Sérgio Frota e Murilo Dias são eleitos no Sampaio

0comentário

O presidente Sérgio Frota foi reeleito por aclamação e vai comandar o Sampaio no biênio 2020/2021. A dupla terá como principal missão de saída o Campeonato Brasileiro Série B. Pela participação na competição, o Sampaio receberá pelo menos R$ 8 milhões referentes à cota de TV, mas esse valor deverá ser reajustado pela CBF.

No comando do clube há 12 anos, Sérgio Frota terá como vice, o empresário e presidente do Sampaio Basquete, Murilo Dias que substitui ao deputado federal Josimar de Maranhãozinho que nem os jogos do clube acompanhava.

Com o acesso à Série B, Sérgio Frota decidiu permanecer no clube para mais dois anos e deverá concorrer a vaga na Câmara de Vereadores de São Luís.

Sérgio Frota disse que pretende renovar o contrato com toda a comissão técnica e a base de jogadores. Ele já iniciou as conversas com o técnico João Brigatti que também teria propostas de outras equipes.

Com a reeleição garantida, Sérgio Frota ainda pode antecipar o recebimento de parte da cota que o Sampaio tem direito no Campeonato Brasileiro Série C. O clube precisa de R$ 1,5 milhão para quitar salários e premiação de jogadores pelo acesso à Série B.

Conselho Diretor
Presidente: Sergio Barbosa Frota
Vice-presidente: José Murilo Soares Dias Júnior

Membros do Conselho Deliberativo – Efetivos
1 – Eurico Pacífico de Sousa Junior
2 – Francisco Ronaldo Maciel
3 – Gabriel Ahid Costa
4 – Glauco Andrade e Silva
5 – Hélio Ferreira Moraes Rego
6 – José Murilo Soares Dias Júnior
7 – João Batista Teixeira Oliveira
8 – Josimar Cunha Rodrigues
9 – Lourival Marques Bogéa
10 – Luis Fernando Rodrigues Cadilhe Brandão
11 – Luis Gustavo Verri de Oliveira
12 – Márcio Lima Fontinele
13 – Nilson Santos Garcia
14 – Othelino Nova Alves Neto
15 – Perez Silva da Paz
16 – Ricardo Luís Soares Macieira
17 – Sergio Barbosa Frota
18 – Sergio Macedo de Abreu
19 – Severino José Coelho Neto
20 – Silvio Magno Silva Cruz

Membros do Conselho Deliberativo – Suplentes
1 – André Ferreira Martins
2 – Edivaldo pereira Biguá
3 – Eron da Silva Rodrigues Filho
4 – Francisco de Assis Maciel Carvalho
5 – George de Melo Aragão
6 – Hugo André Louzeiro Oliveira
7 – João de Luna Arruda Filho
8 – Luis Flávio Rodrigues Cadilhe
9 – Paulo André Araújo Maciel
10 – Wladimir Teobaldo de Albuquerque

Membros do Conselho Fiscal – Titulares
1 – Genésio Beltrand Neto
2 – Luis Fernando Cadilhe Brandão
3 – Rafael Pinheiro Gomes de Melo Alvim

Membros do Conselho Fiscal – Suplentes
1 – Eduardo Cavalcanti de Santana Júnior
2 – Raimundo da Conceição Ribeiro Pereira

sem comentário »

Sampaio faz eleição para antecipar cota na CBF

5comentários

O Sampaio realiza nesta quinta-feira (10), às 19h, eleição para conselhos deliberativo e fiscal, na sede do clube para o pleito 2020/2021.

O presidente Sérgio Frota que dirige o clube há 12 anos é o candidato único à reeleição e comandará o clube por mais dois anos.

Com a antecipação da eleição do Sampaio, o presidente Sérgio Frota conseguirá antecipar o recebimento de parte da cota que terá direito no Campeonato Brasileiro Série B em 2020.

Segundo Frota, Sampaio precisa de R$ 1,5 milhão para quitar salários e premiação de atletas pelo acesso à Série B.

Este ano, o valor da cota recebida pelas equipes que disputaram a Série B foi de R$ 8 milhões, mas deverá ser reajustado de acordo com o contrato com a televisão.

O Sampaio espera antecipar pelo menos 80% ( R$ 1,5 milhão ) do valor que necessita para fechar o ano junto à CBF.

Foto: Lucas Almeida / L17 Comunicação

5 comentários »

Sampaio reúne para definir futuro de Brigatti

5comentários

O futuro do técnico João Brigatti no Sampaio será definido hoje à tarde, em reunião com o presidente Sérgio Frota.

Responsável direto pelo acesso do Sampaio novamente à Série B e vice-campeão Brasileiro da Série C, o técnico João Brigatti tem afirmado que a sua preferência é permanecer no Sampaio.

Mas apesar da preferência, a permanência de Brigatti vai depender do acerto financeiro com Frota que está em um beco sem saída.

No momento, a torcida do Sampaio não aceitaria a saída do seu treinador, por isso, o clube vai ter que aumentar o salário de Brigatti assim como de vários jogadores do atual elenco para que eles permaneçam para a próxima temporada.

O acesso valorizou todos no Sampaio e a “cota gorda” da Série B, certamente obrigará o Tricolor a gastar mais na próxima temporada.

Mas aposto na permanência de Brigatti, afinal ele quer ficar e o Sampaio quer que permanceça. Dessa forma, as duas partes chegarão a um acordo.

Foto: Reprodução / TV Mirante

5 comentários »

Sérgio Frota destaca ajuda de Fernando Sarney

4comentários

O presidente do Sampaio, Sérgio Frota foi o entrevistado de hoje (11), no Bom Dia Mirante, na TV Mirante. (Clique aqui e veja a entrevista na íntegra).

Sérgio Frota deu sinais de que após o acesso pode até disputar a eleição para vereador em São Luís. “O futuro a Deus pertence”, afirmou.

O dirigente criticou a falta de investimento e apoio ao futebol e prometeu manter a base do time que garantiu o acesso à Série B e o técnico João Briugatti para a temporada 2020. E afirmou que pretende antecipar a eleição do clube para que possa pleitear junto À CBF a antecipação da cota de patrocínio que terá direito na Série B no ano que vem.

Sérgio Frota fez um agradecimento especial ao vice-presidente da CBF, Fernando Sarney e afirmou que ele [Fernando Sarney] faz muito pelo futebol maranhense. “Ele foi fundamental”, disse.

Veja os trechos da entrevista:

Acesso e investimento

“Esse foi o quinto acesso do Sampaio. Nós temos três rebaixamentos e temos quatro acessos para a série C, três desses na formatação que é hoje, uma da série D para a série C. Porque ano passado com o rebaixamento do Sampaio, muitas pessoas se afastaram e houve uma queda de patrocínio, uma queda de investimento, mas é fundamental e eu acho que devo parabenizar os jogadores, a comissão técnica d a diretoria. Agradecer também a torcida que compareceu finalmente nesse jogo do acesso. Que bom seria se a gente tivesse sempre esse público no Castelão porque eles são o fortalecimento do futebol maranhense. Eu sou muito questionado sobre o bate e volta do Sampaio e eu explico que nós fomos rebaixados em 2016, subimos em 2017, rebaixados em 2018 e novamente tivemos acesso nesse ano. Falta investimento no futebol maranhense, tanto da iniciativa privada quanto do poder público que me dá muita satisfação ouvir o governador falar e o secretário de estado em um projeto. Porque é muito difícil você estar na série B. Todos os 20 clubes vão receber de 7 a 8 milhões. O agregado que se pode botar a isso é difícil, porque isso vem através de merchandising e do patrocínio e eu vou dar um exemplo aqui. No ano passado, o Sampaio foi rebaixado e o patrocinador do Sampaio era R$ 20 mil. O CSA de Alagoas que é o estado que tem o PIB menor do que o Maranhão tinha um patrocínio de R$ 120 mil de uma usina de álcool. Então veja a discrepância, o Paysandu que não subiu tem R$22 mil, o Remo que não subiu tem R$ 20 mil e o Santa Cruz tem mais de R$ 25 mil. Então há uma diferença grande e talvez isso explique a questão de você ir e voltar”.

Eleição de vereador

“O futuro a Deus pertence. Minha cabeça não está na política agora, minha cabeça está no Sampaio e volto a dizer, foi um desafio muito grande porque muitos se afastaram e isso é normal. Nós temos que criar as condições com a experiência de estar 12 anos no comando do time mais popular do Maranhão, de maior torcida, apesar disso não se reverter em receita para o clube. Todos os mecanismos de receita que um time de futebol pode ter, nós temos tentado implementar no Sampaio sem sucesso. O Sampaio no auge, no G4 da série B em 2015, tínhamos cerca de dois mil torcedores e eu não estou reclamando porque nós estamos em um estado com a menor renda per capita do Brasil e o poder aquisitivo do torcedor do Sampaio é baixo, é classe C, D e E. Eu reconheço isso, tanto que, nós temos o ingresso mais barato do Brasil. É só você pegar no ranking. Eu queria dizer que antes do mata-mata, o Sampaio estava no 13º, atrás do Imperatriz. Quero inclusive parabenizar o Imperatriz, que subiu no ano passado e esse ano fez uma campanha belíssima. A maneira como a cidade abraçou o cavalo, eu conversando ontem no palácio com o secretário Cleiton Noleto e ele disse que fez um jantar, arrumou R$ 250 mil no jantar. Um jantar que eu não arranjo R$ 20 mil. Eu quero dizer que é necessário a gente criar esses mecanismos, geração de receita, já que 85% da receita do clube vem de direito televisivo. Pode ser para o Flamengo, para o Corinthians, tá aí porque a Globo se discute muita cota e é fundamental que a gente tenha esse investimento porque se não tiver, vai ser sempre isso de bater e voltar”.

Eleições no clube

“Eu sou um homem de uma palavra só. Eu disse que não queria ser candidato e agora eu me vejo em uma situação em que existe algo chamado compliance financeiro. E hoje, imagina como eu me senti naquele segundo gol do São José. O Sampaio tem um passivo de R$ 1 milhão e nós queremos que haja antecipação dessa receita no ano de 2020 sendo que o meu mandato vai até 31 de dezembro. Então eu vou ter que discutir com meu conselho deliberativo essa antecipação de eleição. Realmente não era o que eu queria, porque para mim a democracia pressupõe alternância de poder e eu já estou 12 anos e meio e já estourei minha cota de sacrifício. Eu já passei muito aniversário de filho meu, eu já passei muitos dias dos pais viajando, inclusive esse agora com o Sampaio porque eu acompanhei todos os jogos. No ano passado, o Sampaio depois de ter a maior conquista dele no dia 7 de julho, 20 dias depois o Sampaio estava na zona de rebaixamento. Eu abandonei a campanha e fui a todos os jogos do Sampaio, evitei o rebaixamento, mas se tiver que fazer nós vamos”.

Base e Brigatti

“A base é fundamental, estou muito satisfeito e queria destacar o grande trabalho desse treinador que é o João Brigatti. Durante esses anos, eu tive cerca de 16 treinadores e posso dizer que esse foi o melhor treinador que já tive. Vou te dizer o motivo, além de ser um cara comprometido, sério e trabalhador, ele vive futebol 24 horas, ele ganha um salário no Sampaio, teve uma proposta de time da série C com muita mais força financeira, que ofereceu o triplo e ele não me disse, eu soube através de um repórter de Pernambuco que me ligou e ele disse para mim: “Presidente, eu não lhe falei porque eu não iria”. Então fica meu agradecimento ao João Brigatti e dizer que o planejamento é fundamental. Você sente que o clube de futebol é uma empresa, hoje inclusive, está sendo tramitado no Congresso a efetivação do clube-empresa e é fundamental que a gente tenha isso para que não ocorra o que aconteceu com o Figueirense, mas a minha ideia é manter a base e as pessoas as vezes dizem ‘Não mantém’, não mantém porque se o cara ganha x com o acesso ele já se valoriza, e quero dizer o seguinte: nós não paramos por aqui. O primeiro objetivo é classificar e nós conseguimos com três rodadas de antecedência, depois teve a vantagem do mata-mata com duas rodadas de antecedência, o nós conseguimos o acesso e eu vou fazer tudo juntamente com esse grupo, o trabalho é do grupo todo, não é só meu, para que a gente possa botar esta quarta estrela naquele manto do Sampaio Corrêa”.

Futebol empresa

“Está sendo tramitado no Congresso a efetivação do clube-empresa e é fundamental que a gente tenha isso para que não ocorra o que aconteceu com o Figueirense, mas a minha ideia é manter a base e as pessoas as vezes dizem ‘Não mantém’, não mantém porque se o cara ganha x com o acesso ele já se valoriza, e quero dizer o seguinte: nós não paramos por aqui. O primeiro objetivo é classificar e nós conseguimos com três rodadas de antecedência, depois teve a vantagem do mata-mata com duas rodadas de antecedência, o nós conseguimos o acesso e eu vou fazer tudo juntamente com esse grupo, o trabalho é do grupo todo, não é só meu, para que a gente possa botar esta quarta estrela naquele manto do Sampaio Corrêa”.

Agradecimento

“Eu queria deixar um agradecimento especial ao vice-presidente da CBF, Fernando Sarney, que foi fundamental. Como Sérgio Frota? Eu falei para o Fernando depois jogo em Porto Alegre, onde nós fomos prejudicados, teve um gol legal que foi anulado, e eu falei Fernando eu preciso de uma arbitragem neutra e ele fez tudo. Então meu muito obrigado, já que muita gente diz que Fernando não faz nada e eu quero dizer para você que ele faz muito pelo futebol maranhense”.

Foto: Reprodução / TV Mirante

4 comentários »

A cobrança injusta à imprensa maranhense

20comentários

O torcedor do Sampaio é extremamente engraçado. Ontem publiquei uma matéria após a entrevista à Rádio Mirante AM na qual o presidente do Sampaio, Sérgio Frota cobra o torcedor do clube que está ausente nos jogos do Campeonato Brasileiro Série C.

Quem leu a matéria e viu os comentários deve ter percebido que alguns internautas colocam a culpa na imprensa pelo “fracasso” de público nos jogos do Sampaio.

Ora, vejam o quanto a imprensa maranhense divulga o futebol e ainda tem quem reclame dela. Quanta injustiça culpar a imprensa….

O torcedor cobra como se a imprensa fosse responsável por questões financeiras, transparência, prestação de contas e tudo mais no Sampaio.

Se Sérgio Frota não presta conta dos recursos que recebe não é problema da imprensa. A imprensa cobra, mas cabe aos torcedores, sócios e conselheiros a cobrança de transparência no clube.

Porque esses mesmos torcedores que partem prá cima da imprensa não procuram o clube, a Justiça, enfim, que busquem os meios legais para exigir a prestação de contas no Sampaio?

Mas será que esté é o motivo do torcedor do Sampaio não ir ao estádio? Não acredito que seja isto, o torcedor aqui é modinha mesmo. Podem esperar que no mata-mata o Castelão terá mais de 30 mil torcedores.

Da minha parte tenho a consciência tranquila que faço a minha parte e essa, por exemplo é mais uma oportunidade que cobro a transparência no Sampaio a partir da reclamação de torcedores.

Não foi a imprensa maranhense quem colocou Sérgio Frota no Sampaio e muito menos quem fez dele um político para “usar o clube” como muita gente diz.

Quanta incoerência!!! Como disse que os torcedores que procurem os meios legais para exigir a transparência no Sampaio. Abrir fogo contra a imprensa é total incoerência para não dizer outra coisa mais forte.

Foto: Lucas Almeida / L17 Comunicação

20 comentários »

Sérgio Frota cobra apoio da torcida do Sampaio

12comentários

O presidente do Sampaio, Sërgio Frota estava calado após a queda do Sampaio ainda no primeiro turno do Campeonato Brasileiro Série C, mas o time começou a deslanchar até assumir a liderança isolada da competição e eis que o mandatário Tricolor reapareceu para reclamar da falta de apoio dos torcedores que não tem comparecido aos jogos.

E a reclamação é mais do que procedente em entrevista ao Mirante Esporte, na Rádio Mirante AM.

“Eu tenho acompanhado o esforço que vocês tem feito para chamar o torcedor. O Sampaio hoje é líder não só do grupo A, mas de toda a Série C com 27 pontos e ai nós temos grandes times como Santa Cruz, Náutico, Remo que leva 30 mil pessoas e nós não conseguimos levar 20 mil contra o Palmeiras e em que pese estarmos na liderança, nós somos o 12º em arrecadação. Nós chegamos até aqui sem o apoio da torcida, nós temos tido apoio de dois mil, dois mil e quinhentos, mas é fundamental que o torcedor agora acompanhe e venha acompanhar o Sampaio porque nós estamos em uma reta final e a folha que venceu dia 10, hoje é 29 e nós ainda não pagamos. Agora sozinho não vai dar para eu tocar o Sampaio, a realidade é essa e nós estamos chegando à reta final.”, afirmou.

Frota lembrou que desde o ano passado quando a equipe foi rebaixada, o torcedor “esqueceu o Sampaio”.

“É fundamental que o torcedor agora abrace. Veja só, no ano passado nós fomos campeões da Copa do Nordeste e o torcedor nem no jogo final contra o Bahia se fez presente, depois na Série B, ao invés de abraçar o Sampaio numa situação difícil como fez a torcida do Ceará, a torcida esqueceu o Sampaio e nós fomos rebaixados”, disse.

Frota também criticou a falta de apoio do poder público e cobrou a reabertura do Estádio Nhozinho Santos.

Sérgio Frota também criticou a falta de apoio do poder público. “O poder público é muito difícil. Eu gostaria que a prefeitura resolvesse o problema do Nhozinho Santos. Nós precisamos do Nhozinho Santos. Nós temos que ter um estádio em que o público pressione. Agora o poder publico do Estado. Eu fui deputado, mas agora não sou mais e como deputado você pede a audiência com o governador e é possível. Eu sou ex e ex é ex. O esporte não é política pública prioritária, nem no nosso país, nem no nosso estado e nem no nosso município. Na iniciativa privada me procurou uma empresa do Rio Grande do Sul do país que investe no Ceará e no Fortaleza”, destacou.

Frota finalizou a entrevista fazendo um apelo ao torcedor do Sampaio que vá ao estádio e ajude a equipe nesta reta final.

“Se eu fosse presidente do Remo ou Paysandu eu já tinha colocado esses times na Série A. Vão me chamar de doido, mas é. O cara tem 400 mil de sócio torcedor. O Remo coloca 30 mil pessoas no estádio em jogo de Série D. A gente com o Palmeiras, melhor time do Brasil, nós não conseguimos levar 20 mil para o Castelão. Até hoje o Sampaio está na liderança da Série C sem o apoio do torcedor. É fundamental que o torcedor compareça, o Castelào é um estádio grande e duas mil, três mil pessoas não faz pressão. Nós precisamos o apoio do torcedor.”, finalizou,

O Sampaio joga no domingo (4), às 18h, contra o Treze, no Estádio Castelão pelo Campeonato Brasileiro Série C.

Se o torcedor vai ou não depois desse puxão de orelhas de Sérgio Frota é o que vamos ver…

Foto: Lucas Almeida / L17 Comunicação

12 comentários »

Atacante Maxuel Samurai está fora do Sampaio

2comentários

O Sampaio anunciou o desligamento do atacante Maxuel Samurai. Como mentira tem pernas curtas, a nota divulgada pelo clube afirma que o jogador não estava nos planos do técnico Júlinho Camargo.

Longe de qualquer proposta, como afirmei ontem, o problema é que o Sampaio não teve a coragem de assimir que Julinho Camargo não quer mais Samurai no elenco. A proposta só surgiu diante do desinteresse do treinador em ter o jogador para a a Série C.

“Houve a proposta, até acima da nossa, mas o Julinho já havia comunicado que o jogador não fazia parte dos seus planos, então, o liberamos”, garante o presidente Sérgio Frota.

Ontem, em entrevista à TV Mirante, Sérgio Frota havia dito que o jogador havia recebido uma tal proposta “2X” do Treze e que ainda ia tentar chamar o jogador para uma nova conversa.

Mas, certamente convencido de que Julinho Camargo tenha indicado atacantes melhores do que Maxuel Samurai, o Sampaio resolveu liberar o jogador que é o artilheiro Tricolor na temporada com 7 gols.

Quanto ao zagueiro Odair que teria o mesmo extra-campo de Edgar, o Sampaio resolveu dar mais uma chance e ele permanecerá no elenco para a Série C.

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

2 comentários »

Uma conversa de ‘2X’ que não convence ninguém…

18comentários

A possível saída do atacante Maxuel Samurai do Sampaio não tem qualquer relação com “propostas melhores” de outras equipes a chamada “2X” como afirmou o presidente Sérgio Frota em entrevista à TV Mirante.

No futebol do Maranhão, os dirigentes sempre se apequenam quando surgem propostas de outras equipes a seus principais jogadores. “Eu não posso prejudicar o atleta”. “Aqui ele ganhar 1X e lá vai ganhar 2X”. “É uma proposta de uma equipe de Série A”. As justificativas vão ser sempre essas?

A meu ver o problema é a falta de planejamento e prioridade. O que adianta o Sampaio liberar o Samurai para ganhar o tal “2X” lá fora e trazer dois para o lugar dele que não resolvem o problema?

Atualmente, no futebol do Maranhão, os clubes só trazem jogadores que estão sem clubes ou que não estão sendo aproveitados e que, quando querem vão embora com facilidade…

Pelo que apuramos, Samurai negocia com o Treze-PB que é comandado por Flávio Araújo. Com o devido respeito ao Treze, a equipe paraibana não tem lá tanto dinheiro assim para dobrar o salário de um jogador que esteja no futebol do Maranhão.

Vejam só o que aconteceu no Moto. Dispensou o meia Juninho Arcanjo – um dos principais jogadores da temporada sob a justificativa de que tinha que rever salários, mas não houve redução para ninguém. Agora, o time está sem um camisa 10 e precisa encontrar esse jogador.

As duas questão mostram falta de prioridade e planejamento. O correto, nos dois casos era dispensar quem não serve e manter aquele jogador que efetivamente produz, e, especialmente no caso de Samurai, produz gols.

Não me venham com conversa fiada de falta de recursos, pois ninguém obrigou dirigente algum a assumir clube de futebol. Se não querem as críticas ou as cobranças é melhor que fiquem do lado de cá. Esse apo de “2X” é uma furada e já não convence mais a ninguém.

E a pergunta que faço é: o Sampaio vai mesmo perder o seu principal jogador para o Treze que também vai disputar a Série C?

Mas o Brasileirão ainda não começou e espero mesmo que esses dirigentes entendam que sem investimento e coragem, nossas equipes não vão a lugar nenhum…

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

18 comentários »

Sampaio tenta liminar para tirar jogo de Pinheiro

1comentário

O Sampaio deu mais um passo para tentar de fato tirar a partida com o Pinheiro pela última rodada do Campeonato Maranhense, do Estádio Costa Rodrigues por conta de problemas no gramado.

Após a tentativa frustada do presidente Sérgio Frota de convencer a imprensa da comprar a sua tese de defesa da integridade dos jogadores, o clube foi além.

Para defender o que entende ser um “direito” seu, o Sampaio entrou com um pedido de liminar no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) no qual quer a suspensão e até a alteração do local da partida, caso o gramado do estádio Costa Rodrigues não seja recuperado. 

Desde o início da semana, dirigentes do PAC e da Prefeitura de Pinheiro fazem melhorias no gramado do estádio Costa Rodrigues.

Mas, até um novo local já vem sendo comentado nos corredores da FMF. A partida seria levada para a cidade de São Bento, onde o estádio sequer possui os laudos para a realização de jogos de futebol.

A mudança de local virou uma questão de honra para Sérgio Frota que não aceita ser contrariado por quem quer que seja, muito menos quando os questionamentos partem da imprensa.

Resta saber se a exemplo de 2017, quando arrancaram a final com o Cordino na marra de Barra do Corda, o Sampaio mais uma vez vai fazer o que quer com o campeonato da FMF.

1 comentário »

Sampaio tenta tirar jogo decisivo de Pinheiro

21comentários

O Sampaio atua fortemente nos bastidores para tirar a sua partida contra o Pinheiro, do Estádio Costa Rodrigues, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Maranhense e alega para isso a má condição do campo de jogo.

Hoje cedo, o presidente Sérgio Frota me encaminhou uma foto (tirada após o jogo de domingo entre Pinheiro e Santa Quitéria) com o questionamento: “Bom dia Zeca, esse gramado oferece condições de jogo? Respondi a mensagem e havia decidido nem falar sobre o assunto, pois considerava a hipótese absurda até porque outras equipes jogaram lá.

Frota disse que achava que a imprensa estivesse preocupada com as condições dos gramados, estádios e integridade dos jogadores. Bem, a imprensa está preocupada sim, mas acima de tudo está preocupada com a igualdade na disputa e ao que me parece, a menor possibilidade de tirar o jogo de Pinheiro só vai beneficiar o Sampaio, ou estou errado?

Agora à tarde, o diretor técnico da FMF, Hans Nina me confirmou em mensagem que o jogo até este momento está mantido para Pinheiro, mas que a FMF mandará uma equipe para verificar as condições.

Hans reforçou que as condições do gramado não são boas, mas que estão trabalhando em Pinheiro para melhorar o gramado. O que vocês podem constatar na foto de agora à tarde publicada abaixo.

E a ida de uma equipe da FMF a Pinheiro para verificar tal situação, ao meu ver abre brecha para uma mudança de local.

Esperamos realmente que a Federação e os dirigentes do PAC trabalhem para melhorar as condições do gramado. Não vejo como normal nenhuma possibilidade de levar a partida para outra cidade, mesmo que o PAC aceite.

Se isso for feito vai beneficiar diretamente o Sampaio como já aconteceu em 2017, quando a final do Campeonato Maranhense foi tirada na marra de Barra do Corda.

Entendo a preocupação do presidente do Sampaio, mas vejo que ela vai além da condição do campo. Pela campanha pífia que o time faz na temporada, a situação do gramado pode sim ser mais um adversário na luta desesperada para confirmar uma classificação para as semifinais do Campeonato Maranhense, mas o medo de enfrentar o Pinheiro na Baixada é evidente.

Não espero da FMF nenhuma atitude que possa beneficiar o Sampaio, mediante a outras equipes que foram jogar em Pinheiro.

Se o gramado não tem condições que a FMF adie a última rodada e aguarde que o Costa Rodrigues possa de fato receber o jogo entre Pinheiro e Sampaio.

Que as outras equipes se manifestem e não aceitem qualquer mudança agora. O momento do nosso futebol não pede nada disso.

O que eu espero é que a FMF preserve a igualdade na disputa.

21 comentários »