Dilma cresce

0comentário

dilmarousseffPesquisa Datafolha divulgada neste sábado (30) pelo jornal “Folha de S.Paulo” indica que a presidente Dilma Rousseff teria 47% dos votos e venceria no primeiro turno caso a eleição fosse hoje e ela tivesse como adversários o senador Aécio Neves (PSDB) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Nesse cenário, Aécio teria 19% e Campos 11%. Votos em branco ou nulos seriam a opção de 16% e outros 7% responderam que não saberiam em quem votar.

Dilma cresceu 5 pontos na intenção de votos em comparação ao Datafolha divulgado em 11 outubro, que testou o mesmo cenário, com os mesmos candidatos.

O Datafolha entrevistou 4.557 pessoas em 194 municípios na quinta (28) e na sexta-feira (29), com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Lula

A pesquisa também analisou a possibilidade da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais de 2014. Segundo o Datafolha, Lula venceria a eleição no primeiro turno com 52% a 56% dos votos, dependendo do cenário.

Leia mais

sem comentário »

Parceria em Coroatá

0comentário

coroata

O secretário de Estado de Infraestrutura, Luís Fernando Silva, assinou nesta sexta-feira (29), juntamente com a prefeita de Coroatá, Teresa Murad, ordem de serviço para a pavimentação asfáltica em bairros do município. Com a parceria, serão asfaltados cerca de 10 km de ruas nos bairros do Centro e Novo Areal.

A solenidade de assinatura da ordem de serviço, realizada no bairro Novo Areal, contou com a participação do secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad; do prefeito de Codó, Zito Rolim; vereadores das cidades de Coroatá, Timbiras, Codó e Peritoró; além de lideranças políticas da região.

Ao assinar a ordem de serviço, o secretário Luis Fernando anunciou que no Maranhão, em todos os municípios, a população vai chegar e sair por estradas asfaltadas. “O Maranhão já é outro. O que acontece aqui é resultado de trabalho e compromisso com a população. Nós aprendemos a não a prometer, mais a fazer, a realizar e cumprir. A prefeita Teresa Murad faz um governo que mudará as condições de vida da população de Coroatá”, disse Luís Fernando.

coroata1

Até 2015, as ruas e avenidas do município terão mais de 60 km de asfaltamento e recapeamento. “Avenidas e ruas sem asfalto, em Coroatá, será coisa do passado. Vamos asfaltar todas as ruas da cidade até o final do nosso governo. Faremos isso por meio de parcerias com os governos do estadual e federal.

O secretário de Saúde, Ricardo Murad definiu a assinatura da ordem de serviço como um dia histórico para Coroatá. “Todos os bairros de Coroatá serão asfaltados. Nós iniciaremos hoje (sexta) aqui o maior programa de pavimentação da história de nossa cidade”, declarou.

Além das áreas do Centro e Novo Areal, os bairros Vila Teresa Murad, União, Vila Cilene, Cohab, Cajueiro, Trizidela, entre outros, serão beneficiados pelo programa de asfaltamento. “É uma alegria imensa. Só temos a agradecer à prefeita Teresa Murad e aos secretários Ricardo Murad e Luis Fernando por trazerem esse benefício todo para nós. Ganhamos o melhor presente de Natal, que é esse asfalto nas nossas ruas”, afirmou a dona de casa Francisca Alves.

Fotos: Jorge Ribeiro e Fabbio Costa

sem comentário »

Sem racismo

6comentários

médic-_nigerianoA polêmica envolvendo o médico nigeriano de nome quase impronunciável “Kingsley Ify Umeilechukwu”, ainda está rendendo o que falar.

Quem desta vez deu opinião sobre o assunto foi o polêmico médico maranhense Yglésio Moyses, ex-diretor do Socorrão I, lembram dela, né?.

Pois é. Na opinião de Yglésio, os procedimentos da Secretaria de Saúde e da Secretaria de Segurança foram corretos e que não existe essa história de racismo como setores da imprensa ligados à oposição tentaram fazer crer.

yglesio“Meu caro Robert, referente ao caso do médico nigeriano, os procedimentos da SES/SSP estão corretos. Ele não tem registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) ou qualquer outra entidade da categoria. Para exercer medicina ele tem que estar registrado no CRM, após revalidação do diploma seja pelo Revalida, seja por permissão de faculdade nacional. Ou para atuar no programa Mais Médicos, quando ele recebe uma licença só para essa atividade, o que não foi o caso. Ou seja, como ele não tinha registro local, ele está infringindo a lei. Tem nada de racismo nessa história”, disse Yglésio ao Blog do Robert Lobato.

Yglásio Moyses:”procedimentos do governo maranhense foi correto. Não existe racismo”.

Em verdade, o tema “racismo” entrou neste episódio do médico nigeriano pelo mais puro oportunismo da oposição. É que tudo neste estado tem que ser politizado pela insânia oposicionista, e de preferência colocar a ‘culpa’ no colo do governo ou do Sarney, por mais estapafúrdio ou ridículo seja o caso.

Se o candidato da oposição está com quase “100%” de intenção de voto para governador e fica precisando de factoides a todo instante para se promover, imagina se estivesse atrás do seu principal concorrente, o que seria capaz de inventar?

Que coisa!!

Leia mais

6 comentários »

Caos no Socorrão

4comentários

socorrao1

Equipamentos enferrujados, falta de materiais de trabalho, de profissionais, e de medicamentos, tetos mofados, fiação elétrica exposta, ambiente insalubre e pacientes instalados em macas nos corredores. Este foi o cenário de total contraste com as regularidades necessárias ao bom andamento da prestação dos serviços da rede municipal de saúde, constatados pelo líder da oposição na Câmara Municipal, vereador Fábio Câmara (PMDB), durante uma inspeção “surpresa” realizada na noite desta quarta-feira (27), no Hospital Djalma Marques, o Socorrão I.

Fábio disse que a inspeção ocorreu por causa de uma cena lamentável registrada num dos corredores do Socorrão I, após a divulgação de um vídeo na internet, mostrando uma criança de 13 anos, com suspeita de meningite, que vinha sendo mantida numa maca, sem qualquer assistência digna na unidade, desde a última segunda-feira (25). A criança, que chegou a ser retirada do corredor, após intervenção do Ministério Público, respirava com a ajuda de aparelhos e era o pai quem permanecia ao seu lado o tempo inteiro.

“Fiquei preocupado com uma possível contaminação, pois a paciente ficou muito tempo exposta num hospital com corredores suerplotados. O que vimos no Socorrão está mais para um matadouro que para Hospital, é um foco de contaminação”, afirmou o parlamentar.

O peemedebista disse que além da falta de medicamentos, faltam materiais básicos para a realização de procedimentos cirúrgicos. Ele afirmou ainda que enquanto passava pelas enfermarias, muitos pacientes o chamava para denunciar que estão há  dias sem água. “Com o problema, os pacientes estão tendo que comprar água para beber em uma lanchonete próxima ao hospital”, pontua.

A visita iniciada por volta das 19h envolveu toda a extensão da unidade de atendimento, onde foi possível verificar as deficiências existentes principalmente na área da infraestrutura onde foram constatados entraves pela inexistência de equipamentos, sucateamento da estrutura física e um cenário de revolta e insatisfação em meio ao corpo funcional.

“O Socorrão não é lugar para seres humanos. O banheiro está uma lambança, não tem água para lavarmos nem as mãos. Aqui, o cenário é de guerra”, relatou uma funcionária ao vereador Fábio Câmara.

Em uma das enfermarias, foram constatadas várias irregularidades. Falta de ventilação, tetos mofados e fiação elétrica exposta, são fatores que tornam o ambiente insalubre a pacientes e acompanhantes, que se mostram envoltos de ferrugem e danos irreparáveis que expõem a vida de milhares de pessoas que utilizam dos serviços médicos da unidade ao risco de infecções.

“A possibilidade de contrair uma infecção nas dependências do Hospital é enorme. A ferrugem está espalhada por toda a parte. A estrutura está totalmente comprometida pelo mofo, há fiação exposta e umidade na parede. A ventilação é comprometida e a falta de limpeza nos banheiros são fatores que contribuem para tornar o ambiente insalubre e paciente e acompanhante”, informou Câmara.

socorrao2
Ações

Após constatar as irregularidades, o líder da oposição protocolou mais três representações contra o prefeito Edivaldo Júnior (PTC) e César Felix, titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semus). Agora, além do Ministério Público Estadual e do Ministério Público Federal, o parlamentar acionou o Ministério Público do Trabalho, por conta das péssimas condições de trabalho a que são submetidos os profissionais que prestam serviços nas unidades de saúde do município. A situação, segundo o parlamentar, chegou ao ponto de provocar uma demissão em massa de médicos que atuam nessas unidades.

Nas representações, estão sendo cobrados esclarecimentos sobre atraso no salário dos profissionais de saúde, condições de trabalho nas unidades e ainda a questão do vínculo empregatício, já que a maioria dos médicos que pediu demissão coletiva em carta enviada ao prefeito Edivaldo Júnior trabalha por regime de contrato.

“As representações são baseadas numa carta de demissão coletiva enviada ao prefeito Edivaldo Júnior, em vídeos obtidos na internet e em filmagens que realizei no Socorrão. Como representante do povo, temos que nos movimentar e trabalhar para melhorar a saúde. Se não agirmos rápido, a situação ficará bem pior do que está”, afirmou Câmara.

Intervenção

O parlamentar defende uma intervenção federal urgente no sistema de saúde de São Luís. Segundo ele, o pedido se faz necessário porque o caos é a palavra que define a atual situação da saúde pública na capital. “Além das três ações, vamos representar ainda ao Ministério da Saúde pedindo intervenção no sistema de saúde de são Luís. O pedido se faz necessários porque a prefeitura recusou a parceria com o governo do estado, sendo assim, a única saída para amenizar o sofrimento do povo é uma intervenção federal no sistema de saúde de São Luís”, disse Fábio Câmara.

4 comentários »

Tudo de novo

5comentários

roseanasarneyO Tribunal Superior Eleitoral (TSE) devolveu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MA), o Recurso Contra Expedição de Diploma (RCED) impetrado na Justiça Eleitoral pelo ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) pedindo a cassação do mandato da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Pelo entendimento do Tribunal Superior Eleitoral, o Recurso Contra Expedição de Diploma (RCED) será transformado numa Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) e terá que ser julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Situação semelhante passam dez governadores que são alvo de ação para cassação de mandato.

Na prática, o processo de cassação de Roseana Sarney está zerado a partir de agora.

O que vai acontecer é assunto para os próximos dias.

5 comentários »

Coroado de Natal Feliz

1comentário

maranhaofeliz

Este domingo (1º) será de lazer e muitas brincadeiras no bairro do Coroadinho, em São Luís. A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel) promoverá no bairro mais uma edição do programa “Maranhão Feliz”. Com o objetivo de proporcionar o esporte e lazer às comunidades, o “Coroado de Natal Feliz” ocorrerá será no Viva Coroadinho, Alto do morro São Sebastião, a partir das 9h.

Durante o evento, a Sedel proporcionará às crianças, jovens, adultos, idosos e pessoas com deficiência diversas atividades esportivas e de lazer. Dentre as atividades, futebol de travinha, basquete, vôlei, peteca, futsal, tênis de mesa, jogo de damas, dominó, xadrez, jogo de botões, queimado, capoeira e recreação.

Esta edição fará parte da festa natalina do pólo Coroadinho “Coroado de Natal”, que reúne os setores sociais da comunidade para expor atividades culturais, de educação e ações sociais. Para o projeto “Maranhão Feliz” será o encerramento desta temporada de 2013, que já contempla, deste 2011, bairros de São Luís e cidades do interior do estado.

“Esta última edição do ano de 2013 do projeto Maranhão Feliz, proporcionará uma grande festa aos moradores do Coroadinho e bairros adjacentes. Estamos promovendo uma ação para que todos possam ter a oportunidade de praticar o lazer dentro da sua própria comunidade”, explicou Clineu Filho, um dos idealizadores do projeto e secretário Executivo da Comissão de Análise e Projetos Esportivos Incentivados (CAPEI) da Sedel.

De acordo com Clineu Filho, a Sedel não quer que o projeto “Maranhão Feliz” se resuma apenas a um dia de lazer. Por isso, para dar continuidade ao programa nas comunidades, a Sedel realiza treinamentos de capacitação com os moradores dos bairros beneficiados pelo programa. O objetivo é formar agentes comunitários para serem monitores do esporte no bairro.

O treinamento, com carga horária de 20 horas, consiste em aulas teóricas e práticas coordenadas por técnicos da Sedel. No bairro coroadinho, o curso iniciou na terça-feira (26) e será encerrado somente no domingo (1º) onde os participantes colocarão o aprendizado em prática durante a edição do evento.

“Quem trabalhará no “Coroado de Natal Feliz” serão as pessoas que foram capacitadas pelos técnicos da Sedel. É uma oportunidade que a comunidade terá de dar procedimento as atividades esportivas e recreativas no bairro. É a semente que está sendo plantada para que este projeto tenha continuidade”, ressaltou Aragão Neto, integrante da coordenação do Departamento de lazer da Sedel.

Fotos: Biaman Prado

1 comentário »

TJ aprova fundo

1comentário

cleonescunhaO Pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) aprovou projeto de lei que cria o Fundo Especial de Segurança dos Magistrados do Maranhão (Funseg-JE). O objetivo é suprir, implementar, captar, controlar e aplicar recursos financeiros destinados à implantação e manutenção do Sistema de Segurança dos Magistrados, além da estruturação, aparelhamento, modernização e adequação tecnológica dos meios utilizados nas atividades com mencionada finalidade.

Pelo projeto – que teve como relator o desembargador Cleones Cunha – os recursos do Funseg devem ser aplicados na construção, reforma, ampliação e aprimoramento das sedes da Justiça Estadual, manutenção dos serviços de segurança, formação, aperfeiçoamento do serviço de segurança dos magistrados, entre outras medidas.

“Essa é uma iniciativa que transmite, de certo modo, uma segurança aos magistrados. Consequentemente, se temos um juiz mais seguro, teremos uma prestação jurisdicional mais tranquila”, destacou Cleones Cunha.

As receitas do Fundo serão constituídas com a destinação de dois a quatro por cento do produto da arrecadação das custas judiciais, taxa judiciária e do percentual de emolumentos extrajudiciais recolhidos ao Fundo Especial de Modernização e Reaparelhamento do Judiciário (Ferj), nos termos da Lei Complementar nº 48/2000. O percentual será definido por ato da presidência do TJMA.

Também estão previstos como verbas, rendimentos de aplicações financeiras com recursos do próprio Fundo e subvenções, auxílios públicos ou privados, específicos ou oriundos de convênios, acordos ou contratos nacionais e internacionais.

A administração do Funseg ficará sob a responsabilidade de um Conselho de Administração formado por um desembargador, um juiz, diretor de Segurança Institucional, diretor do Ferj e diretor financeiro da Secretaria do Tribunal. Os membros serão nomeados pelo presidente do TJMA, após aprovação do colegiado. A prestação de contas da arrecadação e aplicação de seus recursos ocorrerão nos prazos e na forma da legislação vigente.

O projeto – de autoria da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) – será encaminhado à Assembleia Legislativa para apreciação dos parlamentares estaduais.

1 comentário »