Choro nordestino

0comentário

A Região Nordeste não teve uma boa temporada no futebol. Os torcedores nordestinos tem mais motivos para chorar nas Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro do que sorrir, como mostra o levantamento do Portal Futebol Interior. Começamos pela elite, pelo Brasileirão. São cinco clubes (Palmeiras, Atlético-MG, Internacional, São Paulo e Flamengo) na briga pelo título e nenhum nordestino. O melhor classificado é o Vitória na modesta nona colocação, com 44 pontos.

Por outro lado, a região se afunda na zona de rebaixamento. A dupla de Pernambuco é quem passa vexame. Sport e Náutico estão na zona da degola e correm sérios riscos de rebaixamento. Enquanto o Leão está na penúltima colocação, com 29 pontos, o Timbu soma 32, na 17ª posição.

E a Série B?

Na Série B, a situação não é muito diferente e é até pior. Todos os últimos cinco clubes são da Região Nordeste. O Campinense, da Paraiba, virtualmente rebaixado, é o lanterna, com apenas 30 pontos. Mas ABC (31), do Rio Grande do Norte, e Fortaleza (32), do Ceará, também estão em situações complicadas.

Seguem nesta lista o América-RN, que voltou a degola após a derrota para o Bragantino, por 2 a 1, e o Bahia, que apesar de ter saído da zona de rebaixamento, segue com grandes chances de voltar a Série C.

Mas nem tudo é tristeza para os nordestinos da Série B. O Ceará faz sucesso de causar inveja. Na Série B desde 1994, o Vovô, enfim, pode voltar a elite e amenizar os tropeços desta região. O Ceará soma 59 pontos e além doa cesso, vai brigar pelo título.

Na Série C

Por fim, na Série C também não há muito o que festejar. Em uma competição de tiro curto, Sampaio Correa, do Maranhão, e Confiança, de Sergipe, não souberam se planejar e foram rebaixados à Série D.

Mas Icasa, do Ceará, e ASA, de Alagoas, fizeram a festa dos nordestinos. Eles lutaram bravamente e conquistaram o acesso, assim como o América-MG, que foi o campeão, e Guaratinguetá.

Série D

A grande decepção foi o Santa Cruz-PE que saiu logo na 1ª fase da competição. O mesmo caminho seguiu o Moto Club-MA, CSA-AL, Treze-PB, Ferroviário-CE e Flamengo-PI. Sergipe-SE e Central-CE acabaram caíndo depois e quem acabou honrando o Nordeste foi o Alecrim-RN que garantiu o acesso à Série C.

Agência Futebol Interior e Blog de Zeca Soares

Sem comentário para "Choro nordestino"


deixe seu comentário