Matemática do Sampaio contra o rebaixamento

2comentários

O jogo com o Avaí já faz parte do passado. Não adianta mais lamentar o fato do Sampaio ter deixado escapar uma vitória em Florianópolis.

O time abriu a vantagem por 1 a 0 e segurou a vitória até mais da metade do segundo tempo, mas acabou sendo derrotado por 3 a 1.

Faltando apenas 10 jogos para o término da Série B, o Sampaio tem pela frente 10 decisões e a primeira delas será contra o Oeste, neste sábado (29), às 16h30, na Arena Barueri.

Com apenas 25 pontos e ocupando a última colocação, o Sampaio tem que vencer o Oeste para seguir na luta contra o rebaixamento.

Para se livrar do rebaixamento, o Sampaio deve atingir entre 43 e 44 pontos e para isso terá que conquistar 19 dos 30 pontos que ainda terá pela frente.

Muita gente até já jogou a toalha, mas o fato é que o Sampaio ainda tem mais do que chances matemáticas de se salvar do rebaixamento.

Por tudo isso, a vitória diante do Oeste é fundamental para as pretenções do Sampaio.

Foto: Lucas Almeida

2 comentários »

Pergunta que a torcida do Sampaio tem que fazer…

6comentários

Acompanhando o momento difícil do Sampaio na Série B, a torcida ainda tenta responder por que o time foi tão bem na maior competição do primeiro semestre, a Copa do Nordeste, e não consegue o mesmo êxito no segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Nessa fase logo aparecem os profetas do apocalipse que creditam tudo na conta do atual presidente, o também deputado Sergio Frota.

Porém, a questão mais importante que o torcedor terá que enfrentar nessa atual conjuntura é: o Sampaio ganhará mais com um presidente deputado ou não?

Se se focar o caso do Flamengo, por exemplo, o presidente do clube de maior torcida do Brasil sabe que com um mandato político as chances de ajudar o seu time são muito maiores.

O jogo não é ganho somente dentro das quatro  linhas.

Futebol também se decide nos bastidores, com influência, com representatividade, com força política.

É só lembrar do passado recente do Tubarão.

O seu ex-presidente, depois que não logrou êxito em se reeleger, perdeu força e não conseguiu mais manter o Sampaio estruturado, levando o tricolor ao ostracismo.

E foi exatamente nessa hora que Sergio Frota apareceu, e, hoje, o Sampaio voltou a ser respeitado nacionalmente.

O próprio ex-presidente do Moto, Hans Nina, após não ser eleito vereador em 2016, abriu mão da presidência do clube, talvez por perceber que não teria forças para comandar o time sem o poder da política na forte Série C.

Os tempos são difíceis, mas é muito importante o torcedor levar em consideração que outro título pode muito ajudar ou prejudicar seu time: o seu título de eleitor.

O Sampaio ganhará mais com um presidente deputado ou não?

A pergunta é para todo torcedor…

Blog do Marco D’Eça

6 comentários »

Marcinho Guerreiro é o novo técnico do Sampaio

7comentários

No ano em que levou o Moto ao título de campeão maranhense, o Imperatriz ao acesso à Série C, o técnico Marcinho Guerreiro tem mais uma dura missão.

O treinador acertou com o presidente do Sampaio e chega como “salvador da pátria” para livrar o time do rebaixamento para a Série C.

Marcinho Guerreiro foi jogador do Sampaio em 2009 e deixou o clube após a diretoria anunciar a redução dos salários dos jogadores. Na época, Marcinho não aceitou.

A missão de Marcinho Guerreiro não é nada confortável. Com 21 pontos, o Sampaio é o penúltimo colocado e precisa vencer pelo menos oito dos 13 jogos que terá pela frente para escapar do rebaixamento.

a apresentação de Marcinho e da nova comissão técnica será nesta quinta-feira pela manhã no Castelão.

Serão 13 decisões pela frente e a primeira delas é neste sábado, 19h, no Estádio Moisés Lucarelli contra a Ponte Preta.

 

Foto: Divulgação

7 comentários »

Vitória em Belém mudou panorama no Sampaio

0comentário

A vitória por 1 a 0 diante do Paysandu, reanimou o elenco do Sampaio na briga contra o rebaixamento na Série B. Com o triunfo diante dos paraenses, o Tricolor quer manter as boas atuações das últimas partidas, onde também empatou com o Vila Nova, para buscar a segunda vitória seguida na competição.

“A vitória traz confiança. Agora vamos partir para mais um confronto direto, com o intuito de repetir as atuações eficientes que tivemos, sobretudo na última rodada, e tentar vencer novamente”, disse o técnico Paulo Roberto.

Uma nova vitória pode deixar o Sampaio a um ponto dos times que estão na briga para sair da zona de rebaixamento. São Bento, CRB, Brasil de Pelotas, Paysandu e Criciúma estão empatados com 25 pontos, com o time gaúcho e a equipe de Sorocaba ocupando, respecitavamente, a 17ª e 18ª colocação.

O jogo diante do CRB é encarado como uma nova decisão para o Sampaio, que vê a possibilidade de se aproximar de uma saída da zona de rebaixamento.

“O grupo ganhou confiança extra com a vitória sobre o Paysandu. Agora teremos outra partida complicada, contra uma equipe muito forte quando atua em casa, mas estamos preparados para jogar de igual pra igual e buscar mais um resultado positivo”, disse o zagueiro Rogério.

Com 21 pontos, o Sampaio ocupa a 19ª colocação na Série B. O confronto diante do CRB será realizado na próxima sexta-feira, às 21h30.

Foto: Lucas Almeida

Leia no Globoesporte

sem comentário »

Sampaio tem duelo direto contra o rebaixamento

0comentário

O Sampaio enfrenta o Paysandu, neste sábado (25), às 16h30, no Estádio da Curuzu, em Belém. O time maranhense está mergulhado numa crise por conta da sequência de resultados negativos na  Segundona. São 12 jogos consecutivos sem vitória.

As duas equipes são adversários diretos na luta contra o rebaixamento. O Paysandu, com 25 pontos é a primeira equipe fora da zona de rebaixamento.

O Sampaio que tem apenas 18 pontos é o penúltimo com 18 pontos e mesmo que vença o Paysandu não subirá nenhuma posição, mas pode até cair para a lanterna caso não vença o Paysandu e o Boa Esporte ganhe do Juventude.

No primeiro turno, Sampaio e Paysandu empataram por 1 a 1, no Castelão, em São Luís.

O time do Sampaio deverá ser: Gustavo Busatto; Bruno Moura, Rogério, Maracás e Julinho; Adilson Goiano, Jocinei, Fernando Sobral, Matheusinho (Willian Oliveira/Eloir) e Bruninho; Alison Mira (Uillian Barros).

Tudo sobre Paysandu e Sampaio você acompanha pela Rádio Mirante AM.

Foto: Lucas Almeida

sem comentário »

Crise e futuro do Sampaio na Série B

10comentários

O Sampaio não pode e não deve tentar explicar a sua crise no Campeonato Brasileiro Série B, atribuíndo apenas a problemas financeiros. Esse é o pior caminho para tentar explicar o fracasso do clube até aqui.

E nem quero aqui entrar no mérito de quanto o clube arrecadou nesta temporada. Isso é um problema do Sampaio, mas pelo que recebeu tinha tudo para ter um time que estivesse obtendo melhores resultados, mas este não é o caso.

Ontem, no jogo contra o Vila Nova vi um time desesperado e procurando resolver de qualquer maneira e não vai ser assim. O Sampaio é um time calado, sem atitude, passivo como é o seu treinador.

O time é fraco isso é verdade, mas é com essa equipe que o Sampaio vai ter que se virar para fugir do rebaixamento. Mas nada disso adiantará se os jogadores não entenderem isso. Se não defenderem essa camisa como se estivessem brigando por um prato de comida. Falta doação, falta garra, falta sangue nos olhos.

Fora de campo, sem apoio da torcida que não vai e os que vão parecem não acreditar que é possível sair disso, as coisas vão piorando rodada a rodada e o Sampaio vai afundando.

Talvez esse seja o grande problema no momento, pois os jogadores perderam o apoio da imensa maioria dos torcedores.

Está claro que o Sampaio tem problemas internos que prejudicam o time dentro de campo. Mais quais são esses problemas? Como identificá-los para que não continuem atrapalhando o objetivo principal que é permanecer na Série B.

A hora é de reação. E se ela não veio nestes dois jogos no Castelão terá que vir agora fora de casa contra Paysandu e CRB que são adversários diretos na luta contra o rebaixamento.

Enfim, não adianta buscar motivo e muito menos culpados. O momento é de reação e que ela venha o quanto antes ou será tarde demais.

Foto: Lucas Almeida

10 comentários »

Sampaio tropeça e chega a 12 jogos sem vencer

14comentários

Ainda não foi dessa vez que o Sampaio reencontrou o caminho da vitória no Campeonato Brasileiro Série B. Na quarta partida sob o comando do técnico Paulo Roberto Santos, o Sampaio não ganha e não apresenta evolução.

Agora há 12 partidas sem vencer, o Sampaio só empatou com o Vila Nova-GO, no Castelão por 0 a 0 diante de um público pequeno de 1.354 pagantes e 731 sócios torcedores.

O Sampaio até tentou buscar o resultado nos chutes de longe de Fernando Sobral e do “gordinho” Jucinei, mas parou no bom goleiro Mateus do Vila. Os mais esperançosos vão logo dizer que o time melhorou, mas segue sem vencer e perdeu pontos preciosos em casa.

Com o resultado, o Sampaio permanece na penúltima colocação com 18 pontos e há 7 pontos da primeira equipe fora da zona do rebaixamento que é o Paysandu.

Os dois próximos jogos do Sampaio são fora de casa com adversários que também lutam contra o rebaixamento.

O primeiro confronto será contra o Paysandu, no sábado (25), às 16h30, na Curuzu, em Belém. Depois pega o CRB, na sexta-feira (31), às 21h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

Foto: Lucas Almeida

14 comentários »

Vitória é obrigação do Sampaio no Castelão

6comentários

O Sampaio inicia semana decisiva na Série B. Com 17 pontos, mesma pontuação do lanterna Boa Esporte, mas ocupando a penúltima colocação, o time maranhense tem um duelo muito difícil contra o Guarani, no sábado (18), às 19h, no estádio Castelão.

Se o empate por 0 a 0 com o Coritiba, mesmo na situação incômoda que está pode ser considerado um bom resultado, agora o Sampaio não poderá vacilar em casa.

A missão do Sampaio é difícil, mas a matemática é simples. O time precisa fazer 28 pontos neste returno para não ser rebaixado. Dos 18 jogos que ainda terá, a metade será em casa, por isso a vitória diante do Guarani é mais do que uma obrigação.

Não vou ser precipitado ao ponto de dizer que o time melhorou por conta do resultado diante do Coritiba, nem que continua jogando mal, até porque o Coxa se mostrou ser uma equipe frágil e pressionada.

O importante foi que o Sampaio conquistou um ponto fora e nas atuais circunstâncias não deixa de ser bom.

Três pontos diante do Guarani vão garantir ao Sampaio a tranquilidade que jogadores e comissão técnica precisam para reagir na Série B.

Foto: Lucas Almeida

6 comentários »

A missão complicada do Sampaio na Série B

1comentário

Não é apenas a realibitação no Campeonato Brasileiro Série B que o Sampaio vai buscar hoje (10), às 21h30, diante do Coritiba, no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Sem vencer há nove rodadas e ocupando a penúltima colocação com apenas 16 pontos, a partir de hoje, o Sampaio precisa conquistar 28 dos 57 pontos que disputará no returno.

Com 44 pontos, o Sampaio certamente se livrará do rebaixamento. Por isso, um empate diante do Coritiba vai ajudar muito.

O maior complicador é que o Sampaio terá nove jogos em casa e terá a obrigação de vencer todos para alcançar 27 pontos, ou do contrário vai ter que buscar fora os pontos perdidos aqui, o que convenhamos não é nada fácil. Na fase de ida, foram 10 jogos em casa e 30 pontos disputado e o Sampaio só conseguiu 12 pontos.

Em nove jogos fora de casa na fase de ida, o Sampaio só obteve 4 dos 27 pontos disputados. O que é muito pouco.

A matemática do Sampaio é essa. O time precisa pontuar fora e vencer os seus jogos em casa.

Foto: Lucas Almeida

1 comentário »

Quem vai resolver o problema do Sampaio?

3comentários

O atacante Misael é uma das apostas do Sampaio para buscar a reação na Série B e fugir da Zona de rebaixamento.

O jogador não estava nos planos do Sampaio, mas vinha treinando no clube apenas para recuperar a forma após uma pneumonia, mas acabou acertando com o clube e deve ficar como opção nas próximas rodadas.

Não gosto de dar opiniões precipitadas. Prefiro primeiro ver para depois falar, mas se estiver bem fisicamente, Misael pode ser um jogador útil ao Sampaio, embora não tenha sido destaque nas últimas equipes por onde passou. Sua última equipe foi o Joinville-SC, rebaixado na Série C com a pior campanha.

Misael já disputou a Série B por diversas equipes e isso é importante neste momento para o Sampaio, mas não vamos imaginar que Misael resolverá sozinho, até porque não é mais aquele jogador que viveu grande fase no Moto e brilhou no Ceará.

Mesmo já tendo contratado oito jogadores após a sua chegada, o treinador Paulo Roberto Santos tem dito nas entrevistas que o Sampaio precisa de reforços pontuais. Isto só mostra que o clube ainda procura um “salvador da pátria” e é bom que ele chegue o quanto antes.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

3 comentários »