locação de milhares de veículos para diferentes órgãos da administração pública estadual. Ao todo, a gestão comunista pretende locar 6.706 veículos, a grande maioria pick-ups e caminhonetes. O ato, assinado pela secretária de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores, Flávia Alexandrina Coelho Almeida Moreira, foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado do dia 25 de setembro.

Foram homologadas as propostas de preços registradas pelas empresas Nossa Frota Eireli, Locadora Conte Eireli ME e Manhattan Locadora de Veículos LTDA. O termo de homologação, de nº 037/2019, informa que o pregão é de interesse da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED); Agência Executiva Metropolitana (AGEM); Escola de Governo do Maranhão (EGMA); Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA); Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC); Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (ITERMA); Procuradoria Geral do Estado (PGE); Secretaria de Agricultura Familiar (SAF); Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP); Secretaria de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos (SECAP); Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (SEGEP); Secretaria de Estado da Educação (SEDUC); Secretaria de Estado de Governo (SEGOV); Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA); Secretaria de Estado de Programas Estratégicos (SEPE); Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (SEPLAN) e Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária (SETRES).

As secretarias de Saúde, de Infraestrutura, de Segurança Pública, de Cidades, de Desenvolvimento Social, de Desportos e Lazer e outros órgãos do Estado não foram incluídos no pacote e devem fazer seus pregões separadamente, o que representará ainda mais custos com locação de veículos para os cofres públicos estaduais.

Decreto

Em dezembro do ano passado, Flávio Dino baixou decreto determinando a substituição de veículos alugados por táxi, Uber e similares nas secretarias e nas empresas do governo. A medida, segundo o comunista, tinha como objetivo economizar dinheiro público. Primeira a se adequar à determinação, a SECAP, que estranhamente aparece, agora, na lista de pastas interessadas no pregão realizado pela SEGEP, chegou a a divulgar as regras da licitação que realizaria para contratar o serviço de transporte por aplicativo. De acordo com as normas, o certame seria do tipo menor preço, ou seja, com garantia de que o serviço seria mais econômico.

Ainda de acordo com a SECAP, a classificação da proposta seria pelo critério de maior desconto percentual. Quanto maior o desconto oferecido, maior a nota da proposta. O desconto mínimo teria que ser de 3%. Outra condição era de que as empresas concorrentes fossem especializadas na intermediação ou no agenciamento de transporte individual remunerado de passageiros, na Grande Ilha e em Imperatriz. Em linhas gerais, estariam aptas a participar cooperativas de táxi ou serviço de transporte individual privado, como Uber, 99 e similares. “É obrigatório que o serviço funcione via aplicativo, para trazer agilidade e economia”, dizia um dos trechos do edital da licitação.

Modelos e preços

Um dos lotes com registro de preço para locação de veículos por quase R$ 3,5 milhões; logo abaixo, o valor total homologado pela SEGEP

Cada lote de veículos tem quantidade, preços de diárias e valor mensal e anual diferentes. O custo mais alto resultará do contrato firmado com a locadora Manhattan para aluguel de 120 pick-ups modelo Hillux, cabine dupla, quatro portas, cor branca, preta ou prata, ano/modelo a partir de 2018, motor movido a óleo diesel, tração 4 x 4, dentre outras especificações. Com valor unitário da diária fixado em R$ 5.485,00 (cinco mil, quatrocentos e oitenta e cinco reais) e despesa mensal de R$ 658.200,00 (seiscentos e cinquenta e oito mil e duzentos reais), o gasto anual previsto apenas com essa empresa é de R$ 7.898.400,00 (sete milhões, oitocentos e noventa e oito mil e quatrocentos reais).

Outro custo elevado é o estabelecido para o aluguel de 4.881 pick-ups modelo S/10, com as mesmas especificações acima. Com o valor da diária de cada veículo fixado em R$ 330,00, a locação da numerosa frota custará anualmente ao bolso do contribuinte R$ 1.610.730,00 (um milhão, seiscentos e dez mil, setecentos e trinta reais).

Estão previstos, ainda, alugueis de 26 caminhonetes fechadas Chevrolet, modelo Trailblazer, ao custo de quase R$ 3,5 milhões por ano; 16 caminhonetes fechadas, ao preço anual de quase R$ 600 mil; 35 Saveiro Robust, por R$ quase R$ 1 milhão por ano; 180 carros modelo Gol, com gasto anual de quase R$ 3 milhões, 32 Fiat Cronos, por mais de R$ 1 milhão por ano, dentre outras despesas com locação de transporte.

O pregão contraria de maneira flagrante a intenção propagada há 10 meses por Flávio Dino de economizar dinheiro público com aluguel de veículos. Resta saber se ele mudou de ideia de livre e espontânea vontade ou se foi obrigado a abrir os cofres para esse tipo de gasto por alguma circunstância, que, seja qual for, requer esclarecimento imediato e convincente.

1 comentário »

Com foco na produção de conhecimento, Expoema 2019 terá início domingo

0comentário
Estábulos estão preparados para receber os animais que serão expostos na Expoema

A 61ª Exposição Agropecuária do Estado do Maranhão (Expoema) será aberta oficialmente neste domingo (20), às 17 horas, e prossegue até dia 27, com uma vasta programação de palestras e cursos, leilões de animais, rodeios e oferta de serviços aos visitantes, no Parque Independência. A intenção dos organizadores é realizar um evento inovador, com foco na produção de conhecimento, na promoção de oportunidades de negócios e na inclusão social.

“A Expoema 2019 oferecerá muito conhecimento e inovação aos seus participantes. De 20 a 27 de outubro, produtores, agropecuaristas, empresários, técnicos e estudantes poderão participar de palestras, cursos e dia de campo, com o apoio de instituições como Senar/Faema, Sebrae, Aged, Sagrima, Sema, Fundepec, Uema. Nosso objetivo é que os participantes saiam maiores dessa exposição, com informações importantes para o desenvolvimento do agronegócio em nosso estado”, informou o presidente da Associação de Criadores do Estado do Maranhão (ASCEM), Ivaldeci Mendonça.

Entre os temas dos cursos e palestras, estão “Bem estar animal”, “Operação e manutenção em sistema de irrigação por aspersão”, “Derivados do leite”, “Silagem”, “Doma racional em equinos e muares”, “Registro agroindústria de laticínios”, “Mercado mundial de carne bovina: participação brasileira e barreiras à exportação”, “Bovino cultura de corte”, “Segurança no trabalho, defensivo agrícola, adjuvantes afins”, “suinocultura e avicultura”, “Legislação aplicada para autorização de queimadas controladas”, “Fruticultura maranhense”, “Produção e conservação de forragem”, e “Processo de produção do boi tropical”.
Um dos destaques da programação é a palestra sobre Zoneamento Econômico e Ecológico do Maranhão, que acontecerá quinta-feira (24), às 18 horas. Também no Parque Independência será realizado um dia de campo sobre brucelose e raiva de herbívoros, para agropecuaristas, técnicos e estudantes; o III Fórum Estadual do Plano Estratégico do Programa Nacional de Prevenção e Erradicação da Febre Aftosa; e o I Encontro do Agronegócio voltado para empresários.
Paralelamente, os visitantes poderão ver a exposição de animais diversos – bovinos, equinos, caprinos, suínos, ovinos -, além de se deliciarem com um cardápio variado na área de restaurantes, lanchonetes e similares.

Leilões e rodeios

Instalações foram caprichosamente preparadas para sediar a exposição agropecuária

Durante toda a Expoema, serão realizados os leilões “Balde Branco”, com animais Gir leiteiro e Girolando; “Zebu Expoema”, com as raças Guzerá, Tabapuã, Sindi e Nelore; “19º Leilão da Independência”, com animais de genética de alta qualidade Santa Inês, Dorper, Boer e Anglo; e o Shopping Expoema 2019, com lotes de animais Nelore, Gir, Tabapuã, Quarto de Milha, Mangalarga marchador, Brahman, Muares e Jumentos Pêga.

Este ano, uma das atrações da Expoema serão os rodeios realizados pela Companhia Ítalo Toddy, que ocorrerão no período de 23 a 27 de outubro. “Se você não teve a oportunidade de ir a Barretos assistir aos rodeios, nós traremos Barretos para o Parque Independência”, enfatizou o presidente da ASCEM.

sem comentário »

Wellington destaca Dia do Médico e volta a cobrar criação do curso de Medicina na Uema em São Luís

0comentário

O deputado estadual Wellington do Curso utilizou as redes sociais, na manhã desta sexta-feira (18), para destacar o Dia do Médico, celebrado hoje. Ainda ao destacar a data, Wellington ressaltou que permanece na luta para que haja a disponibilização do curso de Medicina na Universidade Estadual do Maranhão (Uema) em São Luís. Destacou ainda a sua luta pela criação do Plano de Cargos e Carreira para médicos do Maranhão.

Ao fundamentar a solicitação, o deputado Wellington destacou a importância de ampliar o número de médicos no Maranhão.

“Hoje é o dia daqueles profissionais que lidam com o nosso bem mais precioso: a vida. Além de lutarmos na Assembleia pela valorização desses profissionais, estamos na luta pela disponibilização do curso de Medicina na Uema em São Luís. A partir do instante em que aumentamos o número de vagas ou disponibilizamos esse curso onde antes não existia, estamos fomentando o número de profissionais que, certamente, irão atuar no futuro em nosso Maranhão. Alem disso, é de nossa autoria o projeto que cria o Plano de Cargos e Carreira para os médicos do Maranhão. A todos os médicos e médicas, deixo o meu respeito e admiração. Contem comigo”, declarou Wellington do Curso.

sem comentário »

Prefeito Fábio Gentil prestigia homenagem ao deputado estadual José Gentil em sessão solene dos 30 anos da Constituinte do Maranhão

0comentário
Cerimônia alusiva aos 30 anos da Constituição Estadual teve o deputado Zé Gentil entre os principais homenageados

A Assembleia Legislativa do Maranhão realizou na manhã desta quinta-feira (17) uma sessão solene para celebrar os 30 anos da criação da Constituição do Estado do Maranhão. A solenidade iniciou às 11h no Plenário Nagib Haickel.

Durante a cerimônia, os deputados maranhenses constituintes que participaram da elaboração da Carta Magna Estadual, no dia 5 de outubro de 1989, foram homenageados e receberam placa alusiva ao momento histórico. Dentre eles, o deputado estadual caxiense José Gentil (PRB), único parlamentar ainda em atividade na casa que esteve na abertura da constituinte em 1989.

Prefeito Fábio Gentil prestigiou o momento histórico protagonizado pelo pai

“Estou muito feliz com essa homenagem, isso prova que fizemos o que foi possível fazer naquele momento histórico para o Maranhão”, destacou.
O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), disse que as comemorações têm o objetivo de resgatar parte da história do Maranhão e reiterou o bom relacionamento entre os poderes. O presidente fez ainda o lançamento da “Constituição Estadual Revisada e Anotada”.

“Neste Plenário e nesta mesa estão representados os poderes legislativo, executivo e judiciário, bem como os órgãos autônomos, representados pelo Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado. A elaboração dessa Constituição Revisada e Anotada é um exemplo dessa relação respeitosa e harmônica entre os poderes e demais órgãos”, pontuou.

Deputado Zé Gentil concede entrevista coletiva na solenidade

A cerimônia contou com a presença do prefeito de Caxias, Fábio Gentil, do vice-prefeito Paulo Marinho Júnior e de secretários municipais da cidade. Para o gestor caxiense, foi um dia histórico para o Estado e principalmente para Caxias, terra natal do único deputado remanescente daquela época.

“Caxias volta de forma positiva ao cenário político estadual e nacional na pessoa do Zé Gentil, essa pessoa pública que tenho a honra de ter como pai, e hoje ele colhe o bom fruto que plantou há 30 anos. Isso nos deixa bastante orgulhosos”, afirmou Fábio Gentil.

sem comentário »

Deputado denuncia falência da Farmácia de Medicamentos Especializados

0comentário
Adriano denuncia que a FEME vem desamparando a população carente de seus serviços

Usuários da Farmácia de Medicamentos Especializados (FEME) estão sofrendo com a falta de remédios promovida pelo Governo do Estado. A denúncia foi realizada na manhã desta quinta (17) pelo deputado estadual Adriano Sarney (PV). Segundo o parlamentar, centenas de pessoas têm procurado o seu gabinete para denunciar a situação.

A FEME é ligada ao Governo do Estado e é responsável pela distribuição de medicamentos para o tratamento de doenças raras que devem ser tomados, normalmente, por toda vida ou grandes períodos de tempo.

De acordo com Adriano Sarney, a FEME vem desamparando a população carente de seus serviços. “Recebi incontáveis reclamações de pacientes que necessitam de medicamentos, que tem o direito, e que não recebem os medicamentos por omissão e incompetência do governo”, disse Adriano.

Adriano afirmou que há quatro anos as pessoas que dependem da FEME reclamam da baixa qualidade e instabilidade dos serviços. Medicamentos como mesilato de imatinibe, para o câncer, e azatioprina, usado no tratamento intestinal, estão em falta. Alguns deles, segundo relato do deputado, chegam a custar R$ 300 por caixa.

O deputado ainda afirmou que os mais pobres são os mais afetados pelo fracasso na distribuição dos remédios. “São medicamentos caros, de extrema importância e de uso contínuo, problema que afeta principalmente a população mais pobre”, disse.

O deputado ainda relatou que algumas famílias estão se endividando por conta da situação. “A descontinuidade do serviço está fazendo famílias recorrerem a empréstimos, venda de bens pessoais e coisas muito piores. Esse é o resultado do descalabro na saúde do estado”, disse Adriano.

Adriano protocolou requerimento exigindo informações sobre a interrupção do fornecimento desses remédios aos pacientes e qual a previsão de retomada.

O deputado lembrou que em 2011 a FEME viveu seu apogeu. Na época a instituição ganhou prédio e novas instalações que foram bastante comemoradas pela população. “A FEME se fortaleceu em 2011 com a ex-governadora Roseana Sarney. Hoje o bom trabalho é apenas uma lembrança dos tempos em que a saúde era bem tratada no estado”, finalizou.

sem comentário »

Saúde: Maternidade Carmosina Coutinho reduziu mortalidade em 85% nos últimos 2 anos e 7 meses

0comentário
60% dos atendimentos da Maternidade Carmosina Coutinho são de caxienses, mas a unidade de saúde é referência para outros 54 municípios

A Maternidade Carmosina Coutinho, que antes era conhecida como maternidade da morte, passou a ser a Maternidade da Vida, são mais de 3 mil nascimentos por ano, e passou a oferecer um atendimento diferenciado aos pacientes de Caxias e região nos últimos 2 anos e 7 meses. 60% dos atendimentos são de caxienses, mas a maternidade é referência para 54 outros municípios.

Dona Maria da Conceição chegou de ambulância com a filha, da cidade de Buriti. “As consultas da minha filha foram feitas sempre aqui em Caxias e o doutor pediu pra ela ter o neném aqui. O atendimento daqui é muito bom, graças a Deus”, disse.

Graças ao Programa de Reestruturação de Hospitais Públicos e o início da Planificação, houve uma mudança das práticas dos profissionais, respeitando as rotinas, normas e protocolos.

Profissional de saúde faz atendimento a recém-nascido em encubadora

“Em 2018 a gente iniciou com a planificação, e tudo isso a gente tem trabalhado no intuito de melhorar a questão de protocolos, normas, rotinas, equipes profissionais. Trabalhamos com evidências científicas mais atualizadas para dar o melhor atendimento à nossa população”, destaca Márcia Souza, diretora da Maternidade Carmosina Coutinho.

E os resultados passaram a ser colhidos. Depois da implantação da Planificação na Atenção Primária de Caxias, o trabalho da maternidade melhorou ainda mais. Em abril de 2018 foi registrada zero morte neonatal e materna; houve a redução dos partos cesáreos com a implantação da Residência Obstétrica e a redução da mortalidade. Graças às mudanças das práticas, houve uma redução na mortalidade em 85% desde 2017.

“Com a Planificação na Atenção Primária, a gente consegue ter uma melhor estruturação de nosso serviço. A gente tem metas a atingir, então a gente consegue saber o número de gestantes que a gente vai atender”, explica Márcia Souza.

Orientações

Família com o seu bebê logo após o nascimento na maternidade

Embora haja um esforço da equipe para apresentar resultados, há casos que fogem do controle dos profissionais, como os casos de má formação na geração da criança. Os casos que chegam à maternidade são explicados aos pais, onde receberam todas as orientações sobre a cardiopatia congênita.

“A causa para a cardiopatia congênita é bem desconhecida do que pode potencializar esse surgimento dessa má formação quando nasce, como histórico da família, parentes de primeiro grau, mãe e pai que seja portador dessa doença, fatores maternos como diabetes, dentre outros, que podem levar a essa anomalia cardíaca”, destaca a diretora da maternidade.

No entanto, casos de crianças que nascem debilitadas passam por um período de estabilização na UTI, sempre acompanhadas pelos pais, como é o caso do casal Leandro da Costa e Silmara da Conceição do município de Parnarama, que acompanham a filha de 11 dias de nascida que se recupera na UTI Neonatal.

“Eu só posso ir pra casa quando ela melhorar. Aqui estou sendo bem tratado com minha esposa, aqui em todo lugar, na portaria, na janta, na merenda, aqui em Caxias os médicos atendem muito bom. Nós não pensamos nem duas vezes, viemos logo pra Caxias”, disse Leandro da Costa, que acompanha a esposa. Ambos são do povoado Paiol do Centro/Parnarama (MA).

sem comentário »