Saúde no Carnaval

0comentário

plantaosaude

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) vai disponibilizar, a partir deste sábado (1º) até a terça-feira (4), o período de Carnaval, uma estrutura especial de assistência aos foliões que estiverem no circuito Madre Deus/Deodoro, em São Luís, e precisarem de serviços médicos. O hospital de campanha, montado na Deodoro, servirá de ponto de atendimento emergencial e triagem e contará com o apoio de unidades integrantes da rede estadual de saúde.

Os serviços oferecidos pela SES fazem parte do conjunto de atividades colocadas em prática para garantir conforto e segurança aos foliões durante a programação do “Carnaval do Maranhão – é só alegria no coração” promovido pelo Governo do Estado.

A base de atendimento aos foliões será na Praça Deodoro, onde foi montado o hospital de campanha. Durante os quatro dias de carnaval o hospital funcionará com duas equipes médicas, em regime de plantão 24 horas.  Cada equipe terá dois médicos, dois enfermeiros e quatro técnicos de enfermagem responsáveis por fazer a triagem, atendimento e envio do paciente, caso necessário, para as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) ou para os hospitais de Alta Complexidade Carlos Macieira e Tarquínio Lopes Filho (Hospital Geral).

O encaminhamento de pacientes para outras unidades da rede estadual poderá ser feito imediatamente por duas ambulâncias disponibilizadas para este período carnavalesco.  São duas ambulâncias, sendo uma unidade de Suporte Avançado (USA) e outra de suporte básico, que estarão de plantão junto ao hospital de campanha para fazer as remoções.

A SES está acompanhando, por meio da coordenação do Departamento de Atenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e AIDS, ações de prevenção e combate a AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis. De acordo com a coordenadora do Departamento, Osvaldina Motta, as ações seguem o mote da campanha nacional para chamar a atenção da população durante o carnaval. Com o slogan “Se tem festa, festaço ou festinha, tem que ter camisinha”, a campanha visa principalmente o publico da faixa etária de 15 a 49 anos.

Somando-se a tudo isso, a exemplo de toda a rede estadual de saúde, o Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps-Ad) estará de plantão e irá intensificar o seu funcionamento para o período de Carnaval. De acordo com o diretor da unidade, Marcelo Soares, todas as suas equipes de profissionais estarão trabalhando e o telefone de contato 3236-4741 ficará com linha aberta para atendimento.

Na segunda e terça feira (4) o horário de funcionamento do Caps será das 7h as 13h. Já na quarta- feira (5), em regime integral, até as 18h, para atender a um possível aumento de demanda e atendimentos.

Foto: Divulgação

Sem comentário para "Saúde no Carnaval"


deixe seu comentário