PIB do Maranhão cresce

1comentário

crescimento-do-pib-9O Maranhão e a Paraíba foram os únicos estados nordestinos que tiveram crescimento no PIB (Produto Interno Bruto) em 2011. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (22) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e são os mais recentes disponíveis.

Maranhão (1,3%) e Paraíba (0,9%) avançaram cada um cerca de 0,1 ponto percentual. Enquanto a região Nordeste reduziu sua participação em 0,1 ponto percentual em 2011, representando 13,4% do PIB. A Bahia perdeu 0,2 ponto percentual entre 2010 e 2011, passando de 4,1% para 3,9%.

O Maranhão integra o grupo intermediário, formado pelos outros 12 estados, todos com participação entre 4,1% e 1,2% em 2011, foi o que mais cresceu na série 2002-2011, saindo de 27,1% em 2002 para 29,5%, um ganho de 2,4 p.p. de participação no período. Neste grupo estão Santa Catarina, Distrito Federal, Bahia, Goiás, Pernambuco, Espírito Santo, Pará, Ceará, Mato Grosso, Amazonas, Maranhão e Mato grosso do Sul. Espírito Santo (0,5 p.p.) e Pará (0,4 p.p.) foram os que mais avançaram.

As regiões Norte (de 5,3% para 5,4%) e Centro-Oeste (de 9,3% para 9,6%) cresceram, enquanto Sul (de 16,5% para 16,2%) e Nordeste (de 13,5% para 13,4%) diminuíram suas participações no PIB brasileiro em 2011.

PIB per capita

Em 2011, oito estados (Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Paraná) apresentaram PIB per capita acima da média brasileira (R$ 21.535,65). O Distrito Federal, com o maior PIB per capita brasileiro, R$ 63.020,02, representou quase três vezes a média brasileira .

Entre os estados com PIB per capita menor, encontram-se Maranhão (R$ 7.852,71) e Piauí (R$ 7.835,75), que foram cerca de 36% do brasileiro.

Leia mais

1 comentário para "PIB do Maranhão cresce"


  1. claudio

    QUE COISA FEIA CRESCEU O QUE CONTINUA BEM ABAIXO

    COMENTÁRIO MODERADO

deixe seu comentário