Andrea mostra abandono da Lagoa da Jansen

0comentário

Área administrada pelo Governo do Estado, considerada cartão postal da ilha de São Luís, a Lagoa da Jansen está em completo abandono. Foi o que mostrou a deputada Andrea Murad em passagem pelo local.

Lixo, muito mato, carro sendo lavado em cima do calçadão, aparelhos de ginástica quebrados e o posto policial deteriorado, realidade de um local que já foi ponto turístico da capital.

“Estou impressionada como acabaram com esse local. Lixo por toda parte. Mato. Verdadeiro absurdo. As pessoas já sabem que não tem administração, que lavam até carro em cima da calçada. Eu acho inacreditável a situação que o governo deixa a Lagoa. Esporte pra eles não existe, a Lagoa não tem segurança também, tem um posto policial com as janelas quebradas e dentro só imundície e sujeira. Será que Flavio Dino acha que faz um bom governo? Ele é ruim na educação, ele é ruim na saúde, ele é ruim até na administração de um parque”, disse Andrea durante gravação de vários vídeos mostrando o caos na área.

sem comentário »

Rua Grande sofre com atraso em obra

0comentário

O principal Centro Comercial de São Luís sofre com o abandono e dos buracos espalhados em toda extensão da Rua Grande. O lugar perdeu o charme do passado e está afugentando os clientes.

Os buracos se tornaram uma armadilha para os 80 mil clientes que todos os dias vêm às compras – no comércio mais tradicional da capital maranhense.

O perigo é ainda maior por causa do improviso! Sacos de areia, pedaços de madeira – escondem as galerias abertas nas calçadas. O congestionamento de veículos provoca ainda mais desgaste na rua de arquitetura colonial.

Um negócio de 48 anos vencido por uma crise que afunda o comércio na Rua Grande, centro comercial de São Luís. Nesta terça-feira (3) foi dia de embalar os estoques e fechar as portas. “Uma tristeza, pois ela é desprezada pela Prefeitura de São Luís”, lamentou o comerciante Cleber Chaves.

O congestionamento de veículos provoca ainda mais desgaste na rua de arquitetura colonial. No meio do caos, as autoridades tentam justificar a situação! “Você sabe que ao longo do tempo a pavimentação sofreu com carros que sobem, pois não é preparada para suportar o trafego de veículos pesados”, disse Antônio Araújo, secretário municipal de Obras e Serviços Públicos.

A Rua Grande é o endereço das principais lojas de departamentos do país, mas também é uma das principais fontes de arrecadação da prefeitura – embora tenha se tornado uma péssima vitrine para um negócio que tenta escapar da falência.

A primeira ordem de serviço para as obras de revitalização da rua grande foi assinada em 2015 – o projeto jamais saiu do papel.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) confirmou nesta terça-feira (3) a liberação de R$ 6 milhões, que devem ser usados no início das obras, previsto para este mês.

Leia mais

sem comentário »

MP aponta abonando em abrigo de idosos

0comentário

O Ministério Público Estadual (MPE) concluiu o relatório sobre as condições da única casa pública destinada a abrigar idosos em São Luís. O Solar do Outono tem vários problemas estruturais.

O abrigo, que é mantido pelo Governo Estadual, é a única instituição permanente para idosos na capital maranhense. Atualmente possui a capacidade para atender 40 idosos. Depois de várias vistorias, a Promotoria de Defesa do Idoso relatou que o espaço físico está deteriorado.

Entre as irregularidades constatadas estão à ausência de infraestrutura nas instalações do prédio, a deterioração e a falta de piso em alguns cômodos que já causaram, inclusive, diversos acidentes com idosos e funcionários do abrigo.

Além disso, alguns banheiros estão interditados dificultando a higiene dos idosos e há problemas no fornecimento de medicamentos e carência de médicos.

Segundo o promotor José Augusto Gomes, são 92 profissionais trabalhando, mas apenas uma médica, que nem sequer é geriatra. A promotoria investiga também uma denúncia de negligência e cobra do estado a criação de mais vagas para os idosos.

Sobre esse pedido de criação de novas vagas, o governo do estado não se pronunciou. Sobre a denúncia de desligamento da sirene de emergência, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social afirmou que instaurou um processo administrativo para apurar o fato, que foi resolvido imediatamente.

A secretaria informou que já iniciou a reforma do prédio e a compra de novos equipamentos, além de contratação de mais profissionais de saúde.

Leia mais

sem comentário »