Um péssimo exemplo da Conmebol

0comentário

Vejam só como são as coisas…

Exigente e rigorosa com os clubes brasileiros, a imagem é altamente negativa e foi registrada na partida entre Atlético-MG e Defensor, pela pré-Copa Libertadores.

No lugar da placa eletrônica, o árbitro assistente da partida utilizou uma placa de papel, isso mesmo de papel.

O improviso nem de longe tem a ver com a falta de recursos. A placa apresentou problema? Não tem uma reserva num jogo de Libertadores?

Um péssimo exemplo da Conmebol….

Mas a boa notícia foi a classificação do Atlético-MG para a fase de grupos.

Foto: Globoesporte

sem comentário »

Fernando Sarney é reeleito para conselho da FIFA

5comentários


O empresário maranhense Fernando Sarney foi reeleito nesta sexta-feira (11) membro do Conselho da Conmebol na FIFA, no 69º Congresso Ordinário da Confederação Sul-Americana de Futebol.

Além de representar o futebol brasileiro na Conmebol, Fernando Sarney que é vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) é membro do conselho Executivo da FIFA.

Para representantes da Conmebol no Conselho da Fifa, foram eleitos o brasileiro Fernando Sarney, o colombiano Ramón Jesurún, o uruguaio Wilmar Valdez e a equatoriana María Sol Muñoz.

Ontem (10), a Conmebol reinaugurou sua sede administrativa, na cidade de Luque, no Paraguai. O presidente da entidade, Alejandro Domínguez, apresentou a remodelação do prédio e suas novas instalações. O evento também contou com a presença do Conselho da Conmebol e do presidente da FIFA, Gianni Infantino.

O projeto da reforma foi iniciado em 2017, com o objetivo de criar um ambiente de trabalho mais adequado aos conceitos contemporâneos de gestão. O edifício passou a ter escritórios abertos e espaços que facilitam a integração dos setores, eliminando barreiras física e aumentando a comunicação e a produtividade.

Alejandro destacou que a Conmebol vem promovendo a transparência e as mudanças estruturais a ideia de portas abertas para o futebol do continente. Na cerimônia desta quinta, ele teve a companhia de dirigentes, colaboradores e jornalistas esportivos, que fizeram um tour pela nova sede.

“Com os novos espaços, se constrói uma identidade corporativa verdadeira para obter melhores resultados do trabalho em equipe. Esta é a casa dos países que compõem a Conmebol”, afirmou Domínguez.

Foto: Divulgação/ Conmebol

5 comentários »

Reunião na Conmebol

1comentário

Reuniaonaconmebol

O presidente da Federação Maranhense de Beach Soccer, Eurico Pacífico, representou o Brasil na reunião da Comissão de Futebol de Praia da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), encontro realizado esta semana no Auditório da Casa do Futebol Sul-Americano na cidade de Luque, no Paraguai. Os objetivos da reunião foram de fortalecer as eliminatórias sul-americanas de beach soccer, assim como definir a data e ratificar o Paraguai como a sede da competição. O presidente da Confederação e vice-presidente da FIFA, Juan A. Napout, e o diretor-geral Gorka Villar também participaram do encontro.

Uma das propostas abordadas nesta reunião foi a criação de uma Copa Libertadores e um Campeonato Sub-20 de beach soccer. A intenção com estes torneios é alcançar uma competitividade de excelência potenciando clubes e melhorando, consequentemente, as seleções.

Sobre esta temática, Napout demonstrou total apoio ao fortalecimento da modalidade. Ele comentou que todos os torneios contarão com um orçamento para a melhor organização das competições mencionadas. Em nome do Comitê Executivo, Napout garantiu dar sua total confiança e apoio a todos os assuntos relacionados ao beach soccer.

“O beach soccer será fortalecido por meio da ajuda que a Conmebol dará para os países sul-americanos. Com isso, tenho certeza de que a modalidade só tem a crescer na América do Sul”, disse o dirigente brasileiro Eurico Pacífico.

Além de Eurico Pacífico representando o Brasil, dirigentes de outros nove países também participaram do encontro em Luque. Foram eles: Damian Dupiellet (Argentina), Nelson Donald Garcia (Bolívia), Luis Carlos Rozzo (Colômbia), Luis Ramirez (Chile), Pepe Mosquera Zambrano (Equador), Ricardo Torres (Paraguai), Jaime Drago (Peru), Kevor Kouyoumdjian (Uruguai) e Rafael Alamarza (Venezuela).

1 comentário »