Prefeitura monitora famílias em áreas de risco em SL

0comentário

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), via Defesa Civil do Município trabalha em duas frentes na gestão de enfrentamento de emergências em épocas de chuvas: ações preventivas e de monitoramento e resposta a situações de risco ou desastre. Toda a atuação dos agentes de Defesa Civil é no sentido de proteger ao máximo as comunidades localizadas nas 60 áreas de riscos mapeadas e conforme estabelecido no Plano de Contingência, com ações da força-tarefa convocada pela gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior devido às chuvas acima da média na capital.

Das ocorrência registradas de janeiro até abril pela Defesa Civil Municipal, 178 casas foram interditadas e 217 famílias em situação de alagamento e desabamento foram atendidas pela Prefeitura, com encaminhamento efetivo à programa sociais do município, Governo Estadual e do Governo Federal, como o pagamento do Aluguel Social, benefício dado à pessoas em situação de vulnerabilidade social.

“O prefeito Edivaldo colocou toda a sua equipe em estado de alerta e recomendou ações efetivas para prevenir situações de deslizamentos que ocasionem maiores prejuízos à população. O monitoramento das áreas de risco é realizado de forma permanente. Em locais considerados de alto risco, a orientação é a saída imediata dos moradores, com acompanhamento permanente por todos nós”, informa o secretário de Segurança com Cidadania de São Luís, Heryco Coqueiro.

Das ocorrências registradas pela Defesa Civil, um total de 178 casos (até a primeira quinzena de abril) já foram encaminhados para a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), que providenciou o Aluguel Social, e para a Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh) para cadastro no programa habitacional.

Foto: Maurício Alexandre

sem comentário »

SáViana: Edivaldo acompanha ações em área de risco

0comentário

O prefeito Edivaldo Holanda Junior, acompanhado de secretários e de equipes da Defesa Civil Municipal, vistoriou pontos de risco no bairro Sá Viana, na região do Itaqui-Bacanga. Na área, várias ruas foram afetadas pelas fortes chuvas na última semana. O local já recebeu ações da Prefeitura de São Luís com a retirada das famílias das residências em risco, interdição de imóveis a distribuição de mantimentos e a garantia de moradia com o pagamento do aluguel social. A área já recebe também obras estruturais, com aplicação de concreto para estabilização do solo. Também acompanharam o prefeito na vistoria deste sábado (30) a primeira-dama, Camila Holanda e o vice-prefeito, Julio Pinheiro.

Na ocasião, o prefeito visitou moradores próximos das áreas interditadas, conversou com diversas famílias e reforçou o compromisso da gestão de prestar assistência às famílias atingidas pelas chuvas. “Estamos trabalhando incansavelmente para reverter os danos causados pelas fortes chuvas. Estamos aqui no Sá Viana vistoriando as obras neste local, um dos pontos mais graves. As famílias estão sendo assistidas pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, e nós estamos aqui para vistoriar o trabalho e conversar com as pessoas”, disse o prefeito que determinou agilidade no pagamento do aluguel social às famílias atingidas pelas chuvas, o que já está acontecendo desde sábado (30), quando 122 famílias já começaram a receber o benefício.

Nesta próxima semana serão liberados novos pagamentos com previsão de mais 100 benefícios. Além do aluguel social, por meio da Semcas, a Prefeitura garante às famílias atendimento socioassistencial, distribuição de cestas básica e mantém constante trabalho de acompanhamento das famílias com vários profissionais na área.

As áreas do Sá Viana e Salina do Sacavém são os pontos mais graves identificados como de alto risco, após o período de fortes chuvas. Foram muitas casas afetadas e a Prefeitura procedeu com a retirada das famílias em risco. No momento está sendo realizado trabalho para estabilizar o local, drenando a água do solo para, em seguida, aplicar a concreto. Essa medida vai favorecer a continuidade dos serviços estruturais e o principal, garantir a segurança das pessoas que moram no local.

O prefeito conversou com moradores das ruas Militana Ferreira, Aquiles Lisboa e Tomás de Aquino, que estão entre as mais atingidas da área. Nos locais, casas estão interditadas até que os serviços sejam concluídos e fiquem fora de risco de desabamentos. As obras são executadas pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) e está na fase de perfuração do solo para retirada da umidade e após, a penetração no solo com furos para injeção de concreto e recomposição da via urbana.

Fotos: Honório Moreira

sem comentário »

Obras reduzem áreas de alagamentos em SL

0comentário

As obras realizadas pela Prefeitura de São Luís em áreas de alagamento e inundações contribuíram para reduzir estas ocorrências na cidade neste período de chuvas. A constatação foi apresentada durante reunião nesta terça-feira (30), convocada pela Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), para discutir e atualizar o Plano de Contingência com representantes dos órgãos do poder público, instituições e sociedade civil envolvidos. Ações preventivas seguem determinação do prefeito Edivaldo que tem investido na melhoria da infraestrutura de bairros da capital, sobretudo daqueles que há anos não recebiam melhorias.

O plano define as estratégias de respostas a serem utilizadas para combate e prevenção de sinistros causados por intempéries. São alagamentos e deslizamentos de terras que ocorrem em áreas de encostas ou próximas a canais e rio, colocando em risco vidas humanas e perda de bens materiais. Além de mapear as áreas de vulnerabilidade de risco e preparar respostas, o Plano de Contingência elaborado pela Prefeitura de São Luís prevê a reconstrução dos cenários de desastres em situação normal.

De acordo com explanação do secretário de Segurança com Cidadania de São Luís, Breno Galdino, houve redução significativa de categoria em algumas destas áreas de risco e exclusão de outras que antes registravam ocorrências frequentes de alagamento durante o período de chuvas. Em alguns casos, estes riscos foram minimizados, passando a escala de baixíssima ocorrência e perigo de sinistro.

“Em algumas áreas onde a Prefeitura de São Luís realizou obras de drenagem superficial e profunda, que vêm sendo intesificadas pelo prefeito Edivaldo, foram eliminados os alagamentos e inundações. A atuação da própria comunidade por meio dos núcleos comunitários de defesa civil que tem instruído os moradores destas áreas a evitar obstrução de bueiros, colocação de lixo em local inadequado e desmatamento, tudo isso tem contribuído para que tenhamos essa redução”, explicou o secretário de Segurança com Cidadania, Breno Galdino.

Além dos representantes das secretarias municipais envolvidas no plano, participaram da reunião representantes da Cruz Vermelha, Legião da Boa Vontade, Polícia Militar do Estado do Maranhão, Capitania dos Portos, Vale e do Grupo de Prevenção e Resgate Voluntário, Organização Não Governamental (ONG) formada por profissionais da área de saúde e segurança.

Foto: Maurício Alexandre

sem comentário »