Umbelino que humanizar atendimento de pacientes

0comentário

A Câmara Municipal de São Luís deverá avaliar nos próximos dias, o projeto de lei nº 044/2019, de autoria do vereador Umbelino Junior (Cidadania) que autoriza o agendamento telefônico de consultas para pacientes com deficiência ou mobilidade reduzida, idosos, gestantes e lactantes nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital maranhense.

Segundo o projeto, 30% das consultas diárias disponíveis nas unidades de saúde serão destinadas ao agendamento de consultas por telefone e o serviço só será permitido nas unidades onde o paciente já estiver cadastrado. Para receber este tipo de atendimento, o paciente deverá apresentar no momento da consulta, a carteira de identidade e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com o autor da proposta, o projeto tem como objetivo humanizar o atendimento para um grupo prioritário de pacientes. “Nossa ideia é dar mais dignidade e evitar que pessoas com deficiência, idosos, gestantes e lactantes enfrentem longos percursos e um processo cansativo”, afirmou Umbelino Junior.

Se aprovada, as unidades básicas de saúde terão 60 dias para afixar em local visível à população um material informando a lei e o número disponível para o agendamento. A previsão é que a proposta seja apreciada no plenário da Câmara de São Luís e nas Comissões de Justiça e Saúde.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Pedro Lucas discute programa voltado aos idosos

0comentário

A bancada do PTB recebeu, nesta quarta-feira (29), o secretário nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa Idosa, Antônio Fernandes Toninho Costa.

Ele veio à Liderança do Partido na Câmara para falar sobre a atuação da secretaria, e apresentou, como um dos destaques, o programa “Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável”.

Segundo o deputado federal Pedro Lucas Fernandes, o objetivo do programa é a inclusão social e digital dos idosos e idosas, promovendo maior inserção deles na sociedade para elevar sua qualidade de vida.

A população brasileira está em trajetória de envelhecimento e, até 2060, o percentual de pessoas com ais de 65 anos será de 25,5%; ou seja, um em cada quatro brasileiros será idoso. 

Quem não cuida dos idosos, não valoriza a sua história, o seu passado!

E o PTB está também está atento a esta pauta.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Edivaldo anuncia abrigo permanente para idosos

3comentários

Em mais uma ação visando ao fortalecimento das políticas municipais voltadas à pessoa idosa em São Luís, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior entregou ao Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDI), na manhã desta segunda-feira (21), equipamentos fundamentais para o desenvolvimento do trabalho realizado pelo órgão. Além de um veículo Citroen Air Cross, foram entregues mobiliário para escritório e equipamentos de informática obtidos em parceria com o Governo Federal. Na ocasião, o prefeito anunciou a implantação do primeiro abrigo municipal para acolhimento de idosos na capital, previsto para ser inaugurado ainda este ano.

“A criação do abrigo será mais uma iniciativa planejada e executada por nossa gestão, como parte da política de valorização da pessoa idosa em nossa cidade. Isso denota o cuidado e o respeito com que temos tratado as questões relativas ao bem-estar dos idosos, para que vivam com mais dignidade. Para isso, temos desenvolvido um trabalho muito bem articulado com as instituições e órgãos de apoio a esse público, o que nos tem possibilitado instrumentalizar melhor o trabalho dessa rede de apoio e avançar significativamente na área. E com a criação da nova instituição de longa permanência para acolhermos e abrigarmos idosos em situação de vulnerabilidade e abandono daremos mais um grande passo em nossa política em atenção a esse público”, afirmou o prefeito Edivaldo.

O ato de entrega contou com a presença do vice-prefeito Julio Pinheiro; da secretária municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Andréia Lauande da representante do Conselho Nacional dos Direitos do Idoso, Izabel de Fátima Lopezic; e da presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, Maria Goreth Cunha, do promotor de Justiça do Idoso, José Augusto Cutrim Gomes, entre outras autoridades. Entre os equipamentos entregues ao Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa estão um veículo Citroen Air Cross, três mesas estações de trabalho, mesa de reunião, TV LED de 50 polegadas para apresentações e videoconferências, armário para escritório, cadeiras para espera (duas longarinas para três lugares), três computadores com webcams, copiadora multifuncional e um bebedouro. A entrega dos equipamentos visa melhorar aparelhar e reforçar o trabalho do CMDI em São Luís.

A secretária municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), Andréia Lauande reforçou que a ação de entrega dos equipamentos ao CMDI faz parte dos avanços conquistados com a implementação das políticas de atenção ao idoso na capital, com a determinação do prefeito Edivaldo.

Instituto

Sobre a instituição de longa permanência que será criada pela Prefeitura de São Luís, a gestora explicou que trata-se de um abrigo exclusivo para pessoas idosas, homens e mulheres a partir dos 60 anos. A Casa terá capacidade para atender 30 idosos. “Será a primeira unidade exclusiva para acolhimento institucional para a pessoa idosa de São Luís, mantida pelo município. A iniciativa tem a determinação e orientação do prefeito Edivaldo, que não tem medido esforços para garantir a essa pessoa melhor qualidade de vida, saúde e bem-estar social e emocional”, ressaltou Andréia Lauande. Ainda conforme a secretária, os recursos para a criação da Instituição de Longa Permanência foram captados junto à Fundação Você, através do Fundo Municipal da Pessoa Idosa.

Como parte da política de atenção ao idoso, a Prefeitura de São Luís desenvolve diversas políticas voltadas à saúde e ao bem-estar desse público. O Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso (Caisi) é uma delas. Atualmente, o Cais realiza uma média de 13 mil atendimentos por mês, sendo individual e em grupos. Os idosos contam com a assistência prestada através de grupos de convivência sobre saúde do homem, hidroginástica, ioga, artes manuais, pilates, coral, dança e terapia familiar.

O centro oferece também serviços especializados na área de saúde como consultas médicas em geriatria, educação física, fonoaudiologia, nutrição, psicologia, terapia ocupacional, fisioterapia, serviço social, além dos grupos terapêuticos (arteterapia, memória, convivência e outros).

Foto: A. Baeta

3 comentários »

Raimundo Penha ratifica apoio aos idosos

0comentário

O vereador Raimundo Penha (PDT) visitou nesta quarta-feira (24), data na qual é comemorado o Dia Nacional do Idoso, o Centro de Atenção Integral a Saúde do Idoso, unidade especializada mantida pela prefeitura de São Luís e que fica localizada no bairro do Filipinho.

Acompanhado dos secretários municipais Lula Fylho (Saúde) e Andréia Lauande (Assistência Social), o parlamentar conheceu o funcionamento do CAISI e ratificou apoio no sentido de continuar promovendo ações direcionadas ao público da Melhor Idade.

Raimundo Penha, antes mesmo de eleger-se vereador, sempre tratou as políticas públicas de benefício à terceira idade como prioridade na sua agenda de homem público.

Quando exerceu o cargo de secretário municipal de Desporto e Lazer da capital, por exemplo, implantou o projeto “São Luís Saudável”, iniciativa que oferece atividades esportivas gratuitas para os idosos moradores de diversos bairros.

Na Câmara Municipal de São Luís, desde o ano passado, mantém apoio a várias outras ações neste segmento, como é o caso do projeto “Superação”, que oferece, também de forma gratuita, atividades diversas nos bairros, tais como aulas de zumba, treinamento funcional e recreação.

Atualmente, o “Superação” está funcionando plenamente na Liberdade, Alemanha, Coroadinho, Cohab, Rio Anil, Bequimão e São Bernando; e a expectativa é de que, em breve, seja levado para outras localidades.

“O CAISI é uma importante ferramenta de valorização e cuidado para com os nossos idosos. Os secretários Lula e Andréia, além do prefeito Edivaldo, estão de parabéns”, disse o vereador.

Atualmente, cerca de 17 mil idosos são cadastrados no Centro de Atenção Integral à Saúde do Idoso.

No local, são oferecido serviços especializados nas áreas de geriatria, educação física, fonoaudiologia, nutrição, psicologia, terapia ocupacional, fisioterapia, serviço social.

Os idosos contam, ainda, com a assistência prestada através de grupos de convivência sobre saúde do homem e estímulo à memória, além de atividades como artes manuais, pilates, coral, dança e terapia familiar.

Foto: Divulgação

sem comentário »

MP aponta abonando em abrigo de idosos

0comentário

O Ministério Público Estadual (MPE) concluiu o relatório sobre as condições da única casa pública destinada a abrigar idosos em São Luís. O Solar do Outono tem vários problemas estruturais.

O abrigo, que é mantido pelo Governo Estadual, é a única instituição permanente para idosos na capital maranhense. Atualmente possui a capacidade para atender 40 idosos. Depois de várias vistorias, a Promotoria de Defesa do Idoso relatou que o espaço físico está deteriorado.

Entre as irregularidades constatadas estão à ausência de infraestrutura nas instalações do prédio, a deterioração e a falta de piso em alguns cômodos que já causaram, inclusive, diversos acidentes com idosos e funcionários do abrigo.

Além disso, alguns banheiros estão interditados dificultando a higiene dos idosos e há problemas no fornecimento de medicamentos e carência de médicos.

Segundo o promotor José Augusto Gomes, são 92 profissionais trabalhando, mas apenas uma médica, que nem sequer é geriatra. A promotoria investiga também uma denúncia de negligência e cobra do estado a criação de mais vagas para os idosos.

Sobre esse pedido de criação de novas vagas, o governo do estado não se pronunciou. Sobre a denúncia de desligamento da sirene de emergência, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social afirmou que instaurou um processo administrativo para apurar o fato, que foi resolvido imediatamente.

A secretaria informou que já iniciou a reforma do prédio e a compra de novos equipamentos, além de contratação de mais profissionais de saúde.

Leia mais

sem comentário »

Sousa Neto denuncia morte de idosos

0comentário

O deputado estadual, Sousa Neto (Pros) denunciou nas redes sociais a morte de pelo menos seis idosos no Solar de Outono, por total falta de assistência do Governo do Maranhão.

“Recebi nesta quarta-feira (19), denúncia gravíssima de que pelo menos seis idosos morreram, nas últimas semanas, por falta de assistência e de cuidados, no Solar do Outono (Cohab), em São Luis. A entidade pertence ao Governo Flávio Dino (PCdoB), que deveria ter evitado essa tragédia, não fosse à incompetência dos comunistas, quando se trata de cuidar da vida dos cidadãos que precisam dos serviços públicos em nosso Estado”, disse.

Segundo o parlamentar, familiares das víimas já haviam procurado a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social para alertar sobre as condições de abandono do asilo.

“Familiares e vizinhos já haviam comunicado a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) sobre as péssimas condições de funcionamento do asilo. Lá, não há medicamentos, faltam profissionais de várias especialidades, o piso está danificado, além de outros sérios problemas. Estão tentando esconder o fato, mas não vamos permitir mais idosos venham a óbito! Já determinei a minha assessoria que busque mais informações sofre o fato”, afirmou.

Sousa Neto disse que o acionará o Ministério Público para apurar o caso.

“O governo Flávio Dino tem que ser responsabilizado por este crime! Vou acionar o Ministério Público e o Poder Judiciário, a fim de que tomem providências sobre o caso”, finalizou.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Iniciativa de Frota vai beneficiar idosos

0comentário

Um projeto de Lei de autoria do deputado Sérgio Frota (PSDB) e que está tramitando na Assembleia Legislativa do Maranhão vai beneficiar pessoas com mais de 60 anos de idade.

Pelo projeto, será dispensada a marcação de exames e consultas para essas pessoas nas Unidades de Saúde Públicas pertencentes ao governo do Maranhão.

“Trata-se de um ponto positivo para tentar melhorar as condições da saúde pública do estado, e vai favorecer pessoas que precisam, por muitas vezes, de uma urgência em vários casos de saúde”, garante Frota.

Sem dúvida alguma essa é uma proposta justa e que vai acabar com a humilhação e a longa espera de idosos nas filas de marcação de consultas e exames.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Projeto beneficiará saúde do idoso

0comentário

Deputado estadual Wellington do Curso (PP)

Deputado estadual Wellington do Curso (PP)

O deputado Wellington do Curso (PP) apresentou mais uma proposta de Lei na manhã de terça-feira (12), na Assembleia Legislativa. Desta vez, o projeto foi voltado para a Saúde Auditiva do Idoso.

O projeto de Lei visa desenvolver ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde auditiva dos idosos residentes no Estado do Maranhão.

“É uma proposta muito boa para milhares de idosos do nosso Estado que tem problemas de saúde auditiva. Juntos, queremos garantir ações educativas em saúde auditiva, dirigidas aos profissionais de saúde, educadores, estudantes, familiares de idosos, principalmente sobre questões de promoção, prevenção e conservação da audição”, explicou Wellington.

Wellington pontuou que estudos revelam que a deficiência auditiva atinge hoje em média 70% dos nossos idosos. “Fica evidente que essa deficiência se inicia principalmente após os 60, 65 anos de idade, e depois se estabelece. Mais de 15 milhões de brasileiros têm problemas de audição, segundo a Organização Mundial de Saúde. Com esse projeto queremos melhorar a saúde do idoso em nosso Estado”, enfatizou Wellington.

O deputado concluiu, “Queremos adotar uma ação integrada das várias Secretarias Municipal e Estadual, cujas competências estejam afetas ao Programa, bem como garantir a participação de Técnicos dos Conselhos Regionais, Associações e instituições universitárias de ensino das áreas relacionadas”.

Após a apresentação, o projeto foi encaminhado às comissões técnicas da Assembleia, depois será votado no plenário por todos os deputados.

sem comentário »

Projeto prioriza idosos em São Luís

0comentário

Deputado estadual Wellington do Curso (PP)

Deputado estadual Wellington do Curso (PP)

O deputado estadual Wellington do Curso defendeu projetos de sua autoria em defesa dos idosos do Maranhão. Wellington destacou algumas solicitações já feitas por ele, a exemplo da instalação de delegacias de Polícia de Proteção ao Idoso em todos os municípios com mais de 100 mil habitantes.

Na ocasião, Wellington mencionou projeto que prioriza idosos e viabiliza a marcação de consultas e exames no prazo máximo de 15 dias.

“Esse projeto nasceu de sugestões de senhoras e de uma, em específico, que estava há 2 meses tentando autorizar um exame. Senhoras que nós encontramos em uma de nossas visitas à Central de Marcação de Consultas em São Luís. É algo que, em tese, a Constituição já assegura está englobado no conceito de ‘prioridade’. Infelizmente, prioridade que acaba ocupando uma das últimas posições quando o assunto é respeito e saúde. Essa ideia tem por objetivo atenuar esse desrespeito que é ver idosos padecendo em filas. É nossa obrigação, enquanto ser humano, cuidar daqueles que cuidaram da gente. Portanto, respeitá-los é dever e honrá-los é obrigação moral hoje e sempre”, declarou Wellington.

O Projeto de Lei N.º 95/2016 segue agora para análise na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »

Idosos enfrentam fila para marcar consultas

0comentário

IdososFilaOs idosos que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS), em São Luís, estão enfrentando filas e até dias fora de suas residências para conseguir marcar consultas ou realizar exames na da Central de Marcação de Consultas e Exames do Município (Cemarc), que funciona na sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), no bairro do Outeiro da Cruz.

É que como o sistema foi descentralizado o número de senhas acaba sendo menor que o grande número de pessoas que procura o local. Situação essa que obriga pessoas como o aposentado João Araújo, de 84 anos, a passar o seu domingo (24) em uma fila somente para não perder a sua vez na fila de atendimento. “Eu cheguei aqui ontem uma hora da tarde. Se eu não viesse ontem eu não teria vez para mim’, conta.

O operador de máquinas Raimundo Nonato da Silva foi o primeiro a chegar. Ele passou mais de 24 horas na fila porque já tinha retornado outras vezes e não conseguia atendimento. Ele revela que a Cemarc é um local bastante visado por criminosos. “Aqui não é só eu como vem todo mundo aqui. Aqui é escuro, corre o risco de ser assaltado. Eu já fui assaltado duas vezes aqui. É difícil. Não tem como. E chega aqui com essa luta todinha não tem senha”, desabafa.

Segundo a Prefeitura de São Luís, não há necessidade de chegar mais cedo porque as senhas só são entregues às sete horas da manhã. Mesmo assim, as pessoas dizem que se chegarem em cima da hora não conseguem uma das 450 senhas disponibilizadas para as especialidades médicas.

O policial militar reformado José de Ribamar Rodrigues diz que o serviço não é eficaz e pontua que os órgãos responsáveis poderiam criar meios de qualificar o atendimento. “Se a Prefeitura tivesse um órgão que nós tivéssemos onde chegar com as nossas requisições e que fosse confiável não seria necessário isso. É só inventar meios. Ter meios mais viáveis do que esse sofrimento aqui para todos”, finaliza.

Sobre o atendimento no Posto da Cemarc que funciona na sede da Apae, até o momento, a Secretaria de Saúde de São Luís não se manifestou.

Foto: Reprodução/ TV Mirante

Leia mais

sem comentário »