Tema polêmico

0comentário

dinheiroA partir de 2014, clube que atrasar salários ou o pagamento de impostos deverá ser punido com perda de pontos no caso do Campeonato Brasileiro e até com eliminação na Copa do Brasil. A ideia foi discutida nesta semana em reunião realizada em São Paulo e já tem a aprovação da CBF e de uma comissão de clubes formada pelos presidentes de Flamengo, Corinthians, Vitória, Coritiba e Internacional.

As punições fazem parte de um pacote para tentar sanear os clubes, que terão 20 anos para pagar as dívidas atuais, estimadas em R$ 3 bilhões no caso das principais agremiações. Essa conta seria paga com um percentual das receitas de TV e patrocínio, que seria retido na fonte – antes portanto que os clubes possam escolher o que vão pagar.

O prazo de 20 anos será o mesmo para todos. O que muda é o percentual do faturamento de cada um que será retido para a quitação de dívidas. Quem deve mais, perderá uma fatia maior de seu faturamento. Uma vez equacionadas as contas do passado, a CBF e os clubes se encarregariam de evitar que novas dívidas sejam criadas. Aí é que entram as punições esportivas.

O plano é que antes de cada competição, os clubes apresentem certidões negativas de débito. E que as reapresentem regularmente ao longo da competição – a cada 90 dias, por exemplo. O mesmo com os salários de atletas e funcionários. O Ministério do Esporte já tinha um plano de oferecer prazo de 20 anos e juros baixos para os clubes acertarem suas dívidas. O atraso nos salários também faz parte da pauta de reivindicações do movimento Bom Senso F.C. Faltava a CBF e os clubes concordarem.

O pacote todo deverá constar de Medida Provisória a ser editada pela presidente Dilma Rousseff ainda neste ano.

Folha.com

Sem comentário para "Tema polêmico"


deixe seu comentário