Flávio Dino prorroga suspensão das aulas no MA

0comentário

O governador Flávio Dino (PCdoB) editou, nesta quinta-feira (27), decreto suspendendo as aulas nas escolas públicas, privadas e instituições de ensino superior até a próxima sexta-feira (3), quando será feita nova avaliação sobre o quadro da pandemia do novo coronavírus no Maranhão.

“Editei agora decreto estabelecendo suspensão das aulas até o dia 3 de abril, próxima sexta, quando será feita nova avaliação com base em orientação científica dos profissionais de saúde e à luz dos dados existentes no Maranhão”, destacou Flávio Dino.

A suspensão das aulas havia sido determinada pelo governador Flávio Dino no último dia 16 de março e valeria até 31 de março. Com o novo decreto vai até 3 de março, podendo ser prorrogado novamente.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Seduc emite portaria sobre suspensão das aulas

0comentário

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou, nesta terça-feira (17), a portaria que estabelece as diretrizes a serem adotadas por profissionais da educação, durante o período de suspensão das aulas presenciais nas unidades de ensino da Rede Pública Estadual. As aulas foram suspensas por um período de 15 dias, a contar desta terça-feira, 17 de março, como medida de conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19), no Maranhão.

De acordo com o documento, como forma de manter os serviços administrativos e a execução das demandas inerentes à atividade da gestão escolar, durante o período de suspensão das aulas será mantido o horário de expediente da equipe de gestão escolar e dos servidores que atuam no suporte pedagógico das escolas. O trabalho será executado por sistema de rodízio, que será definido pelas Unidades Regionais de Educação (URE’s).

Durante este período, os serviços terceirizados de agente de portaria, copeiragem e auxiliar de serviços gerais também serão mantidos em todas as unidades de ensino da Rede Pública Estadual, executados em sistema de rodízio de profissionais.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destaca que o sistema de rodízio será implementado para evitar a grande concentração de pessoas no ambiente escolar, garantindo, assim, a segurança preventiva de todos os servidores e também o zelo pelo patrimônio escolar. “Cabe ressaltar que a adoção desse sistema de rodízio no trabalho, não implicará em faltas, nem descontos salariais de qualquer natureza a estes profissionais. Pedimos a compreensão de todos para que atendam nossas recomendações e possamos, o quanto antes, sair dessa crise que estamos atravessando. Também estamos repassando orientações aos gestores escolares, para que adotem as medidas gerais de prevenção e ofereçam tratamento especial aos servidores pertencentes a grupos de risco, assim considerados pelo protocolo dos órgãos oficiais de saúde”, reforçou.

Manutenção dos Serviços administrativos da Seduc
A Secretaria reforça que as atividades nos prédios administrativos vinculados à Secretaria de Estado da Educação serão mantidas normalmente, inclusive nas Unidades Regionais de Educação espalhadas pelo estado, seguindo todas as orientações repassadas pelos órgãos competentes.

sem comentário »