A conduta violenta e a falta de critério dos árbitros

0comentário

A polêmica por conta da expulsão dos dois jogadores do Sampaio na partida com o Botafogo-PB pelo árbitro Daniel Silva continua.

Ontem, pude ouvir a opinião de dois árbitros maranhense que integram o quadro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e eles confirmaram que existe uma determinação da Comissão de Arbitragem para expulsar os altletas em jogadas como as que vimos de Felipe Dias, Bruninho e também de Robson Simplício, na partida entre MAC e Altos pela Série D.

As jogadas foram resumidas como “excesso de força”, da mesma forma como houve aquela expulsão de Gabigol, do Flamengo, na Libertadores. Na verdade essas jogadas são classificadas como “conduta violenta”.

Ontem à noite, no jogo entre Bragantino e Sport pelo Campeonato Brasileiro Série B, o lateral-esquerdo Guilherme Lazaroni foi expulso pelo mesmo motivo.

A observação que faço é quanto à falta de critérios para as duas equipes. No caso de Sampaio e Botafogo, o zagueiro Lula chegou a pisar o atacante Ulisses que estava caído. O árbitro estava na frente do lance, mas não expulsou. Ficou explícita a falta de critério.

Não é apenas uma questão de interpretação. Se existe uma determinação da CBF para expulsar nestes casos, que os árbitros hajam de forma igual para os dois lados.

Foto: João Ricardo

Sem comentário para "A conduta violenta e a falta de critério dos árbitros"


deixe seu comentário