Edivaldo participa de festa no Circo Escola

4comentários

O picadeiro do Circo Escola, programa social executado pela Prefeitura de São Luís, foi palco de muitas brincadeiras, animação e alegria na manhã especial de lazer promovida, nesta quinta-feira (18), para as crianças e adolescentes atendidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), na capital. A iniciativa, que integra a programação de atividades desenvolvidas pela Prefeitura em comemoração ao Dia das Crianças – 12 de outubro – contou com a presença do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. Cerca de 400 crianças participaram da ação, oportunidade na qual também puderam aprender um pouco da arte circense, com integrantes do grupo O Circo tá na Rua.

No evento, Edivaldo acompanhou as atividades desenvolvidas especialmente para promover momentos de interação e socialização à garotada da região. “Aqui no Circo Escola a nossa gestão já promove diversas atividades de cidadania, artísticas e culturais para o desenvolvimento educacional e psicossocial das crianças e, hoje, celebramos mais um dia especial em que elas puderam brincar, aprender e se socializar. A alegria e espontaneidade delas nos encanta e também nos estimula a fazer cada vez mais por cada menino e menina da nossa cidade”, afirmou o prefeito, que esteve acompanhado da primeira-dama Camila Holanda; do vice-prefeito, Julio Pinheiro; e da secretária municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Andréia Lauande.

Além das brincadeiras, houve ainda distribuição de brinquedos, lanches, apresentação da Turma Mateus Kids, do Grupo Mateus, parceiro da ação, entre outras atrações culturais.

Segundo a secretária municipal da Criança e Assistência Social, Andréia Lauande, o programa Circo Escola está incluído no grupo de equipamentos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Atende mais de cinco mil pessoas de 60 bairros e tem parceria de rede socioassistencial formada por 58 entidades conveniadas. São assistidas crianças até seis anos; crianças de seis a 15 anos; adolescentes de 15 a 17 anos; e idosos.

A secretária afirma ainda que, além do Circo Escola, a Prefeitura desenvolve ações socioassistenciais em mais 62 entidades conveniadas, além da Casa do Bairro e o Centro de Convivência da Vila Luizão.

Foto: A. Baeta

4 comentários »

Circo Escola

0comentário

Circo

O prefeito Edivaldo entregou nesta sexta-feira (19) o Circo Escola, na Cidade Operária. O projeto atenderá crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, ampliando as oportunidades, a partir da interação artística, cultural e educativa. A inauguração do espaço contou com apresentação de malabaristas, palhaços e música no picadeiro do circo.

“Temos a oportunidade de fazer a entrega para a Cidade Operária, e toda essa região, de um símbolo da cidade. O Circo Escola é um espaço de convivência para crianças e adolescentes, que receberão atividades circenses e lúdicas, com ações integradas entre várias secretarias”, explicou o prefeito Edivaldo.

O Circo Escola atenderá aproximadamente 334 crianças e adolescentes, com idade entre sete e 17 anos, que terão à disposição 12 oficinas nas áreas de artes circense, visual, cênica, música, dança, esporte, música e lazer, educação ambiental e ações socioeducativas. O encaminhamento dos adolescentes e crianças para o projeto será feito pelos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) da Cidade Operária, Janaina e João de Deus; pelo Centro de Referencia Especial em Assistência Social (Creas); e pelo Conselho Tutelar da área.

A secretária municipal da Criança e Assistência Social, Andréia Lauande, relatou que o circo é resultado da sensibilidade da gestão para atender pessoas em situação de vulnerabilidade. “É um presente muito grande para São Luís, o prefeito Edivaldo devolve para São Luís o Circo Escola, com uma nova roupagem e numa área que precisa tanto. É um trabalho preventivo e o combate à violência sendo prioridade da gestão do prefeito Edivaldo”, apontou Andréia.

Algumas oficinas já iniciaram. Maria Tereza é avó de Luiz Henrique, 10 anos, que tem deficiência intelectual. A criança, atendida pelo Cras Cidade Operária, já iniciou as oficinas de arte circense e segundo a avó, já é possível perceber benefícios para o neto. “Ele tem evoluído, muitas coisas que ele tinha dificuldade está conseguindo fazer. A gente vê isso no agir dele. A convivência com outras crianças e as aulas do circo que estão dando esse resultado”, destacou.

Para inauguração, um grupo de crianças e adolescentes que já iniciaram as oficinas do Clube de Mães Mariana, entidade ligada ao Cras da Cidade Operária, fizeram uma apresentação especial de malabares, pernas de pau e palhaços. Houve distribuição de algodão doce, pipoca, picolé e maçã do amor.

Estiveram presentes durante a inauguração das novas instalações do Circo Escola, os vereadores Ricardo Diniz (PHS), Francisco Chaguinhas (PSB), Barbosa Lages (PDT), Josué Pinheiro (PSDC), Batista Matos (PPS); e os secretários municipais Lula Fylho (Governo), Breno Galdino (Segurança com Cidadania), Andréia Lauande (Criança e Assistência Social), Tati Lima (Informação e Tecnologia), Geraldo Castro (Educação), Antônio Araújo (Obras e Serviços Públicos); e o presidente do Instituto Municipal de Paisagem Urbana, Luiz Carlos Borralho.

Foto: Maurício Alexandre

sem comentário »