Ronaldinho e Kaká estão fora

6comentários

t_20830_20110303174733Saiu a convocação do técnico Felipão para a Copa das Confederações.

Os meias Ronaldinho Gaúcho e Kaká estão fora. Não vejo a Seleção hoje sem Ronaldinho Gaúcho, mas o técnico é Felipão.

A surpresa foi o nome do menino bom de bola Bernard, do Atlético-MG que voltou a ser convocado.

A seleção é jovem e muitos desses jogadores serão testados por Felipão numa competição oficial.

Até a Copa do Mundo de 2014, a seleção será outra…

Veja a lista

Goleiros: Júlio César (Queens Park Ranger), Diego Cavalieri (Fluminense) e Jefferson (Botafogo)

Zagueiros: Thiago Silva (Paris Saint-Germain), Réver (Atlético-MG) e David Luiz (Chelsea) Dante (Bayern de Munique)

Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Jean (Fluminense), Marcelo (Real Madrid) e Filipe Luís (Atlético de Madri)

Meias: Fernando (Grêmio), Luiz Gustavo (Bayern de Munique), Hernanes (Lazio), Paulinho (Corinthians), Oscar (Chelsea) e Jadson (São Paulo)

Atacantes: Neymar (Santos), Fred (Fluminense), Lucas (Paris Saint-Germain), Luis Fabiano (São Paulo), Hulk (Zenit) e Bernard (Atlético-MG)

6 comentários »

Kaká e Ronaldinho Gaúcho entre os que ganham mais

0comentário

Ronaldinho Gaúcho e Kaká estão ao lado do argentino Lionel Messi e do português Cristiano Ronaldo entre os 50 atletas mais bem pagos do mundo, segundo a revista “Forbes”.

Com US$ 75 milhões obtidos nos últimos 12 meses, o golfista Tiger Woods lidera o ranking mais uma vez, seguido pelos atletas da NBA Kobe Bryant (US$ 53 milhões) e LeBron James (US$ 48 milhões).

A lista dos 10 primeiros colocados é completada por Roger Federer (US$ 47 milhões), Phil Mickelson (US$ 46,5 milhões), David Beckham (US$ 40 milhões), Cristiano Ronaldo (US$ 38 milhões), Alex Rodríguez (US$ 35 milhões), Michael Schumacher (US$ 34 milhões) e Lionel Messi (US$ 32,3 milhões).

Kaká aparece na 24ª posição com US$ 25 milhões e Ronaldinho Gaúcho em 27º lugar com US$ 24,7 milhões.

Segundo a Forbes, os 50 esportistas do ranking ganharam no último ano um total de US$ 1,4 bilhão, o que representa uma queda de 11% em relação aos 12 meses anteriores.

A média de idade da lista é de 32 anos, sendo que o mais velho é o alemão Schumacher, com 42 anos, e o mais jovem Messi, com 23 anos. A única mulher que faz parte deste privilegiado grupo é a tenista Maria Sharapova, que ocupa a 29ª posição com US$ 24,2 milhões.

Na divisão por esportes, segundo detalha a “Forbes” em seu site, o mais representado é o basquete, com 15 jogadores na lista, seguido pelo beisebol (11), automobilismo (7), futebol (6), golfe (4), futebol americano (3), tênis (3) e boxe (1).

G1

sem comentário »

Ronaldinho perde pênalti e complica o Flamengo

2comentários

Ronaldinho Gaúcho perdeu um pênalti, aos 48 minutos do 2º tempo e o Flamengo empatou com o Macaé por 1 a 1. Se tivesse vencido fugiria do confronto com o Fluminense e iria enfrentar o Olaria na semifinal da Taça Rio.

2 comentários »

Ronaldinho tenta antecipar o carnaval do Fla

0comentário

Ronaldinho Gaúcho é do samba. Um sujeito com malemolência. Em campo, dribles, jogadas de efeito e uma ginga especial. Nas comemorações, mostra que conhece bem o riscado e vira passista. Uma paixão tão avassaladora como a que ele tem pela bola. Parte da programação de carnaval do camisa 10 do Flamengo está definida. Além da participação nas baterias das escolas Acadêmicos do Grande Rio e Portela, o craque criou o bloco “Samba, amor e paixão”, que vai desfilar pela praia da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

A folia pode começar uma semana antes, no Engenhão. Neste domingo, o Rubro-Negro enfrenta o Boavista na decisão da Taça Guanabara, às 16h (de Brasília). A primeira de Ronaldinho na volta ao Brasil depois de uma década no futebol europeu. A primeira dele com a camisa do Fla.

Uma final para marcar o primeiro ato do novo monarca da Gávea. Quarenta e seis dias depois de uma apresentação apoteótica diante de 20 mil torcedores e de 444 minutos em campo, o astro, o capitão do time, tem de brilhar. Ele quer dar o espetáculo que os rubro-negros esperam. Quer dar volta olímpica, a volta por cima depois de um período de má fase na Europa.

Ronaldinho não enjoa do sabor da primeira vez. Foi assim na estreia, dia 2 de fevereiro, contra o Nova Iguaçu. Um jogo em que teve muita vontade, lampejos de genialidade e uma nítida emoção por exercer de fato e direito a frase que disse durante a apresentação oficial: “Agora eu sou Mengão”. Após a vitória por 1 a 0, gol de Wanderley, o craque ficou sozinho em campo. Contemplou e foi contemplado. Aplaudiu e foi aplaudido pela nação. De arrepiar, segundo ele.

O primeiro gol veio no jogo seguinte. Gol de pênalti que virou gol de placa no estádio Moacyrzão, em Macaé. Contra o Boavista, adversário da final, ele abriu a vitória por 3 a 2, no último dia 6, com direito a sambadinha na comemoração. Dez dias depois, marcou com bola rolando. Foi na vitória por 3 a 0 sobre o Murici-AL, pela Copa do Brasil. Após cruzamento de Léo Moura, escorou de cabeça.

Houve também a emoção do primeiro clássico. De cara, um jogo decisivo. Contra o Botafogo, há uma semana, estava em disputa a vaga na final do primeiro turno do Carioca. Para muitos, o melhor jogo de Ronaldinho até aqui. Depois do empate por 1 a 1 no tempo normal, vitória rubro-negra nos pênaltis. Ele sequer precisou cobrar o dele, mas pegou o “Bonde do Mengão sem freio”, funk que virou hino entre os jogadores.

A partida contra o Boavista será arbitrada por Marcelo de Lima Henrique, com os auxiliares Dibert Pedrosa Moisés e Luiz Antônio Muniz de Oliveira. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos, e a TV Globo transmite para os para os estados do RJ, ES, PB, RN, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR, AP e DF, além de SC, exceto Florianópolis-SC.

Por Richard Souza, Globoesporte.com

sem comentário »

O encontro de Cleylton e Ronaldinho Gaúcho

0comentário

O ex-jogador do Iape, Cleylton que perdeu uma perna num acidente de moto, no fim do ano passado será personagem de uma reportagem hoje, no canal SporTV (canal 39), na SKY.

Cleílton esteve no Rio de Janeiro num encontro com o craque Ronaldinho Gaúcho do Flamengo.

A conversa entre o craque do futebol mundial e a revelação maranhense que teve a carreira interrompida aconteceu no CT do Flamengo, em Vargem Grande e durou aproximadamente 20 minutos.

– Foi muito bacana, muito emocionante para mim. Ele [Ronaldinho Gaúcho] me deu muitos conselhos e pediu que eu me motivasse como todo brasileiro que não desiste nunca – contou ao BLOG Cleylton.

Cleylton retornou ontem do Rio e já está em São Luís. A reportagem será exibida hoje no programa SporTV News, a partir de 23 horas (horário local).

sem comentário »

Ronaldinho marca o primeiro gol pelo Fla

1comentário

E Ronaldinho Gaúcho marcou o seu 1º gol com a camisa do Flamengo. Foi de pênalti, na partida em que o Fla bateu o Boavista por 3 a 2. Ronaldinho marcou 1 a 0, de pênalti, aos 23 minutos do 1º tempo.

Gente!!! Vale dizer também que o Vasco venceu a primeira: 3 a 0, contra o Americano. Ufa!!!! Podem comemorar agora o Vasco já tem 4 pontos.

1 comentário »

Chegou o dia da estreia de Ronaldinho no Fla

2comentários

Foi um império curto e incendiário, cujo ápice foi simbolizado pelo título brasileiro em 2009 e a derrocada pelo primeiro semestre apinhado de problemas no ano seguinte. Adriano marcou época e deixou o Flamengo órfão de um ídolo daqueles de provocar ansiedade e empáfia na torcida. A contagem regressiva chegou ao fim e nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Engenhão, os rubro-negros vão estender um mosaico para saudar o novo monarca: Ronaldinho. O adversário da exibição inaugural será o Nova Iguaçu, pela quinta rodada da Taça Guanabara.

O astro, aos 30 anos e eleito duas vezes melhor do mundo, retorna ao futebol brasileiro após dez anos entre França, Espanha e Itália. O perfil do rei da Gávea é uma mistura de semelhanças e disparidades daquele que o antecedeu.

O olhar por vezes desconfiado de Adriano foi substituído pelo sorriso fácil e os malabarismos de Ronaldinho nos treinos. Aliás, comparecer aos treinamentos não foi problema nestas primeiras semanas do camisa 10 no Ninho do Urubu. Sempre pontual, sempre em campo. Bem diferente do antecessor, que provocava calafrios na comissão técnica quando os treinos eram marcados de manhã ou em dias seguintes aos jogos.

Mas o carisma dos dois e o poder de mobilizar a torcida impressiona. Adriano, depois de uma “aposentadoria” que não completou 60 dias, voltou ao Flamengo com 68 mil pessoas no Maracanã. Fez um gol na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR. Ronaldinho prepara-se para iniciar a sua história que se for até o fim do contrato terá quatro anos de duração na Gávea.

A partida contra o Nova Iguaçu será arbitrada por Wagner dos Santos Magalhães, com as auxiliares Lílian da Silva e Andréa Izaura. O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos, e a TV Globo transmite para os estados do RJ, ES, SE, AL, PB, RN, PI, MA, PA, AM, AC, RR, RO, DF e a cidade de Florianópolis-SC.

Globoesporte.com

2 comentários »

Flamengo faz festa para Ronaldinho

1comentário

Parecia comemoração de título. Ronaldinho Gaúcho conseguiu transformar uma quarta-feira comum, uma tarde qualquer, em dia de festa memorável para os rubro-negros. Com o gramado da Gávea escondido por um mar vermelho e preto, o novo camisa 10 falou pela primeira vez à sua nova nação. 

– Obrigado pelo carinho. Queria dizer que espero retribuir tudo isso. Vamos com tudo. Nação, estou fechado com vocês. Agora eu sou Mengão – gritou, em um palco lotado e desorganizado.

Ronaldinho falou pouco. O cantor Ivo Meireles tomou conta do microfone e ficou na frente do jogador, atrapalhando o público e as imagens de TV. A saída do astro do palco também foi tumultuada.

Ronaldinho chegou ao palco às 17h20m, cercado de seguranças, passando com muita dificuldade pela arquibancada. Depois do sufoco, abraçou o sambista Dudu Nobre, que puxou o coro de “que torcida é essa” e o famoso “vai começar a festa”. No palco, Vagner Love também girava a camisa e cantava. A primeira a falar foi a presidente Patrícia Amorim, bastante emocionada.

Confira a galeria de fotos do dia de festa na Gávea

– Obrigado, nação rubro-negra. Não tenho nada para falar,  a festa é dele – disse a dirigente, pouco antes de colocar a mão no coração do jogador, tentando medir a euforia do astro.

Foram mais de quatro horas de êxtase na sede. Segundo estimativas da polícia, havia 20 mil torcedores no local. O clube foi aberto ao público às 14h, e houve momentos de tensão. Pouco antes das 15h, um dos portões próximos ao gramado foi derrubado por torcedores que forçavam a entrada. A imagem da TV mostra quatro policiais e três seguranças do clube tentando segurar a porta, sem êxito.

Apesar do incidente, o clima continuou festivo. O cantor Ivo Meireles comandou a massa e pediu uma ola “para o mundo inteiro ver a força da torcida do Flamengo”. Foi prontamente atendido. 

Do alto de um prédio ao lado do clube, um torcedor resolveu abrir uma bandeira do Vasco. A vaia foi imediata, com gritos de “segunda divisão”.

Os que temiam chuva viram um fim de tarde ensolarado, aquecendo ainda mais o clima. Por volta das 17h ainda havia gente entrando no clube, com complicações no trânsito do entorno da Gávea.

Vagner Love, que deixou o Flamengo no meio da temporada passada, foi prestigiar a festa. O atacante do CSKA ouviu o de sempre: torcedores pedindo seu retorno.

– Queria estar aí jogando com o meu padrinho (Ronaldinho). Não sei quando vai ser. Espero que um dia aconteça – respondeu o jogador, em entrevista ao Sportv.

A saída não foi fácil. O público deixou o local pelo portão da Rua Mário Ribeiro, de grande movimentação de veículos em direção à Lagoa Rodrigo de Freitas. Um motociclista atropelou um torcedor e caiu, mas sem ferimentos graves para ambos.

Globoesporte.com

1 comentário »

Pegadinha do Assis?

0comentário

Figura central do noticiário esportivo mundial na última semana, Roberto Assis aproveitou a noite de domingo para gargalhar. Enquanto Grêmio e Palmeiras criticam a postura do empresário na negociação por Ronaldinho, ele assistiu à peça de Sérgio Mallandro em um teatro da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O irmão de Ronaldinho estava arredio aos flashes. Discreto, comentou com amigos que tinha noção da repercussão que a frustrada negociação com o Grêmio teria em Porto Alegre. Desde a desistência oficial do Tricolor, parentes e amigos do jogador que moram na capital gaúcha sofrem com as retaliações de torcedores e classificam o clima como “muito pesado”.

Assis também afirmou que é quase impossível que Ronaldinho não vá para o Flamengo. Ele confidenciou que até terça-feira finaliza tudo e voltou a dizer que o acerto entre o time carioca e o Milan foi preponderante para a mudança nos rumos da negociação.

O Flamengo, por enquanto, acredita na versão do empresário e aguarda o astro nesta segunda-feira no Rio de Janeiro. Espera não ser a nova vítima da Pegadinha do Assis.

Por Felippe Costa, Blog Primeira Mão

sem comentário »

Reencontro no Qatar

0comentário

Ronaldinho Gaúcho e Lionel Messi marcaram época no Barcelona. Juntos, os dois ganharam títulos e se tornaram ídolos no clube catalão. Separados por conta da transferência do brasileiro, que foi para o Milan, os dois vivem momentos distintos na carreira quando o assunto é defender suas respectivas pátrias. Enquanto o brasuca busca o recomeço com a amarelinha, o argentino se firma como líder dos hermanos. E nesta quarta-feira, às 15h (de Brasília), em Doha, no Qatar, eles vão se enfrentar no confronto entre a renovada Seleção de Mano Menezes e a Argentina do efetivado Sergio Batista. Assista ao duelo ao vivo e em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.

Por suas seleções, Ronaldinho e Messi se enfrentaram apenas em uma oportunidade. Nas Olimpíadas de 2008, em Pequim, a Argentina atropelou a Seleção e venceu por 3 a 0, pelas semifinais do torneio. No fim, os hermanos conquistaram a medalha de ouro. Agüero, genro de Maradona, e Riquelme fizeram os gols. Curiosamente, o mesmo Bastista que comandará a equipe em Doha nesta quarta-feira dirigia o time campeão olímpico.

Em agosto, pelo troféu Juan Gamper, os dois se reencontraram em seus respectivos clubes no duelo entre Milan e Barcelona. Mas por poucos minutos. Messi e Ronaldinho estiveram em lados opostos do gramado do Camp Nou por apenas 14 minutos. Enquanto o argentino entrou em campo aos 17 minutos da etapa final, o brasileiro deixou o gramado aos 31.

E Messi levou a melhor. No tempo normal, empate por 1 a 1. Nos pênaltis, triunfo do Barcelona por 3 a 1. Porém, no fim, o capitão Puyol e todo o time catalão homenagearam Ronaldinho Gaúcho com a taça do torneio. O atleta ainda recebeu o carinho dos torcedores espanhóis que lotaram o Camp Nou.

Globoesporte.com

sem comentário »