Sampaio perde artilheiro da Série C para o Náutico

2comentários

O desmanche no time do Sampaio continua após garantir o acesso à Série B e de conquistar o vice no Campeonato Brasileiro Série C.

Quem deixou o clube agora foi o atacante Salatiel, artilheiro da Série C com 8 pontos ganhos que vai jogar pelo Náutico, equipe que também disputará a Série em 2020.

Com a saída de Salatiel, que ficou evidente depois que o Sampaio contratou dois atacantes do Remo, a lista de saída chega a oito atletas.

Estão fora do time: Rodrigo Andrade (Botafogo-PB), Lucas Hulk (futebol Gaúcho), Ferreira (Atlético de Cajazeiras-PB), Esquerdinha (Brasiliense), Andrey (CRB), além de Vitor Bafana e Diones.

Se havia alguma dúvida que que o Sampaio não manteria a base da equipe que conquistou o acesso não precisa de mais nada para confirmar.

Vem time novo por ai….

Foto: Lucas Almeida/ L17 Comunicação

2 comentários »

Globoesporte destaca final do Brasileiro Série C

1comentário

Já está no ar a edição desta segunda-feira (7), do GE Comenta, no Globoesporte Maranhão. Clique aqui e veja o programa completo.

Com a participação da redação do Globoesporte Zeca Soares (coordenador), Afonso Diniz, João Ricardo e Matheus Sampaio (editores) destacam a decisão do Campeonato Brasileiro Série C entre Sampaio e Náutico.

Veja os gols da decisão no Castelão e os lances polêmicos de pênalti que o Sampaio reclama e que o árbitro Paulista FLávio Rodrigues de Sousa não marcou.

O GE Comenta também destaca a campanha vitoriosa do Sampaio com o acesso à Série B.

A turma também destaca a final da segunda divisão do Campeonato Maranhense, a Copa FMF e fala um pouco sobre o calendário do futebol brasileiro para 2020 com grande mudança na Série D.

Foto: João Ricardo

Leia mais

1 comentário »

Náutico conquista título da Série C no Castelão

5comentários

Pintou o campeão brasileiro da Série C. O Náutico que havia vencido o Sampaio na primeira partida por 3 a 1, no Aflitos, arrancou o empate por 2 a 2, com o Sampaio, no Estádio Castelão e leva a taça para Pernambuco pela primeira vez.

Os maranhenses jogaram melhor, mas o Näutico foi cirúrgico e aproveitou a boa vantagem conquistada em Recife.

O Sampaio começou a partida forte e mostrando que iria buscar o resultado e logo a 2 minutos poderia ter aberto o placar se o árbitro Flávio Rodrigues de Souza tivesse marcado um pênalti de Josa em Lucas Hulk.

O primeiro gol saiu aos 13 minutos do primeiro tempo. Everton recebe pela direita, corta o marcador para dentro e chuta de longe de esquerda, a bola quica no gramado e engana o goleiro Jefferson.

O Sampaio reclama de um outro lance de pênalti no fim do primeiro tempo em que Esquerdinha invade a área e cai numa disputa com o lateral Hereda. O juiz acertou dessa vez ao mandar o lance seguir.

No segundo tempo, o Náutico troca Wallace Pernambucano por Jefferson Nem e consegue equilibrar o jogo. Aos 6 minutos, escanteio que Jean Carlos cobra e Álvaro sem marcação cabeceia, a bola vai em cima de Andrey que não consegue evitar o gol de empate do Náutico.

Com o empate, o Sampaio foi com tudo para o ataque e passou a pressionar o Náutico, mas parou nas defesas do goleiro Jeferson.

No contra-ataque, o Náutico teve a chance de virar o jogo, mas Jeferson Nem perdeu a chance. No lance seguinte, Esquerdinha cruzou na área e o artilheiro da Série C apareceu livre para fazer 2 a 1, aos 37 minutos e calar o Estádio Castelão.

O Náutico foi fatal aos 40 minutos, Mateus Carvalho no contra-ataque entra livre e manda a bola entre as pernas de Andrey para empatar novamente o jogo.

Ao final da partida, uma confusão generalizada tomou conta da partida tudo por conta da atuação ruim do árbitro Flávio Rodrigues de Souza que boi bastante criticado.

Não deu para o Sampaio, mas a campanha no Brasileirão Série C é digna do reconhecimento de todos e, principalmente do torcedor que aplaudiu a equipe ao final da decisão.

Foto: Náutico

5 comentários »

Sampaio e Náutico decidem Série C no Castelão

1comentário

O campeão brasileiro da Série C será conhecido neste domingo (8), às 16h, no Estádio Castelão, em São Luís.

Sampaio e Náutico voltam a campo para os 90 minutos finais da decisão onde o time pernambucano saiu na frente e venceu a primeira partida por 3 a 1, no estádio dos Aflitos, em Recife.

O resultado deu uma grande vantagem aos pernambucanos que tentam o seu primeiro título nacional, mas o Sampaio não quer deixar escapar a chance de conquistar o seu quarto título nacional diante da sua torcida.

O Sampaio vai precisar vencer por três gols de diferença para ser campeão. Se vencer por dois gols, a decisão do título será nas cobranças de pênaltis. O Náutico pode até perder por um gol de diferença que ainda assim levará a taça.

Para a partida decisiva, o técnico João Brigatti confirmou o retorno do zagueiro e capitão Paulo Sérgio que se recuperou de contusão, mas tem dúvidas na equipe.

O time que enfrenta o Náutico deve ser: Andrey; Everton, Paulo Sérgio, Odair Lucas e João Victor (Romano); Ferreira, Eloir e Rodrigo Andrade (Lucas Hulk); Esquerdinha, Roney e Salatiel Júnior.

Tudo sobre Sampaio e Náutico você acompanha pela Rádio Mirante AM.

Foto: Lucas Almeida / L17 Comunicação

1 comentário »

Conversa, ajustes e muita confiança no Sampaio

0comentário

O clima no Sampaio é de total confiança para a decisão do Campeonato Brasileiro Série C, no próximo domingo (6), às 16h, contra o Náutico, no Estádio Castelão, em São Luís.

Derrotado nos Aflitos por 3 a 1, o Sampaio precisa vencer por três gols de diferença para levar o título ou pelo menos vencer por dois gols de difrença e provocar a decisão nos pênaltis.

O técnico João Brigatti tem procurado corrigir as falhas apresentadas no setor defensivo e no ataque, mas sobretudo conversado demais com o elenco. Neste momento, uma boa conversa para ajustar a equipe funciona muito bem.

O time que enfrenta o Náutico deverá ter duas mudanças. Na defesa, o zagueiro Paulo Sérgio retorna após se recuperar de contusão. No meio-campo, Rodrigo Andrade deve voltar a ser titular.

Com Rodrigo Andrade, O Sampaio terá uma formação mais ofensiva até porque precisa do resultado elástico.

É dessa forma que o Sampaio vai com tudo para buscar o resultado que necessita para conquistar o tão sonhado quarto título nacional. Até porque não existe outra saída.

Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

sem comentário »

Árbitro de São Paulo apita Sampaio e Náutico

0comentário

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a arbitragem para a partida de volta entre Sampaio e Náutico pelo Campeonato Brasileiro Série C.

O árbitro da decisão será o paulista Flávio Rodrigues de Souza. Ele foi indicado nesta ontem (30) para o quadro da FIFA.

Os assistentes serão Fabrini Bevilaqua Costa (SP) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG). Lucas Canetto Bellote (SP) será o quarto árbitro e Vitor Carmona Metestaine (SP) o quinto árbitro.

Sampaio e Náutico se enfrentam no domingo (6), às 16h, no Estádio Castelão, em São Luís.

Na primeira partida, o Náutico venceu em Recife por 3 a 1 e pode até perder por um gol de diferença que mesmo assim será campeão. O Sampaio tem que vencer por três gols de diferença para conquistar o quarto título nacional. Se vencer por 2 a 0, a decisão do título será nas cobran~cas de pênatis.

Foto: Divulgação

sem comentário »

A missão do Sampaio de João Brigatti

1comentário

Mais do que qualquer tipo de treinamento para corrigir as falhas bisonhas que vimos nos Aflitos e que levaram o Sampaio a perder por 3 a 1 para o Náutico, o técnico João Brigatti vai ter que trabalhar o psicológico da equipe.

Em quatro duelos contra o Náutico nesta temporada, três deles pela Série C, o Sampaio sofreu quatro derrotas.

E por mais que se diga que os resultados anteriores não tem nenhuma relação com o que pode acontecer no domingo, ainda assim, a sequência de derrotas para o Náutico é algo que preocupa o Sampaio e dá mais tranquilidade ao adversário.

O Sampaio já vai começar a partida de domingo perdendo por 2 a 0, mas ainda assim terá que mostrar inteligência na partida e o técnico João Brigatti criar algo que possa surpreender o adversário.

Não adianta querer comçear o jogo e fazer logo os três gols que a equipe necessita. O Sampaio deve trabalhar para fazer os gols sem afobação e, sobretudo não repetir os erros individuais, no setor defensivo e que o seu ataque finalize com mais precisão.

Fora de campo, o torcedor não deve deixar de acreditar. É claro que muitos vão deixar de ir ao Castelão por conta da derrota por 3 a 1, mas é necessário entender que o Sampaio vai depender tambem do apoio e do astral do seu torcedor que pode ser o 12º atleta em campo.

Ficou difícil, mas a não impossível e o Sampaio pode sim chegar a mais um título nacional.

Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

1 comentário »

Sampaio perde em Recife e se complica na decisão

0comentário

O Náutico deu um grande passo rumo à conquista do tiítulo do Campeonato Brasileiro Série C ao vencer o Sampaio por 3 a 1, neste domingo (29), no Estádio dos Aflitos, em Recife.

Com a derrota, o Sampaio tem que vencer por três gols de diferença para conquistar o quarto título nacional. Se vencer por dois gols de diferença, a decisão do titulo será nas cobranças de pênaltis. O Náutico pode até perder por um jogo de diferença.

No jogo marcado por falhas da defesa do Sampaio, o Náutico marcou primeiro aos 27 minutos do primeiro tempo. Numa bola cruzada na área, Vitor Bafana tenta tirar de qualquer maneira, a bola bate em João Vitor vai para o próprio gol do Sampaio. Que lambança!

A resposta do Sampaio é rápida, aos 33 minutos, Josa tenta cortar a bola, mas ela vai para a área do Náutico e sobra para Roney acertar um belo chute de primeira.

O Náutico volta a ficar na frente aos 9 minutos do segundo tempo. Numa cobran;ca curta de escanteio, a bola fica com Wilian Simões que cruza na primeira trave, e Camutanga vai lá no alto. Testa para dentro da meta sem chance de defesa de Andrey que sai perdido no lance.

O Náutico ainda faria o terceiro aos 41 minutos em nova falha da zaga do Sampaio que bate cabeça, a bola sobra para Jhonnatan que chuta no cantinho.

A partida de volta entre Sampaio e Náutico será no próximo domingo (5), às 17h, no Estádio Castelão, em São Luís.

Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

sem comentário »

Náutico e Sampaio iniciam decisão da Série C

0comentário

Náutico e Sampaio iniciam neste domingo (29), às 16h, no Estádio dos Aflitos, em Recife, a decisão do Campeonato Brasileiro Sërie C.

O Sampaio e a FMF tentaram a interdição dos Aflitos alegando a falta de segurança após a invasão de torcedores do Náutico no jogo de acesso contra o Paysandu, mas o pedido foi negado pelo STJD.

As duas equipes já se enfrentaram duas vezes na primeira fase da competição e o Náutico levou a melhor vencendo por 2 a 0, em São Luís e 2a 1, em Recife.

Para a partida de hoje, o Sampaio não terá o zagueiro e Capitão Paulo Sérgio que se recupera de contusão. A única dúvida do técnico João Brigatti é no meio-campo entre Rodrigo Andrade ou Lucas Hulk.

O time do Sampaio enfrenta o Náutico com Andrey; Everton, Vítor Bafana, Odair Lucas e João Vitor; Ferreira, Eloir, Rodrigo Andrade (Hulk) e Esquerdinha; Salatiel Júnior e Roney.

Tudo sobre Náutico e Sampaio você acompanha pela Rádio Mirante AM.

Foto: Lucas Almeida / L17 Comunicação

sem comentário »

Sampaio nunca deixou escapar título em casa

0comentário

Acesso garantido, torcida satisfeita, mas a missão “Série C 2019” ainda não foi concluída, uma vez que o Sampaio está bem perto de conquistar seu quarto título nacional. Para festejar esse tetra, o time maranhense tem que superar o Náutico em dois jogos nos próximos fins de semana. O primeiro confronto será neste domingo (29), as 16h, nos Aflitos.

Nesse campo de batalha, o Tricolor é reconhecidamente um vencedor. Afinal de contas, o time já tem três conquistas de Campeonato Brasileiro. Por outro, o Timbu está atrás da sua primeira glória.

Esta é a quinta final de Campeonato Brasileiro na história do Sampaio, a terceira em menos de uma década. Outro aspecto positivo para os maranhenses é que todas as finais disputadas com o último jogo em São Luís, o Sampaio foi campeão.

A primeira vez que o Sampaio foi campeão brasileiro foi em 1972, no Nhozinho Santos, da Segunda Divisão. O segundo título foi em 1997, já no Castelão, e conquistado de forma invicta. Nós avançamos na história e chegamos a 2012, de novo no Castelão, agora pela Série D. Naquela oportunidade, o estádio tinha sido reinaugurado recentemente. Naquele ano, o Tricolor foi campeão invicto novamente em uma final contra o Crac de Goiás.

No ano seguinte, em 2013, o Sampaio voltou a uma final e enfrentou o Santa Cruz, mas desta vez com o último jogo na casa do adversário, no Arruda, em Pernambuco. O resultado foi o vice-campeonato para os maranhenses.

Único brasileiro com três títulos nacionais em divisões diferentes, o Sampaio tem agora a oportunidade de começar a acumular mais conquistas nacionais e reforçar sua posição como uma das referências do Norte e Nordeste e nada melhor que um duelo nordestino pra contar essa história.

Foto? Lucas Almeida / L17 Comunicação

GE MA

sem comentário »