Evolução no Enem

0comentário

pedro-fernandes-300x225A média das escolas maranhenses foi elevada de 478,75, em 2011, para 481,37 em 2012, no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, segundo dados divulgados nesta terça-feira (26), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação.

A evolução do estado deve-se, principalmente, ao crescimento da participação das escolas da rede pública estadual de ensino no exame e à melhoria no desempenho dessas escolas no Enem 2012.  O número de escolas estaduais participantes saltou de 106 para 115 escolas, em um universo de 215, em todo o Maranhão, que subiu três posições no ranking nacional.

Além disso, as escolas estaduais elevaram de 441,5 em 2011, para 449, em 2012, a nota das provas objetivas, que consideram as quatro áreas de conhecimento do Enem: ciências da natureza, ciências humanas, matemática e linguagens. O cálculo não inclui a prova de redação.

Segundo dados divulgados pelo Inep, a participação de escolas nas diversas regiões do estado também melhorou. No ranking das dez primeiras escolas com melhor desempenho no estado aparecem além de São Luís, escolas de Caxias, Lago do Junco, Carolina, Bacabal e Imperatriz.

Evolução    

O Maranhão também avançou na proficiência (desempenho em aprendizagem). Nenhuma escola ficou com média abaixo de 400 na média calculada pelo Inep/MEC.

Em 2011, cinco escolas estavam abaixo dessa média, dessas, três estavam entre as cinco piores do país. Em 2012, apenas uma escola maranhense ainda está entre as 20 piores da federação. A elevação do desempenho das escolas em aprendizagem ocorreu praticamente em todas as escolas que participaram do exame.

O secretário de Estado da Educação, Pedro Fernandes, atribuiu o resultado do Maranhão ao esforço que está sendo feito para elevar a qualidade do ensino na rede, que deixa de ser isolado e passa a ser coletivo com a participação de diversos setores da sociedade, de parcerias institucionais, além das ações do Governo do Estado vem desenvolvendo para melhorar o aprendizado dos alunos, universalizar o ensino médio e fortalecer o regime de colaboração com os municípios.

“Melhoramos o desempenho das escolas da rede pública estadual, mas ainda precisamos avançar, porque o Maranhão vem demonstrando tendência de crescimento. Vamos avançar ainda mais com o compromisso do estado e de todos nós em promover a educação pública de qualidade para todos”, afirmou.

Mais destaques

O Governo do Maranhão também comemorou o desempenho alcançado no Enem 2012 pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifma), instituição parceira em diversas iniciativas. Os campi do Monte Castelo, em São Luís, e de Imperatriz integram o ranking das 10 escolas com melhor desempenho no estado.

A unidade da capital ficou na quinta colocação, com média de 612,90 pontos. Já o Campus de Imperatriz alcançou o oitavo lugar, somando 598,20.

O Governo desenvolve parcerias com o Ifma em ações como o Maranhão Profissional, Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e Pronatec Cultura, com oferta de dezenas de cursos profissionalizantes gratuitos; e Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Também contribui com obras como a terraplanagem da área onde será construído o Instituto em Pedreiras, na região do Médio Mearim; e da via de acesso ao Ifma de Codó.

sem comentário »

Restaurante Popular

0comentário

restaurante

A governadora Roseana Sarney inaugurou, nesta terça-feira (26), o Restaurante Popular do Coroado (Coroadinho), que fica localizado na Avenida dos Africanos, 100B. Ao descerrar a placa, ao lado dos secretários Fernando Fialho (Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar) e Luís Fernando Silva (Infraestrutura), a governadora destacou que o restaurante do Coroado é o quarto de seis que serão inaugurados em São Luís.

“Estes restaurantes garantem comida de qualidade a um preço simbólico de R$ 1,00 e também revolucionam a economia porque compra os produtos de pequenos agricultores e ajuda muito, principalmente, as famílias mais necessitadas”, assinalou Roseana Sarney.

Na ocasião, a governadora anunciou que o Governo do Estado vai construir mais 20 Restaurantes Populares no interior, visando garantir segurança alimentar e nutricional a famílias de baixa renda, trabalhadores informais, idosos, estudantes, aposentados e famílias inscritas no Cadastro Único (Cadúnico).

Roseana Sarney aproveitou o momento para convidar os usuários dos restaurantes e a população em geral, para escolher o nome que será dado às unidades. “Vamos lançar um concurso e são vocês que vão escolher o nome que vamos dar a estes restaurantes”, disse.

Os outros dois restaurantes de São Luís serão entregues nos bairros Liberdade e Maiobão. O da Liberdade, segundo informou o secretário de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho, será inaugurado ainda este ano. A ação visa garantir segurança alimentar das populações, com base no princípio do direito humano à alimentação adequada.

Participaram ainda da inauguração os secretários Catharina Bacelar (Mulher), José Ribamar Vieira (Gabinete Militar), José Torres (adjunto da Sectec), Kleber Gomes (adjunto de Segurança Alimentar), Socorro Haickel (adjunta de Administração e Finanças), a deputada estadual e presidente da Frente Parlamenta de Segurança Alimentar, Francisca Primo, agricultores familiares e populares.

Fotos: Handson Chagas

sem comentário »

Boletim de Lisboa

0comentário

BOLETIM26112013

sem comentário »

Pesquisa Escutec

5comentários

pesquisa

A mais recente pesquisa Escutec de intenções de voto para o governo do Estado, realizada apenas em São Luís, mostra que a disputa do ano que vem deve ser mesmo acirrada no maior colégio eleitoral do Maranhão.

De acordo com a consulta, finalizada há duas semanas, o presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB), lidera, com 28,6%; a deputada estadual Eliziane Gama (PPS) está logo atrás, tecnicamente empatada, com 26,5%; o secretário de estado de Infraestrutura, Luis Fernando (PMDB), é o terceiro, com 22,1%, tecnicamente empatado com a popular-socialista e no limite do empate técnico com o comunista.

A margem de erro do levantamento, que ouviu 1.582 eleitores, é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Numa simulação de 2º turno entre Dino e Luis Fernando, ainda apenas na capital, o comunista aparece com 36,1% e o peemedebista com 28,8%. Novamente, margem  de erro de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Leia mais

5 comentários »

Enem 2012

2comentários

enem-2012

O Centro Educacional Montessoriano Reino Infantil foi a escola que obteve maior média nas provas objetivas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 do Maranhão, segundo levantamento feito pelo G1 com base nos dados fornecidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), autarquia do Ministério da Educação.

O Reino Infantil obteve média de 643,29 pontos considerando as provas objetivas das quatro áreas de conhecimento do Enem: ciências da natureza, ciências humanas, matemática e linguagens. O cálculo não inclui a prova de redação, que não utiliza como método de correção a Teoria de Resposta ao Item (TRI), usada nas provas objetivas.

Entre as escolas públicas, o Instituto Federal do Maranhão – Unidade Monte Castelo – (São Luís/MA) – federal obteve a melhor média 612,90. Veja o desempenho das escolas no Maranhão:

Veja as 10 escolas com as maiores médias nas PROVAS OBJETIVAS:

1º) Centro Educacional Montessoriano Reino Infantil (São Luís/MA) – privada  – média 643,29
2º) Colégio Educator (São Luís/MA) – privada  – média 637,67
3º) Colégio Dom Bosco (São Luís/MA) – privada  – média 623,34
4º) Jardim Escola Crescimento (São Luís/MA) – privada  – média 619,30
5º) Instituto Federal do Maranhão – Unidade Monte Castelo – (São Luís/MA) – federal – média 612,90
6º) Centro de Educação Internacional (São Luís/MA) – privada – média 611,63
7º) Centro de Ensino Upaon-Açu (São Luís/MA) – privada – média 599,88
8º) Instituto Federal do Maranhão (Imperatriz/MA) – federal – 598,20
9º) Complexo Educacional Dom Bosco (Balsas/MA) – privada – média 595,93
10º) Colégio São José – privada – média 581,25

Veja as 10 escolas públicas com as maiores médias nas PROVAS OBJETIVAS:

1º) Instituto Federal do Maranhão – Unidade Monte Castelo – (São Luís/MA) – federal – média 612,90
2º) Instituto Federal do Maranhão (Imperatriz/MA) – federal – 598,20
3º) Colégio Universitário (São Luís/MA) – federal – média 560,78
4º) Instituto Federal do Maranhão (Santa Inês/MA) – federal – 546,55
5º) Colégio Militar do Maranhão (São Luís/MA) – estadual – 530,76
6º) Centro Educacional Liceu Maranhense (São Luís/MA) – estadual – média 513,75
7º) Instituto Federal do Maranhão – Unidade Maracanã – (São Luís/MA) – federal – média 513,45
8º) Instituto Federal do Maranhão (Alcântara/MA) – federal – média 510,51
9º) Dom João Antônio Farina (São Luís/MA) – municipal – média 510,51
10º) Centro Educacional Thales Ribeiro Gonçalves – estadual – média 510,43

2 comentários »

Sistema funcionando

1comentário

detran-ma

O Detran-MA informa que todos os serviços de atendimento ao público que estavam fora do ar desde ontem (25) já foram normalizados.

O problema foi provocado devido a uma falha de sistema na base nacional de competência do Serpro/Governo Federal que tirou do ar o sistema Detran/Seati.

A direção do Detran-MA lamentou o ocorrido e os transtornos causados aos usuários.

1 comentário »

Preço abusivo

1comentário

pedrolucasO vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) quer que o Ministério Público Estadual investigue o aumento exorbitante do preço do cimento e a escassez do produto na capital. Indicação nesse sentido foi aprovada nesta segunda-feira (25) pelo plenário da Câmara Municipal e será enviada à promotora Lítia Cavalcante, titular da Promotoria de Defesa do Consumidor.

O saco de cimento está sendo vendido por até R$ 39 em São Luís. Há 20 dias o preço era R$ 26.

“Não existe um motivo plausível para este aumento exorbitante no preço do cimento. Queremos que o MP investigue e ponha fim a esta exploração a que está sendo submetido o consumidor ludovicense”, disse o vereador.

No Maranhão, apesar de existir duas fábricas de cimento, Nassau (Km-17, em Codó) e Votorantim (São Luís), o preço praticado é um dos mais altos do Brasil. Em algumas regiões do Maranhão o cimento comercializado vem do Ceará, Piauí e Bahia. Em Floriano (PI), o preço para o consumidor final sai a R$ 26. Pequenos comerciantes compram lá para revender no Maranhão.

Foto: Paulo Caruá

1 comentário »

Molecagem

15comentários

marcoscaldasO deputado Marcos Caldas (PRP) denunciou na sessão desta segunda-feira (25), na Assembleia Legislativa, a venda indiscriminada de ingressos para o primeiro jogo da final da série C do Brasileirão, entre Sampaio e Santa Cruz, realizado domingo (24) no Estádio Castelão. Segundo o relato do parlamentar, ao chegar ao estádio com sua família, todos com ingressos que davam acesso às cadeiras cobertas, foram obrigados a assistir ao jogo em pé. Todas as cadeiras estavam ocupadas e muita gente teve que assistir ao jogo em pé.

Caldas classificou o episódio de “molecagem” e disse que vai pedir ao Ministério Público e ao Procon que tomem providências e encontrem  os responsáveis por tamanha irresponsabilidade. Ele alertou as autoridades que tomem providências antes do caos.

“A irresponsabilidade é grande. Como é que se compra o ingresso para assistir a uma partida de futebol sentado em uma cadeira, mas a irresponsabilidade é grande porque não botam o número da cadeira, não tem número. Aí quem chegar primeiro senta, mas tem mais de dez mil pessoas em pé. Quem vendeu esses ingressos? Quem é o responsável? Cadê o Ministério Público? Cadê o Procon? De quem é a culpa? É da Federação? É da Secretaria de Esportes?”, questionou.

O deputado disse que episódios como este não podem mais acontecer, caso contrário as famílias não vão mais ao estádio. “Ir para um estádio assistir a um jogo e passar duas horas em pé, eu fico na minha casa. O jogo ia passar na televisão, mas não, fui até o Estádio com meus amigos assistir e todos ficaram em pé, nem conseguiu sentar”, declarou.

O parlamentar também chamou atenção para a renda do jogo. Com o estádio que tem capacidade para 43 mil pessoas sentadas totalmente lotado, a renda divulgada foi de pouco mais de 20 mil pagantes. “Que mágica é essa? Será que deram esses ingressos? Agora eu não acredito em hipótese alguma que deram mais de 12 mil ingressos só para as cadeiras.”

15 comentários »

Seletivo de professores

0comentário

logomarca

Foram abertas nesta segunda-feira (25) as inscrições do Processo Seletivo Simplificado para a contratação de 650 professores para a rede municipal de Educação da Prefeitura de São Luís. Os interessados em participar do certame devem se inscrever até o dia 8 de dezembro através do site da Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Federal do Maranhão (FSADU): http://www.fsadu.org.br/concursos ou www.sousandrade.org.br/concursos.

A taxa de inscrição corresponde a R$ 55 e deve ser paga até o dia 09 de dezembro. Os salários variam entre R$ 1.754,73 e R$ 2.105,67 para cargas horárias de 24h e 30h semanais, respectivamente. O certame contemplará vagas para as disciplinas Artes, Ciências, Educação Física, Filosofia, Geografia, História, Inglês, Matemática, Música, Português, Teatro e Educação Especial.

Para a área da Educação Infantil serão contratados 158 profissionais enquanto para o Ensino Fundamental está prevista a atuação de 456 professores. Para as classes de Educação Especial serão contratados 36 professores.

As provas serão aplicadas no dia 22 de dezembro e serão compostas de 40 questões objetivas, dentre as quais 25 questões de conhecimentos gerais e outras 15 de conhecimentos específicos. A divulgação do resultado final do certame está prevista para o dia 10 de janeiro de 2014.

O Processo Seletivo garantirá a contratação excepcional de docentes, de forma temporária, por um ano, prorrogável por igual período. A seleção será feita de forma nucleada, isto é, o candidato irá concorrer para o local pré-definido por ele no ato da inscrição.

sem comentário »

Urbanização em Alto Alegre

1comentário

andrefufucaO deputado estadual André Fufuca (PEN) enviou indicação à governadora do Estado, Roseana Sarney, e ao secretário das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), Hildo Rocha, com o objetivo de recuperar as vias urbanas do município de Alto Alegre do Pindaré, localizado a 205 km da capital.

Segundo Fufuca, o Programa Pró-Transporte do Ministério das Cidades já liberou recursos no valor de 4 milhões e 500 mil para que sejam feitas drenagens, sarjetas, calçadas e sinalização das ruas do município, facilitando  o tráfego de veículos, pedestres e ciclistas, principalmente à noite.

“Com essa transformação será proporcionada maior segurança às famílias que residem ao longo das ruas. Os moradores terão um ganho significativo na qualidade de vida. Com a obra de urbanização, consequentemente o tráfego será de qualidade e mais seguro”, destacou o parlamentar.

1 comentário »