Seduc promove curso de atualização para professores

0comentário

Tendo em vista o fortalecimento das ações de formação continuada da rede estadual, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com a Embaixada da Espanha, oferta o Curso de Atualização em Língua Espanhola da rede estadual de ensino, destinado a professores de Espanhol da Unidade Regional de Educação (URE)  de São Luís e do IEMA São Luís. Ao todo, serão disponibilizadas 45 vagas.

O curso terá carga-horária de 40h, acontecerá nos turnos matutino e vespertino, das 8 às 12h15 e das 13h15 às 16h30, no período de 24 a 28 deste mês (segunda a sexta-feira), na Unidade do IEMA – UP São Luís, situada na Rua Oswaldo Cruz S/N – Centro.

A ação, que integra o calendário de formações da Seduc, visa possibilitar, a ao mesmo tempo, um espaço para o estudo da Língua Espanhola, a ampliação das habilidades linguísticas dos professores, bem como oportunizar sua atualização, uma vez que a oferta é obrigatória, conforme a Lei 11.161/2005.

Mais esclarecimentos podem ser obtidos junto à Supervisão de Currículo Escolar da Secretaria, pelo email: sce@adm.ma.gov.br

Foto: Divulgação

sem comentário »

Felipe Camarão regulamenta programa Mais IDEB

0comentário

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, assinou nesta terça-feira (21), a Portaria de nº 814, que regulamenta o Programa Mais IDEB e institui o Prêmio Mais IDEB, iniciativa que visa reconhecer e premiar estudantes, professores e gestores escolares por suas práticas e experiências exitosas nas escolas da rede pública estadual.

Instituído como programa, o Mais IDEB visa fomentar, ainda mais, a qualidade da educação básica nas escolas públicas da rede estadual, elevando a aprendizagem dos estudantes e a consequente elevação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

Em sua nova versão, o Programa prevê o desenvolvimento de diversas ações, tais como: formação dos profissionais da educação; acompanhamento técnico-pedagógico dos indicadores de aprendizagem; implementação de tecnologias de gestão educacional; realização de simulados e aulões – inclusive nas férias escolares; além de premiação e reconhecimento das experiências exitosas, entre muitas outras atividades.

Prêmio Mais IDEB

Para valorizar as práticas, experiências e resultados, o Governo do Maranhão regulamentou o Prêmio Mais IDEB, que premiará estudantes, professores e gestores de escolas públicas da rede estadual, com base no resultado de desempenho expresso pelo Índice de Desempenho Escolar do Maranhão, calculado pelo Sistema de Avaliação da Aprendizagem do Estado do Maranhão (Sema) e pelos Simulados realizados pelo Programa Mais IDEB.

Serão premiados estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino Médio, da rede estadual de ensino, professores de turmas do 9º ano do Ensino Fundamental e de turmas da 3ª série do Ensino Médio, além de gestores escolares, com base no desempenho de suas respectivas escolas.

As premiações variam de R$ 400,0 a R$ 2.500, de acordo com a categoria. Os 10 estudantes melhor classificados, também, serão contemplados com bolsa em faculdades privadas situadas no Estado do Maranhão (com limite máximo mensal de até R$ 1.000) ou com auxílio mensal de R$ 400, durante todo o curso, caso aprovados em universidades públicas.

Foto: Divulgação

sem comentário »

O novo desafio de Felipe Camarão na Educação

0comentário

Durante a solenidade de diplomação dos eleitos pela Justiça Eleitoral, o governador Flávio Dino anunciou o Pacto Estadual pela Aprendizagem que será uma parceria direta com os municípios e a prioridade do seu governo nos próximos 4 anos.

A missão, segundo Flávio Dino será conduzida pelo secretário de Educação Felipe Camarão que é apontado como um destaque da gestão.

“É a expansão do Escola Digna para os municípios. Vamos, no dia 1º de janeiro, editar os primeiros atos relativos a esse Pacto. De modo que, no segundo mandato, além de olhar para a rede estadual, teremos uma ênfase muito grande no apoio aos municípios”, disse

“A ideia é que, desde a educação infantil e o ensino fundamental, haja esse engajamento de todos os dirigentes públicos do Maranhão na elevação da qualidade do ensino, que é o caminho verdadeiro para falarmos de desenvolvimento.”, acrescentou.

No Twitter, o secretário Felipe Camarão destacou a confiaça do governador Flávio Dino.

“Obrigado pela confiança, governador Flávio Dino! A maior honra profissional que já tive na vida está sendo conduzir a educação do nosso estado sob seu comando”, afirmou.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Seduc abre pré-matrícula na rede estadual

0comentário

A partir da próxima segunda-feira (3) até as 23h59 do dia 14 de dezembro estará aberto o sistema de pré-matrícula online para o 1º ano do Ensino Médio nas escolas da rede estadual de ensino. A pré-matrícula será feita no site da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), no endereço eletrônico: www.educacao.ma.gov.br/matricula2019. Podem se inscrever estudantes que estão concluindo o 9º ano do Ensino Fundamental em escolas das redes federal, estadual, municipal ou privada.

Serão ofertadas 110 mil vagas para a 1ª série do Ensino Médio em 711 escolas da rede estadual de ensino nos 217 municípios maranhenses, incluindo os 36 Centros Educa Mais (Escolas de Educação Integral).

No ato da pré-matrícula, os candidatos poderão optar por uma das escolas da rede, exceto as unidades escolares das modalidades de Educação do Campo, Educação Especial, Educação Indígena, Educação Quilombola e Educação de Jovens e Adultos, que têm calendário diferenciado.

O estudante fará opção pelo município que deseja estudar, informando seus dados pessoais. Em seguida, fará opção pela escola na qual deseja cursar a 1ª série do Ensino Médio Regular, no ano letivo de 2019, conforme vagas disponíveis. Ao escolher o município da escola para a qual deseja se inscrever, o estudante só poderá optar por escolas pertencentes àquela localidade. E ao selecionar uma unidade escolar, automaticamente, assume a vaga disponível na escola de sua preferência, até que as vagas se esgotem. Cada estudante só poderá solicitar pré-matrícula em uma única escola.

Centros Educa Mais

A pré-matrícula para os 36 Centros Educa Mais serão no mesmo período do Ensino Regular e obedecem aos mesmos critérios. Os estudantes que optarem pelo ensino médio em um dos Centros de Educação Integral, automaticamente, serão informados pelo sistema no ato da pré-matrícula, que irão frequentar a escola no turno diurno (manhã e tarde).

Pontos de apoio com acesso à internet

Para quem não tem acesso à internet em casa, a Seduc está disponibilizando 20 pontos de apoio para a realização da pré-matrícula. Em São Luís, os pontos de apoio funcionarão nos seguintes locais: Centro de Ensino Maria Mônica Vale – NTE São Luís I, no Vinhais; Centro de Ensino Gonçalves Dias – NTE São Luís II, no bairro de Fátima; Centro de Ensino São Cristóvão, bairro São Cristovão; Centro de Ensino Erasmo Dias, no Maiobão.  A lista com todos os locais e os respectivos endereços, também constará no portal da Secretaria.

Período de matrículas

As matrículas serão efetivadas no período de 7 a 18 de janeiro de 2019. Neste período, será realizada também a matrícula e rematrícula na 2ª e 3ª séries do Ensino Médio e no Ensino Fundamental da Rede Estadual e os pais devem ir diretamente às escolas para matricular seus filhos.

sem comentário »

IBGE aponta mais de 851 mil analfabetos no Maranhão

0comentário

O Maranhão é o estado com a segunda maior taxa de analfabetismo do país, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) de 2017. Os dados divulgados nesta sexta-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que mais de 851 mil maranhenses não sabem ler e escrever um bilhete simples.

No ano passado, o Maranhão esteve apenas atrás de Alagoas no comparativo com os estados com a maior taxa de analfabetismo. Alagoas teve 18,2%, enquanto o Maranhão atingiu 16.7%, que é o mesmo valor registrado em 2016.

Comparando com os dados nacionais, a taxa no Maranhão é maior que o dobro do país, que é de 7% de analfabetos. Em números totais, há 11,5 milhões de analfabetos no Brasil.

A análise dos dados mostra que a desigualdade persiste: a concentração é maior nas regiões Norte e Nordeste, no grupo daqueles com 60 anos ou mais e entre as pessoas que se declaram pretas ou pardas.

Grupo com mais analfabetos

O analfabetismo no Maranhão se destaca a partir dos 60 anos de idade, que representa quase metade dos maranhenses analfabetos, com 47,9%. Em comparação com 2016, essa faixa etária apresentou crescimento na taxa de analfabetismo de 0,1%.

O IBGE no Maranhão também destacou que a população idosa analfabeta representa 396.000 pessoas, sendo um passivo que acompanha ao longo de tempo a realidade educacional do estado. Em 2016, esse percentual foi de 46,1%, representando 387.000 pessoas. O supervisor de disseminação de informações do IBGE no Maranhão, José Reinaldo, apontou que faltam ações específicas para este público.

“São pessoas que deveriam ter sido alfabetizadas e não foram. É um passivo que, para recuperar, precisa haver uma campanha a parte. Os idosos estão vivendo mais e é preciso realizar um trabalho específico com essa população”.

G1 entrou em contato com o Governo do Maranhão para obter retorno sobre os números do IBGE e do estado não diminuir o número de analfabetos de 2016 para 2017. Em nota, a Secretaria de Educação disse que está investindo no combate ao analfabetismo. Para reverter o quadro, informou que foi implantado em 2016 a jornada de alfabetização do Maranhão, com ‘Sim, Eu Posso!’, e só neste primeiro ano já alfabetizou 70% dos inscritos. Ou seja, dos 14.040 alunos do programa, 9.368 já estariam escrevendo suas primeiras linhas em municípios atendidos pelo ‘Plano Mais IDH’.

Além disso, a Seduc disse que ampliou o “Sim Eu Posso!” para a alfabetização de aproximadamente 19 mil pessoas em 15 municípios com o baixos indicadores sociais, e que o Governo Federal reduziu os investimentos do Programa Brasil Alfabetizado no Maranhão, diminuindo a meta de 20 mil alfabetizandos no penúltimo ciclo (2016) para, apenas, 6.500 em 30 municípios (2017), cujas ações encerram neste ano.

Leia mais

sem comentário »

Seduc convoca aprovados em seletivo

1comentário

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) convoca os candidatos classificados em Cadastro de Reserva nos processos seletivos simplificados de professores da modalidade educação Ensino Médio regular (Editais nºs 05/2016 e 33/2017), para comparecerem, até 31 de julho de 2017, na sede da Unidade Regional de Educação a qual pertence o município onde concorreu, para contratação temporária.

Os candidatos deverão comparecer para assinar o contrato administrativo e entregar os documentos exigidos em edital, sendo eles:

Diploma ou Certificado de Formação, cópia devidamente autenticada, para os graduados. O Certificado deverá estar dentro do prazo exigido nos Editais: validade da certidão de 1 (um) ano;

Declaração Original da Universidade, acompanhada do histórico escolar, para os que estão cursando mais da metade do curso, dentro do prazo dos Editais: validade de 1 (um) mês;

Carteira de Identidade (cópia autenticada ou com a declaração de “confere com o original”, efetuada pelo servidor responsável pelo recebimento da documentação);

CPF (cópia autenticada ou com a declaração de “confere com o original” efetuada pelo servidor responsável pelo recebimento da documentação);

Título de Eleitor e o comprovante da quitação eleitoral (cópia autenticada ou com a declaração de “confere com o original” efetuada pelo servidor responsável pelo recebimento da documentação);

Carteira de Reservista para os candidatos do sexo masculino e não índio;

Comprovante de Aptidão Física e Mental apurada em Perícia Médica (Laudo);

Comprovante de endereço;

Número do PIS ou Pasep;

Dados da Conta Bancária do Banco do Brasil, devendo o titular ser o professor contratado.

Neste momento, estão sendo convocados, prioritariamente, os candidatos classificados nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, visando atender necessidades das respectivas disciplinas no sistema público de ensino estadual.

Confira aqui os endereços das Unidades Regionais de Educação (URE’s) e o edital de convocação no site da Seduc (www.educacao.ma.gov.br)

Foto: Lauro Vasconcelos

1 comentário »

Felipe Camarão reúne gestores escolares

0comentário

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) promoverá, de 17 a 26 de julho, Encontros Regionais de Gestores Escolares para avaliação das ações pedagógicas realizadas no primeiro semestre de 2017, para orientação para as próximas ações escolares do segundo semestre e socialização dos resultados do ‘1º simuladão MAIS IDEB’, realizado em junho deste ano.

O Encontro faz parte das ações do Plano Mais IDEB, cuja meta é elevar os índices educacionais do Maranhão e acontecerá nos municípios sede de cada Unidade Regional de Educação (URE’s). A iniciativa envolverá todos os gestores gerais e adjuntos das escolas da rede pública estadual do Maranhão. O tema principal a ser abordado é a qualidade do ensino das escolas estaduais, com vistas ao constante crescimento dos indicadores escolares.

Além dos gestores, estão convidados a participarem do encontro representação de estudantes, com os Grêmios Estudantis, e da comunidade escolar, por meio dos Colegiados que atuam nas unidades de ensino. O objetivo é que todos unidos possam afinar as estratégias educacionais de impacto na qualidade da aprendizagem dos discentes.

“Na oportunidade será feita a análise dos dados do ‘Simuladão Mais Ideb’ com os gestores escolares para que, com os resultados pedagógicos em mãos, eles possam organizar os planejamentos de ensino com vistas à intensificação curricular segundo as dificuldades de aprendizagens identificadas na avaliação em Língua Portuguesa e Matemática. Melhorar a qualidade da educação do Maranhão é uma responsabilidade de todos nós. Essa melhoria só acontecerá se houver empenho de todos”, pontuou o Secretário Felipe Camarão.

Outras ações para a melhoria da educação já estão planejadas para o segundo semestre letivo, que começa na primeira semana de agosto. Na volta às aulas, será a vez dos alunos conhecerem os seus resultados do ‘1º Simulado Mais Ideb’, com a correção que será feita em sala de aula, pelos professores de Língua Portuguesa e Matemática, tirando as dúvidas e mostrando os caminhos para resolução das questões.

Uma outra ação prevista, por meio do Plano Mais Ideb, será a 2ª Formação Continuada deste ano, para professores de Língua Portuguesa e Matemática, prevista para ser realizada de 11 a 17 de agosto.

Foto: Lauro Vasconcelos

sem comentário »

Decisão acertada de Felipe Camarão

1comentário

Seduc rescinde contrato de gestores escolares por não prestarem contas de recursos

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) rescindiu o contrato de gestão de 20 gestores escolares, por ausência de prestação de contas de recursos da Caixa Escolar. Os gestores demitidos são de 20 escolas pertencentes às Unidades Regionais de Educação (URE’s) de Chapadinha, Itapecuru, Rosário, Viana e São Luís. Do total de contratos rescindidos, 13 são de gestores eleitos por meio do processo democrático e sete gestores indicados pela Secretaria, com base em critérios técnicos estabelecidos pelo edital de eleição de gestores.

“Todos estes gestores foram demitidos por não terem prestado contas de recursos do caixa escolar, o que penaliza toda a escola, que fica impossibilitada de receber recursos, como Fundo Estadual de Educação (FEE) e do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), essenciais para o seu bom desempenho administrativo e até pedagógico da escola”, explicou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

É através do Caixa Escolar que são repassados diretamente à escola recursos como: Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) e o Fundo Estadual de Educação, que podem ser destinados à aquisição de material, manutenção, pequenas construções e conservação de instalações e equipamentos necessários ao processo de ensino e aprendizagem, entre outras necessidades básicas. Em contrapartida, os gestores escolares devem prestar conta detalhada de como os recursos foram gastos. Porém, muitos deixam de cumprir a lei, ficando com o Caixa Escolar inadimplente.

O gestor geral ou adjunto da escola assume a responsabilidade de presidente da Caixa Escolar e é o responsável pela boa aplicação dos recursos públicos repassados à escola e pela periódica prestação de contas. A função é exercida por profissionais efetivos da rede, com função gratificada, os quais assinam um contrato de gestão e, periodicamente, tem os seus desempenhos nos aspectos pedagógicos, administrativo e financeiro avaliados.

Ao longo de 2016, a Seduc realizou diversas capacitações regionalizadas com gestores escolares e também outros profissionais interessados sobre procedimentos de prestação de contas. A demissão dos gestores foi a última medida adotada pela Secretaria, após todos os gestores terem sido capacitados e notificados sobre a necessidade da prestação de contas.

“Há um problema histórico de inadimplência das caixas escolares que, na maioria dos casos, os gestores não tinham conhecimento adequado de como proceder com a prestação de conta. Atualmente, temos um setor específico voltado para orientar os gestores e esse número de inadimplência vem diminuindo, contudo, nossa meta é que todas as caixas estejam adimplentes. Antes de proceder com a exoneração, todos os gestores foram notificados para regularizar a situação”, esclareceu o secretário Felipe Camarão.

(mais…)

1 comentário »

Felipe Camarão descarta saída da Educação

1comentário

O secretário de Educação do Maranhão, Felipe Camarão, respondeu com ironia a notícia veiculada nas redes sociais que estaria deixando a Educação e se transferindo para a Secretaria de Saúde.

Em contato com o Blog do Jorge Aragão, Camarão negou que exista essa possibilidade e que seguirá seu trabalho na Educação tentando melhorar os índices do Maranhão. Ao desmentir sua saída, Camarão demonstrou senso de humor e que o trabalho segue firme e a todo vapor.

“Sai da Seduc apenas para entregar mais alguns ônibus aos municípios maranhenses em companhia do governador Flávio Dino, mas já voltei”, respondeu sorrindo.

Camarão se referiu a entrega de mais transporte escolar aos municípios do Maranhão. Na quarta-feira (6), mais sete cidades foram contempladas, totalizando até agora 71 ônibus e duas lanchas já entregues na gestão de Felipe Camarão à frente da Seduc.

Sendo assim, factoide desfeito e Felipe Camarão segue seu trabalho na Secretaria de Educação.

Foto: Divulgaçào

1 comentário »

Camarão rebate críticas de Andrea Murad

2comentários

O secretário de estado da Educação, Felipe Camarão reagiu nas redes sociais às críticas que tem sido feitas na tribuna da Assembleia Legislativa, pela deputada Andrea Murad (PMDB).

Esta semana, a deputada Andrea Murad (PMDB) repercutiu o protesto e as péssimas condições das escolas Luiz Montenegro Tavares e João Lisboa, ambas da rede estadual de ensino.

“As unidades de ensino Luiz Montenegro Tavares e a João Lisboa se encontram imundas, degradantes, em estado de péssima qualidade. Além de sua estrutura, são mal administradas e precisa da intervenção da Secretaria para que os alunos não sejam mais prejudicados porque até professores faltam nas unidades. Os estudantes estão sem aula. Não tem vigilância e a limpeza é precária. O governo não faz o que deveria fazer, aquilo que é de responsabilidade do estado”, disse.

O secretário Felipe Camarão disse que três escolas já foram reconstruídas em Coroatá, mas não comentou a situação das escolas citadas pela deputada. “Desinformação é algo terrível. Deputada oposicionista não sabe que só na cidade de sua base eleitoral o governo do Maranhão reconstruiu 3 escolas”, escreveu.

Camarão disse inda que está aberto às críticas. “As críticas são sempre bem vindas, mas são boas quando justas e verdadeiras”, finalizou.

2 comentários »