Polêmica envolve dono do bar do Léo e casal gay

32comentários

A polêmica sobre o episódio registrado na semana passada no Bar do Léo, no Vinhais continua. Nas redes sociais, este é um dos assuntos mais comentados.

O Léo, proprietário do bar que funciona na Feira do Vinhais teria se “excedido” com um casal homossexual que “trocava carinhos” em uma das mesas.

A vítima, o publicitário Maurício Albino escreveu nas redes sociais: “Na noite de quinta-feira fui vítima de homofobia e discriminação no estabelecimento. O dono do bar nos abordou de forma agressiva, na mesa em que eu estava com amigos falando que o ambiente não permitia aquele tipo de conduta. Tudo isso porque eu estava apenas apoiado no ômbro do meu companheiro e de mãos dadas. Uma coisa mínima que gerou essa atitude ridícula. As pessoas que estava, ao redor ouviram toda a situação constrangedora. Inclusive fui abordado por outros clientes que prestaram apoio.

O caso foi visto como preconceito e homofobia e provocou muitas críticas.

Gente que também frequenta o bar e conhece o Léo saiu em defesa alegando que o seu temperamento é esse e que nem casal hétero ele permite que se beije no local.

Mas onde é que uma situação ou outra é proibida?

Vale lembrar que o bar funciona em um local público que é a Feira do Vinhais.

O fato é que pegou muito mal e até a esposa do Léo veio às redes sociais pedir desculpas. Segundo Jandira Moura houve um mal entendido.

“Em nome do Bar do Léo, lamento o mal entendido entre o Léo e o casal homossexual, mas não houve expulsão de ninguém. Léo inclusive pede desculpas pela forma como conversou, como disse hoje conversando aqui e explicando o que aconteceu. Aqui é um espaço democrático, continuará sendo”.

Longe de aceitar a situação apenas como “mal entendido”, Maurício disse que está recorrendo à todas medidas jurídicas para reparar o dano.

“Estarei hoje formalizando uma denúncia com testemunhas na delegacia e vou recorrer à todas as medidas jurídicas e administrativas possíveis, inclusive através do Procon. Além de dano moral, lesou meu direito como consumidor”, escreveu Maurício.

Fotos: Reprodução/Redes sociais

32 comentários »